História NaruHina - Escrito nas Estrelas - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Chouji Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hiruzen Sarutobi, Hyuuga Hiashi, Ibiki Morino, Ino Yamanaka, Iruka Umino, Itachi Uchiha, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kankuro, Kiba Inuzuka, Killer Bee, Konohamaru, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Maito Gai, Minato "Yondaime" Namikaze, Mirai Sarutobi, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shizune, Tamaki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yamato
Tags Amor, Drama, Felicidade, Kakashi, Konohana, Morte, Naruhina, Naruto, Ninja, Romance, Sasusaku, Shikatem, Tragedia
Exibições 410
Palavras 3.646
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E voltei com mais um capítulo, minna! Dessa vez vou mostrar um pouco de KonoHana, já tava querendo escrever sobre eles há algum tempo porquê Hanabi é simplesmente uma das personagens mais fofas de Naruto, e Konohamaru... bem, Konohamaru sempre foi como um irmão pra Naruto, ele também merece um pouco de felicidade!

Boa leitura!

Capítulo 24 - A beleza Hyuuga e o Fio Vermelho


Fanfic / Fanfiction NaruHina - Escrito nas Estrelas - Capítulo 24 - A beleza Hyuuga e o Fio Vermelho

"Enfim juntos... unidos pelo destino, mais parecendo um fino fio vermelho..."

Os dias passaram tão rápidos que Hinata nem percebeu. O seu coração parecia estar acelerado a todo momento, tamanha a sua alegria. Finalmente... esperou tantos anos, mas finalmente estava junta de seu única amor, Uzumaki Naruto. A morena estava perdida em seus pensamentos, bêbada de alegria enquanto caminhava de mãos dadas com Naruto pela vila. Era uma manhã serena mas fria, estava no meio do inverno ainda e mesmo assim era um dia agitado. Dois anos tinham se passado... Dois anos desde que Uzumaki Naruto e Uchiha Sasuke desfizeram o Mugen Tsukuyomi, o Tsukuyomi Infinito, e assim deram um fim à grande guerra ninja, trazendo paz para o mundo inteiro. Naruto tinha lutado tanto por essa sensação, de ser reconhecido, andar pelas ruas e as pessoas o cumprimentarem como um herói, mas sua felicidade ia além disso.

O loiro virou seu rosto um pouco, olhando para a linda morena ao seu lado que parecia distraída, mas sempre mantinha um pequeno sorriso no rosto, como se nem percebesse. Seu coração pulou uma batida na hora, e um grande sorriso tomou conta do seu rosto. Parou sua caminhada bruscamente e depositou um beijo na cabeça da Hyuuga que tremeu em toda a base, ruborizando e olhando trêmula para o Uzumaki - Pensando muito? - Hinata demorou um tempo para se tranquilizar, apertando a mão de Naruto e assentindo com a cabeça - Hoje é um dia especial para você, Naruto-kun. Devia estar descansando! - Naruto soltou uma leve gargalhada antes de trazer o corpo da morena para junto do seu, atraindo vários olhares e sorrisos abafados dos moradores que passavam por ali. Alguns que trabalhavam até pararam seus afazeres, contagiados pela alegria que o casal transmitia - O motivo desse dia ser especial está bem na minha frente! - Ah, como ela amava e ao mesmo tempo odiava essa mania dele de a derreter com poucas palavras e um sorriso bobo. O coração da morena apertou de alegria e ela, com vergonha, levou sua cabeça até o largo e forte peito de Naruto, que simplesmente a envolveu num abraço, beijando sua cabeça.

Konoha estava tão agitada, e ao mesmo tempo tão linda. A neve cobria grande parte da vila, mas tinha apetrechos e decorações por todo o lado. Em todo canto era possível ver pessoas, voluntários, trabalhando, preparando toda a arrumação daquele dia especial. O aniversário de dois anos da Paz Mundial, estabelecida pelos Cinco Kage, e que esse ano seria celebrada ali em Konoha. A festividade seria longa, se estendendo daquele dia e passando do Festival Rinne, que é uma época de troca de presentes entre amigos e amados, um tempo perfeito para se celebrar a paz e alegria que tomava conta do mundo.

Kakashi já estava quase caindo da cadeira de cansaço, jogando-se para trás pra se distanciar da tela do pequeno computador que estava em sua mesa. Seus dedos doíam de tanto digitar, e seus olhos pesavam. Suspirou pesado e ficou surpreso quando sua porta foi aberta bruscamente, uma morena de cabelos curtos e um longo vestido negro entrou gritando e segurando duas pilhas de papéis, escondendo seu rosto - Hokage-sama! O Kazekage-sama chegou! E o senhor tem mais convidados importantes chegando! - Kakashi deixou sua cabeça quase cair em cima da mesa, seus olhos brancos sem nenhum sinal de vida enquanto ele fazia vários sons estranhos para si mesmo. Shizune não pôde deixar de rir com a reação do prateado, mas logo se dirigiu até a mesa e deixou cair sobre ela as pilhas de papéis que segurava. Pouco tempo depois, três indivíduos entraram na sala, chamando a atenção de Kakashi que logo se recompôs, fazendo uma rápida análise deles com os olhos.

- Bem vindos! - Kakashi fechou os olhos e sorriu do seu jeito singular. Um rapaz de cabelos vermelhos com vestimentas longas e da mesma cor deu um passo pra frente com um pequeno sorriso no rosto, cruzando os braços - Cansado, Hokage-dono?

Sabaku no Gaara estava acompanhado da sua irmã mais velha Temari, e de seu irmão Kankuro, que já estava se jogando numa cadeira ao seu lado, evidenciando seu cansaço da jornada. Kakashi apenas sorriu para Gaara e depois virou seu olhar para Kankuro - A hospedagem de vocês já está pronta. Creio que queiram descansar depois da viagem. - O Kazekage deu um passo pra frente, surpreendendo Kakashi que o olhou em dúvida, sua expressão séria logo virando um misto de alegria e ansiedade - Agradeço a preocupação, mas na verdade, quero me encontrar com uma pessoa...

Kakashi sorriu, entendendo o pedido de Gaara. Botou as mãos juntas de maneira desleixada e as levando para perto do queixo, servindo como um apoio - Entendo, Gaara. Mas o Naruto está... um pouco ocupado, por assim dizer. - Kakashi olhou para a janela do lado pensativo, observava os pássaros que planavam por ali perto. Gaara o olhava confuso mas logo se lembrou dos acontecimentos do mês passado, deduzindo que tudo tinha dado certo. Ele assentiu com a cabeça e fechou os olhos, sorrindo em entendimento e cruzando os braços novamente - Entendo... Então eles finalmente estão juntos? Fico feliz por ele!

No centro de Konoha, Naruto e Hinata continuavam abraçados no meio da rua, mais pareciam se aquecer. O loiro usava uma blusa branca por dentro de uma jaqueta laranja com uma calça preta e no seu pescoço, o cachecol vermelho tricotado por Hinata e também um gorro vermelho para combinar. A morena usava uma jaqueta branca com uma leve tonalidade roxa, uma longa saia branca com alguns traços vermelhos nas pontas e um cachecol azul, que Naruto agora ajeitava em seu pescoço carinhosamente, se certificando que a Hyuuga estava aquecida. Nem imaginava do calor que sentia no seu coração, encoberto de felicidade. Naruto ajeitou os cabelos morenos da mesma atrás da sua orelha, logo passando a mão carinhosamente por sua bochecha, se aproximando para um beijo.

- Oe, Naruto-neechan! - Um rapaz de cabelos marrons com uma jaqueta aberta cinza e um gorro azul claro, um pouco mais baixo do quê Naruto, se aproximava com um grande sorriso no rosto. Ao seu lado uma figura bem familiar, Hinata arregalou os olhos em supresa, e Naruto fez a mesma coisa. Os dois casais se encontraram, com Konohamaru e Hanabi esbanjando grandes sorrisos. O rapaz botou os braços atrás da cabeça e a menina se jogou nos braços da irmã mais velha, que ainda estava estonteada com o quê via - Konohamaru...? E Hanabi?! - Hanabi se separava do abraço carinhoso que teve com a irmã mais velha, assentindo com a cabeça e olhando para Naruto, que estava com uma expressão de quem não estava entendendo nada. Hanabi abaixou um pouco a cabeça vermelha, começava a ficar vermelha assim como o rapaz ao seu lado  - Eu e o Konohamaru-kun... estamos namorando! - Ela criou forças e falou alto aquelas últimas palavras, surpreendendo ainda mais a morena ao lado de Naruto, que depois de um tempo começou a rir, fazendo um sinal de joinha com sua mão para Konohamaru - Ahhhh! Vejo que você não resistiu à beleza Hyuuga! Boa, Konohamaru! - Hinata deu um leve pulo com aquelas palavras, o frio que sentia passou por completo naquela hora, fazendo uma careta e ficando totalmente vermelha enquanto apertava com bastante força a mão de Naruto, que virou pra ela confuso - Na-naruto-kun!

Konohamaru que há pouco estava vermelho também abriu um sorriso no rosto, segurando a mão da sua namorada com um pouco mais de força, como se quisesse lhe dar forças naquele momento constrangedor - Pode crer! Nós demos sorte, Naruto-neechan! - Dessa vez foi a vez de Hanabi corar violentamente, apertando a mão de Konohamaru com força, que por sua vez também a olhou confuso. Naruto não pôde deixar de rir com a semelhança dos casais, ambos tão apaixonados por uma beleza única, de olhos perolados e cabelos lisos, morenos com um tom azulado que mais parecia refletir a luz da lua nas noites mais escuras. Naruto olhou mais uma vez para Hinata, dessa vez por mais tempo, deixando-se perder em seus pensamentos sobre a Hyuuga, também corando um pouco. Realmente, a beleza Hyuuga era singular.

Hinata acordou Naruto de seus pensamentos com um rápido mas amoroso beijo em sua bochecha, o deixando ainda mais vermelho. Se soltou rapidamente da sua mão e envolveu seu braço ao redor do pescoço da irmã mais nova - Naruto-kun, tenho que me preparar para mais tarde, gomen! - O loiro apenas sorriu e concordou com a cabeça, olhando fundo naqueles olhos perolados que mais parecia se perder ali. Não seria nenhum pesadelo se perder naquele olhar, tão apaixonado e puro, se pudesse viveria ali pra sempre, perdido no oceano de amor de Hinata. Ainda um pouco corado, o rapaz respondeu - Não tem problema, hime. Te vejo mais tarde, então - Hinata sentiu seu coração pular uma batida com o quê Naruto falou, seus olhos brilhando e sua boca tremendo sem que ela pudesse parar. Antes que seus olhos se enchessem de lágrimas e ela começasse a chorar que nem uma doida no meio da rua, abriu um grande sorriso e se virou junto a Hanabi, que relutantemente soltou sua mão da de Konohamaru, que a olhava também apaixonado. Naruto deu alguns passos até ficar ao lado do rapaz, botando as mãos no bolso da sua calça e olhando aquelas duas lindas princesas se distanciarem, se perdendo na névoa que aquele tempo carregado de neve fazia - Naruto-neechan... você vai para o meu casamento com a Hanabi... - Konohamaru falou meio bobo, como se estivesse babando. Naruto também não estava diferente - Você vai para o meu primeiro, com a Hinata... - Os dois tapados apaixonados ficaram ali admirando o nada por bastante tempo, até que um grupo de conhecidos se aproximou.

Shikamaru junto a Chouji, Lee, Sai e Kiba chegaram acenando, acordando os dois de seus sonhos acordados - Oe, Naruto! Konohamaru! - O rapaz com cabelo de abacaxi gritou, sua cara era de um misto de sono e cansaço mas ele conseguia forçar um pequeno sorriso  - O Gaara está aqui! - Naruto abriu um sorriso com o aviso do amigo, ainda tinha que agradecer Gaara apropriadamente pelo quê ele fez, salvando-os na luta contra Kanzou. Sem ele, com certeza teria morrido e nunca teria ficado com a sua amada. Naruto e Konohamaru se juntaram ao grupo de amigos que logo foram andando pelas ruas sem rumo, apenas conversando e trocando histórias e sorrisos. Era um dia de se alegrar, no final de contas.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O dia havia passado rapidamente, ninguém havia percebido direito. Fogos de artifício começaram a serem lançados bem acima da vila, que estava tomada por várias cores e luzes diferentes, com decorações em cada esquina, pessoas se cumprimentando, crianças brincando na neve e até construindo alguns bonecos que pareciam bastante com Naruto. Naruto este que estava em casa, olhando para a janela enquanto via o quão longe tinha chegado. Era realmente um herói. A vila agora poderia aproveitar uma boa época de paz e tranquilidade, graças a seus esforços, e de todos aqueles que deram suas vidas na guerra. Perdeu amigos e muitos companheiros naquela batalha, perdeu seu grande mentor um tempo antes, e também perdeu um grande amigo em Neji, mas agora ele se sentia completo novamente. Teve a chance de falar com seus pais, e até lutar lado a lado deles. Conheceu grandes pessoas e conseguiu mudar o caminho errôneo de alguns, como Nagato, Obito e seu melhor amigo, seu irmão, Uchiha Sasuke. E acima de tudo, tinha encontrado o amor de sua vida. Naruto tentava imaginar o quão bonita e estonteante ela estaria naquela noite, mas fracassava com sua imaginação ridícula. E no final das contas, ela sempre o surpreendia, a cada dia parecia estar mais bela.

A cada dia, ele se apaixonava mais por ela, a morena que o esperou por tanto tempo. Não queria mais desperdiçar nenhum segundo, queria passar cada momento ao lado dela. Só de estar em casa sozinho já o deixava triste. Mas pelo menos já estava pronto, apenas esperando uma boa hora para sair de casa. Vestia um traje formal todo preto com alguns traços brancos, se sentia um pouco mais bonito, digno da sua linda namorada.

Antes de sair, Naruto parou um tempo para admirar a foto da sua mãe, um presente que ganhou de Kakashi depois dos acontecimentos com Pain, que o levaram a conhecer seus pais depois de tantos anos. Ele admirava aqueles grandes cabelos vermelhos e aquele sorriso tão parecido com o seu, de um jeito era mais parecido com ela do quê seu próprio pai, pelo menos em personalidade. Deu um grande sorriso antes de pegar as chaves de casa e sair, trancando a porta rapidamente. Parou um tempo de costas para a porta, deixando-se sentir um pouco daquele clima frio porém agradável que tomava conta da noite, a lua que brilhava forte juntamente as estrelas, deixando a noite ainda mais linda, assim como os flocos que iam caindo, se juntando à neve que tomava conta das ruas, postes, fios, casas e apartamentos. Naruto tornou seu olhar para baixo, olhando para o grupo de amigos que o esperava com sorrisos no rosto, ficou bastante surpreso de ver Sasuke entre eles, com um leve sorriso no rosto.

- Sasuke! O quê houve pra aparecer assim? - Naruto falou debochando do moreno, que apenas riu de volta e respondeu, fechando os olhos e cruzando os braços - Apenas achei que seria uma boa hora para voltar, dobe - O loiro abriu um sorriso ainda maior, botando os braços atrás da cabeça. Começaram a andar e logo foram encontrados por Gaara, Kankuro e Konohamaru, que andavam lado a lado, conversando e gesticulando, todos sorrindo. O grupo de meninos estava completo, todos bastante atraentes em suas roupas formais. - Gaara! Konohamaru! Kankuro! - Naruto logo apressou seu passo para chegar até os três, o sorriso de sempre no rosto. O grupo ficou ali se cumprimentando e trocando gargalhadas antes de irem andando até o centro da vila, aonde o evento estaria sendo sediado. Sasuke era bombardeado de perguntas sobre o quê acontecia no mundo, mas deixava todos curiosos, respondendo de forma simplória e omitindo muitas informações.

Já no centro de Konoha, as meninas da vila estavam simplesmente de tirar o fôlego. Todas usavam diferentes tipos de vestidos, com Hinata usando um longo vestido roxo com decorações brancas e azuis, com traços feitos sob medida que formavam rosas. Usava em seu cabelo as presilhas que ganhou de presente de Hanabi.

Não demorou muito até que o grupo de rapazes virou a esquina, finalmente chegando ao centro da vila e se deparando com aquela perfeição que mais parecia uma miragem. Pararam todos quase que no mesmo instante, travados. Engoliam seco e seus olhos tremiam arregaladas, não era possível existir tamanha beleza. Naruto olhava fixo para Hinata, que por sua vez olhava emocionada para ele, vendo que ainda usava o cachecol que tricotou para ele. Se sentiu obrigada a respirar, admirava de boca semi aberta o loiro por tanto tempo que esqueceu da necessidade por oxigênio. As meninas tomaram a iniciativa e foram até os rapazes que começavam a sair de seus respectivos transes. Shino já estava distante dali, andando um pouco devagar pelas diversas lojas ali presentes, sentindo o cheiro das diferentes comidas. Nem percebeu a moça estranha de cabelos pretos rebeldes e lindos olhos azuis e um vestido preto com alguns detalhes em rosa que olhava para ele.

Os vários casais foram para rumos diferentes no evento, aproveitando toda a festividade ali, deixando apenas Naruto e Hinata de braços entrelaçados, admirando o show de fogos no céu. Sem olhar para Hinata, Naruto quebrou o silêncio e apertou um pouco a mão da sua amada - Eu me lembrei de uma coisa que preciso te falar. - Hinata se afastou um pouco do loiro, o olhando surpresa. Naruto virou um pouco seu rosto para olhar pra ela e deu um sorriso reconfortante, logo a guiando até um lugar mais calmo e distante.

Chegaram na praça em frente à academia que Naruto costumava se isolar, brincando no balanço solitário. Hinata conhecia bem aquele lugar, sempre ia pra lá ficar admirando o loiro em sua infância. O lugar estava consideravelmente belo, decorado de forma romântica e com várias luzes que davam outro aspecto para o local. Naruto guiou Hinata até a árvore que segurava o balanço, se virando e encostando nela enquanto deixava Hinata repousar a cabeça em seu peito, a envolvendo num abraço enquanto acariciava seus cabelos - Você está muito bela.

Hinata sentiu um forte arrepio por todo o corpo e logo ficou corada, perdendo as palavras para agradecer aquele elogio - Devo ser o homem mais sortudo de toda a história! - Novamente, Naruto simplesmente a atordoava com palavras, a deixando sem chão. Ela tomou um pouco de distância, fitando o loiro em seus olhos, que tinha um sorriso no rosto - Acho que eu nunca te contei sobre os meus pais, não é? - A morena ficou um pouco confusa com aquela pergunta, não sabia muita coisa sobre os pais de Naruto, apenas quê o Yondaime era o seu pai. Naruto tirou do bolso de seu terno uma foto que tinha de Minato e Kushina juntos e felizes, formando imediatamente uma pequena lágrima no olho do loiro - Kaa-chan veio para a vila como uma estrangeira, e uma jinchuuriki. Ela me disse que esteve tão sozinha no começo, sendo esnobada por todos e xingada por sua vontade de ser Hokage.

Hinata olhava para Naruto atenta à sua história, passando os dedos de maneira gentil pela mão firme do loiro - Ela dizia que todos tiravam onda com seu cabelo vermelho, dizendo que ele era estranho. Mas na classe, tinha um menino loiro que era na dele, nunca ria e sempre discordava com o tratamento que ela recebia, mas quê nunca fez nada a respeito, deixando a kaa-chan com raiva. Ela se meteu numa briga um dia e só depois viu que ele a observava, mas não fez nada.

- Um dia, ela foi sequestrada durante a guerra. Todos queriam o poder de um bijuu, e ela tinha esse poder... Pra deixar uma trilha, ela arrancou fios de seu cabelo e os deixou pra trás, na esperança de quê fosse resgatada. Ela tinha abandonado toda a esperança, mas aquele mesmo menino loiro chegou e a salvou, sem nem que ela visse. - Hinata se lembrou na mesma hora do dia da volta de Naruto, como ela o salvou dos ninjas que tinham a sequestrado sem nem ter percebido a sua presença. Nunca esqueceria suas palavras...

"Você está bem? Vai ficar tudo bem agora."

Hinata fechou os olhos e apoiou sua cabeça novamente no peito de Naruto, que continuou - Kaa-chan disse que ele elogiou seu cabelo e a fez se sentir bem vinda na vila. Foi assim que ela se apaixonou pelo meu pai, Namikaze Minato. E ambos morreram selando Kurama dentro de mim, foram embora da vida como heróis para o mundo todo, mas o mais importante de tudo... eles se amaram. - Naruto afastou Hinata de si, pegando seu frágil rosto de maneira gentil e a encaixando entre suas mãos, acariciando suas bochechas macias. Os olhos dos dois brilhavam, perdidos nos olhares um do outro. Naruto levou uma mão até o bolso, e dele tirou um pequeno pedaço de tecido vermelho que Hinata reconheceu na mesma hora, lágrimas se formaram em seus olhos e ela ficou sem palavras - A partir daquele dia, kaa-chan disse que o cabelo dela virou o fio vermelho que a ligava com o meu pai... Da mesma forma que esse cachecol me liga à você.

Hinata já sentia as lágrimas escorrerem pelo seu rosto antes de seus lábios serem subjugados pelos de Naruto, num beijo quente e apaixonante. Ele pedia passagem com a língua e a morena assim deixou, correspondendo todo o amor daquele gesto. Hinata passava os dedos pelo cabelo rebelde de Naruto, o trazendo cada vez mais para perto, como se fosse se tornar um só com ele. Finalmente se afastaram por falta de ar, e Naruto a olhava com um olhar profundo e apaixonado - Arigato, Hinata... por não ter desistido de mim!

Puxou a morena para um abraço e ficaram ali por um tempo, sentindo aquela brisa tão agradável e o calor um do outro. Naruto depositava rápidos beijos na cabeça da morena, que por sua vez o apertava mais forte. Depois de algum tempo resolveram voltar até o centro da vila, aonde estariam todos os seus amigos.

No caminho de volta Hinata passou tempo olhando para a foto que Naruto segurava em sua mão, encantada com a beleza de Kushina - Naruto-kun... sua mãe é realmente linda! O seu cabelo é tão maravilhoso... - Naruto a olhou surpreso por um tempo mas logo apertou sua mão e sorriu - Ah, a kaa-chan tem palavras especiais para quem elogia seu cabelo!

Eles pararam um pouco distante dos amigos que esperavam pelos dois com sorrisos nos rostos - Q-quais? - Hinata indagou, curiosa.

Naruto aproximou seu rosto da orelha de Hinata, sussurrando e arrepiando - Eu te amo! - Hinata arregalou os olhos surpresa, enquanto Naruto encaixava seu rosto em suas mãos novamente, dando um beijo demorado e carinhoso em sua testa. Se distanciou e olhou para a morena que estava corada, com um pequeno sorriso no rosto. Naruto por sua vez ria de lado a lado do rosto, a envolvendo com um braço enquanto caminhava em direção a seus amigos.

"I want you to know who I really am

I never thought I'd feel this way towards you

And if you ever need someone to come along

I will follow you, and keep you strong."


Notas Finais


Que fofos! A história de amor de Minato e Kushina é bem especial pra mim, e fiz referência a esse resgate de Kushina que iniciou a trajetória amorosa dos dois no primeiro capítulo da fic, quando Naruto salva a Hinata.

Ah, a letra no final é da primeira música de encerramento de Bleach, o meu segundo anime favorito! O nome é "Life is Like a Boat" e é cantada por Rie Fu. É uma música muuuito linda! Me apaixonei por ela desde a primeira vez que a ouvi, há muito tempo atrás, quando assisti Bleach pela primeira vez. Me trás uma nostalgia enorme, assim como muitas músicas de abertura e encerramento de Naruto. Vale a pena conferir a música, e até ler o capítulo escutando ela!

Até mais, minna! Espero que tenham gostado do capítulo, e sexta tem mais! ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...