História NASH - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Nash Grier
Tags Justin Bieber, Nash, Sonhos
Exibições 47
Palavras 1.024
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Mistério, Saga, Sobrenatural, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - ¤》5《¤


Acordo no dia seguinte mais cedo que o normal, eu estava sentindo alguma coisa, porém eu não sabia o que era.

- Bom dia, Jane! - faço carinho em Jane.

Me levanto e vou ao banheiro, tomo um banho relaxante, visto o uniforme do colégio, arrumo o cabelo e faço uma maquiagem fraca. Pego minha bolsa e desço, quando chego na cozinha encontro Lucy.

- Ah... - ele me olha com aquela cara de cú dela. - Bom dia, filha da empregada!

- Bom dia, filha de chifruda! - dou meu melhor sorriso.

Ela sai pisando duro, acho que posso lidar com ela. Só sei que não vou deixar ela pisar em mim!

Tomo meu café da manhã e vou pra escola. Eu estava tão feliz com o meu carro! Eu sei que o Steven me deu o carro apenas para me agradar, querendo comprar minha alegria, mas eu precisava do carro.

Chego no colégio e vejo que todos estão agitados. O que que tá acontecendo?

- Olha ela!  - James me abraça. - Carro novo!

- E aí?  - rio.  - O que está acontecendo?

- Um velho amigo está voltando... - James me solta e olha para as pessoas.

- Um velho amigo que está causando essa bagunça? - pergunto.

- Sim, ele é idolatrado aqui no colégio! Afinal foi o único que aguentou a sua irmã! 

- Espera, o namorado da Lucy?

- Pra ela, eles namoram! Já pra ele... - James da os ombros. - Vamos?

- Vamos. - acompanho James.

Ao chegar na sala encontramos com Sean e Mike.   

- Olá, Miss Califórnia!  - Mike brinca.

- Olá!  - respondo sorrindo. - Oi Sean!

- Oi gata! - reviro os olhos.

Me sento ao lado de Mike e os outros se sentam atrás de nós. O professor entra e começa sua aula,  eu não estava prestando atenção em tudo menos na aula.  Olho em volta e vejo Lucy, ela me olha feio e se volta para sua amiga. Essa garota já tá me enchendo!

O tempo passa e o sinal toca avisando o intervalo, eu estava com fome e não era pouca! Vou para fila e aguardo minha vez, tenho a ligeira impressão de está sendo observada, mas não ligo. Deve ser paranóia minha! Pego meu lanche e vou até a mesa onde os meninos estão, no caminho um dos jogadores de futebol põe o pé na frente e acabo jogando a comida em Lucy. Fudeu!

- Desculpa!  - todos estão em silêncio mas os meninos estão rindo, aos poucos todos começam a ri.

- Sua vaca! - Lucy vem pra cima de mim.

Ela tenta me bater, mas não consegue. Caímos no chão e ela fica por cima de mim e começa a me arranha, vejo que um professor vem e deixo ela me bater. Vamos ver quem vai se ferrar!

- O que está acontecendo?! Separem as duas! - o professor fala e dois jogadores de futebol nos afastam.

- Foi ela que começou!  - Lucy grita.

- Não quero saber quem começou! As duas pra diretoria! - o professor fala.

Lucy tenta me atacar novamente, mas é impedida por James que praticamente brota.

- Andem logo!

Sigo o professor e em poucos minutos estamos na sala do diretor.

- O que houve? - o diretor olha para Lucy e depois para mim.

- As duas estavam brigando no refeitório. - o professor diz.

- Ela começou primeiro!  - Lucy me acusa.

- Eu não fiz nada! - me defendo.

- Sentem! - me sento e logo depois Lucy se senta.  - Eu já chamei o pai de vocês, provavelmente ele já está vindo! Enquanto isso senhorita O'Neil vá a enfermaria!

- Ok! - me levanto e Lucy me olha com a cara de bunda dela.

- Vaca! - ela fala.

- Vai se ferrar! - respondo.

- Mais respeito senhoritas! - o diretor nos repreende.

Reviro os olhos e saio da sala, eu não sabia muito bem onde ela a enfermaria e o colégio era enorme. Vejo um garoto encostado na parede perto da sala de química, resolvo pergunta pra ele.

- Com licença! 

- Toda. - ele usa um capuz que cobre metade do rosto, mas da pra ver seu sorriso.

- Eh... Você sabe dizer onde fica a enfermaria? - pergunto e ele tira um cigarro e acende.

- No fim do corredor.  - ele traga.

- Obrigado!  - passo por ele.

- Foi inteligente! Deixa Lucy te bater, no fim ela que que se fode. - ele ri fraco.

-  Ela merece. - digo e me volto para o garoto misterioso.

- Esta certa, Pérola! - ele olha para mim e consigo ver seus olhos, azuis como o mar, profundo e sombrio.

Ele é o cara do meu sonho!

- Como sabe meu nome? Quem é você? - pergunto, ele desencosta da parede e se aproxima.

- É segredo! - ele sussurra no pé do meu ouvido.

Ele se afasta e vai embora, meu coração parecia que ia sair! Ah, meu Deus!

- Ei!  - olho para trás e vejo a enfermeira.

- Oi, o diretor me mandou para enfermaria mas me perdi! - falo, ela me olha um pouco desconfiada.

- Ok, vem! - ela cede.

Sigo ela até a enfermaria, ela cuida dos meus arranhões e depois me libera. Volto para sala do diretor e vejo que Steven já chegou.

- Sente-se! - o diretor manda e me sento. - Senhorita O'Neil, dê a sua versão da história, por favor!

Explico tudo ao diretor, que um dos jogadores de futebol pós o pé na minha frente e que sem querer derramei a bandeja em Lucy. O diretor acaba acreditando e como o cara do sonho tinha previsto, Lucy se ferrou. O diretor acaba me liberando.

- Pode ir para casa! - o diretor fala e todos nós nos levantamos.  - Só a senhorita O'Neil!

Steven e Lucy se sentam novamente e saio da sala. Vou atrás de James, ele ficou com as minhas coisas na confusão. Encontro ele do lado de fora do refeitório pego minhas coisas e vou embora.


Notas Finais


Desculpem meus erros!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...