História Nas Sombras do Pecado - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Luna Valente, Matteo
Tags Lutteo, Nas Sombras Do Pecado, Romance, Sadomasoquismo, Sou Luna, Tortura
Exibições 122
Palavras 1.141
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


E aí, como estão?
Espero que gostem do segundo capítulo. Ficou pequeno, mas... O próximo será maior, ok?
Bora ler agora?

Capítulo 2 - O Passado Retorna


Oito anos se passam desde a decisão de Matteo em seguir a vida religiosa. Matteo agora com trinta e quatro anos, já não morava mais na Itália mas sim em Buenos Aires, onde refez sua vida por completo. Estudou muito para se tornar padre e havia conseguido esse feito há aproximadamente cinco meses. Desde então... Se dedicava fielmente à Igreja e a palavra de Deus. Seus fantasmas do passado ainda o atormentavam, mas ele tentava sempre buscar ajuda na palavra de Deus.

Balsano ainda se recordava das palavras de Daniela. Nunca mais a havia visto, mas mesmo assim... Aquelas duras palavras lhe causaram um grande efeito. Efeito este que o fez mudar drasticamente sua vida e se tornar num sacerdote adepto do celibato. Coisa que para Matteo era impossível, afinal, há oito anos atrás, ele só pensava em sexo. Hoje, já não pensava mais nisso. Sua vida estava completamente voltada para Deus. E nada o faria sair desse novo caminho que estava trilhando.

Naquela manhã, Matteo se arrumava para rezar mais uma de suas missas na Paróquia Nossa Senhora da Luz. Ele já estava se acostumando com isso e no fundo, estava gostando. Os anos em que passou estudando o fizeram mudar seu comportamento. Seus pensamentos já não eram mais os mesmos. Não pensava em sexo, em dor... Só pensava em Deus. Deus acima de tudo em sua vida. – Bom dia à todos. Vamos começar com mais uma missa... – Matteo fala ao entrar na Igreja e ver seus fiéis já o esperando. O homem faz orações e prega sermões surpreendendo várias pessoas que não o conheciam. Finalmente, Matteo Balsano havia encontrado seu lugar... Ou não.

.........................................................

No México, Luna e Logan se despediam dos pais da jovem que moravam lá. – Luna... Tem certeza de que é isso que você quer? – Mônica pergunta temerosa pela decisão da filha de ir morar em Buenos Aires com o namorado.

- Filha, é realmente isso que quer?

- Sim, pai. Eu... Eu quero construir a minha própria vida. Ter o meu próprio trabalho, meu dinheiro. Minhas coisas. Quero ter privacidade. Enfim... Quero seguir meu próprio caminho. Já tenho propostas de trabalho por lá e... Quero fazer isso. Tenho vinte e cinco anos, pai. Não sou mais nenhuma menininha.

- Sabemos disso, filha. Mas... Mesmo assim, ficamos muito apreensivos com essa sua partida.

- Senhor Miguel, fique tranquilo. Irei cuidar muito bem de sua filha. – Logan fala e abraça Luna que sorri. Os dois haviam se conhecido há três anos e desde então, namoravam. O rapaz de vinte e oito anos era muito trabalhador e havia recebido propostas ótimas em Buenos Aires. Não poderia recusar. Precisava do trabalho. Logan, no fundo queria mesmo era dar um futuro melhor para Luna. A jovem era rica sim, mas mesmo assim... Ele queria ser o responsável por ajudar a cuidar dela.

- Logan, você é um homem maravilhoso, mas... Cuida da Luna, por favor.

- Mãe, eu não sou nenhum bebê. Tenho quase trinta anos.

- Filha, cuidado nunca é demais. Só queremos te proteger.

- Eu não vou discutir com vocês porque os amo muito. – A morena fala e abraça os pais uma última vez antes de embarcar no avião rumo à Buenos Aires com seu namorado.

Horas depois, o casal já desembarcava no aeroporto de Buenos Aires. Luna já conhecia a cidade, pois havia ido passear com amigas há anos atrás, mas mesmo assim... Era tudo novo para ela. – Agora vamos começar uma nova vida, meu amor. – Logan fala e dá um selinho em Luna que sorri. Os dois se encaminham para um táxi rumando para o novo apartamento que haviam alugado.

- Acertamos em cheio quando decidimos alugar esse apartamento. Ele é lindo. – A morena fala ao entrar no cômodo.

- Sim. Lindo e aconchegante. Sem contar que o aluguel não é tão caro.

- Sim. Cabe exatamente no nosso bolso. – A morena fala e começa a caminhar pelo interior do apartamento. Ele estava todo montado e por coincidência, ficava próximo ao local onde ela trabalharia. Um colégio particular. Blake South College. Um lugar de elite e muito conceituado. Luna era professora e trabalhar em um lugar como este seria realizar um de seus sonhos.

- Amor, eu vou tomar um rápido banho e pegar um táxi até a empresa. Preciso levar meus documentos pessoalmente lá.

- Ah sim... Vai. Espero que dê tudo certo. – A morena fala enquanto o namorado entra no chuveiro. Luna começa a arrumar suas roupas e as de Logan no guarda-roupas. Queria terminar tudo naquele mesmo dia, pois no dia seguinte, já teria que se apresentar no Blake.

Alguns minutos se passam e Logan já estava pronto para sair. – Estou indo, amor.

- Boa sorte.

- Terei. Fique tranquila. Agora... Vem cá me dar um beijo. – O rapaz fala e puxa a namorada para um beijo apaixonado.

.....................................................

Após Logan sair e terminar tudo o que precisava arrumar, Luna decide sair do apartamento e dar uma volta pelas ruas próximas do prédio. Queria conhecer melhor o local. Sabia que ali por perto havia uma Igreja e queria dar uma passada lá para rezar e agradecer por estar tendo essa oportunidade em sua vida.

Enquanto caminhava, a morena não presta muita atenção em seus próprios pés e acaba tropeçando. Luna vai ao chão após torcer o pé e geme de dor. – Aii... Droga! Isso sempre acontece comigo. Cresci, me tornei uma melhor, mas mesmo assim... Vivo tropeçando. Sério, eu só posso ter um carma mesmo. – A jovem fala tentando se levantar, mas claramente não obtendo sucesso. Seu pé doía muito e ela não sabia o que fazer.

Matteo caminhava pelas ruas com uma Bíblia em mãos. O padre voltava de uma visita que havia feito à um asilo. Gostava de ajudar as pessoas e de levar a palavra de Deus a elas. Queria se sentir útil no mundo. Por coincidência, Balsano vê uma jovem caída no chão e resolve se aproximar. Ela parecia estar precisando de ajuda. – Moça? Ér... Precisa de ajuda? – Matteo pergunta ao se aproximar de Luna que olhava para o lado oposto ao dele. Ao se virar e encará-lo, Valente dá um meio sorriso e se surpreende ao ver que o homem que havia parado para ajuda-la era um padre.

Matteo ao encarar os olhos verdes e brilhantes de Luna, sente algo estranho dentro de si. Do nada, imagens de seu tempo como dominador e sado voltam em seus pensamentos e o rapaz fica atônito. Como isso era possível? Ele já havia esquecido isso. Não poderia ter pensamentos daquele tipo ali naquele momento. Matteo estava atordoado. Gritos, gemidos, surras... Tudo passava em sua mente como um filme e tudo isso por culpa dos olhos de Luna. Ele nem conhecia a morena, mas via ali sua devassidão. Sua perversão. Será que o dominador que existia dentro de Matteo acordaria novamente?


Notas Finais


Gostaram? Odiaram?
Mereço comentários?
Luna e Matteo se conheceram e tudo de "ruim" na vida do sacerdote veio à tona novamente. Será que o homem se deixará levar por seus desejos mais uma vez?
E Luna? O que ela pensará do padre?
Espero vocês no próximo capítulo.
Até mais...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...