História Nárnia - Um Novo Mundo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas de Nárnia
Tags Aventura
Visualizações 34
Palavras 696
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que vocês gostem!!

Capítulo 1 - A Garota mais linda


Fanfic / Fanfiction Nárnia - Um Novo Mundo - Capítulo 1 - A Garota mais linda

1946

 Meu nome é Edward Pevensie, sou primo de Pedro, Edmundo, Lúcia e Susana, tenho 16 anos, eu estudo em um colégio na cidade Cambridge (Inglaterra).

 Acordei com alguns gritos da minha mãe, eu tava tão cansado, não podia faltar a escola é não podia me atrasar. Levantei rapidamente, coloquei o uniforme escolar, tomei café e depois escovei meus dentes...

Sai correndo para o ponto de ônibus e ao me sentar, percebi que o banco estava molhado, fiquei com uma cara de bobo e não podia mais levantar para que ninguém visse, quando olhei para o lado vi a garota mais linda do meu bairro, seu nome era Evelyn Mackenzie, a garota mais bela do colégio... Fiquei vidrado naqueles olhos verdes, sem ao menos esperar ela me olhou disfarçadamente, então desviei o olhar e ela sorriu meio atravesado, quando olhei novamente ela ainda estava me olhando, ficamos um longo tempo se olhando, mesmo sem nunca ter a conhecido fiquei louco por aquela loira de olhos verdes, até que meu ônibus chegou, quando entrei sentei na antepenúltimo poltrona do ônibus em quando olho para frente vi a loira vindo em minha direção, ela se sentou ao meu lado e então um silêncio tomou aquele ar...

Até que ela perguntou:                                           - Vi que você estava me olhando!

- Eu?

- Sim! Não tem como negar, jamais vi outra pessoa com esses olhos iguais aos seus.!

- Sim eu estava te olhando, você estuda na escola estadual de Cambridge não é?

- Claro! Como adivinhou?

- Vi seu uniforme escolar (respondi com um sorriso torto).

- Nossa que tonta eu sou! - Exclamou ela com um meio sorriso.

Ao chegar no colégio déssemos do ônibus e fui para minha sala antes de sair com o rosto todo vermelho a Evelyn disse:

- Tchau! Até mais tarde.

E assinou com a mão e eu também assinei.

Quando eu estava no corredor da escola guardando minhas coisas no meu armário veio um cara um pouco mais alto que eu e começou a falar:

- Então é você né, seu amarelo, tava de mimimi com minha irmã!!!

- Eu não sabia que era ela sua irmã. Respondi 

Então sem esperar senti um soco no lado esquerdo do meu rosto, não pensei duas vezes e revidei com outro soco e a briga estava formada, os alunos que passavam formaram um círculo e começaram a apostar quem ia ganhar na briga.

Era soco pra lá, soco pra cá... Escutei uma doce voz gritando:

- PARE COM ISSO ERIC, tá machucando ele!!!

Quando ela veio em minha direção ele jogou ela no chão de uma forma que ela torce o pulso e geme de dor, naquela hora meu sangue ferveu como água quente, fui pra cima dele e ele me deu um soco que cai quase desacordado quando ele se preparou para me dá um chute no rosto, veio um outro garoto da escola também batendo nele com muita força, me levantei meio fraco e fui até a Evelyn que estava com seu pulso dolorido, eu a abracei com meu rosto ensanguentado...

Ouvir o diretor da escola chegar totalmente estressado e parando com a briga...

Levei a Evelyn pra fora da escola e passei um pano no seu pulso de forma de um curativo, quando ela olhou pra mi viu meu rosto inchado e sangrando o nariz e a boca, ela disse então: 

- Meu Deus, Edward seu rosto está muito inchado!

- E, parece que ele me bateu forte de mais. *Respondi com um sorriso fino.

- Vem comigo!

Ela me levou até o fundo do colégio onde tinha uma torneira ela pegou uma toalhinha de dentro da sua bolsa e molhou e começou a limpar meu rosto cuidadosamente:

- Porque está me olhando assim Edward?

- Pode me chamar de Ed, seus olhos são tão lindos, você é linda. *Falei com um sorrisinho de lado.

- Obrigada, você também não é tão feio assim também, quero dizer, você é fofo e simpático.

- haha, Aí! Gritei quando ela apertou um pouco minha bochecha inchada sem querer.

- Desculpa Ed, fiquei um pouco nervosa, desculpa.

- Pode ficar de boa!

Ela cuidou de meus ferimentos, mas eu não podia ir pra casa daquele estado, mas mesmo assim eu tinha que ir, me despedi dela com um beijinho na mão dela e fui embora...


Notas Finais


No próximo capítulo você conhecera os outros 2 personagens...
Comenteeeem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...