História Nascemos Um Pro Outro ( A Lua e o Mar) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias 12012
Tags Aquino/diau, Daniel, Siau, Sil
Exibições 21
Palavras 1.674
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 13 - A Estreia.


Paulinha e Silvânia, já   no quarto, conversavam.

Paulinha: Sil, como tá esse coraçãozinho?

Sil: Tá a mil abelhinha, já tô nervosa, imagina na hora.

Paulinha: Calma Sil, você fala como se nunca tivesse cantado para um público (risos)

Sil: Realmente rsrsrsr

A campanhia toca e atrapalha as duas.

Paulinha: Xiiii quem vai atender? as duas de Pijama e mãe não tá em casa rsrsrs.

Sil: se vira, a casa é sua, coloca um roupão e vai lá.

Paulinha coloca um roupão e vai atender e para surpresa dela, era Gustavo.

Paulinha: Você aqui? 
(Pergunta surpersa)

Paulinha: Entra, desculpa te receber assim, não imaginava que ia aparecer alguém.

Gustavo: Relaxa, até que tá bonita de Pijama rsrs.

Paulinha: Para, não me deixa sem graça.

Gustavo: Só estou falando a verdade, você tá cada vez mais linda.
(ele se aproxima de Paulinha).

Paulinha: Sua irmã está lá em cima, vai lá.

Gustavo: Tá com medo de mim, Paulinha?

Paulinha: Claro que não, apenas falei que sua irmã está lá em cima, você veio atrás dela, não é?

Gustavo: E se eu não tiver vindo atrás dela? a tempos que eu queria falar com você.

Paulinha: Comigo? Pra quê?

Gustavo: Paulinha, deixa eu aproveitar essa chance que tá só nós dois aqui e vamos conversar.

Paulinha: Fale logo, daqui a pouco temos que sair.

Gustavo é direto com Paulinha e dispara.

Gustavo: Eu não suporto mais essa química entre a gente, essa trocas de olhares, toda vez que a gente se ver. Eu não aguento mais olhar pra você e não fazer nada, Paulinha eu ainda te amo, ele beija-a

Paulinha: Gustavo não faz isso, por favor.

Gustavo: Eu sei que você também quer, eu sei que você também me ama, eu sei que a gente se ama.

Paulinha: Não me deixa confusa, tudo de novo...

Silvânia estranha a demora de Paulinha, ela vai até a sala e flagra os dois juntinhos, Gustavo estava segurando com as duas mãos o rosto de Paulinha.

Huuuum, por isso a demora, espertinhos(pensa)

Gustavo: Vamos tentar de novo Paulinha, agora eu vou está mais perto de você, vamos viver esse amor.

Paulinha responde em forma de Beijos, um beijo calmo e apaixonado.

Silvânia resolve atrapalhar e brincar com a amiga e o irmão.

Sil: Por isso a demora né dona Paula Abelha (gargalha).

Paulinha e Gustavo cortam o beijo e se assustam.

Paulinha: Que jeito mais carinhoso de cortar um clima, dona Silvânia Aquino.

(Paula se vira para Sil e fica na frente de Gustavo e ele abraça ela por trás)

Sil: Podem continuar, agora se a delegada chegar e pegar a filha dela de roupão agarrada com meu irmão, acho que não vai pegar bem pra vocês...(brinca)

Paulinha joga uma almofada em Sil e tbm rir.

Paulinha: Ela tem razão, se mãe chega e pega eu assim e com você ela me mata, já volto.

Paulinha beija Gustavo e vai se arrumar.

Paulinha: Já que você cortou o clima e tá vestida, vai ficar com ele e deixa eu me arrumar.

Sil: Quem tomou a frente? (Ela gargalha ).

Paulinha: Sai Silvânia, ela joga o travesseiro.

Sil vai até Gustavo.

Sil: Até que fim tomou uma atitude, ou você pensava que ela era uma Silvânia da vida rsrs.

Gustavo: Já vem você, né?

Paulinha vem descendo.

Gustavo: humm, tá gata, como você mesma fala "Como não amar"

Paulinha: Huuuum, bom saber, agora vamos se não como sempre vamos nos atrasar.

Gustavo beija Paulinha, vai pra casa e as meninas seguem até a capital onde vai ser o show.

Depois de duas horas de viagem, elas chegam. Daniel e Bell já estavam na garagem do evento.

Paulinha: Chegamos na hora.

Daniel: Finalmente rsrsrs.

Daniel vai ao encontro de Silvânia e a Beija, um beijo demorado.

Paulinha: Pronto, começou o grude rsrs.

Sil: Abelhinha, fique quietinha aí, agora vou poder te atacar também rsrsrsrs.

Daniel: Agora vai poder atacar Paulinha também?

Sil: É Dan, Paulinha tá namorando e adivinha com quem?
Meu irmão (gargalha)

Daniel: bom saber, meu cunhado namorando essa louca rsrsrs.

Sil: Deixa ela Dan. Inclusive você vai conhecer ele, minha mãe e meu outro irmão, eles irão vir.

Daniel: Que bom, quero mesmo conhecer a familía da minha namorada.

Lúcio: Gente, o papo aí tá bom, mas vamos cuidar né, daqui a 1:00h o show começa.

Eles vão pra o camarim se arrumar. Já no horário, estavam todos prontos para subir no palco.

Sil: Dan eu tô muito nevorsa, eu sei que não é a primeira vez, mas é a minha estréia na banda e....(Daniel interrompe)

Daniel: Calma meu amor, você vai conseguir.

E finalmente o grande momento da banda subir ao palco chega e o momento mais esperado também, que é a estreia de Silvânia na banda.

Eles sobem no palco e os quatro cantam juntos, o público não parava de chamar por Silvânia, a música acaba e Daniel fala.

Daniel: Boooa noiteeee gentee.

Público: Boa noiteeee!

Daniel: Pelo que eu vi, não vou precisar apresentar a nova vocalista pra vocês né. Já estão doidos gritando pelo nome dela (risos) nem chegou direito e já quer roubar o público da gente, eu só não quero que vocês roubem ela de mim (ele gargalha, o público não entende direito, mas riem) bom, essa é Silvânia Aquino, a mais nova vocalista da banda, pode se apresentar minha cantora.

Sil: Boaaaaa noiiteee

Público: boaaaa noiteee!

Sil: Gente, ele é todo engraçado né? Bom pra quem não me conhece, eu sou Silvânia Aquino e a partir de agora faço parte dessa história maravilhosa, junto com meus amigos maravilhosos e do meu namorado.

O público fica curioso pra saber quem era o namorado dela.

Sil: Vamos cantar??

Eles começam a cantar

"A noite passa de vagar, estou aqui deitado e só. No tic-tac do relógio, me aqueço com o seu lençol. Gostaria de saber onde você está, Hoje a Noite, você não vai acabar...sozinha."

"Amor eu sempre estive sozinha, eu nunca me importei até lhe conhecer e agora você me escolhe,  como deixá-lo sozinho, como deixá-lo sozinhoo".

O público vai ao delírio com a química dos dois, e no final da música eles se beijam, o público fica completamente louco com a cena.

Sil: Ele é o meu namorado (risos).

Daniel: Por isso eu falei que não era pra vocês roubar ela de mim rsrsrs.

Sil: Vamos continuar minha gente.

Paulinha e Bell sobem no palco, Silvânia e Daniel comemora aos beijos e abraços.

Sil: Eu consegui meu amor, eu consegui.

(ela beija Daniel várias vezes).

Daniel: Parabéns meu amor, eu disse que você ia conseguir.

O show chega ao fim e todos da banda parabenizam o trabalho maravilhoso de Silvânia.

Lúcio: Parabéns Sil, tô satisfeito com sua estreia, agora vamos que amanhã a gente viaja.

Paulinha: Lúcio, conseguiu o hotel?

Lúcio: Sim Paulinha, os quartos já estão reservados, você e Sil ficam em um quarto, Bell e Daniel em outro.

Todos vão para o hotel, chegando lá, cada um foi para seus quartos.

Sil: Abelhinha, eu vou tomar banho e dormir, tô com uma enxaqueca chata.

Paulinha: Ok Sil, descansa, você merece.

Silvânia vai tomar banho e logo se arruma pra dormir. Paulinha foi jantar com o pessoal da banda.

Daniel: Paulinha, cadê Sil, não vem?

Paulinha: Ela tá com enxaqueca, preferiu ficar no quarto e descançar.

Daniel: Depois eu vou ver ela.

Logo depois do jantar, Paulinha volta ao quarto.

Daniel manda mensagem pra Paulinha.

Daniel: Paulinha, se Sil acordar me avisar, quero fica com ela um pouco.

Paulinha: Daniel, Sil tá em um sono pesado aqui rsrsrs, acho complicado ela acordar.

Daniel: Paulinha, faz um favor?

Paulinha: Fala

Daniel: Troca de quarto comigo, já combinei com Bell.

Paulinha: Daniel, não inventa, alguém da banda pode pegar, principalmente Lúcio.

Daniel: Vai Paulinha, ajuda.

Paulinha: Tá! vem logo.

Eles trocam de quarto e uma hora depois Silvânia acaba acordando e dá de cara com Daniel no seu quarto.

Sil: Daniel o que você tá fazendo aqui? cadê Paulinha?

Daniel: Eu troquei de quarto com ela, relaxa ninguém viu, agora deixa eu cuidar de você.

Daniel começa a beijar Sil, ela retribui, Daniel vai intensificando o beijo. Ele começa a apertar as pernas de Sil, vai subindo sua camisola, Sil já imaginava o que ele queria.

Sil: Dan, não agora, aqui não, ela ofegava.

Daniel: Só tá nós dois aqui, ele fala ofegante.

Sil: Não, Daniel eu tô com enxaqueca (ela mente).

Daniel: Deixa de ser chata.

Daniel sai de cima dela.

Daniel: chata, vou embora, já que não quer namorar.

Silvânia não deixa Daniel ir e puxa ele pra cima dela, ela beija ele, um beijo ardente e apaixonante. Daniel vai tirando a camisola dela, ele beija a boca dela e vai descendo até o pescoço, ele volta para a boca e apertando os seios dela. Sil  começa a perder a noção, Daniel vai descendo, até que ele chega na íntimidade dela, quando ele vai tirando sua calcinha. Sil manda Daniel parar.

Sil: Para Dan, eu não quero, para.

ela fala tentando tirar ele.

Daniel: Porra Silvânia, você sempre cortando o clima, quem não quer mais sou eu, vou embora.

Sil: Calma Dan, eu só não quero agora, não assim,  eu tenho medo, vergonha... (fala com a cabeça baixa).

Daniel: Medo de quê? só tá nós dois aqui, ninguém vai entrar.

Sil: Dan, eu sou virgem (fala envergonhada).

Daniel trava e fica surpreso.

Daniel: Eu não sabia amor, se eu soubesse não tentava dessa forma, desculpa.

Sil: A culpa não é sua, Dan, eu que travei, senti medo, acho que não tô preparada pra ser sua agora. Eu quero com calma e ser sua por completa, por inteira ela beija Daniel.

Daniel: Ok amor, respeito seu momento, vou esperar o tempo certo, agora vamos dormir.

Sil: Amor, volta pro  seu quarto, se alguém te pegar saindo daqui, estamos frito, vamos pegar multa.

Daniel: Eles já devem está dormindo, não vou acordar eles, vem, a gente só vai dormir.

Eles se deitam e ficam fazendo carinho um no outro, até que acabam adormecendo.


Notas Finais


Virgem....


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...