História NaruHina Enfim... - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Chouji Akimichi, Chouza Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Juugo, Kabuto, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Matsuri, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Pain, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shizune, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Exibições 330
Palavras 3.266
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey já estava pronto então.. Ta Aki kkkkkkkk... Espero que gostem, está um pouquinho maior que os demais capítulos... Ignorem os errinhoss kkkk.
😘😘😘😘

Capítulo 14 - Retorno


Fanfic / Fanfiction NaruHina Enfim... - Capítulo 14 - Retorno

— Hina-chan precisamos ir agora, por favor...  — Naruto praticamente implorava para sair correndo pra Konoha.

— demo... você não está totalmente curado Naruto-kun.

— consigo voltar para vila, não se preocupe, meu chacra está voltando aos poucos eu sinto isso.

— Eu não sei!.... você está assim tão ansioso para voltar por causa do que o caçador Ambu disse, não é?

— talvez a baa-chan tenha descoberto a localização do Sasuke, não posso perder tempo, eu preciso encontra-lo. 

   Hinata deu um longo suspiro, no fundo ela sabis que nada que dissesse a ele resolveria, afinal era do Sasuke que estavam falando, o amigo que ele procurava tão desesperadamente.

— e..está bem Naruto-kun, mas se eu perceber que você não está se sentindo bem nós vamos parar e só continuaremos quando você estiver totalmente recuperado.

   Naruto se levantou e deu um grande abraço em Hinata.

— eu prometo que vou ficar bem, não se preocupe comigo. — Disse ele se separando do abraço e dando um beijinho na ponta do nariz da morena.

— Vamos?

— h..ai! — respondeu corada, ia demorar se acostumar com Naruto tão próximo a ela assim.


___________________________________


      — COMO ASSIM? — a Hokage deu o grito completamente nervosa.

— eu me sinto culpado por isso Tsunade-Sama, deveria ter imaginado — Kakashi respondeu. 

— Kami-Sama, o que faremos agora?  Não conseguiram a localização? Ele está mesmo aqui ainda? — Shizune fazia varias perguntas aflita.

— Me explique essa história direito Kakashi! — pediu Tasunade.


       "Flash Back On"


Faltavam poucos minutos para chegarem aos portões da vila, Kakashi levava Sasuke consigo nas costas e dois dos AMBUS que os acompanhavam levava Suigetsu e Juugo desacordados. Os outros quatro caçadores tomavam conta da segurança.

— você está perdendo seu tempo se pensa que pode me prender. — dizia Sasuke rancoroso.

— Não fique se gabando demais Sasuke, você já está preso, se não tomar atitude certa perante a Hokage ficará na prisão por toda a vida.

— é o que veremos.

— você nunca muda essa arrogância não é  mesmo?! Continua sendo o mesmo moleque mimado.

— Pare de falar comigo como se ainda fosse meu seisei. Isso irrita!

— posso não ser mais seu professor, mas nunca vou me esquecer que você já foi meu aluno, eu errei muito com você, nunca vou me perdoar pelo que você se transformou!

— não seja tão sentimentalista posso ajudar você a reparar seu erro, depois que eu matar Naruto, mato você.

— suas palavras são vazias, se quiser me matar tente, talvez você até consiga... Mas o Naruto? Você não conseguiria nem se tentasse!

— Não me subestime tanto, nem você nem ele sabem do que sou capaz.

— pois bem... você também não sabe do que ele é capaz. O único que está subestimando alguém aqui é você!

   Assim que chegaram aos portões da vila, Kakashi virou-se para os demais membros da AMBU.

— podem deixar Sasuke sob meus cuidados, reportem a chegada para hokage e levem os outros dois.

   Dizendo isso eles desapareceram deixando Kakashi e Sasuke apenas.

— você vai direto para a prisão. — Disse Kakashi entrando em uma das ruas da aldeia.

— Não devia me levar a Hokage primeiro seisei? — perguntou Sasuke com um sorrisinho sinico e sarcástico.

— não vou me arriscar andando com você por aí, você representa uma ameaça a vila.

   Sasuke que até então se encontrava nas costas de Kakashi, soltou uma risada e deu um enorme salto por cima dos ombros de seu antigo professor se direcionando para cima de uma das casas que estavam ali por perto. 

Kakashi olhou para direção dele surpreso.

— “ Não era para ele conseguir fazer isso, como ele teve chacra o bastante para dar um salto assim? ”. — pensou assustado.

— nada me deixa mais satisfeito do que saber que estou sendo uma ameaça para essa aldeia. — disse Sasuke sinicamente — O que foi? Surpreso seisei? Você me decepcionou Kakashi, pensei que fosse mais inteligente...


— como..você?...


— acha mesmo que a Sakura tem poder suficiente para drenar meu chacra? Acha que eu simplesmente deixei minha guarda baixa? Se esqueceu por quem fui treinado?

— então esse era seu plano o tempo todo? Se infiltrar em Konoha sem problemas?

— eu sabia que aqueles dois idiotas não iriam me dizer a  localização dele, conheço muito bem os ninjas daqui. Mas... vez que eu estiver dentro de Konoha, posso encontrar Naruto e acertar minhas contas com ele, depois pretendo acabar com cada vida existente deste lugar.

— vai ter que passar por cima de mim primeiro.

— não tenho interesse em você agora, o Naruto será o primeiro, vou massacrá-lo com minhas mãos, se ele não aparecer em três dias Konoha sentirá o peso do meu poder.

— Pensa mesmo que sozinho, você consegue derrotar todos os ninjas da folha e a Hokage? 

   Sasuke não se contém e solta outra de suas risadas. —  por que acha que os outros dois vieram? Podem juntar todos os ninjas que tiverem aqui... serão como brinquedinhos para Juggo e Suigetsu. Quanto a Hokage? Consigo cuidar dela pessoalmente. Continuarei em Konoha, vocês têm três dias para aparecerem com Naruto.

   Dizendo isso, Sasuke fez um sinal de mão e desapareceu;

  " Flash Back Off "

— Já mandei todos os meus cães procurarem — disse Kakashi — mas Pakkun disse não encontrar nenhum cheiro ou rastro de Sasuke em lugar algum.

— Então estamos com um grande problema... Shizune?! — chamou Tsunade.

— Sim, Tsunade-Sama?

— Contate Shino e Neji imediatamente, precisamos revirar a aldeia atrás do Sasuke.

— Hai! 

   Tsunade viu Shizune se retirar e continuou a conversa com Kakashi.

— Kakashi, já o procurou no local onde era situado o clã Uchiha?

— Sim, nem sinal!

— Kso! e quanto aos outros dois?

De repente um dos membros Ambu surge em frente a hokage.

— Hokage-Sama, vim informar que os dois nukenins companheiros de Sasuke fugiram.

   Tsunade ficou super nervosa com a notícia, e bateu com tanta força na mesa que a partiu ao meio.

—  ISSO SÓ PODE SER BRINCADEIRA...

— Sinto muito, Hokage-Sama. — lamentou o AMBU.

— não é hora de sentir nada, é hora de agir... chame o Shikamaru. — gritou ela.

— Hai! — O ninja fez o sinal com as mãos e desapareceu em meio a fumaça.

Shizune entrou no escritório da hokage minutos depois, trazendo consigo Shino e Neji.

— aqui estão Hokage-Sama.

— yosh, Shino preciso que vasculhe com seus insetos todas as áreas de Konoha em busca de Uchiha Sasuke.

—  Nani? Sasuke está aqui? — perguntou Neji alarmado.

— haa, ele vai tentar alguma coisa contra a aldeia, ele está atrás de Naruto primeiro

—  entendo! — shino disse simplesmente sem esboçar reação alguma como sempre.

— Neji — continuou Tsunade —  preciso que use seu Byakugan em todas as redondezas, encontra-lo é a prioridade. Cuidado se encontrarem qualquer outro ninja estranho, tem outros dois com ele. Agora vão!

— hai! — disseram se retirando em seguida.

— Hokage-Sama, por que chamou o Shikamaru? — perguntou Kakashi.

— talvez ele tenha alguma ideia, de onde Sasuke possa estar. Ou pense em alguma coisa.

— sou responsável por tudo isso, nunca imaginei... ele parecia totalmente inapto para qualquer ação.

   Tsunade deixou escapar um suspiro longo e cansado.

— não é hora de ficar se culpando Kakashi, se não encontrarmos o Sasuke precisamos torcer para que Naruto chegue logo! ... — parou por algins segundos e continuou — Hum, mais uma vez Konoha dependerá do filho do yondaime. Isso é tão nostálgico, não é?

— concordo plenamente, hokage-sama.


   Dois dias haviam se passado e a busca por Sasuke em konoha continuava, mas sem nenhum sinal dele ou dos outros dois em lugar algum, praticamente todos os ninjas da folha tentavam localizar o nukenin, uma busca cansativa e na opinião de muitos inútil.

   Era começo de tarde quando Sakura, Kiba e Akamaru cruzaram os portões de Konoha... Viajaram o mais rápido que conseguiram tinham viajado direto com poucas pausas para descanso. Assim que chegaram viu a estranha movimentação de Shinnobis por todos os lugares.

— O que será que está acontecendo? — perguntou Kiba.

— Vamos, precisamos falar com a Hokage. — Disse Sakura correndo na direção do prédio seguida por Kiba e Akamaru.



— e se ele não estiver mais na aldeia Shikamaru? — perguntava tsunade.

— ele com certeza está por aqui, ele fingiu ser um prisioneiro capturado e mentiu estar vulnerável para conseguir adentrar aos portões da aldeia sem problema algum. Ele não sairia daqui de dentro.

— Tsc, tem razão! — Disse Tsunade mordendo a unha.

   Logo se ouviu uma batida na porta da sala.

— entre!

— com licença, hokage-sama! — disse Sakura entrando no recinto com Kiba.

— Ah Sakura, Kiba que bom que vocês chegaram. Quero que prestem atenção no que vou dizer a vocês.


**********★ ***********


   Hinata se sentia cansada, desde que tinham saído da cabana que se encontravam não haviam parado um minuto se quer, estavam naquela correria a quase três dias direto, continuavam pulando por entre as árvores, naruto ia com uma velocidade tão surpreendente, que era quase impossível de ela acompanhar, ele já devia estar se sentindo muito bem ao seu ver, mas ela mesma estava exausta. De repente sua visão tinha ficado turva e embaçada, parou em cima de uma das árvores e se escorou.

 Naruto pulava um pouco a frente de Hinata, então reparou que ela se encostou em uma árvore com a feição cansada, ele se amaldiçoou por ser tão estúpido, e não terem descansado é claro que ela não estava bem, correram quase três dias  direto sem pausas e apenas com efeito de pílulas de comida. Voltou até onde ela estava rapidamente.

— meu amor, você está se sentindo mal?

— só estou um pouco tonta... — respondeu ela sem jeito.

— me perdoe, eu sou um idiota, você está cansada, deveríamos ter parado um pouco.

— só ... preciso de um tempinho. — Disse hinata com a voz ofegante!

— Claro, vamos descer e descansar.

— não queria atrasar você Naruto-kun, sei que está com pressa de chegar!

— não se preocupe com isso, você está em primeiro lugar na minha vida agora.

   Ela esboçou um sorriso tímido.

— Arigato! Você é muito gentil Naruto-kun.

  Os dois desceram e se sentaram no chão, ficando escorados na árvore.

— Você não está cansado Naruto-kun?

— haa, estou sim, mas só de pensar em encontrar alguma pista do Sasuke... acabei exagerando. Eu sinto muito, eu devia ter pensado mais em você e parado mais vezes.

— tu..tudo bem, logo poderemos continuar.

— Não! Eu quero que você descanse o tempo que achar necessário tá bom?

— sim, mas como está se sentindo?

   Naruto deu um grande sorriso, e colocou as mãos por tras da cabeça.

— me sinto ótimo tebayo, a Kyuubi fez um ótimo trabalho, já me sinto com meu chacra completo.

— Que bom Naruto-kun fico tão feliz, tive tanto medo quando te vi naquele estado... 

   Naruto se aproximou de Hinata e segurou suas mãos depositando nelas um beijo e sorriu para ela.

— Você não se verá livre de mim assim tão fácil!

Hinata retribui com um sorriso igualmente belo.

— e.. eu não quero me ver livre de você... — ela corou — d..de agora em diante eu ... quero você perto de mim para sempre. Eu te amo muito naruto-kun.

— Eu também amo você.


   Naruto chegou seu rosto ainda mais perto e encostou seus lábios nos dela, a beijava dando leves selinhos calmos e delicados, naruto tinha medo de aprofundar o beijo, pois sempre que ele o fazia de uma forma mais intensa era quase impossível parar, e o desejo que sentia por ela crescia de uma forma inexplicável, fazendo-o quase perder o raciocínio. Antes que pudesse se afastar sentiu hinata envolvendo os braços em seu pescoço e pedindo passagem para um beijo mais profundo, nesse momento ele não resistiu e cedeu, a beijou com total paixão, apertou a cintura da morena e colando seu corpo ao dela, ficaram assim por um bom tempo, até  ficarem quase sem ar, Naruto separou seus lábios dos dela direcionando-os para seu pescoço.

Hinata estava extasiada, com o toque de seus corpos, parecia que uma corrente elétrica passava por todo o seu ser, se sentia trêmula e ofegante apenas pelos beijos que recebia, quando Naruto voltou a tomar seus lábios deitou e fez com que ela se deitasse por cima dele sem interromper o beijo apaixonado que trocavam. Ela tremeu quando sentiu ele morder de leve seu lábio inferior, isso a fez soltar um gemido involuntário e carregado de desejo, sem nem perceber ela colocou suas mãos por dentro da jaqueta laranja de Naruto e arranhou de leve sua barriga, fazendo o loiro ficar ainda mais excitado, as mãos dele começaram a passear por todo o corpo de Hinata, fazendo-a suspirar com cada toque.

 Naruto estava quase fora de si, desejava Hinata como nunca desejou nada na vida. Eram sensações completamente desconhecidas, por ambos, antes que sua última linha de raciocínio se esvaísse, ele se afastou dos lábios dela lentamente sentindo-se completamente ofegante.

— desculpa Hina-chan, acho melhor a gente parar por aqui. — sussurrou ele.

   Enfim Hinata percebeu a situação que se encontravam, o desejo que sentia quando Naruto a tocava era tanto que a cegava; levantou-se rapidamente de cima do loiro e se sentou sentindo-se muito envergonhada e vermelha.

— s...sim naruto-kun, go..gomenasai...

  Naruto sentou-se também ao lado dela:

— é que... quando eu te beijo assim, não consigo parar...— ele coçou a nuca contrangido tambem um pouco corado —  não sabe como é difícil resistir a você. Como é difícil eu me controlar...

   — N...naruto-kun...P..por que? vo...você n...não  q...quer?

   Hinata não fazia ideia de como teve coragem de perguntar algo assim, sentiu seu rosto queimar, de tão vermelho, abaixou a cabeça completamente envergonhada.

 Naruto sorriu e colocou sua mão abaixo do queixo delicado fazendo que ela voltasse a olhar em seus olhos.

—  eu quero, quero muito hinata... — sussurrou ele — mas eu respeito você tebayo, não seria certo fazermos isso nas circunstâncias que estamos. Você precisa romper com Kiba, precisamos conversar com ele primeiro, e quero pedir a permissão de Hiashi pra namorar com você do jeito certo... um namoro honrado. Depois quero me casar com você. Então aí sim, quero que seja minha. Quero viver e acreditar, que o melhor da minha vida ainda virá, entende?

   Hinata sorriu com os olhos marejados e acariciou o rosto de Naruto.

—  você é único Naruto-kun, não é à toa que sou perdidamente apaixonada por você.

   Ela escorou a cabeça nos ombros de Naruto enquanto ele a abraçava, ficaram vendo as primeiras estrelas surgirem, nem mesmo tinham visto o tempo passar.

— vamos dormir aqui, amanhã se você estiver mais descansada continuamos tá bom? Konoha não está muito longe!

— sim, acredito que amanhã chegaremos!

— Hina?...

—hum?

— não quero que fale nada com Kiba sozinha sobre a gente... espere eu estar junto com você para conversarmos com ele tá bom?!

   Hinata suspirou profundamente pensando na reação de Kiba quando contassem. E não era somente isso que estava preocupando a morena.

— s.. sim! Naruto-kun me promete uma coisa?

— o que?

— estou com um mal pressentimento com essa história do Sasuke. Promete que se você se encontrar com ele não vai enfrenta-lo? Tente apenas conversar com ele... Não precisa t..terminar em batalha....

   Naruto se assustou um pouco, era um tipo de promessa que ele não poderia fazer e ela sabia disso. Olhou bem para ela e respondeu acariciando seu rosto.

— não posso prometer isso meu amor, sabe que isso vai ter que acontecer mais cedo ou mais tarde, principalmente se ele ainda estiver com planos de destruir a aldeia. Uma luta entre mim e o Sasuke é impossível não acontecer.

— demo... 

— confia em mim... — sorriu ele.

— confio, e sei que você é tão forte quanto ele, mas ainda sim...tenho medo, não posso perder você agora.

—  e nem vai — ele deu um beijo em sua testa e a aconchegou ainda mais em seus braços — Agora eu tenho muito mais motivos para lutar, tenho você!  Também Defenderei Konoha quantas vezes forem necessárias, eu preciso parar o Sasuke hinata, nem que pra isso eu tenha que matá-lo.


***********★ ***********


   Seus olhos ardiam pelas lágrimas que havia derramado durante toda a noite, Sakura observava de sua janela o sol que trazia mais um dia, as palavras de Tsunade não saiam de sua cabeça, se sentia culpada e covarde, deveria tê-lo matado quando teve a chance, mas aquele último fio de esperança de que o homem que ela amava ainda estivesse lá em algum lugar não deixou que ela o fizesse. Tinha certeza que não tinha deixado um pingo de chacra nele, para que pudessem traze-lo sem problemas. Não sabia como ele conseguiu enganá-la. Mas esse era o plano dele, entrar no território da folha e desaparecer aguardando o momento para atacar.

   Ficou deitada na mesma posição por horas a fio, sem nem ao menos perceber quando olhou o relógio em cima de seu criado mudo viu que já eram 16:00 da tarde. 

Resolveu sair para assim espairecer um pouco a cabeça... se acontecesse alguma coisa com a vila, ela nunca se perdoaria. Levantou-se devagar foi ao banheiro fez suas higienes colocou seu uniforme ninja e a bandana em seus cabelos róseos, não sentia fome apenas resolveu andar pela vila sem rumo algum. Avistou kiba próximo ao Ichiraku.

— Sakura, que cara é essa? Onde estava?

— estava em casa. — Respondeu simplesmente sem dar muita importância, mas sem esconder o tom triste da voz.

— já disse que a culpa não foi sua. A própria hokage falou pra você. Ele conseguiu enganar até o Kakashi.

— Naruto e hinata, ainda não chegaram? — Perguntou querendo mudar de assunto desesperadamente.

— não, mas estou louco para que cheguem, estou morrendo de saudades da minha hime.

— naruto precisa aparecer hoje!

—  claro, o herói da folha — disse Kiba com sarcástico  — ... até quando vamos depender daquele baka?

— até o dia que você conseguir ser mais forte que ele! — respondeu Sakura nervosa.

— caramba... Magoou!

—  não estou com paciência pra isso kiba!

   Sakura deixou kiba e saiu em direção aos portões, caminhando vagarosamente, com esperança que naruto pudesse chegar a qualquer momento, reparou não haver ninguém na vigia da entrada, o que achou estranho pois isso significava que os portões estavam desprotegidos. Olhou para todos os lados, surpresa em não encontrar ninguém naquela parte da vila, assustou-se quando sentiu uma lâmina  gelada em suas costas, estremeceu ao ouvir a voz que ela conhecia bem falando próximo a seu ouvido.

— eu estava esperando outra pessoa, mas já que estou entediado, acredito que não terá problemas se eu começar com você! Seu companheiro de time nem se dignou a aparecer não é mesmo?

— por que está fazendo isso Sasuke? — ela perguntou ainda de costas pra ele.

— Por que essa é a minha vontade, te disse que se você não me matasse naquela hora eu te mataria. Apesar de eu querer o naruto primeiro, mas já que você está aqui, eu o deixarei em segundo lugar. Quero ver o desespero dele estampado quando te ver morta pelas minhas mãos.

    Sakura já não tinha mais lágrimas, estava cansada disso tudo e já nem se importava com o que ele faria com ela.

— então faça Sasuke... me mate logo, eu já não aguento mais, não consigo continuar vendo você se afundar desse jeito, acabe com meu sofrimento.

  Sasuke esboçou um sorriso sínico de lado.

— como quiser! — Respondeu Sasuke levantando sua espada para perfurar as costas de Sakura, ela apenas fechou os olhos e esperou o pior, porém o pior não veio...assim que Sasuke piscou um tipo de raio apareceu,  percebeu que Sakura não estava mais ali e sim atrás dele, segurada por quem ele tanto queria destruir.

— Essa foi a segunda vez que você tentou matá-la Sasuke! E será a última. — Disse Naruto ainda de costas para ele.

— e essa é a segunda vez que você me atrapalha Naruto! Concordo, será a última...


Notas Finais


😱😱😱😱😱😱 eitaaaa.... Bjos minaa-san até o próximo cap.. 😘😘😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...