História Naruto e Kurama - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Visualizações 409
Palavras 2.570
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capitulo 1


Naruto, um jovem de 17 anos, 1,85 Metros de altura, seu corpo era bem desenvolvido devido a academia que ele praticava nos ultimos dois anos.

Seus cabelos são curtos e loiros, naturalmente rebeldes. Seus olhos são azuis claro, uma caracteristicas da familia de seu pai, e naturalmente do proprio.

......

Naruto atualmente estava debaixo dl chuveiro tomando um banho após ter chegado da academia.

Ele lavava seu cabelo e para evitar que caisse espuma nos olhos ele o fechou enquanto cantarolava.

Devido a isso ele não percebeu que alguem entrou . Quando ele percebeu sentiu uma mão pequena e delicada segurar seu pau enquanto um par de seios medios escorava em suas costas.

Aquilo o assustou então ele rapidamente retirou a espuma de seu cabelo na agua do chuveiro e se livrou da pessoa que o segurava.

"KURAMA DÊ O FORA DAQUI!"-Naruto gritou irritado para a garota que estva ali.

Ela tinha por volta de 1,70 metros de altura, ela estava completamente nua. Suas pernas eram belas e suas coxas grossas, sua bunda era o que mais se destacava por ser grande e empinada.

No meio de suas coxas, em sua virilha, estava uma divindade, aquela bucetinha pequena e gordinha alem de ser rosada, possuia apenas alguns pelos na cor vermelha por ali.

Sua cintura era fina e a barriga era lisa sem nenhum gordurinha, subindo mais um pouco poderia ver um par de seios de tamanho medio. Eles eram durinhos e redondinhos, seus bicos era perfeitos e rosados.

O rosto dela era angelical, sua boca era pequena e os labios eram naturalmente cor de rosa, os olhos dela eram da cor vermelha, assim como sua longa e fina sombrancelha.

Os cabelos dela eram da cor vermelha e iam até metade de suas costas.

"Naruto... me deixa ficar só mais um pouco, ou vai me dizer que não gosta de ver sua Onee-Sama nua?"-Kurama sorriu pervertidamente e deu uma voltinha permitindo que Naruto visse o corpo dela de uma visão privilegiada.

Naruto teve uma expressão sombria, verdade seja dita, ele não se excitava com ela ao minimo. Afinal ela era sua irmã mais velha, ela era sua unica irmã.

Ele nunca teve desejos sexsuais por ela.

"Pois bem, que fique!"-Naruto falou e pegou sua toalha e saiu deixando Kurama.

Assim que ele saiu Kurama deu um suspiro de decepção, ela sempre viu Naruto como um homem ideal, mas ele a via apenas como uma irmã....

......

"Mãe, a Kurama entrou no banheiro enquanto eu banhava de novo"-Na hora do jantar a mesa, Naruto dedurou Kurama novamente.

Sua mãe era uma copia mais velha de Kurama, a unica diferença das duas eram os olhos, pois os de Kushina eram castanhos.

"Naruto... deixa de ser chato, isso acontece, é porque você é parecido comigo, e nem mesmo sua irmã resiste"-o Pai de Naruto falou sorrindo.

Ele era uma copia mais velha de Naruto, porem seu cabelo era grande.

"Ta vendo Naruto, apenas você nâo me aceita,até nossos pais não se importam!"-Kurama falou apontando para Naruto.

Ela estava do lado dele por isso o dedo ndicador dela estava quase na cara dele.

"Se essa baixinha não praticasse artes marciais eu acabava com a raça dela!"-Naruto pensou seriamente em quebrar aquele dedo de Kurama, mais ao pensar que provavelmente seria surrado por ela, ele esqueceu dessa ideia.

"Naruto, a Kurama tem um pouco de razão, porem Kurama, o Naruto precisa do espaço dele, não entre mais sem a permissão dele!"-Kushina deu uma bronca de leve em Kurama.

"Mas mãe..."-Kurama abraçou o braço de Naruto e colocou no meio de seus peitos.

Naruto não gostou, pois Kurama fazia de tudo para tirar uma casquinha dele.

"Estou sem fome, vou ir dormir"-Naruto falou e se levantou sem  terminar de jantar.

Ele realmente tinha até mesmo nojo da palavra "incesto".

Mas seus pais e sua irmã... tsk... eles...

Naruto nem tinha palavras para descrever, para ele isso era uma das coisas mais erradas desse mundo.

......

No dia seguinte bem cedo, Naruto foi acordado por uma boca com gosto de morango.

Era Kurama que estava o beijando, ela invadia a boca com sua lingua.

Naruto deu um olhar frio para ela e mordeu a lingua dela. Kurama se afastou fazendo careta de dor com a lingua para fora da boca.

"O-o-oh-o-ohayo N-Naruto-Kun"-Kurama gaguejou, mais não ficou irritada com Naruto, afinal a culpa era dela.

"KURAMAAAA"-Naruto gritou e jogou um travesseiro na cara dela depois mais outro e foi jogando coisas nela até o momento que ela ja estava fora de seu quarto.

"Isso ja esta passando dos limites!"-Naruto foi se arrumar pois estava atrazado para ir a aula.

......

Depois da aula, Naruto estava esperando sua mãe vir to trabalho para busca-lo, enquanto isso ele conversava com algumas das meninas de sua classe e era obvio tentava conquistar algumas delas.

Mas para sua infelicidade quem veio não foi seu pai, ou sua mãe, e sim Kurama.

"Naruto, mamãe me pediu para vir te buscar pois hoje ela e o papai vão chegar tarde"-Kurama desceu do carro e foi em direção a Naruto.

Quando ela o viu rodeado de garotas ela se enfureceu e o ciume subiu a cabeça.

"Naruto dê tchau para suas amigas, temos que voltar logo!"-ela pucou o braço de Narto e disse seriamente.

Naruto não gostou nem um poucoda ação dela, mas se despediu e seguiu Kurama.

Dentro do carro ele não falava nada, Kurama não drixava outras mulheres se aproximar dele enquanto ela estava por perto.

Ela ja tinha até mesmo feito uma ex namorada dele, terminar com ele. Depois que ele descobriu isso tinha ficado furioso, mas a perdoou com o passar do tempo.

Devido a isso ele não namorava mais, apenas tinha alguns casos as escondidas, porque Kurama era ciumenta de mais, mesmo sendo irmãos.

Ele a via como uma irmã mais velha, e ela o via como um homem, adicionado ao apoio que seus pais davam a ela, era impossivel para ele ficar sem ser assediado por ela.

"Kurama... porque você não desiste disso?, você sabe que eu nunca vou te dar esse tipo de atenção, eu só te vejo como minha irmã, porque é isso que você é, então pare com isso ok?"-Naruto se acalmou de sua raiva e falou para Kurama.

Kurama olhou para ele como se desaprovasse o que ele falou e logo em seguida disse sorrindo.-"não vou desistir, não me importo se sou sua irmã mais velha, você ainda sera meu homem".

Naruto não falou nada, apenas fechou os olhos e passou a ignorar Kurama.

Sua paciencia com aquilo ja estava chegando ao limite.

......

De noite Naruto estava deitado em sua cama e mexendo em seu celular, quando chegou uma mensagem de Kurama.

Quando ele viu era um foto, mas nã era um foto comum, pois ela estava completamente nua nesta foto.

Naruto suspirou e apagou aquela foto antes de bloquear Kurama, geralmente ela viria e ficaria nua no quarto dele para tentar seduzi-lo, porem desta vez Naruto tinha trancado a porta de seu quarto a impedindo de entrar.

......

Kurama começou a bater na porta do quarto dele e a inventar um monte de desculpas para entrar, mas no final foi em vão, pois ele não dava uma unica resposta para ela.

Minato e Kushina observavam de longe 

"Como você acha que isso vai terminar?"-Minato falou para Kushina.

"Não sei... mas acho que algum dia o Naruto ira ceder a ela"-Kushina analizava a situação.

......

Naruto não aguentou o tanto que Kurama insistia e resolveu abrir a porta para ela.

"Oque quer Kurama?"-Naruto falou fazendo uma cara de desaprovação.

"Eu quero dormir com você, como faziamos quando eramos crianças"-Kurama sorriu ja entrando no quarto dele.

Naruto teve um tique na testa e teve vontade de dar umas porradas nela.

"Tudo bem, mas vai ser com uma condição"-Naruto falou seriamente.

"Oque?"-os olhos de Kurama brilharam em alegria.

"Que você pare de me irritar com esse assunto, você sabe que eu não vou te dar esse tipo de atenção"-Naruto falou e Kurama ficou decepcionada.

"Me esforçarei..."-Kurama falou mais seus dedos estavam cruzados.

"Certo!"-Naruto falou e pegou um futon e colocou no chão.-"pode ficar com a cama, eu durmo no futon".

"Ah, mas nos dormiamos na mesma cama, abraçados..."-Kurama começou a lembrar dos velhos tempos.

"Isso era quabdo eramos crianças"-Naruto falou se deitando.

Kurama ficou um pouco emburrada e se deitou na cama.

......

No dia seguinte Naruto acordou e ja viu o rosto de Kurama proximo ao seu, mas desta vez ela estava dormindo como um anjinho.

Naruto prestou atenção no rosto dela, e não pode negar que sua irmã era a mais bela mulher que ele conhecia, porem... ela era sua irmã, e ele não a via de forma alguma como uma mulher, uma mulher que ele queira para si.

Certo, as vezes quando ela o provocava de forma sensual, acabava por ele sentindo atração sexsual, mas isso era temporario.

Vendo Kurama dormir daquela forma, fez Naruto feliz, então ele deu um beijo na testa dela.

No momento que ele fez isso, as bochechas de Kurama ficaram cor de rosa, e um sorriso bobo apareceu nos labios dela.

Aquilo era a prova de que ela estava perfeitamente acordada, e apenas fingia que estava dormindo.

Naruto sorriu e então puxou a orelha de Kurama fazendo-a abrir os olhos.

"Kurama... vai continuar fingindo que dorme?"-Naruto falou com uma voz sinistra.

Kurama  abriu os olhos antes de pular longe de Naruto.

"Sem graça!"-Kurama falou e saiu do quarto dele emburrada.

......

Os dias foram se passando e Naruto sempre arrumava uma forma de se livrar das mãos de Kurama..

Mas chegou um dia em que ele acabou caindo de vez nas mãos dela.

__________________________________

Naruto estava sozinho em casa e foi procurar algo para comer, mas acabou encontrando cerveja.

Como não tinha ninguem em casae ele era curioso, resolveu beber para aber como era.

Ele tomou uma latinha, e depois a segunda, mas ele era bem resistente e não moatrou o minimo sinal de que estava embriagado.

Foi nessa hora que Kurama chegou e o pegou no flagra tomando bebida alcoolica.

"Hahaha... Naruto, Naruto, Naruto"-Kurama sorriu e falou provocando Naruto que se assustou e tentou esconder a cerveja.

"Mamãe vai arrancar seu couro quando souber disso"-Kurama sabia que agora Naruto estava em suas mãos e não pode deixar de ficar feliz.

Naruto estava extremamente nervoso, ele sabia como era o temperamento de Kushina, se ela descobrisse que Naruto estava tomando bebidas alcoolicas, ela lhe quebraria as duas pernas e os dois braços.

"Kurama-nee-sama, não conte nada, eu faço oque você quiser"-Naruto quase implorou e no mesmo momento percebeu que tinha falado merda

"Qualquer coisa é?"-Kurama deu um sorriso e puxou Nauto pelamão.

Ela o levou para seu quarto e fechou a porta. Kura deitou-se em sua cama e levantou sua saia deixando sua calcinha vermelha exposta.

Ela marcava a buceta de Kurama, que parecia estar excitada só de pensar na ideia.

"Kurama... isso não!"-Naruto falou firmemente, aquilo era algo que ele não irka fazer.

"Você esta em minhas mãos, ande logo, venha, me faça gozar usando essa boca"-Kurama falou e deu dois tapinhas sobre sua buceta.

Naruto olhou para Kurama e parecia ter um pouco de raiva em seu olhar.

Ele caminhou até a cama de Kurama , aquela ação a fez sorrir em alegria ao pensar que finalmente teria oque sempre quis.

Porem quando Naruto se aproximou dela, ele segurou os dois braços dela e a pressionou na cama.

Kurama podia ser forte devido a pratica de artes marciais, porem em força bruta Naruto era muito mais forte do que ela.

"Isso jamais Kurama, esta ouvindo?, jamais!, você é minha irmã coloca isso nessa sua cabeça, nunca vai acontecer esse tipo de coisa entre a gente, nem hoje e nem nunca"-Naruto falou e finalmente a soltou, Kurama parecia assustada e seus olhos estavam umidos.-"você pode contar para a mamãe se quiser, eu não ligo, porem nunca que vou lhe tocar, você é minha irmã"-Naruto terminou de falar e saiu batendo a porta do quarto dela com força.

Assim que ele saiu Kurama não aguentou e começou a chorar.

......

Naruto foi para seu quarto e sentia-se um pouco mal, ele achou que suas palavras a Kurama foram um pouco duras de mais.

Então ele resolveu ir pedir desculpas a ela pessoalmente. E tinha juntado coragem o suficiente para dar a ela, oque ela pediu anteriormente.

"Kurama"-Naruto bateu na porta do quarto dela e a chamou.-"Kurama"

Kurama não o respondia então ele abriu a porta e entrou no quarto dela.

Kurama estava deitada em sua cama com o travesseiro no rosto para esconder suas lagrimas.

Naruto sentiu-se mal em seu coração, por mais que ele odiasse aquele amor excessivo de Kurama, ela ainda era sua irmã e doia seu coração ve-la triste.

Ele caminhou até Kurama e colocou uma mão na barra da saia dela. Ele a levantou deixando a bela calcinha de Kurama a mostra novamente.

Kurama retirou o travesseiro de seu rosto, ela tinha uma expressão triste e estava com o rosto molhado pelas lagrimas.

"Kurama... eu fui um pouco duro com você, então apenas dessa vez realizarei seu pedido, lhe farei ter o melhor orgasmo de sua vida"-Naruto sorriu e Kurama enxugou suas lagrimas antes de sorrir.

"Por favor"-Kurama falou sorrindo.

Naruto se aproximou da calcinha dela e tocou com as pontas dos dedos, Kurama deu um leve gemido em resposta.

Ainda por cima da calcinha dela, ele passou um dedo por toda a extensão da bucetinha dela, certificando-se de pressionar de leve.

Kurama dava um gemido a cada toque dele. Naruto passou sua mão direita para dentro da calcinha dela, e na hora seus dedos ficaram molhados devido ao contado com a bucetinha dela.

Ele moveu a calcinha dela para o lado dando uma vista perfeita daquela bucetinha.

Ela estava inchadinha e bem molhada, alem de estar pulsando.

Naruto não podia negar que sua irmã mais velha tinha uma buceta perfeita.

No mesmo instante ele caiu de boca ali, sua lingua percorreu toda a extensão da buceta de Kurama fazendo-a gemer alto em resposta.

Kurama colocou sua pequena mão na cabeça de Naruto e a pressionou em direção a sua buceta.

Naruto usava seus dedos e sua lingua ao mesmo tempo para fazer Kurama gemer sem parar.

Logo Naruto sentiu que ela estavaen seu limite, e acelerou o ritimo, apenas para receber um jato de gozo feminino em seu rosto.

Ele aproveitou todas as gotas possiveis. Kurama era certamente uma mulher incrivel.

Depois ele deu uma ultima lambida na buceta dela, e percebeu algo que não tinha prestado atenção antes.

Ele abriu os labios da bucetinha dela bem abertos, e notou, Kurama era totalmente virgem.

O maximo que ela fez em toda sua vida, foi no maximo se masturbar.

"Kurama... você ainda é virgem?"-Naruto achava um pouco inacreditavel.

Kurama era uma mulher linda, ele pensou que ela ja tivesse algum namorado antes.

"Sim... estou guardando minha primeira vez para você"-Kurama sorriu e falou.-"eu serei apenas sua, se não for você, não vai ser mais ninguem".

Naruto sentiu-se um pouco mal enquanto ajeitava a calcinha dela novamente. Afinal se ele nunca tirasse a virgindade dela, ela iria ficar o resto de sua vida virgem, e o pior sem um companheiro.

E se ele tirasse a virgindade dela, ele teria que assumir, principalmente se sua mãe descobrisse.

Sem falar nada Naruto deitou-se com a cabeça ali no meio das pernas de Kurama.

Ele queria pensar, Kurama ficou feliz por ele não ter saido, então começou a fazer carinho na cabeça dele.

"Kurama...você me colocou em uma posição complicada"-Naruto pensou, afinal Kurama guardava sua virgindade para ele, mas ele não queria nada com sua irmã.

Naruto acabou coxilando ali mesmo deitado com a cabeça no meio das pernas de sua irmã mais velha.

......

No dia seguinte naruto acordou bem cedinho e viu o rosto de Kurama a poucos centimetros do seu.

Ela o olhava fixamente, se fosse qualquer outro dia, ele a chutaria para longe, mas hoje ele estava bomzinho com ela.

Por isso ele deu um beijo na testa de Kurama, fazendo-a ficar com as bochechas cor-de-rosa.

"Bom dia, Kurama"-Naruto falou baixinho.

"Bom dia, Naruto"-Kurama não se aproveitou dele e deixou as coisas fluirem. Ela percebeu que se as coisas acontecerem normalmente seria melhor.

......



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...