História Natureza Selvagem (Interativa) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Aquarius, Aries, Bickslow, Cana Alberona, Câncer, Capricórnio, Carla (Charle), Crux (Kurukkusu), Doranbolt, Droy, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Evergreen, Freed Justine, Frosch, Gajeel Redfox, Gemini, Gildartz, Gray Fullbuster, Happy, Hibiki Lates, Horologium, Ichiya Vandalay Kotobuki, Jellal Fernandes, Jet, Jura Neekis, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Lector, Leon, Levy McGarden, Libra, Lisanna Strauss, Loki, Lucy Heartfilia, Lyon Vastia, Lyra, Macao Conbolt, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Mirajane Strauss, Mystogan, Nab Lasaro, Natsu Dragneel, Nikora "Plue", Orga Nanagear, Pantherlily, Personagens Originais, Pisces, Rogue Cheney, Romeo Conbolt, Rufus Lore, Scorpio, Sting Eucliffe, Taurus, Ultear Milkovich, Virgo, Warren Rocko, Wendy Marvell, Yukino Aguria, Zeref
Tags Graylu, Interativa, Lalu, Rolu, Stincy, Zerlu
Exibições 67
Palavras 1.252
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Ecchi, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Capítulo 1


Ouvi a escuridão me chamar e apenas senti que seria levada junto com a correnteza.

Abri os olhos e me deparei com grandes orbes vermelhas me encarando. Não me assustei, não gritei. Não é a primeira vez que acontece. A luz suave no quarto indicava que ainda não havia amanhecido.

-O que você veio fazer aqui, Zeref?-perguntei temendo a resposta.

-Vim buscar o que é meu.-ele respondeu me encarando ferozmente.

-Não! Você disse que eu ainda tinha mais três semanas!-comecei a me desesperar.

-Mudei de ideia, agora vamos.- Disse agarrando meu braço.

-Espere, deixe-me fazer uma coisa antes!-disse tentando conter as lágrimas.

Quebra de tempo, 18 horas depois.

Erza on

Caramba, estou com saudades do pessoal! Minha missão classe SS demorou ainda mais do que previ...

O trem parou e eu, com um pouco de dificuldade, retirei toda a minha bagagem de lá e fui empurrando. Passei na casa de Lucy e estranhamente encontrei tudo bagunçado, e em cima do peitoril da janela, havia um envelope destinado à guilda. Guardei com segurança no sutiã e fui correndo até a guilda, largando tudo na casa da loira.

Será que algo aconteceu?

Chutei a porta da guilda com tamanha força que elas se desprenderam da dobradiça de sairam voando.

-Okaeri, Erza-sa...-dizia Mira.

-Onde está Lucy?-perguntei desesperada.

-Não sei, não a vi hoje por que?-perguntou se preocupando.

Tirei a carta dos peitos e mostrei o destinatário.

-Oh meu deus, será que algo aconteceu?-perguntou aflita.

Olhei em volta e vi que toda a guilda estava presente, até mesmo Laxus e Rainjinshuu e Guildarts.

-Mira, vá chamar o mestre. Lerei a carta de Lucy para nós.-disse Erza tremendo.

Autor On

Todos se fizeram presentes e sentaram nas mesas em volta do palco. Para prestarem mais atenção, Erza apagou as luzes e deixou apenas uma no centro do palco, onde leria a misteriosa carta.

-Minna, sei que devem estar curiosos quanto a minha missão, mas agora não é hora para isso. Passei na casa de Lucy antes de vir para cá e achei isso.- disse Erza ao microfone.

-O que é isso?

-Leia!

-Fiquem quietos e prestem atenção, nem eu sei o que ela quer dizer.- falou Erza.

Vagarosamente, abriu o envelope e puxou um pergaminho.

Carta on

"À Fairy Tail,

Eu até poderia ficar enrolando vocês, mas vou direto ao ponto: Há alguns meses, comecei a sentir uma energia maligna dentro de mim, que veio a se manifestar de pouco a pouco. Fiz coisas horríveis e impensáveis que gostaria de esquecer. Não contei a ninguém pois não queria preocupá-los, mas agora posso ter certeza em afirmar que deveria ter pedido ajuda antes. A energia me consumiu e eu simplesmente parei de ser eu. Com sangue nas mãos e ódio no olhar, virei outra pessoa. Não me orgulho disso, não sinto felicidade ao lembrar de algo que fiz. Para o bem de todos resolvi dar um tempo a mim mesma e me afastar da guilda. ~Neste momento Erza não consgue terminar de ler pois começa a chorar, e então Wendy toma seu lugar~ Espero que entendam que estou fazendo isso pelo bem de vocês. Não me procurem, pois não quero ser encontrada. Não se desesperem, pois voltarei. Não chorem, pois a vida continua. Não me matem, pois minha vida já teve fim. Continuem sendo essa grande família unida que são hoje. A cada um de vocês, deixo uma carta de despedida que será encontrada na hora certa e um presente. Eu amo vocês incondicionalmente.

Adeus,

Lucy Heartfilia.

Tudo ficou em silêncio por vários instantes até que todos começam a chorar e clamar pela loira.

-O que faremos, mestre?-perguntou Carla enxugando o rosto.

-Temos que respeitar a decisão dela e não segui-la....A quem estou enganando? VAMOS ATRÁS DELA AGORA!- disse Makarov chorando.

A porta da guilda implodiu e uma maré de magos lavou a cidade toda atrás de Lucy.

Natsu e Gray correram para o apartamento da loira e o encontraram completamente vazio, sem móveis e sem nada. Foram falar com a proprietária, mas a mesma afirmou que nunca alugou nada para nenhuma Lucy Heartfilia.

Laxus procurava na floresta, onde achou um pequeno resquício do cheiro dela.

Ele seguiu o cheiro até uma parte onde a densa floresta se abria e dava para um precipício, mas ele não estava sozinho. Na borda do penhasco, haviam duas figuras encapuzadas de costas para ele de mãos dadas.

-Lucy..?-sussurrou Laxus.

A figura da esquerda virou a cabeça para o lado e lançou um último olhar à Laxus, seus olhos castanhos marejados. E dando um passo juntamente ao outro ser, caiu no abismo profundo.

-LUCY!-Berrou Laxus correndo para frente e se abaixando na borda do abismo.

A centenas de metros para baixo, ele podia ver duas figuras abraçadas caindo em alta velocidade.

Laxus ficou sem reação por alguns instantes, até que reuniu energia e se jogou também, mas se transformou num ágil raio que atingiu o solo em questão de segundos. Sem sinal dos corpos de Lucy e do desconhecido. Nem mesmo o cheiro restou... Estranho.

Procurei e procurei e nada, até que recebi um alerta vermelho via lácrima.

Me teleportei novamente para a guilda e esperei dizerem algo.

-Minna, algo está muito errado! Eu e Natsu fomos ao apartamento da Lucy e não encontramos nada lá! Depois fomos perguntar a velha esquisita e ela disse que nunca alugou nada para nenhuma Lucy!- revelou Gray.

-Sim! E eu e Wendy fomos perguntar aos pescadores se a viram e eles disseram que nunca nem ouviram falar de Lucy Heartfilia.- disse Cana.

-E mais! Contatei as outras guildas sobre o sumiço de Lucy e todos perguntaram quem seria essa tal de Lucy e por que estávamos tão preocupados.- disse Warren.

Neste momento eu resolvi falar o que vi.

-Minna, eu... encontrei a Lucy.- falei.

Todos congelaram em seus lugares e viraram suas cabeças em minha direção.

-ONDE ELA ESTÁ?

-POR QUE NÃO FALOU ANTES?

-RESPONDA!

- CALADOS!- Berrei lançando raios.- Eu fui para floresta e senti o cheiro dela bem de leve, fui seguindo seu rastro e acabei encontrando ela e mais uma pessoa, na beira de um precipício. Ela olhou para mim e no instante seguinte se jogou junto com a outra pessoa. Me atirei logo depois, mas quando estava no chão, não encontrei sinais de Lucy nem de quem estava acompanhada, muito menos o cheiro.

Neste instante todos começaram a sugerir várias e várias coisas bem malucas como a hipótese do Happy: " Ela só pode ter sido abduzida por peixes-montanheses gigantes!"

Mas eu não consegui prestar atenção em nada do que falavam pois minha mente estava muito longe dali, pensando na loira pela qual eu vim escondendo meus sentimentos.

***

5 dias depois, em uma galáxia longínqua. Norma.

Duas figuras encapuzadas caíram de um vórtice vermelho. A garota loira começou a tossir e então o outro a ajudou.

-Onde estamos?-perguntou a loira.

-Estamos em Norma, planeta dos generais. - respondeu o moreno olhando o em volta.

A garota se levantou e sacudiu a roupa para dar uma limpada. Viu onde se encontrava e pensou consigo mesma que aquele lugar era pelo menos 100x mais bonito que o mundo celestial.

-Uau!-disse encantada.

-Bonito não?- perguntou o moreno.

-Maravilhoso!-respondeu babando.- Mas o que viemos fazer aqui?

-Sirvo uma pessoa que quer muito conhecer a grande Lucy Heartfilia.-disse o moreno.

-Como assim? À quem Zeref serve? Por quê quer me conhecer?-perguntou Lucy.

-É melhor que ele mesmo te responda!- e dizendo isso, Zeref sumiu num vórtice de energia.

Lucy bufou e ficou olhando em volta, na tentativa de achar algo que conhecia.

Teve a sensação de que estava sendo observada e procurou em todos os cantos, mas quando olhou para cima, viu uma figura de armadura preta com capa dourada flutuando sobre si. O homem pousou em sua frente e disse com sua voz grave, antiga e poderosa:

-Eu sou Caos, criador do universo. Vim lhe fazer uma proposta, cara Lucy...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...