História Nascemos Um Pro Outro ( A Lua e o Mar) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias 12012
Tags Aquino/diau, Daniel, Siau, Sil
Exibições 22
Palavras 809
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Capítulo 15


Já no quarto, Paulinha e Silvânia conversam.

Paulinha: Mulher, onde você foi comprar essa comida em? demorou demais, tava fazendo?.

Sil: A comida tava no quarto de Daniel, eu tava sendo.
(ironiza e da uma gargalhada).

Paulinha: E tinha comida lá? Sendo o quê?
(Pergunta confusa)

Sil: Deixa de ser tapada Paulinha, a comida era eu mesma.

Paulinha: Ridícula (gargalha) Não vai me dizer que...

Sil: Foi isso mesmo, perdi a virgindade com Daniel.

Paulinha: Que loucura, adoooroo.

Sil: Ele acabou comigo, e adivinha, eu não tendo o que fazer, mandei ele ir mais rápido
(as duas gargalham).

Paulinha: Silvânia sua loucaa.

Sil: Como a pessoa tá transando pela primeira vez e manda o parceiro ir mais rápido...
(risos ).

Paulinha: porque gostou Ué, agora deixa de ser escrota e para de contar os detalhes da sua transa com Daniel.

Sil: Ainn abelhinha, foi maravilhoso, que homem é aquele (fala toda boba) eu quero mais.

Silvânia cai na cama e Paulinha joga o travesseiro nela.

Paulinha: Se  já estava apaixonada antes do "pepino Diau" agora que sentiu, tá aí viajando (gargalha).

Sil: A ridícula agora foi você.

Paulinha: Será que ele gostou dessa sua pepekinha?  (Gargalhou mais uma vez).

Sil: Paulinha, já ta passando dos límites (risos) acho que sim, ele chupou com tanto prazer, que eu pedia mais ( gargalha ).

Paulinha: Tá vendo, você que dá cabimento a mim rsrsrs. Credo Sil, vocês tem um fogo.

Sil: Já chega, já falei demais, a sorte que você é minha amiga e é a única que vai saber detalhes, agora vamos cuidar.

Elas termina de se arrumar e ficam na Recepção esperando o restante do pessoal, Daniel e Bell descem, Daniel Abraça Sil por trás e Beija o pescoço dela.

Lúcio: Estão todos aqui né? vamos direto para o local do show.

Todos entram no ônibus e meia hora depois eles chegam ao local do show, os vocalista tem muita dificuldade para entrar no local (por conta dos fãs) enfim conseguem e todos seguem para seus camarins, Daniel termina de se arrumar e vai ao camarim feminino, ele bate na porta.

Paulinha: Deve ser a enjoada da produtora, não gosto dessa mulherzinha (ela revira os olhos).

Paulinha: Já? desgruda adesivo rsrs.

Daniel: Posso entrar?

Paulinha: poder, pode, agora se o patrãozinho pegar rsrs, tá os três lascados.

Daniel vai até Sil e dá vários selinhos nela.

Sil: Amor aqui não, vai embora, depois do show a gente  aproveita.

Daniel: Vou falar com Lúcio, pra trocar de quarto com Paulinha, não quero ficar assim não, preciso do seu cheiro perto de mim 24 horas.

Sil: Fale agora, vai Dan.

Paulinha: Ain que fofo, Daniel deixa pra babá depois, agora vai embora, antes que aquela sem graça venha aqui.

Daniel: Duas chatas, até daqui a pouco.

O show começa, o público vai ao delírio, canta, grita, chora. Assim que o show termina, eles seguem direto para o ônibus. Eles tem um momento de diversão. Paulinha brinca com Silvânia.

Paulinha: Oh Aquino, aquele Pepino tava bom?

Silvânia entende a piada de Paulinha e responde.

Sil: Tava uma delícia... (gargalha).
 
Daniel: Vocês duas e essa coisa de conversarem por códigos..
Silvânia sorri e muda de assunto.

Sil: Não vejo a hora de voltar pra casa e curtir mais você, ela faz dengo.

Daniel: Eu também amor, mas vem cá, você pretende continuar morando com Paulinha?

Sil: Claro amor, tá muito cedo pra nós dois morar juntos.

Daniel: Que besteira amor, você ainda tá nesse tempo?

Sil: Claro que sim, agora vamos.

A banda chega no hotel e Daniel vai falar com Lúcio sobre a troca de quartos.

Daniel: Lúcio, eu queria um favor seu, será que você poderia fazer a troca de quartos, já que eu e Sil somos namorados, eu queria ficar com ela.

Lúcio: Pode, só não vão poder trocar nessa viagem, na próxima eu providencio, ok.

Daniel: Tudo bem, obrigado!

Daniel vai até o quarto de Silvânia e Paulinha. Ficam os três conversando.

Daniel: Paulinha, já que você brinca tanto com a gente, fala como está sendo namorar meu cunhado.

Paulinha: Nem venha, vou falar nada não, só devo satisfação a minha cunhadinha aí.

Sil: Então trate de falar rsrs.

Paulinha: Só quando estiver somente nós duas, dona Silvânia.

Os três ficam no momento de distração até tarde, logo depois, Daniel volta para o seu quarto.

Sil: Abelhinha, se você não correr agora desse quarto, eu vou te matar.

Paulinha: Pois me mate, o quarto também é meu e eu não falei nenhuma mentira (gargalha)
só  perguntei se o pepino tava bom, e você teve a cara de pau pra responder que tava uma delícia rsrsrs.

Sil: Você ainda me paga dona abelha, me paga rsrs, agora vamos dormir, tô cansada.

Paulinha: Vamos sim Dona Pepino ( gargalha ).

Silvânia joga o travesseiro no rosto de Paulinha. Logo depois elas adormecem.


Notas Finais


Pepino... kkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...