História Não Sou Um Ômega Qualquer - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Tags Abo, Chanbaek, Exo, Hunhan, Kaisoo, Sulay, Taoris, Xiuchen
Exibições 792
Palavras 2.485
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello~
Não tenho muito a falar não.
Boa leitura ai sz

Capítulo 4 - Tretas. Reconciliação. Namorado novo?


Fanfic / Fanfiction Não Sou Um Ômega Qualquer - Capítulo 4 - Tretas. Reconciliação. Namorado novo?

Luhan on

E la estava eu, sentado em um canto qualquer do quarto, chorando como uma criança que teve seu doce roubado, com meus amigos tentando me consolar ,e como se isso tudo não bastasse, um pouco (talvez muito) bêbado, só pra avisar que sou maior de idade, entrei um ano atrasado na escola por causa da minha saida da China, tive que passar um tempo aprendendo coreano porque sou uma anta e devia ter começado a estudar esse idioma antes de me mudar, assim como meu irmão fez, ele, diferente de mim, não ficou atrasado na escola.- Onde o Min ta?

- Falei entre soluços.

- Não vi ele depois que a gente saiu...

De repente escuto a campainha e vejo o Lay saindo, depois de um tempo ele volta com o Soo.

- Me ligaram e eu vim logo que pude. Podem me explicar o que ta acontecendo?

Algumas horas antes

- Vocês ja viram ele? - Perguntei.

- Ali! - Falou Minseok.

- Aqui Tao~ - Começamos a fazer barulho pra ele notar a gente. 

Depois que ele percebeu veio em nossa direção.

- Ai meu Deus, Luh hyung - Falou me abraçando - que saudade eu senti de vocês.

ZiTao é meu irmão mais novo. Já faz um ano que ele viajou em um intercâmbio e hoje viemos buscar ele no aeroporto de Seoul. Os garotos sempre foram bem próximos do Tao, ele fez muita falta depois que fez essa viajem pro exterior.

Depois de sair do aeroporto, passamos na minha escola pra fazer a matrícula dele - ele é um ano mais novo que eu mas também ta cursando o 3º ano junto comigo - e ficamos conversando na ida pra casa.

- Então, vocês já arrumaram algum alfa? Por que minha situação ta precária - Falou Tao.

- Só o Soo desencalhou - Min respondeu apontando pro D.O

- Uis. Quem é o doido?

- Doido é a tua fuça. O nome dele é Jongin, e ele é ótimo ta?! - Falou - Ah, o Luh hyung ainda não desencalhou mas ta doidinho por um alfa ai - completou a fala revirando os olhos.

- Qual o nom... - interrompi ele e comecei a falar, porque se o assunto é Oh Sehun eu tenho muito a falar não é mesmo?

- Sehun, e ele é tipo... maravilhosamente perfeito, ele é bem alto e é loiro, é um ano mais velho que eu então tem dezenove anos, tem um rosto bem poker face mas sei que por dentro ele deve ser um amorzinho, já vi ele em várias festas antes e... - Dessa vez eu que fui interrompido.

- Cara, não sei como o Baekkie aguenta essa faladeira toda sobre esse cara, eu em.

- Vai te catar Satansoo - É, eu não sei xingar, não me juguem.

- Quem é "Baekkie"?

- Ah, é um aluno novo da escola Tao.

- Vocês todos estudam na mesma sala? 

- Infelizmente não, ele é do 3-A e eu do 3-C. Soo mudou de escola esse ano, Min e Yixing também. - suspirei forte - Eu ia trazer ele aqui pra te conhecer também mas aconteceu que ele ficou de recuperação e teve que ir na casa de um poste pra estudar.

- Poste?

- Park Chanyeol. É um garoto metido la da escola. Baekhyun odeia ele, mas por uma ironia do destino, uma professora inventou uma coisa estúpida e eles acabaram tendo de fazer dupla pra conseguirem passar nas suas provas de recuperação. Pobre Baekkie... deve estar na casa desse ser nesse momento.

- Tenso.

Depois de deixar o Soo na casa dele nós chegamos em casa, afinal, os garotos iam se arrumar la pra ir nz tão esperada festa de hoje a noite.

- Vocês vão em uma festa?

- _Nós_ vamos em uma festa. Você vem com a gente Tao, vai que desencalha também?

- Okay neh. Mas assim, eu não quero segurar vela caso vocês fiquem com alguém primeiro que eu então eu já vou avisando que caso isso aconteça ei vou sair de perto.

- Tudo bem~

Ficamos reassistindo Descendants of the Sun até 6:30 p.m - até porque, convenhamos, esse dorama é perfeito - então fomos nos arrumar.

Min e Tao foram banhar primeiro, cada um em um banheiro diferente, depois que terminaram, eu e Yixing fomos banhar enquanto eles se arrumaram, acabou que eles tiveram que esperar a gente terminar de se vestir.

Quando saimos de casa ia dar 7:20. Chegamos na festa depois de 15 minutos e ficamos la curtindo, Tao foi pra algum canto da festa, e eu claro, fui beber um pouco, mas acabei me separando dos meninos, eu só ouvi as palavras "Suho" e "Chen", depois disso aqueles dois sumiram - porque como se não bastasse eles terem esses "codinomes" (é essa a palavra? :v) eles inventaram também pro Junmyeon e pro Jongdae, que segundo eles: "É pra eles não saberem que estamos falando deles mesmo quando estão do nosso lado"- decidi fialmente me levantar e ir pro meio da pista pra dançar, depois de uns 5 minutos os meninos chegaram e eu vi uma coisa que eu não queria ter visto.

- Aquele é...o Sehun...- Falou Lay

- É - Respondi meio que em choque.

- E...Baekhyun...? 

Luhan off

Baekhyun on

- Vocês não me responderam o que vieram fazer aqui - Perguntou Park, mas claro, foi ignorado.

- Então... qual o seu nome? - Perguntou o que aparentemente era o Sehun, vindo em minha direção.

- Do que isso interessa? - Falei sem me levantar do sofá e cruzando os braços. Se eu não gosto do Chanyeol, provavelmente não vou gostar de quem é da laia dele.

- Acho melhor não se meter com ele não Sehun, esse ai tem um péssimo humor - Gritou o dumbo.

- Tenho um péssimo humor mas mesmo assim você não larga do meu pé - Retruquei revirando os olhos.

- Aaah, então você é o famoso Baekhyun? - Falou Sehun ao sentar do meu lado, claro que eu me afastei neh.

- O que quer dizer com "famoso"?

- Chany já falou muito de você pra gente.

Depois de dizer isso, se levantou e foi até o Park, depois sussurrou algo em seu ouvido - só consegui ouvir as palavras "bonito" e "beijar" - o que fez o alfa rosnar, e com isso eu sentir a dor no fundo dos meus ouvidos, como uma pontada bem forte, fiquei meio surdo por uns três segundos.

- Agradeceria se o lobo ai controlasse essa merda de rosnado - Reclamei massageando minhas orelhas.

- Desculpa Baekkie.

- Eu já te antes e vou repetir, não te dei intimidade pra me chamar assim, pra você é Baekhyun.

- Puxa baixinho se não fosse pelo seu cheiro eu diria que você é um alfa. - Falou o Kris - Mas então, vou direto ao assunto, ta rolando uma festa agora e a gente veio te chamar pra ir com a gente.

A festa que Luhan me chamou pra ir

- Festa eim... vamos Baek?

- Baekhyun.

- Tanto faz. Você vem com a gente ou não?

- Não to afim. Vou pegar minhas coisas e sair.

- Vamos la por favor~

- Não.

~...~

E acabou que estava eu, em um carro, junto com três alfas, indo em direção a uma festa. Eu juro que tentei, mas eu não tinha noção do quanto o Chanyeol é insistente. Fiquei meio calado no caminho, quando chegamos lá me separei logo deles, eu é que não ia ficar com um bando de alfas, fiquei um tempão procurando os garotos mas não achei eles, aquele lugar era imenso e eu detesto festas, muita gente pulando, bebendo, dançando, se beijando, a música alta, as luzes piscando, eu detesto tudo isso. Já estava procurando a saída quando sinto alguém puxando meu braço.

- Sehun? - Ele tava com cheiro de bebida.

- Sabia que... eu to meio afim de você desde aquela hora que eu entrei na casa do Chany?

- Você ta bêbado, para de falar besteira e me solta.

- Não - Falou e se aproximou rápido, logo ele tocou seus lábios nos meus e ficou lá, eu só acordei do choque uns cinco segundos depois, e claro que eu empurrei ele.

- Você ta louco?! - Dei um tapa na sua cara.

Não deu nem tempo pra bater nele de novo, senti outra mão me puxando. Dessa vez era...

- Minseok?

- Você vem comigo.

Ele me puxou e eu - finalmente - fui pra fora daquela festa

- Ele viu tudo.

- Quem? - Perguntei rezando pra não ser quem eu pensava.

- Luhan - Droga.

- A culpa nã...

- Eu sei, ele chegou e te beijou, mas o problema é que Luh e os meninos não puderam ver tudo, eles saíram antes - Sorriu de leve - Engraçado é que, enquanto eles iam embora, eu ia em sua direção pra atrapalhar o beijo e te xingar, mas no meio do caminho vi o tapa bem dado que você deu na cara dele.

- Pra onde eles foram?

- Pra casa do Luh. Você precisa falar com ele.

- Então vamos lá.

- Hoje não, vocês precisam conversar com calma e agora ele ta muito bêbado pra isso.

- Aish... okay então.

- Tenho que ir agora, eles provavelmente estão me procurando agora

- Tchau...

- Vou tentar convencer ele a falar com você. Tchau. - Disse e se levantou ja saindo dali. 

Também resolvi sair dali. Precisava descansar.

~...~

Cheguei mais cedo na escola e fiquei esperando o Luh. Não demorou muito pra ele chegar me olhando com a cara fechada.

- Min disse que queria falar comigo. De inicio eu disse não mas ele é insistente. Então o que quer?

- Eu quero te explicar o que realmente aconteceu.

- Não quero ouvir suas desculpas esfarrapadas. Poxa, você sabia o quanto eu... - Ele foi interrompido.

- Espero não estar atrapalhando nada - Sehun apareceu lá.

- O que você quer? - Perguntei sério. Luhan virou pra ele e ficou sorrindo meio bobo, eu em, que bipolaridade.

- Eu tava passando e te vi... vim pedir desculpas, eu tava bêbado e te forcei a fazer algo que não queria. Eu mereci aquele tapa. Eu só te achei meio bonito mas não quero nada com você e...- Parou de falar ao olhar pra Luhan que corou - Qual o seu nome? - Ele tava dando em cima dele na cara dura?!

- O m-meu nome?

- Uhum - Sorriu

- Luhan...

- Nome bonito... - Passou a mão no rosto do Luh e só percebeu o que tinha feito ao ver o menor corar. - Espero que aceite meu pedido de desculpas - Falou ao se virar pra mim e tirou a mão do rosto dele meio envergonhado - A-até logo - Disse e saiu rápido de lá.

- Continuando...

- Eu já entendi tudo - Me interrompeu.

- Então você me desculpa?

- Tudo bem, mas você me deve uma - Sorriu

- Yes! - Falei abraçando ele forte.

- Vai...me... esmagar - Soltei ele que respirou fundo - Vamos entrar então.

- Uhum

O resto do dia foi bem normal. Depois das aulas, estava saíndo da escola quando vi Chanyeol e uma garota - Que tava, literalmente, agarrada nele - Senti uma sensação estranha com isso, tipo raiva e tristeza ao mesmo tempo, mas devia ser coisa de estresse ou sei lá.  Me escondi pra escutar tudo, até porque sou extremamente curioso.

- Lin eu já te disse. Eu. Não. To. Mais. Afim - Falou pausadamente.

- Mas Chany... - Falou uma vozinha irritante.

- Mas nada, tchau.

Escutei passos que se afastaram, provavelmente eram dessa tal Lin.

- Espionar a conversa dos outros é feio Baekkie - Gelei - Já pode sair daí.

Meu plano era simplesmente sair correndo mas o poste me segurou.

- C-como  sabia que eu tava ali? - Gaguejei, droga.

- Posso sentir seu cheiro a metros de distância, ele é tão diferenciado que eu sei sempre onde você está - Inspirou o ar e sorriu pra mim.

- 1) Você é um stalker. 2) Diferenciado? 

- Mais doce -  Me prendeu contra a parede - Mais atrativo -  Colocou o nariz em meu pescoço.

- O-o que ta fazendo? - Gaguejei de novo, que saco, qual o meu problema?! Por que meu coração estava acelerado?! Por eu estava gostando daquilo?!

- É simples, eu to tentando te beijar. Sabe Baekkie, você é tão diferente, você me interessa mais do que eu pensava.

- Me solta.

- Não.

Ele estava se aproximando mas eu chutei ele antes.

- Seu tarado

- Você vai ver, um dia vai ficar comigo como qualquer outro ômega que já peguei antes! - Gritou pra mim enquanto eu corria - Eu vou te descartar como qualquer um - Falou mais baixo, como se eu não pudesse ouvir.

- Babaca.

~...~

- ...E ai ele me chamou pra sair.

- Peraí, o que? - Perguntei.

- Pois é, Baekkie, eu tenho um encontro com Sehun! - Falou animado, nem parecia que há algumas horas ele estava querendo me ver morto.

- Então boa sorte...

Nos separamos no caminho e finalmente cheguei na minha casa. Subi direto pro meu quarto e fiquei  lá vegetando até escutar a campahinha bater. Meus pais não chegaram em casa ainda então eu tive que ir abrir.

- Oi~

Ninguém merece

- O que você quer Chanyeol? E como sabe onde eu moro?

- Tenho meus contatos...e eu queria saber uma coisa.

- Não tenho todo o tempo do mundo - mentira, tenho sim, vou ficar fazendo vários nadas jaja - fala logo o que você quer.

- Olha... eu sei que é estranho, mas...

- Fala.

- Talvez você diga não...

- Cuida com isso!

- Okay... -  Respirou fundo - por favor, finja ser meu namorado.

Não consegui me segurar, fiquei rindo por uns minutos e parei pra respirar.

- Não.

- Eu te imploro.

- Não.

- Por favor.

- Por que?

- Meus pais voltaram de viajem...mas trouxeram um primo meu, eles querem que eu fique com ele, ai eu disse que tinha namorado.

- E por que eu? 

- Por que seu cheiro ta impregnado em alguns lugares da casa, se eu levar outra pessoa eles vão desconfiar.

- E se eu disser que sim? O que eu ganho?

- Eu faço que você quiser...

- Não

- Por uma semana.

- Vou pensar no seu caso.

- Duas?

- Hmm, talvez eu diga não...

- Um mês.

- Feito - Dei minha mão pra ele apertar, assim ele fez.

- Mas sempre que eu precisar de você como meu namorado você tem que estar livre.

- Tudo bem.

No que é que eu fui  me meter...


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Adoro ler os comentários de vocês então só vai.
Cof cof vai dar merda cof cof.
Até o próximo cap~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...