História Naruhina - Minha Ghoul - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Jiraiya, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha
Tags Hinata Ghoul, Naruhina, Naruto, Sasusaku
Visualizações 138
Palavras 1.502
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mecha, Mistério, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Escrivaninha


   NARUTO NARRANDO ON

  Eu estava abraçando a Hinata e ela estava chorando com o rosto enterrado no meu peito. 

   HINATA (chorando de emoção): Naruto kun... Eu nunca fiquei tão feliz em toda a minha vida !!! Você me faz muito feliz Naruto kun!!!

   EU ( sorrindo e com um tom de voz carinhoso): Hinata... Você também me faz exatamente feliz!!!

   A Hinata começou devolver meu abraço . E ela estava apertando com força. Mas depois ela me soltou. E começou a olhar para baixo.

   HINATA (olhando para baixo): Naruto kun... Você pode me esperar na minha casa???... Porque... Eu tenho que terminar aqui... 

   EU (apreensivo): Ah... Eu... Eu entendo...

   A Hinata pegou uma chave do bolso e me entregou. Eu peguei a chave, fechei a mão, puxei a Hinata para mais perto, dei um beijo na testa dela, virei as costas e fui andando. Mas mesmo assim eu fiquei preocupado pois estava com medo dela não voltar para casa dela e desaparecer.

   Eu cheguei em frente à casa da Hinata e fiquei sem graça de abrir a porta da casa dela mas ela me pediu para entrar e esperar lá dentro então eu destranquei a porta, entrei e tranquei.

   Eu fiquei esperando alguns minutos até que eu ouvi um barulho de chuveiro. Eu ignorei pois estava pensando na Hinata... Como deve ter sido difícil para ela ser uma ghoul. Tendo que se alimentar de pessoas , ter que se proteger da CCG caçando ghols e...

   Eu acabei de me lembrar de todas as coisas ruins sobre ghouls que eu disse para a Hinata. Como será que ela deve ter se sentido ao ouvir eu falando coisas terríveis sobre ghouls??? Eu comecei a me sentir culpado e com a consciência pesada. Porque ela deve ter se sentido terrível ao ouvir eu dizer aquilo .

   O barulho de chuveiro parou e começou um barulho de pia aberta. E depois de alguns segundos o barulho para.

   E alguns minutos depois eu sinto  uma mão tocar no meu ombro. Eu olho para ver quem era e era a Hinata. Ela estava limpa e sem sangue no rosto. Ela estava apreensiva mas eu dei um sorriso acolhedor e ela retribuiu com um pequeno sorriso. Ela deu a volta no sofá e se sentou do meu lado e começou a tocar os dedos indicadores.

   HINATA (séria): Então ... Agora você sabe que eu sou uma ghoul... 

   EU (sério): Hinata... Eu te amo . Então não importa se você é uma ghoul . Isso não vai mudar o que eu sinto por você.

   HINATA (apreensiva): Mas... Você não tem medo ???

   EU (apreensivo): Medo de que???

   HINATA (apreensiva): Medo de ... Medo de mim.

   EU (carinhosamente): Eu nunca teria medo de você Hinata . Eu sei que você nunca me machucaria. Então eu não tenho medo.

   Eu sei que a Hinata nunca me machucaria mas mesmo que ela quisesse ela não conseguiria . Afinal eu sou um Jinchuriki e a diferença de poder entre nós dois é enorme  mas eu também nunca machucaria a Hinata. Será que essa é a hora para contar para a Hinata que eu sou um Jinchuriki??? Afinal Jinchurikis também são humanos. Mas eu não sei se essa é uma boa hora para contar isso.

   Mas depois disso a Hinata me abraçou com força. E logo em seguida eu afastei um pouco o corpo dela do meu. Ela fez uma cara de espanto mas antes que ela tirasse alguma conclusão errada sobre eu ter afastado ela eu dei um beijo apaixonado nela. Eu pedi espaço com a língua e ela cedeu. A minha língua explorava todo o interior da boca da Hinata mas infelizmente o nosso fôlego tem limite então nós tivemos que nos separar do beijo para pegar ar.

   NARUTO NARRANDO OFF

   HINATA NARRANDO ON

   Eu não acredito que mesmo sabendo o que eu sou o Naruto kun tem coragem de me beijar!!! Isso me deixa muito feliz!!! Isso prova que ele não me acha um monstro, que ele não tem medo de mim e que ele me ama!!!

   E além disso eu ainda pude sentir o gosto maravilhoso da língua do Naruto kun passando por toda a minha boca !!!

   Será que agora que eu sou uma ghoul eu posso falar do cheiro e do gosto do Naruto kun para ele??? Não. Acho melhor não falar nada disso. Mas por que será que o gosto e o cheiro do Naruto kun é tão melhor que o das outras pessoas???

   HINATA NARRANDO OFF

   NARUTO NARRANDO ON

   A Hinata olhou para mim com uma carinha fofa e disse.

   HINATA (com uma carinha fofa): Naruto kun. Eu... Quero mais um beijo.

   EU (sorrindo): Eu te dou quantos beijos você quiser!!!

   A Hinata mais uma vez me puxou para um beijo apaixonado onde novamente eu pedi espaço com a língua e ela cedeu e nós ficamos nos beijando até o ar faltar.

   HINATA (ofegante): Agora... O que nós faremos???

   EU (curioso): Hinata... Você nunca fala sobre a sua família. E agora que eu sei que você é uma ghoul eu entendo o porque disso... Mas agora... Eu queria saber um pouco mais sobre a sua família. 

   HINATA (sorrindo): Bom deixa eu ver por onde eu começo... Eu tenho um pai e dois irmãos.

   HINATA (triste): A minha mãe... Morreu à dois anos e pouco tempo depois disso o meu pai Hiashi desapareceu junto com a minha irmãzinha mais nova a Hanabi e dês de então o meu irmão mais velho o Neji nii san vem procurando por eles.

   EU (carinhosamente e curioso): E... Todos vocês são ghouls???

   HINATA (sorrindo): Sim. Todos na minha família são ghouls.

   EU (sério e curioso): Entendo. E... Como foi ser uma ghoul para você???

   HINATA (sorrindo): Antes era péssimo porque eu tinha que... Você sabe. Mas agora que eu tenho você não me importa o que eu tenho que comer. Mas ainda tem outro problema que é ter que me proteger da CCG e de alguns ghouls perigosos . 

   EU (sorrindo): Eu não vou deixar ninguém encostar um dedo em você.

   HINATA (sorrindo ): Obrigada. Mas não é tão fácil assim lidar com a CCG e com ghouls psicopatas.

   EU (sorrindo): Mesmo assim eu não vou deixá-los chegar perto de você.

   A Hinata me respondeu com um sorriso mas parece que ela não acreditou no que eu disse mesmo sendo verdade.

   EU (sério): Hinata... Tem um assunto que eu queria muito conversar com você.

   HINATA (curiosa): O que é???

   EU (sério): É sobre o Sasuke.

   HINATA (curiosa): O que tem ele???

   EU (sério): Depois de ver aquele monte de embalagens de comida  na casa do Sasuke eu pensei que hoje ele estaria uma baleia. Mas hoje quando eu me encontrei com ele ... Ele estava mais magro e pálido que o normal. Parece que ele não estava de alimentando direito.

   HINATA (pensativa): É ... Isso deve ser mais que apenas um trauma... Será que ele não está doente??? 

   EU (sério): Não. Antes de sair do hospital ele fez uma bateria de exames. Não está doente.

   HINATA (séria ): É isso realmente é muito estranho. Mas acho que temos que estudar agora. 

   NARUTO (sério): É... Concordo.

   Então eu e a Hinata fomos até o quarto dela, sentamos perto de uma escrivaninha que tinha lá e  começamos a estudar.

   
   NARUTO NARRANDO OFF
 
   HINATA NARRANDO ON

   Foi incrível a naturalidade com que o Naruto kun tratou o fato de eu ser uma ghoul... Acho que ele está escondendo alguma coisa de mim. Pois ele descobriu que eu sou uma ghoul e seguiu conversando comigo sem precisar de um tempo para digerir a informação.

   Quer dizer, eu até entendo o fato de ele não ter me acusado de guardar segredo porque ele pode não ter pensado assim e também pode ter entendido que era realmente perigoso eu contar isso para ele pois se ele contasse para a CCG que eu sou uma ghoul eu estaria perdida pois a CCG viria atrás de mim.

   Mas acho que o Naruto kun está escondendo alguma coisa de mim. Não sei o que é . Mas deve ser algo sério.

   21:30

   Nós já estávamos estudando à duas horas. Mas de repente o Naruto kun parou de me responder e eu ouvi ele roncando. Eu olhei para ele e ele estava dormindo. Eu iria acorda-lo mas antes de eu conseguir fazer isso eu ouvi a campainha tocar eu saí do meu quarto, fechei a porta bem devagar e com cuidado para não acabar acordando o Naruto e fui até a porta para atender e quando eu abri a porta eu vi quem era . Era o meu irmão o Neji.

   NEJI (sério): Oi Hinata.
   
   EU (nervosa): O oi Ne-Neji nii san!!!

   NEJI (confuso): O que foi Hinata??? Você parece nervosa.

   Essa não. Se o Neji descobrir que eu estou namorando com o Naruto kun... Eu nem sei o que ele pode fazer mas coisa boa não é.

   HINATA NARRANDO OFF

   AUTOR NARRANDO ON 

   Quando vocês comentam eu posto mais rápido. 

   CONTINUA...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...