História NaruHina Enfim... ( hiatus) - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Akamaru, Chouji Akimichi, Chouza Akimichi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Juugo, Kabuto, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kurama (Kyuubi), Kurenai Yuuhi, Matsuri, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Pain, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shino Aburame, Shizune, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Naruhina, Revolução Naruhina
Exibições 348
Palavras 2.337
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Haiii eu Aki de novo hashuash... 🤗🤗🤗 mais um cap. Pronto então.. Vamos lá obrigada pelos comentários e favoritos d vcs😍😍😍😍😍😍😍.... Boa leitura...

Capítulo 18 - Momentos


Fanfic / Fanfiction NaruHina Enfim... ( hiatus) - Capítulo 18 - Momentos

Lágrimas de seus olhos desciam sem parar ao mesmo tempo em que o abraçava e sorria, seu coração estava descompassado ... Não estava acreditando naquele pedido, naquele instante Hinata pouco se importou de estar diante de seu pai...jamais imaginou que Naruto a pediria em casamento dessa forma tão repentina, claro que estava surpresa mas amava estar se sentindo daquela forma tão maravilhada. 

— Claro que eu aceito Naruto-kun. Nada me deixaria mais feliz.

Naruto sorriu e retribuíu ao abraço que recebia, então depositou nos lábios da Hyuga um selinho, ouviram Hiashi pigarrear como se avisasse que ele ainda estava ali, e que não tinha se pronunciado ainda por estar embasbacado demais com o que Naruto pedira. Os dois separaram-se um pouco intimidados pelo o olhar sério do homem que estava ali diante deles.

Hiashi observou a situação por alguns momentos em silêncio, ele só soube dos sentimentos de sua filha por Naruto depois que ela quase morreu para tentar salvá-lo de Pain, por isso havia estranhado um pouco aquele namoro com Kiba, mas como kiba era de uma boa linhagem na vila não se importou em deixá-los juntos. Naruto não tinha clã algum, era o único Uzumaki que ele conhecia, mas foi reconhecido como um herói depois da invasão Akatsuki em Konoha.

— não acha muito precipitado esse pedido Uzumaki? Vocês são muito novos pra pensarem em casamento.

— De forma alguma senhor Hiashi — naruto voltou sua feição séria e olhou para ele com a voz firme — eu amo a Hinata e não tenho dúvida alguma do que sinto, prova desse sentimento é que quero que ela seja logo minha noiva e consequentemente minha esposa. Preciso dela perto de mim e acredito que temos idade suficiente para assumir a responsabilidade de um casamento. Sabemos que é algo sério, e é exatamente isso que quero tebayo, algo sério com sua filha. 

Hinata estava surpresa com as palavras do loiro, quem ouvisse não diria nunca que quem havia falado aquilo tão seriamente era Uzumaki Naruto, ele estava tão maturo naquele momento.

— Desde quando vocês estão juntos? — perguntou Hiashi — Pelo que eu saiba a apenas algumas semanas atrás Hinata estava com Kiba do clã Inuzuka, então de repente eles terminam, e de uma hora para outra ela já está com você!!! — seu tom era calmo mas severo — além do mais me lembro de que você nunca se mostrou interessado em Hinata. Por que isso agora? 

— Eu era muito baka sr. Hyuuga, e bom, ainda sou, mas eu me apaixonei por ela de um jeito inesperado e isso pegou a mim de surpresa também, não tem muito tempo que estamos juntos, mas acredite eu a amo muito. Então deixe que eu me case com ela e provarei o que digo por todos os dias da minha vida. – Disse Naruto que sentiu Hinata apertar sua mão, em um sinal claro de nervosismo.

Hiashi continuou com a expressão rígida, e olhou para a filha.

— Hinata, Sabe que você é a futura líder do clã, você acabou de sair de um relacionamento e já se encontra em outro. Isso pode gerar fofocas desnecessárias em Konoha, e a última coisa de que preciso e que minha herdeira fique falada, isso seria uma grande desonra a casa principal.

— outosan, nunca foi minha intensão, isso é...

Hiashi mostrou a palma da mão para que ela parasse de falar e então continuou: 

— e para que não existam essas fofocas, eu vou permitir seu casamento com Uzumaki Naruto.  — sorriu de canto quase que imperceptivelmente — mas espero que isso seja sério ouviu uzumaki? A pesar de nunca demostrar, Hinata é importante pra mim e Quero que ela seja feliz. – Disse Hiashi olhando diretamente para Naruto que sorriu com as mãos atrás da cabeça, o loiro estava contente com a resposta.

Hinata chorava emocionada, seu coração já não aguentava de tanta felicidade, eram as primeiras palavras de carinho que ouvira de Hiashi em anos, estava tão contente que em um impulso abraçou seu pai, esse retribuiu meio sem jeito, depois que se separou do pai direcionou seu olhar emocionado a Naruto que também sorria, estava feliz por tudo ter acabado bem, afinal ele temia Hiashi não aceita-lo pelo fato de ele ser um Jinchuriki e agradeceu mentalmente por esse assunto não ter feito parte daquela conversa, tirou o anel de dentro da pequena caixinha pegou a mão direita de Hinata e o colocou dando um beijo em sua mão logo em seguida.

— agora você é minha noiva! – Disse Naruto recebendo um forte abraço de Hinata.

— Eu te amo Naruto-kun.

Depois de tudo,  Hiashi convidou Naruto para o jantar onde contaram a novidade a Hanabi que ficara imensamente feliz pela irmã, Hanabi sabia a muitos anos sobre os sentimentos de Hinata  e estava eufórica já querendo saber quando seria, onde, quem seriam os padrinhos, o local da lua de mel... Enfim, enchiam-os de perguntas que nenhum deles ainda sabiam responder, logo a euforia da menina com tantas perguntas fora repreendida por Hiashi, a mesma apenas revirou os olhos mas ainda sorria muito pelos dois. 

Após o jantar, Naruto despediu-se de Hiashi e Hanabi agradecendo pela noite, Hinata o acompanhou até os portões do clã, andavam de mãos dadas e em silêncio, até pararem e Hinata se virar para o loiro:

— Naruto-kun po..por que você me pediu em casamento tão... repentinamente? — Hinata corou — digo, eu fiquei...surpresa, n..não esperava por isso.

Naruto esboçou um sorriso tão lindo que o coração dela bateu fortemente dentro do peito, sentiu ele tocar seu rosto carinhosamente, e encostar a testa na dela, enquanto seus olhos azuis fitavam intensamente os perolados.

— a resposta é simples — sussurrou o loiro  — porque te amo, e tomei essa decisão por não ter dúvida alguma disso hina-chan. Sei que foi repentino, mas... Eu quero muito ficar o resto da minha vida com você tebayo! — fechou os olhos sentindo o perfume doce e delicado que só Hinata tinha.

— também quero isso Naruto-kun — ela respondeu emocionada — .. Quando seria nosso...casamento? — perguntou receosa, ainda não tinha se acostumado com isso.


— nós marcaremos a data quando você quiser meu amor, por mim eu me casaria com você agora mesmo.


— lie, naruto-kun, tem... Muitas coisas para se pensar antes — disse ela timidamente. 

— não preciso de mais nada, a não ser você! — disse ele selando os lábios dela com um beijo lento e apaixonado.


— Hinata! 


os dois de separaram e olharam na direção da voz intimidadora


 — já está tarde pra ficarem  só os dois sozinhos aí. — concluiu Hiashi com um pouco de ciúmes da filha mais velha.


— h..hai outousan — sorriu a Hyuuga.


Se despediu de Naruto com um beijo na bochecha, e o loiro fora para casa se sentindo feliz, estava noivo e iria se casar, mal podia acreditar em seus próprios pensamentos.


******★*****★*****★****★
******★*****★******★***★


— Até quando você vai continuar assim? Vai acabar se matando de tanto treinar, tadinho do Akamaru não percebe o quanto ele esta cansado e ferido? – Disse Ayame acariciando Akamaru, que estava todo sujo e um pouco machucado.

— Não posso parar, eu tenho que ficar mais forte...muito mais forte, Akamaru consegue acompanhar muito bem. – respondeu Kiba, que para sua surpresa viu Akamaru deitar na grama com um jeito triste e cansado.

— Ah não, vamos lá amigão... Sabe que não posso treinar sem você! – Disse kiba se agachando próximo a ele.

— viu só, deixa ele descansar um pouquinho você também deveria, está neste campo de treinamento desde ontem ...Olha só pra você! – Disse ela apontando para os machucados e as roupas de kiba que já estavam desgastadas e sujas.

— você não entende Ayame, preciso superá-lo! Não me importa o quanto precise treinar pra isso.

— dá pra parar com essa bobagem de querer lutar com o Naruto? Isso tudo é por causa da hinata? Poxa Kiba, esquece essa história você não ia ser feliz com ela...Talvez devesse procurar alguém que se importe com você de verdade!

— não Ayame, eu... achei que pudesse superar isso mas não posso eu não consigo. Eu  amo muito ela, não dá pra simplesmente esquecer.— respondeu ele dando um forte soco na árvore que estava a sua frente.

Ayame se entristeceu ao ouvir isso, sempre escondeu seus sentimentos por Kiba e nunca revelou isso a ninguém, sempre fora uma boa amiga pra ele e nunca disse o que sentia pelo fato de Kiba sempre estar obcecado pela Hinata, sofreu em silêncio quando ele tinha lhe dito que estava com ela a algumas semanas atrás, claro que Kiba não enxergava que ela o amava era muito boa em disfarçar, mas a verdade era que por ele Ayame faria qualquer coisa. Ela esboçou um pequeno sorriso, para disfarçar a tristeza que sentia e estendeu a ele uma porção de lámen que havia trazido do restaurante do seu pai.

— Bom, então pelo menos coma um pouco... Não pode continuar treinando assim sem comer nada. Pegue eu trouxe pra você, e essa porção extra é pro Akamaru também.

Kiba sorriu pra ela e pegou as duas tigelas.

— Arigato Ayame, você sempre está cuidando de mim e do Akamaru. Valeu mesmo. É uma grande amiga!

— é...eu sou não é? – Respondeu contrariada.

Depois de mais algumas horas no campo de treinamento, Kiba resolveu ir para casa tomar um banho e dar o descanso merecido a Akamaru. Sabia que Ayame estava certa, estava pegando muito pesado com o amigo canino, mas era preciso. Assim que abriu os portões de sua casa se deparou com a pessoa que menos queria ver, estava conversando com Hana sua irmã. Fechou os punhos para controlar sua raiva.

— O que está fazendo aqui? O que quer?

— Kiba, isso não são modos de tratar um amigo. — repreendeu a irmã.

— ele não é meu amigo! – respondeu com amargura se aproximando ainda mais até ficar bem próximo a ele.

— vim apenas conversar com você.

—  bom, eu vou deixar vocês a sós. Com licença! – Disse hana se retirando e entrando dentro da casa.

— não tenho nada pra falar com você Naruto, vá embora!

— Kiba, eu sei que você tem todos os motivos do mundo pra me odiar, eu não o culpo. Mas eu estou aqui pela hinata e apenas por ela! Nem pense que foi ela que me pediu pra vir aqui, hinata não sabe que vim falar com você!

— então o que você quer?

— Kiba, ela não teve culpa do que aconteceu, eu fui o único culpado. Hinata nunca teve a intenção de trair você! Nós entendemos seu lado, sabemos que esta chateado mas, eu queria que tentasse entendê-la também.

— ah eu entendo, eu entendo muito bem...entendo o quanto ela só estava comigo ate o momento que você estalasse os dedos. Assim que você fizesse isso, eu já não teria mais serventia na vida dela e seria jogado fora como lixo!

— isso não é verdade, sei o quanto hinata esta sofrendo por ter te perdido como amigo. Ela não me fala mas eu vejo! Você faz falta na vida dela Kiba. Não a odeie, você a deixou ainda mais magoada quando deixou o time.

— Eu saí do time 8 exatamente pra não precisar vê-la todos os dias, pra não sofrer mais. E por mais que eu tente, não consigo odiar a hinata..., então não se preocupe meu ódio e desprezo é todo seu Naruto. a única coisa que estou fazendo ainda é evitando-a. Devia me agradecer por isso.

— por que disse ainda?— perguntou ao ouvi-lo enfatizar bem a palavra.

—  Porque não será assim pra sempre! Serei sincero como você fez naquele dia, eu amo a Hinata, e se ela não for ficar comigo, também não vou permitir que ela fique com você!

— vai mesmo apelar pra tanto? Ameaças Kiba? Você já foi melhor do que isso!

— não é uma ameaça Naruto, é uma promessa que fiz comigo mesmo... Vocês não vão ficar juntos! Nem que eu tenha que fazer coisas inimagináveis!

— Acho que não a ama de verdade, porque se a amasse tudo que iria desejar a ela era a felicidade, e não o contrário!

— e você acha que a felicidade da hinata esta com você? — kiba sorriu com desdém — O que vai fazer se um dia esse demônio que você carrega consigo sair de controle e machucá-la? Ou pior matá-la?

Naruto sentiu um arrepio na espinha ao ouvir isso:

— não,  eu jamais permitirei que isso aconteça .– respondeu com a mão apertando a jaqueta laranja por cima do selo, com a feição pouco perturbada.

— e desde quando você possui controle sobre essa besta? – Perguntou com um sorriso maldoso.

— Vou controla-la!

— ah sim, claro, como você controlou durante o resgate ao Gaara? Ou quando lutou com Orochimaru na ponte, chegando até mesmo a machucar a própria Sakura? Ou mesmo talvez quando lutou com Pain? , Não me faça rir. Hinata nunca estará segura ao seu lado, ao lado de um demônio!

— Cala boca Kiba! — Naruto já estava nervoso, sentia uma imensa vontade de socar Kiba até não poder mais. 

— por que? Vai virar a Kyuubi e me matar?

— eu sei o que você esta tentando fazer, mas não vou perder o controle por causa das suas provocações, e quer saber de uma coisa?!... vim até aqui para tentar fazer você voltar a ver Hinata como amiga outra vez, porque sei que ela sente sua falta, mas mudei de ideia... Quero que continue longe dela, você ouviu?! Você pode tentar fazer o que quiser contra mim. Mas se fizer qualquer coisa que a prejudique, eu acabo com você! – Disse Naruto desaparecendo em um salto, e deixando Kiba com um sorriso sínico de lado.

 Naruto não podia negar que as palavras de Kiba o preocuparam e ainda não havia pensado naquilo...

— ah sim, claro, como você controlou durante o resgate ao Gaara? Ou quando lutou com Orochimaru na ponte, chegando até mesmo a machucar a própria Sakura? Ou mesmo talvez quando lutou com Pain? , Não me faça rir Naruto, Hinata nunca estará segura ao seu lado, ao lado de um demônio!"

Colocou novamente a mão sobre o selo, será que Hinata realmente estaria segura ao seu lado?!.


Continua...


Notas Finais


É isso aí mina-san, bjosss e até o próximo cap. Aguardo vcs nos coments...😍😍😍😘😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...