História NaruHina Enfim... - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Chouji Akimichi, Chouza Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Juugo, Kabuto, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Matsuri, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Pain, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shizune, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Exibições 293
Palavras 2.906
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ohayoo... Trazendo mais um capítulo p vcs, muiiitooo obrigada pelos comentários e os favoritos, vcs são uns fofosss😀😀😀😀❤❤❤...
Espero que gostem desse cap. Também, Ignorem os errinhoss e... boa leitura... 🤗🤗🤗😘😘😘😘 😘😘

Capítulo 17 - Pedido


Fanfic / Fanfiction NaruHina Enfim... - Capítulo 17 - Pedido

Sete dias se passaram e naruto ainda se encontrava desacordado para a tristeza e apreensão de Hinata, ela estava sentada na cadeira ao seu lado com as mãos unidas as dele e não saía daquele quarto em hipótese alguma, sentia saudades daquele sorriso, de suas voz, das brincadeiras bobas, de seu beijo, seu abraço, enfim de seu toque . Precisava de Naruto agora mais do que tudo, os olhos perolados não tinham brilho, estava cansada e angustiada. Tsunade havia ido até o quarto mais cedo dizendo não saber o motivo de naruto ainda não ter despertado, mas imaginou que durante a luta ele poderia ter usado algum tipo de jutso ao qual seu corpo não reconhecia e nem o pertencia, sendo assim nem a Kyuubi poderia acelerar a sua recuperação. Hinata olhou para porta e viu quando Sakura entrou no quarto com um sorriso reconfortante.

— ohayo hinata!

— ohayo Sakura-san. — respondeu com a voz desanimada.

— como você está?

— só ficarei bem o dia em que eu o ver abrir os olhos e sorrir pra mim outra vez.

— ele vai acordar... eu também sinto saudades desse baka, aliás eu e todos os nossos amigos. Sem Naruto Konoha não é a mesma. — respondeu Sakura sincera.

— precisava tanto que ele estivesse aqui comigo! 


— você ainda está muito triste pelo jeito que as coisas entre você e Kiba terminarem não é?

— não consigo deixar de me sentir culpada. Eu amo o Kiba Sakura-san, mas amo como um irmão que eu nunca tive, e ele não entende isso, sempre foi meu melhor amigo. Eu errei muito com kiba-kun, dei esperanças onde não haviam e o iludi, me arrependo tanto, sei que seria demais se eu pedisse que ele voltasse a ser meu amigo. Mas eu queria que pelo menos ele pudesse me perdoar...— concluiu tristemente.

— você não podia imaginar que Naruto se apaixonaria por você hinata, não se culpe tanto, aliás ele só percebeu isso depois que te viu com o Kiba.

— mesmo assim Sakura-san, eu sempre soube dos meus sentimentos pelo Naruto-kun... não devia ter aceitado ficar com Kiba só pra tentar esquecer o Naruto. Não tiro a razão dele de me odiar, mas ainda assim isso dói. Dói muito perder um amigo como ele.

— eu entendo, mas olha o Kiba não odeia você.

— Por que você diz isso Sakura-san? Vocês conversaram ?

— bom na verdade eu o vi ontem no campo de treinamento, ele não estava nada bem e mesmo com a feição triste me disse que não te odeia porque não consegue te odiar, mas ainda assim que  não consegue te perdoar. – Sakura explicou com a voz triste.

— ele não falou nada sobre o Naruto?

— falou, mas não vou dizer hinata. Não quero que se sinta mal.

— por favor me conta, eu preciso saber. — pediu hinata aflita.

Sakura respirou fundo, sabia que isso a machucaria ainda mais:

— disse que nunca sentiu tanto ódio e rancor por alguém como o que ele está sentindo por Naruto, e que, bom, Hina eu acho que vocês dois devem se preparar.

— como assim Sakura-san?

— kiba tinha um olhar diferente quando me falou isso, um olhar distante, até me assustei com sua frieza. E, disse que você e Naruto não seriam felizes as custas do sofrimento dele.Eu até tentei aconselhá-lo mas foi inútil ele não quis escutar. Então cuidado hina, Kiba pode vir a ser um grande problema.

Hinata estremeceu ao ouvir isso, lembrou-se que uma vez o amigo tinha falado que queria vê-la feliz não se importando com quem fosse, então por que ele mudou assim? Na mesma hora a resposta veio em sua mente, por culpa dela mesma... ela fora a responsável pela amargura de Kiba, foi ela mesma que o mudou e o mudou em tão pouco tempo. 

De repente viu aparecer um ninja com o uniforme AMBU na frente das duas.

— Haruno Sakura, Godaime solicita sua presença imediatamente no escritório.

— hai! —respondeu a rosada.

 o ninja desapareceu da mesma forma em uma nuvem de fumaça!

Sakura se despediu de Hinata e saiu do quarto apressadamente.

Hinata não conseguiu segurar as lágrimas ao se lembrar das palavras proferidas por ela. Kiba realmente não a perdoaria, mas não a odiava, quanto a naruto ele sim tinha ganhando todo o ódio de Kiba, mesmo sendo ela a única merecedora desse rancor, abaixou a cabeça deixando as lágrimas caírem livremente.  Sentiu então um leve aperto em sua mão, seu coração gelou nesse momento, e olhou devagar na direção de Naruto, colocou a mão sobre a boca voltando a chorar, mas dessa vez não de tristeza e sim de alegria e felicidade ao vê-lo olhar pra ela com aqueles intensos olhos azuis e um pequeno sorriso de canto.

— será que vou...ter que aprender... um jutso bem idiota pra fazer você sorrir? — Disse Naruto com a voz fraca e entrecortada.

Hinata se jogou por cima dele imediatamente, chorando ainda mais, o abraçando forte em seguida distribuiu beijos por toda a face do loiro. A felicidade era tamanha que tremia. Separou-se por um momento e voltou a olhar em seus olhos, Naruto tinha um sorriso calmo nos lábios e a olhava com carinho.

— naruto-kun, senti tanto sua falta, cheguei a pensar que não acordaria... — hinata disse emocionada.

— e deixar você? Jamais!

— como se sente? 

— estou bem,me sinto ainda melhor por você... estar aqui. — Disse naruto com um sorriso fraco mas sincero.

— eu vou chamar uma enfermeira.

Naruto apertou sua mão e fez um carinho em seu rosto antes que ela se afastasse.

— Hina-chan, eu não quero enfermeira... Só quero ficar olhando pra você! ... por que estava chorando?

— nada eu... só estava preocupada, afinal você está desacordado a sete dias.

Naruto a olhou espantado.

— tudo isso tebayo?

— sim, mas, o importante é que agora você está aqui do meu lado. — ela corou.

— nada poderia me tirar.

Hinata se aproximou e selou seus lábios aos dele apenas por alguns segundos, mas só isso já foi capaz de lhe causar sensações únicas das quais só sentia com ele. Separaram-se devagar e sorriu corada ao vê-lo sorrir e dar uma piscadinha pra ela.

— senti tanto a sua falta! — confessou ela.

— eu também meu amor. Posso perguntar uma coisa?

— o que?

— Sasuke... Onde ele está? O que a baa-chan fez com ele? Ele está bem?

Hinata deu um pequeno sorriso.

— na verdade foram três perguntas Naruto-kun, e respondendo, sim ele está bem, Tsunade-sama o colocou na prisão, e está sendo vigiado por vários caçadores AMBU. Está em uma cela especial, longe dos outros presos. Mas isso foi a pedido da Sakura-san.

  Naruto suspirou aliviado pelo menos o amigo estava bem.

— então posso fazer uma quarta pergunta?

— claro, naruto-kun. — respondeu sorrindo, sorriso esse que se desfez assim que a pergunta foi feita.

— Kiba... ele já sabe da gente?

— n..não é hora de falarmos disso, afinal você acabou de acordar.

— por favor Hinata, me responde, ele sabe?

— s... sim!

— você contou?

— contei!

— e como ele reagiu? Te tratou mal?

— não claro que não, mas ele ficou muito magoado, duvido que nos perdoará, e com razão. Perdi meu melhor amigo Naruto-kun. — respondeu hinata com tristeza e sentando-se novamente ao lado do loiro.

— hina-chan,  você devia ter esperado por mim... talvez se estivéssemos falado com ele juntos...

— isso seria muito pior Naruto-kun! Você e kiba-kun são nervosinhos demais, no mínimo acabariam tentando se matar. E também você ficou desacordado por sete dias, o que eu ia fazer durante esse tempo? Não queria continuar o enganando.

— é... talvez você tenha razão! Ele deve estar me odiando não é? — perguntou com certa tristeza.

— não vamos pensar nisso agora... Vou chamar alguém pra te examinar. Aliás eu já devia ter feito isso!

— não hina-chan...

Hinata nem esperou ele falar e preencheu seus lábios em um selinho.

— nem adianta resmungar... — Disse ela sorrindo da cara emburrada dele.

_________×_________×________


— nani?— assustou-se Sakura com o que Tsunade disse.

— foi a pedido dele mesmo.

— não sei! o que Sasuke-kun iria querer comigo?

— e por que não quer ir vê-lo? sei que você me pediu pra colocá-lo em uma cela especial porque se preocupa com ele, e ainda nutre sentimentos pelo Uchiha,  você sabe que se fosse por mim ele estaria junto com os outros dois, na cela de segurança máxima.

— sim eu sei shisho, e agradeço por ter atendido ao meu pedido, eu.. só estou estranhando ele querer falar comigo.

— sasuke tem agido de uma forma estranha, depois que foi preso não fez nenhuma ameaça de fugir ou tentar algo contra a vila. E isso é um pouco inquietante.

— entendo!

— por isso quero aproveitar que ele deseja falar com você, e quero que tente descobrir o motivo desse comportamento tão pacífico. Eu sei que está apreensiva, mas quero que encare isso como uma missão.

— h... hai!


************★**************


Entrou devagar dentro da cela, estaria mentindo se dissesse que não tinha receio por estar ali de frente ao ninja que atentou contra sua vida duas vezes... O mesmo ninja ao qual era completamente apaixonada, e que pra sua surpresa havia requerido sua presença ali. Ele estava de costas e observava a janela, se virou assim que a viu entrar e esboçou um sorriso, pela primeira vez em muitos anos, era um sorriso sincero e sem maldades. Sakura  estranhou aquele semblante que ele demostrava, não se aproximou muito, o olhou seriamente e envolveu seus próprios braços com as mãos como um sinal que iria se manter distante.

— o..o que quer comigo Sasuke?

— sei que está com medo, mas não vou te fazer mal eu...— abaixou a cabeça como se pensasse em uma maneira de começar, ficou em silêncio por alguns minutos e olhou para rosada com um semblante suave ao qual Sakura nunca vira — serei direto ao assunto, sei que é estranho pra você eu ter te chamado aqui, mas, é que de todas as pessoas que eu já maltratei em minha vida, sinto que você foi a que mais fiz sofrer... Então eu... quero te pedir perdão Sakura por tudo que fiz.


— o quê? — Sakura o olhou com certo espanto.


 — sei que é repentino mas eu me arrependo por tudo o que fiz, claro que você não precisa acreditar em mim e também não mereço seu perdão... Mesmo assim eu queria poder te dizer isso.


— é difícil acreditar Sasuke... Até porque a sete dias atrás você só não me matou porque Naruto estava lá pra me salvar.... me salvar de novo, de você!

— eu estava cego pela vingança Sakura, sempre estive cercado por esse sentimento..., cercado por ódio. Não estou tentando justificar meus erros. Sei que mereço estar aqui, aliás eu merecia um lugar muito pior. Me disseram que foi você que pediu pra hokage me colocar nessa cela, mesmo eu não merecendo você... sempre se preocupou comigo, sempre me provou que o que dizia sentir por mim era verdadeiro, e eu... sou muito mais baka do que o Naruto por nunca ter valorizado isso.

— acho que é tarde demais Sasuke!

— eu sei! Posso perguntar como está o Naruto?

—  Por que quer saber? Eu não estou te entendendo sasuke, ele só está naquela situação por sua culpa. Por que quer saber como ele está?

— foi o Naruto que me mostrou a verdade, se não fosse por ele talvez nenhum de nós dois estivesse aqui. Eu quero começar toda a minha vida do zero.

Sasuke se aproximou de Sakura devagar mas ela se afastou para trás de imediato.

—  Quero reparar meus erros primeiro, e... depois eu... Quero tentar fazer você voltar a confiar em mim, quero poder ser digno dos seus sentimentos Sakura... se é que ainda tenho alguma chance.

— será difícil que eu confie em você.

— eu entendo! Mas vou provar pra você e pra Konoha que eu não sou mais um inimigo... Agora, meu desejo é poder proteger a vila, assim como meu irmão um dia protegeu.

Sakura estava confusa em relação a tudo que ele dizia, afinal o que tinha acontecido com ele naquela luta? O que naruto pode ter falado pra essa mudança  tão repentina?

— me diz como o dobe está... Por favor!

Após alguns segundos em silêncio ela respondeu:

— desacordado ainda, não sabemos quando ele vai despertar. Tsunade-sama disse que ele pode ter usado algum jutso ao qual seu corpo não estava acostumado. Isso fez com que nem a Kyuubi o recuperasse mais rápido. Sabe de alguma coisa que ele tenha usado fora do estilo de luta dele?

— aquele dobe...ele usou um genjutso do Itachi em mim. Deve ser por isso!

— c..certo, vou avisar a hokage depois... Talvez possamos fazer alguma coisa com base nessa informação.

A porta da cela se abriu rapidamente assustando a ambos, Sakura estranhou Shizune estar ali. Parecia ter corrido muito rápido pois ofegava, mas estava com um grande sorriso no rosto.

— Sakura, Naruto acordou!

Sakura sorriu de imediato.

— Mesmo Shizune-san? Quando?

— agora a pouco, Tsunade-sama já está no hospital fazendo os exames restantes.

— vou até lá agora mesmo. — antes de Sakura sair da cela sentiu a mão de Sasuke em seu pulso segurando-a levemente, ela o olhou com o coração aos pulos e o ouviu sussurrar 

— Sakura, arigato por ter vindo. Tudo o que eu disse está valendo. — ele a soltou e a viu correr dali de imediato. 

 Sasuke respirou aliviado por saber que a pesar de tudo naruto estava bem. Sentou-se em sua cama e sorriu sozinho.

— você é mesmo um baka!  Espero poder te agradecer pelo que me fez...Naruto.


********×*******×*******×***


— muito bem, rapazinho você estará proibido de sair em missões por um tempo.

— baa-chan não é pra tanto tebayo já estou cem por cento de novo. – Disse naruto emburrado.

—  só não te dou um cascudo pelo baa-chan porque você acabou de acordar. Não vai poder usar seu chacra, ficou muito desgastado com essa luta. Portanto não lhe darei missões.

— isso não é justo tebayo.

— pare de reclamar.

Dois dias depois Tsunade deu alta para Naruto, todos os seus amigos haviam ficado imensamente felizes por saber que ele estava bem, e já estava em casa.

Naquela noite mesmo o loiro estava terminando de se arrumar, pois resolveu que conversaria com Hiashi a respeito de Hinata oficialmente,  já não imaginava sua vida sem ela, colocou o pequeno presente em seu bolso e pegou a flor que tinha comprado pra ela. Hinata tinha lhe dito que seu pai já sabia do término do namoro com Kiba, mas que nada tinha dito a ela, apenas ficou sério como sempre, nem mesmo quis saber o motivo do fim do namoro, desde que sua filha não envergonhasse o nome do clã estava tudo bem.

 Depois que falasse com o pai de Hinata, iria até o clã Inuzuka, precisava conversar com Kiba, Hinata não dizia mas naruto não era cego, sabia o quanto ela estava sofrendo por não ter mais o melhor amigo por perto. Kiba até tinha pedido a hokage para mudá-lo de time. Foi transferido para o time de Guy, ficando Lee, Tenten e Kiba. Neji tomou o lugar de Kiba no time Kurenai ficando Shino, Hinata e Neji. 
A noite chegou e Naruto já estava nos portões do clã Hyuuga, segurando uma peônia branca. Logo hinata apareceu sorridente e devido ao lugar que estavam o cumprimentou com apenas um beijo na bochecha. Naruto entregou a flor a ela que sorriu olhando em seus olhos sem disfarçar um pouco seu receio.

— tem certeza que quer fazer isso hoje Naruto-kun? É que meu pai... não está com um humor muito favorável e me pedir em namoro assim do nada... Talvez você queira esp....

Naruto colocou dois dedos sobre os lábios de Hinata e sorriu.

— por você vale a pena arriscar qualquer coisa tebayo. Até minha vida perante seu pai. – Respondeu rindo divertido e sarcástico.

— e..então vamos. – sorriu hinata segurando as mãos dele.

Seguiram para dentro da mansão, hinata puxava naruto pelas mãos devagar até chegaram ao escritório de seu outosan. Bateu na porta duas vezes.

— entre!

Hinata entrou primeiro, e logo seguida por Naruto que tinha um olhar sério o que não era comum tratando-se dele, sabia o quanto o pai de Hinata era rígido, mesmo com o olhar sério um turbilhão de receios passava pela cabeça do loiro. Hiashi estava sentado no chão meditando, quando os viu ficou um pouco surpreso, e desconfiado do que estava por vir, indicou com a mão para que eles se sentassem diante dele.

Os dois sentaram-se um do lado do outro, de longe dava para perceber o nervosismo de ambos, mas naruto estava firme em sua decisão. Ouviu Hiashi perguntar seriamente:

— Uzumaki Naruto o herói da folha em minha casa? A que devo a honra?  

— Boa noite senhor Hiashi, estou aqui por um motivo muito especial pra mim e acredito também ser pra hinata.

— e que motivo seria este? – Perguntou sério!

— serei direto — disse com a voz firme — Eu amo a hinata, e não consigo mais me imaginar sem ela. Eu gostaria de... Pedir a mão de sua filha em casamento sr. Hyuuga.

Tanto Hiashi quanto Hinata arregalaram os olhos surpresos, hinata esperava um pedido de namoro tanto como seu pai já imaginava que seria, e não de casamento logo de cara... Hinata estremeceu  com o anel de noivado que Naruto retirou do bolso dentro da caixinha, era lindo e delicado,Naruto sorriu para ela dizendo:

— Hina-chan, esse anel era da minha mãe, ero-sennin me entregou e  pediu pra que eu guardasse e entregasse apenas pra mulher que fosse  realmente me fazer feliz, ninguém é mais merecedora dele do que você Hinata, então eu quero pedir isso aqui  diante do seu pai, aceita se casar comigo?



Notas Finais


😱😱😱😱😱😱😱😱😱 adoraria ver a carinha de vcs agora!!! Haha🤗🤗🤗🤗... Espero que tenham gostado, ❤❤❤❤é isso aí bjooooss e até o próximo cap.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...