História Não vivo sem você! - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Exibições 43
Palavras 309
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Não sei como funciona as coisas em um apartamento.

Capítulo 4 - Novas mudanças


            Gaby on  (17:30)

Eu estava sentada escrevendo minha música , quando o telefone toca.
- Alô.
- Um jovem chamado  Park Jimin esta aqui na portaria - diz o porteiro. 
- Pode o deixar subir.
Corro para pôr uma calça, porque quando estou em casa gosto de ficar de blusa e calcinha,  agora vou ter que mudar esse costume.
- Custa ele me avisar um pouco antes , de que está vindo?

                 Jimin on

Obviamente estou nervoso por estar aqui. Vai ser estranho morar com uma menina que me humilhou por Internet , e ainda fui trouxa de pensar que ela viria se despedir de mim depois de tudo o que me falou.
Bato em sua porta e rapidamente Gaby a abre.
- Pode entrar - diz me dando espaço - o seu quarto e no fim do corredor.
- Ok.
Sem trocar um olhar com ela , vou para o quarto indicado. Ele era completamente branco , sem muita mobília. Creio eu que ela mal entra nesse aqui.

***

Enquanto arrumo minhas coisas , vou dando vida ao espaço. Com algumas fotografias , cosméticos, e alguns bens materiais .
Eu estou com fome , e não vou sair pra comprar comida.
Me dirijo até a sala , onde vejo Gaby sentada e consentrada no que faz.
- Ham... tem comida? - digo envergonhado pelo tipo de pergunta.
- Comida? Eu esqueci de preparar algo. Mas se quiser pode ver no armário alguma coisa pra comer -
Passo por ela e vou ate a cozinha,  me agacho e abro o armário.
- Como ela pode se alimentar com tanta porcaria? - susurro e pego um salgadinho qualquer.
Volto para o meu quarto , não pretendo me aproximar dela. Ja não basta eu morar na casa dela , agora vou ter que ver seu rosto todos os dias.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...