História Naruto: uma nova ameaça - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Multiverso Naruto, Narusaku, Naruto, Sasuhina, Sasukarin, Sasuke, Toneri, Universo Paralelo
Exibições 85
Palavras 1.093
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Ecchi, Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Seinen, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um cap. espero que gostem. Boa leitura.

Capítulo 21 - Capitulo Vinte Um: Mundo Imperfeito. Parte IV.


Sasuke e Hinata estão se arrumando, eles percebem que nenhum deles se lembra de como foi à noite anterior, eles terminam de se arruma quando um rosto familiar entra no quarto.

- Eita. – Yami estava com um sorriso malicioso. – Não sabia que os dois se tornaram tão íntimos.

- Isso não e engraçado! – Hinata estava muito corada.

- Você sabe o que aconteceu? – pergunta Sasuke serio.

- Sei. – Yami sorri. – Vocês dormiram juntos.

- Foi um engano. – Responde Hinata.

- Na verdade não. – Yami fica com uma atitude seria. – Foram seus Chakra’s que fizeram isso.

- Como assim?! – Pergunta Sasuke e Hinata juntos.

- Vocês dois possuem o Chakra sábio dos Otsutsuki do seu universo. – Yami encarra os dois. – Seus Chakra’s sabem que algo esta diferente.

- O que a gente tem que fazer para parar? – pergunta Sasuke e Hinata juntos novamente.

- Essa resposta eu não sei. – Yami entrega um pergaminho para cada um. – Abra-o

Os dois abrem o pergaminho dado por Yami, aonde o mesmo vinha escrito estratégias de contingência se caso Sakura invadisse Konoha.

- Ate aqui ela e irritante. – suspira Sasuke. – Você sabe quando e onde ela vai atacar?

- Ela vai atacar a prisão de sangue. – Ao dizer isso espanta Sasuke e Hinata. – Sim, ela vai atacar onde o Naruto esta preso.

- Como ela sabe que ele esta preso lá? – pergunta Hinata.

- Não sei direito. – Yami se sente em uma cadeira que havia no local. – Talvez Taiyō tenha a contando.

- Impossível. – Grita Hinata. – Ele esta morto, eu vi Toneri o matar.

- Acreditem, esses Uzumaki’s são difíceis de matar. – Yami da uma risada fraca.

(...)

Já era noite em Konoha, não havia mais movimentos nas ruas por causa do toque de recorrer imposto pelo Hokage, Sarada fugia de sua casa.

- Eu ainda não sei por que eu estou fazendo isso?! – fala Sarada. – Quando você vai me dizer seu nome?

- Como você sabia que eu estou aqui? – pergunta a voz.

- Sua presença se tornou tão constante que eu já consigo te detectar. – Sarada ajeita seu óculos. – Se eu achar a pessoa de quem você tanto fala, promete me deixar em paz.

- Prometo. – Responde a voz.

Sarada continua sua corrida discreta por Konoha, ele consegue sair da vila sem grandes problemas, ele então começa a correr em direção ao fronteira do país do fogo.

- para onde eu devo ir? – Pergunta Sarada.

- Você tem que chegar ao país do arroz. – responde a voz.

- São quase três dia de viagem. – fala Sarada um pouco espantada. – Quem garante que lá eu vou achar as resposta que você tanto diz?

- Você não vai achar as resposta lá. Responde a voz. – Você achara ajuda.

(...)

Naruto e Mūn estava sentando em sua cela, Naruto ainda tinha dificuldade de fazer o curativo em Mun.

- Não precisa ficar assim. – Mūn sorri. – Na minha realidade você também não e bom com curativos.

- Mas seu pai parece ser um ninja incrível. – Naruto fica cabisbaixo.

- Ei. – Mūn chama a atenção dele. – Você também pode ser incrível.

- Como?! Eu sempre fui um perdedor. – naruto fica mais triste ainda.

- Mude seu destino se não gosta dele. – Mūn se levanta e encarra ele. – Meu pai sempre diz isso pra mim e meu irmão.

- Mas eu não sou seu pai. – Naruto Grita. – Eu sou fraco.

- Você não e fraco. – Mūn também grita. – Você só esta com medo.

Os dois ficam alguns minutos em silencio sem dizer qualquer palavras, Naruto então se senta no chão e começa a chorar.

- Me desculpe. – naruto chorava. – Mas eu não sei como ficar forte o suficiente para lutar contra eles.

- Você já pediu ajuda pro Kurama? – pergunta Mun.

- Quem e Kurama? – Naruto responde com outra pergunta.

- Perai?! – Mūn esta muito surpresa. – Você não sabe quem e o Kurama?

- Não. – Responde Naruto.

- Acho que tive uma ideia. – Mūn sorri maliciosamente. – Você quer ficar forte?

- S-sim. – responde Naruto com um pouco de medo.

- Então se prepara que você vai ficar forte. – Mūn sorri.

(...)

Sakura e Taiyō estavam caminhando pelo base da revolução, Taiyō se entristecia ao ver todas aquelas pessoa inocente sofrendo por causa das mudanças que aconteceram.

- esta tudo bem? – pergunta Sakura.

- Sim. – Taiyō respondia tristemente. – Na verdade não.

- Por quê? – pergunta Sakura.

- Tudo isso que esta acontecendo com essa pessoas também e minha culpa. – Responde Taiyō. – eu trouxe um problema meu para vocês, eu tentei consertar eu juro. – Taiyō começa a chorar.

- Você esta errado. – Sakura o abraça. – A culpa não e sua, você errou, mas esta fazendo de tudo para conserta.

- Mas... – Taiyō tenta falar, mas e interrompido.

- Sem, mas. – Diz Sakura. – Se você for filho de outra “eu”, vai mostra seu verdadeiro poder quando seus companheiros, mas precisar, e isso não te faz um cara mal, ou seja, você não pode ficar se culpando.

- Obrigado. – Por fim Taiyō se mergulha de vez no abraço de Sakura. – Eu vou conserta tudo.

- Eu sei que vai. – fala Sakura com um sorriso no rosto.

- Agora vamos precisamos salvar minha irmã e o Naruto. – Taiyō limpa suas lagrimas e começa a sorrir.

- Vamos então nos reunir com o resto do pessoal. – Sakura Diz animada.

Depois de algum tempo Sakura reúne o resto dos revolucionários em uma área de reunião improvisada.

- Como todos sabem houve uma mudança de plano. – Sakura começa a falar. – Não atacaremos Konoha, e sim faremos um resgate.

- Como assim um resgate? – Pergunta Sai.

- Existe alguém na prisão de Sague que o Sasuke tem muito medo, ate mesmo para admitir. – Sakura percebem que todos se surpreendem com o que ela acaba de falar. – Naruto esta vivo e preso lá.

- E impossível de fugir dessa prisão. – Kakashi se pronúncia de uma maneira fria que ate a Sakura fica um pouco tensa. – A não ser que tenha um plano de fuga perfeito.

- Conto com você para bolar ele. – Taiyō sorri e faz um sinal positivo. – eu sei que você consegue.

- Gostei de você garoto. – Kakashi sorri por debaixo da mascara. – Vamos fazer isso acontecer, Shikamaru vou precisa de sua ajuda.

 - Hai. – Shikamaru logo se prontifica.

- Temos uma semana para o resgate. – Sakura ao falar todos logo concordam.

- Eu não vou com vocês. – Diz Taiyō.

- Como assim? – Pergunta Sakura.

- Acho que o Sasuke esta com algo que me pertence. – Taiyō Responde. – se eu conseguir pegar vai ser de grande ajuda na revolução.

 

 

Continua...


Notas Finais


O que acharam? se gostaram favorita e comenta.

Nao deixe de conferi minhas outra fics:


Naruto: Nova Chance: https://spiritfanfics.com/historia/naruto-nova-chance-8708309

Road to ninja 2: https://spiritfanfics.com/historia/road-to-ninja-2-9006700


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...