História NaruHina: Um Amor Complicado - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Jiraiya, Kakashi Hatake, Kiba Inuzuka, Kushina Uzumaki, Maito Gai, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shion, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Exibições 110
Palavras 1.027
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Hentai, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 11 - A raiva...


Fanfic / Fanfiction NaruHina: Um Amor Complicado - Capítulo 11 - A raiva...

Eu e Sasuke fomos falar com Hinata sobre o que tinha acontecido
   - Hinata... Hinata olha pra mim.- Sasuke Falou tentando reanimar Hinata.
    - Me deixem em paz.
    - Cara... O que o Naruto fez foi uma agulhada da Shion. Uma agulha de alucinações. Ele achou que era você. Agora acho melhor tu tomar cuidado. Ela pode ter pegado mais, de outras coisas, e atirar uma em tu. - Falei olhando para ela.
      Falamos pra ela ir se deitar. Ela trancou a casa e saímos dali.
    Eu e Sasuke fomos nós beijando. Ele me dava selinhos, um atrás do outro. Quando eu me distraia, ele pegava na minha bunda (😏). O homem safado, puxou ao pai porque meu deus do céu.
  
     (...)
 
Eu deitei na minha cama de bruços. Fechei os olhos e rezei para que tudo de ruim que estava acontecendo fosse somente um pesadelo... Um horrível pesadelo. Eu queria ir a casa de Hinata mas... O orgulho gritava mais que o coração.
     Eu acordei assustado caindo da cama e Dona Kushina me chamou para ir tomar café. Cheguei na cozinha numa cena em que meus pai estava praticamente encoxando minha mãe... Que safados. Dei bom dia e me sentei na cadeira, eu estava esparramado por cima da mesa... Dona Kushina começou com um questionário que provavelmente daria morte certa para a Vadihon.
     - Meu filho o que houve..?
     - A Hinata - Comecei a chorar.
     - O que houve?
     -. Shion... Ela me deu uma agulhada de alucinações... E eu a beijei achando que era a Hinata, e depois vi Hinata chorando e eu me decepcionei e depois eu fiquei mal.. e depois eu acho que ela vai terminar por causa disso...
     - Meu filho... Eu já falei pra você que eu não vou, nunca fui e nunca irei com a cara daquela pu... Abençoada. - Os cabelos vermelhos de minha mãe começaram a dar um de medusa.
     - Mãe... Eu já falei com ela pra ela parar mas ela não para
     Ela só se virou pra pia para terminar o que estava fazendo e falou:
     - Ok, vá pedir desculpas a Hinata. Ou se não quem vai pedir desculpas a você vai ser eu por ter te espancado.
    Sai quieto... Pensei e desviar caminho mas fiquei com medo de Dona Kushina me seguir ou eu chegar mal em casa e ela perceber. Então eu cheguei a casa de Hinata me preparando para bater na porta e alguém a abre, era ela. Ela estava com os olhos inchados e vermelhos. E eu a pedi pra falar com ela... Ela rejeitou no começo mas eu a insisti. Ela sentou numa cadeira eu sentei em a a frente dela e então comecei a falar

     - Hinata... Tu viu aquilo ontem né? Olha eu tava alucinando... Eu achei q a Shion era você... Daí eu adormeci acordei pedi liberação e como ela não tava lá eu saí correndo pra ela não me atingir de novo ... Ia vim aqui para pedir desculpas mas vi você chorando com Sasuke e Sakura e então eu fui pra casa adormeci chorando acordei contei tudo a minha mãe e provavelmente ela vai matar a Shion porque ela a odeia. Desculpa - comecei a chorar...
    - Naruto... Se for pra tu me fazer sofrer não prestando atenção nas coisas eu não quero... Ou tu da um jeito nela.
    - Outra pessoa provavelmente vai fazer por mim - Sorri de lado com a cabeça baixa - Dona Kushina... Se ja não tá fazendo... Meu deus ela vai mata lá vamo la ajudar Hime.
     Peguei na mão dela, estava quente... Eu adorei segura-la de novo. Eu abaixei e eu a fiz pular nas minhas costas. Eu a segurei firme (as coxas :3), eram macias. Ela colocou o queixo ao lado do meu pescoço. Ela dava leve chupoes  que me tiravam a atenção. Eu corri mais rápido. Senti uma raiva quando vi Shion chutando o rosto da minha mãe. Desci Hinata. Fui correndo o mais rápido que eu podia até ela, dei-na um soco. Não estava nem aí para as leis que Tokyo iria adorar do Brasil... Uma da penha que não podia bater em mulheres. Mas eu não estava nem aí. Ela bateu na pessoa que eu tenho muito amor materno. Minha mãe. Hinata estava cuidando do rosto de minha mãe que estava sangrando. Eu me enraivei mais e comecei a falar:
    - Shion, tu bate na minha mãe, quer tirar minha namorada e não me ama? Vai infernizar o diabo, sua arrombada. Nosso namoro já era faz tempo. E lembrando que tu me traiu. Ainda bem, porque se não eu ainda estaria me iludindo com você e não teria achado a menina que eu mais amo na minha vida. Hyuuga Hinata. Agora, se tu não der um fora da minha vida - Saiu faíscas vermelhas da minha mão - Eu prometo, que não irei perdoa-la que nem agora. E quando digo minha vida, digo também da vida de Hinata, Dona Kushina, Senhor Minato, e a família de Hinata. Vá trabalhar num puteiro e me deixe em paz.
     - Mas narutinho - As faíscas ficaram enormes - Eu te amo.
    Hinata Saiu da pqp que estava curando minha mãe e minha mãe chegou por trás de Shion e Hinata pela frente. As duas deram um soco em Shion que, rapaz, eu acho que quase a mataram. Fomos embora pra minha casa. Pedi pra Hinata dormir lá e Dona Kushina já começa a falar coisas impróprias
   - Usem camisinha
   - MÃE !

Hinata aceitou e fomos pra lá

Chegando em casa comecei a abraçar Hinata. Senhor Minato começou a falar.
   - Tá aí minha norinha... Tudo bem Hinata
   - Tudo sim, Sogrinho!
  Ela era tão educada... Meu deus
Levei ela pro meu quarto e dei a ela uma camiseta minha. Ficou meio que um vestido para ela. Ela estava linda. A abracei e pulei na cama com ela a enchendo de beijos

Continua...
Yay
Kisses
Lindos


Notas Finais


<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...