História Nascidos na Máfia - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Gaston, Luna Valente, Matteo, Nico, Nina, Personagens Originais, Simón, Tino
Tags Gastina, Lutteo, Máfia, Simbar, Sou Luna
Visualizações 133
Palavras 849
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Ele só quer controlá-la.


— Não é? 

Sua expressão endureceu e ele se endireitou, parecendo muito mais alto. Lamentei as minhas palavras, mesmo que fossem verdadeiras. — Eu queria discutir com você sobre a sua proteção, — ele disse em uma voz sem emoção, formal. — Uma vez que você entrar em minha mansão, após o casamento, Cesare e Gaston serão responsáveis pela sua segurança. Mas eu quero Gaston ao seu lado até então.

— Eu tenho Tino, — eu protestei, mas ele balançou a cabeça. — Aparentemente, ele está fazendo muitas paradas para ir ao banheiro. Gaston não vai sair do seu lado a partir de agora.

 — Será que ele vai ficar me assistindo tomar banho também?

— Se eu quiser, sim.

Eu levantei meu queixo, tentando aplacar minha raiva. — Você deixaria outro homem me ver nua? Você deve realmente confiar que Gaston não tiraria proveito da situação.

 Os olhos de Simon brilharam. — Gaston é leal. — Ele se inclinou para perto. — Não se preocupe, eu vou ser o único homem a vê-la nua. Mal posso esperar. — Seus olhos viajaram sobre o meu corpo.

 Cruzei os braços sobre o peito e desviei o olhar. — E quanto a Nina? Ela e Luna compartilham esta suíte comigo. Você viu como Nina pode ser. Ela vai flertar com Gaston. Ela fará de tudo para tirar ele do sério. Ela não percebe o que pode conseguir com isso. Eu preciso ter certeza que ela vai estar segura.

— Gaston não vai tocar na sua irmã. NIna está brincando. Ela é uma menina. Gaston gosta de mulheres experientes e dispostas.

— E você não? — eu quase perguntei, mas engoli as palavras e acenei com a cabeça em vez disso. Meus olhos dispararam em direção à cama. Ela era uma lembrança terrível do que aconteceria em breve.

— Tem mais uma coisa. Você está tomando pílula?

Eu fiquei branca enquanto olhava pra ele. — Claro que não.

Simon me examinou com calma inquietante. — Sua mãe poderia ter feito você tomar, como uma preparação para o casamento.

Eu tinha certeza que ia ter um colapso nervoso a qualquer momento. — Minha mãe nunca faria isso. Ela não fala comigo sobre essas coisas.

Simon levantou uma sobrancelha. — Mas você sabe o que acontece entre um homem e uma mulher em sua noite de núpcias?

Ele estava zombando de mim, o bastardo. — Eu sei o que acontece entre os casais normais. No nosso caso, acho que a palavra que você está procurando é estupro.

Os olhos de Simon brilharam com emoção. — Eu quero que você comece a tomar pílula. — Ele me entregou um pequeno pacote. Era o controle de natalidade.

— Eu não preciso ver um médico antes de eu começar a tomar isso?

— Nós temos um médico que está trabalhando para a Família por décadas. Isso foi receitado por ele. Você precisa começar a tomar imediatamente. Demora 48 horas para elas começarem a fazer efeito.

Eu não podia acreditar nele. Ele parecia realmente ansioso para dormir comigo. Meu estômago se apertou. — E se eu não tomar?

Simon deu de ombros. — Então eu vou usar um preservativo. De qualquer forma, na nossa noite de núpcias você será minha.

Ele abriu a porta e fez um gesto para eu sair. Como se estivesse em transe, eu entrei na sala de estar da suíte. Eu não tinha a intenção de deixá-lo com raiva, mas agora era tarde demais. Provavelmente não seria a última vez, de qualquer maneira.

Tino estava ao lado de Luna e Nina, parecendo irritado. Ele franziu a testa para Simon. — O que você está fazendo aqui?

— Você deveria prestar mais atenção no futuro e manter suas pequenas folgas e intervalos menores, — Simon disse a ele.

— Eu saí por apenas alguns minutos e havia guardas em frente às outras portas.

Luna sorriu. Os olhos de Matteo estavam presos nela. — O que você está olhando? — Ela retrucou.

Matteo se inclinou para frente. — Seu corpo gostoso.

— Então continue olhando. — Ela deu de ombros. — Porque isso é tudo o que você chegar a ver do meu corpo gostoso.

— Pare com isso, — Tino advertiu. Eu não estava olhando para ele, mas para Matteo, que tinha uma expressão calculista no rosto.

— Gaston vai assumir sua segurança até o casamento, — disse Simon. Tino abriu a boca, mas Simon levantou a mão. — Está decidido. — Ele se virou para Gaston, que se ajeitou rapidamente. Eles caminharam alguns passos para longe de nós. Luna se pressionou contra mim. — O que ele quer dizer?

— Gaston é o meu novo guarda-costas.

— Ele só quer controlá-la. 

— Shhh. — Eu estava observando Simon e Gaston. Depois de um momento Gaston olhou para Nina, então balançou a cabeça e disse algo. Eles finalmente se voltaram para nós.

— Gaston vai ficar com você, — disse Simon simplesmente. Ele estava frio desde que eu o chamei de monstro.

— E o que eu devo fazer? — Perguntou Tino.

— Você pode cuidar da porta.

— Ou você pode participar da despedida de solteiro, — Matteo sugeriu.

— Eu não estou interessado, — disse Tino.

Simon deu de ombros. — Faça como quiser. Scuderi está vindo com a gente.

Meu pai iria com eles? Eu não queria nem saber o que eles iam fazer.

Simon virou-se para mim. — Lembre-se do que eu disse. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...