História Não somos como eles - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Rafael "CellBit" Lange
Personagens Coringa (Jack Napier), Edward Nashton/Nygma (O Charada), Oswald Chesterfield Cobblepot (Pinguim)
Tags Aventura, Batman, Colegial, Luta
Visualizações 11
Palavras 706
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Escolar, Ficção, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 29 - O surto do chocolate


Fanfic / Fanfiction Não somos como eles - Capítulo 29 - O surto do chocolate

P.O.V Giulia

Voltamos da escola e é fim de semana, eu estou sozinha em casa fazendo brigadeiro de panela pra papai, tio e Dudu. Rafa Não volta hoje, está em uma missão, chamaram ele pra "se livrar" de uma pessoa. Eu estou muito empolgada, bem dizer nunca cozinhei pra papai, é a primeira vez depois de 12 anos. E eu também tô de TPM, gosto de comer chocolate quando estou assim. Terminei, pus na geladeira pra esfriar e subi pra tomar banho.

P.O.V Rafael

Consegui matar o cara antes então cheguei mais cedo, cheguei em casa mó cansado

Rafa: ABYY! DU! -Devem ter saído

fui olhar se tinha algo pra comer, olhei na geladeira e vi um chocolate, Aby deve ter feito pra mim, peguei e raspei uma metade e subi pro meu quarto pra comer

P.O.V Giulia

Terminei coloquei uma regata branca, um short jeans rasgadinho no fim e desci pra ver se o chocolate já estava bom e meu, eu quero matar alguém, metade está raspada, não da nem pra três pessoas...

Uma raiva me consumiu, eu gritei e depois comecei a chorar, eu me sentei no chão e comecei a esmurrá-lo, vi Rafa descendo

Rafa: o que houve? Tá tudo bem?

Eu: TUDO BEM? RAFAEL! FOI VOCÊ QUEM COMEU ISSO?!

Rafa: Eu peguei um pouquin...

Eu: UM POUQUINHO?! - O interrompi - RAFA EU FIZ ISSO PRA PAPAI, EU, DU E TIO OSWALD!!, POR QUE NÃO ME CHAMOU?!

Rafa: Eu chamei mas ninguém respondeu- falou ainda confuso

Eu: Sabe que eu tomo banho de fone (á prova d'água) ouvindo música- comecei a chorar

Rafa: Depois você faz mais

Eu: EU NÃO VOU FAZER NADA! TÁ?! SE QUISER VOCÊ FAÇA! NÃO SABE QUANTO TEMPO DEMORA PRA FICAR PERFEITO! É A PRIMEIRA COISA QUE COZINHO PRA PAPAI DESDE OS CINCO, ANTES DE ELE ME ABANDONAR, CHOCOLATE FOI A ÚLTIMA COISA QUE FIZ PRA ELE... E você estragou tudo!- Falo com a voz chorosa

Eu subi correndo e fui pro meu quarto, sentei em minha cama e fiquei chorando

P.O.V Dudu

Cheguei em casa com papai e tio Edward e encontrei um Rafael sentado pensando

Eu: Rafa? Que houve?

Rafa: Eu não sei, ninguém sabe. Ao que aparenta Aby tava fazendo chocolate pra vocês e como eu cheguei mais cedo eu chamei e ninguém respondeu, porque você não estava e ela toma banho de fone, eu tava com fome, daí eu comi um pouco e ela surtou e começou a chorar

Dudu: Puta que pariu... Rafa, ela é sentimental até com isso... E ela ta de TPM

Oswald, Edward e Rafa: Puta que pariu...

Rafa: Eu não sabia... Eu tava com fome, daí eu disse que ela podia fazer mais e ela só não me bateu porque não sei, e me mandou fazer o chocolate

Dudu: Eu vou tentar falar com ela, vai fazendo outro chocolate...

Subi e entrei no quarto da Boo, ela estava encolhida chorando, caraio... Tenso, é como lidar com uma criança que deixou o pirulito cair na areia

Dudu: Hey... Ele fez sem querer, não foi intenção dele, ele não sabia, pega leve, ele tá bem cansado

Boo: Ele destruiu tudo, não era possível segurar a boca até poder perguntar?

Dudu: Você não gosta dele?

Boo: Amo ele...

Dudu: Então isso é uma besteirinha, ignora, vem eu te ajudo a fazer outro, cozinhar juntas é melhor, aí você vai e pede desculpas à ele

Descemos e no fim da escada eu tampei seus olhos, ela tentou tirar minha mão mas acabou se rendendo. Continuamos a descer e quando chegamos lá em baixo, Rafa tinha feito outro

Dudu: Tcharaadam(charada, tendeu?) - Gritei tirando minhas mãos de seus olhos

Boo:O que é, o que é? É a essência da vida, sem ela nada sentimos.

Edward: Emoção...- Boo sorriu pra ele

Boo: Rafa me desculpa por gritar com você, não fica bravo comigo, é que eu queria fazer algo especial pra papai e aí você veio e...- Ele a beijou, fazendo ela parar de falar, nesse momento Lucas aparece na porta, eu vou até ele e o abraço.

Oswald: Então... Vamos comer e assistir?

Todos: Vamoos!

P.O.V Giulia

Eu: Na próxima vez eu corto sua língua

Rafa: daí você não vai poder fazer isso- Disse e me beijou.

Eu: Tá, eu faço um só pra você na próxima, chato!

Rafa: De nada pelo chocolate

Eu: Não fez mais que obrigação, você detonou o que eu fiz, e cá entre nós, você não cozinha tão bem quanto eu...

Todos: EVER DADE!!

Continuazinhooo...


Notas Finais


A treta sobre a Boo ter feito o chocolate pro pai e alguém ter comido é 100% real...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...