História Naughty Desire - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mamamoo
Personagens Moonbyul, Solar
Tags Mamamoo, Moonbyul, Moonsun, Solar, Yongsun
Visualizações 161
Palavras 3.268
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Orange, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yuri
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HEEEEYY ⊙-⊙/

Quando não tenho nada pra fazer, escrevo o que me vem na mente, então provavelmente terão mais hots :V


Confesso que me empolguei um pouco, perdão .-. (ou não, depende do ponto de vista :V)

BOA LEITURA 👍🌚

Capítulo 1 - Capítulo Único


Com o celular nas mãos e os olhos vidrados na tela, Moonbyul fingia que tudo estava sobre controle dentro de si. Porém, apenas ela sabia o que estava se passando em sua mente naquele exato momento.

Mais uma vez. Mais uma vez que ela e Yongsun eram colegas de quarto numa viagem. Em seus olhos, a cada dia era mais e mais difícil de se controlar perto dela. Estava se tornando algo incontrolável.

O que elas eram? Nem mesmo Byulyi sabia responder. Eram amigas, mas também podiam se considerar algo como "amigas que se amam mais do que amigas." Os selinhos que trocavam eram frequentes, abraços e flertes mal se contavam. Saber quantas vezes que haviam dormido na mesma cama era praticamente impossível.

Entretanto, mesmo com tudo isso, seu relacionamento era indefinido. Não por falta de vontade, mas por falta de coragem. Ambas sabiam que se amavam, tinham total certeza disso. Não haviam dúvidas para nenhuma das duas, mas lhe faltavam atitude.

E se nenhuma das duas tomasse uma decisão rápida, nada mudaria.


Quando viu Yongsun saindo do banheiro apenas enrolada numa toalha, o corpo inteiro de Byulyi instantaneamente se tornou duro como pedra. A boca estreaberta e as bochechas rosadas entregavam sua vergonha, mesmo que em sua mente seus pensamentos fossem os mais sujos possíveis. 

"Você se importa?" A mais velha perguntou com a voz baixa, claramente tentando segurar um sorriso entre os lábios.

"N-Não, fique a vontade." Respondeu rápido, se virando imediatamente para dar um pouco de privacidade para a amiga. 

Mesmo que seu corpo estivesse de costas, sua mente conseguia quase que claramente ver todas as curvas de Yongsun. Ambas já haviam se visto sem roupa alguma, não tinham tempo para frescuras quando uma multidão de pessoas as esperavam; porém, não era a mesma coisa.

Dessa vez estavam sozinhas. Nem WheeIn ou Hyejin estavam com elas. Estavam a sós. 

O que piorava a situação de Byulyi era que ela lutava contra si mesma para não olhar, mas cedeu a uma curta espiada pelo canto dos olhos.

Ela não sabia o por quê, mas Yongsun estava mais provocativa do que nunca. Estava completamente nua, com as costas viradas e sem nada a cobrindo. Exposta e indefesa.

Até parece que é uma pobre ovelha esperando para ser devorada pelo lobo, a loira pensou, mordendo os próprios lábios ao observar detalhadamente cada extremidade que tinha a chance de ver. Adoraria deixar algumas marcas nessa bunda gostosa. Balançou a cabeça em negação, numa tentativa falha de limpar os pensamentos impuros que insistiam em aparecer.

"Byul, sabe onde eu deixei meu pijama?" Ela foi retirada de seus pensamentos ao ver Yongsun virando minimamente seu rosto, apenas para poder olhá-la enquanto amarrava a toalha em seu corpo.

"N-Não, não vi...." A loira tentou disfarçar, coçando os cabelos e desviando o foco. "Você não levou para o banheiro?"

"Não, não tem nada lá." Num piscar de olhos, se sentou ao lado de Byulyi, sem se importar se estava nua ou não. "Me empresta um seu?"

"C-Claro...claro. Espera só um momento." Imediatamente se levantou e procurou sua mala, fazendo o possível para não fazer contato visual com a outra. "Pode ser ess-" Uma mão dedilhava seu ombro, algo que a fez gelar no mesmo momento. Estava sem coragem alguma para se virar, mesmo que quisesse. 

"Não precisa mais..." A voz lenta de Yongsun foi ouvida em seu ouvido, o que a fez se arrepiar por inteira. 

"Yongsun...?" A rapper perguntou com a voz trêmula, sem se virar ainda. Seu ombro foi abandonado logo em seguida, percebendo que a presença atrás de si também havia desaparecido.

Por um instante, sentiu seu corpo relaxar, mas quando se virou, o nervosismo voltou a lhe percorrer por completo.

"Por que não se senta aqui comigo, Byulie?" Yongsun perguntou com a voz mais sedutora que já havia mostrado, batendo na cama com calma. A outra engoliu em seco e se aproximou receosa, mas se sentou um pouco distante da mais velha. A última mostrou um sorriso de canto e apoiou o queixo na mão, olhando para a maior com a cabeça um pouco virada. "Você fica fofa quando está envergonhada."

A mais nova abriu os lábios para responder, porém não conseguiu quando notou o quão perto a líder estava. Seus olhos apenas conseguiam se concentrar nos grandes e esbeltos seios da mesma, que estavam quase totalmente expostos.

"Quer tocá-los?" A voz baixa da morena chegou aos seus ouvidos, mais erótica do que nunca. Lentamente, dessamarrou o nó que prendia o pano, sendo ouvido o barulho pesado da toalha caindo no chão. 

Os olhos da mais nova se arregalaram ao ter o corpo da líder exposto para si, revezando seu olhar para o rosto da mesma e para suas extremidades.

"Eu..." Um rubor subiu pelas suas bochechas com tal pergunta, mas é claro que Yongsun já sabia a resposta. A mão da menor se deslocou até a da outra, colocando-a em cima do próprio seio em seguida. Um suspiro leve deixou a boca de Byulyi, porém ela não protestou.

"Estão duros?" perguntou com o mesmo tom anterior, recebendo um aceno tímido da loira. 

"Estão...gelados." Finalmente Moonbyul se pronunciou, subindo o olhar para a amiga. 

"Gostaria de alguém para esquentá-los..." A voz desapareceu da garganta da mais nova, enquanto sentia seu peito ser massacrado pelas batidas do próprio coração. 

Num piscar de olhos, a rapper empurrou a outra garota de encontro com a cama, se colocando sobre seu corpo logo em seguida. Estava nervosa, mas acima de tudo, ansiosa. Finalmente aquele momento havia chegado; um momento que ela nunca imaginou que viveria.

Uma risada doce escapou dos lábios de Yongsun, puxando a outra pela nuca. Um breve beijo foi deixado em sua boca, para depois suas testas serem coladas e seus lábios se tocarem superficialmente. Moonbyul sentia que sua sanidade estava quase sumindo por completo; não saberia o quanto sua paciência ainda a impediria.

As mãos da mais velha escorregaram até o zíper de Byulyi, o abaixando com um sorriso pervertido de canto. A mais nova entendeu o recado e se afastou para retirar a calça e sua roupa íntima de uma vez só, puxando a camiseta também e ficando no mesmo estado de Yongsun.

Com as roupas esquecidas no chão do quarto, as duas iniciaram um beijo lento e carinhoso, que logo foi se tornando mais afoito. A língua de Moonbyul pediu passagem para a da morena, que imediatamente cedeu e correspondeu. 

As mãos da mais velha se revezavam nas costas e nádegas da rapper, a apertando como bem quisesse e quando quisesse.
Enquanto uma das mãos da mais nova acariciavam as bochechas da menor, a outra desceu até um dos seios da mesma, o tocando com mais brutalidade dessa vez. Os mamilos endurecidos eram apertados com força, fazendo com que a dona arfasse sobre o beijo. A menor decidiu fazer o mesmo, mudando seu objetivo e encontrando os modestos seios de Moonbyul entre as mãos.

Com um suspiro sutil, a mais nova se separou do beijo e olhou no fundo dos olhos castanhos na sua frente, colocando a mão livre no outro seio. Observou com cuidado as reações que Yongsun lhe mostrava, se excitando ainda mais apenas com as expressões safadas que recebia.

Seu rosto desceu até os seios da última sem aviso, abocanhando um deles rapidamente. Um murmúrio saiu dos lábios da mais velha, mas ainda não era o que Byulyi gostaria de ouvir. A língua deslizava de forma libidinosa naquela extensão, sentindo o gosto adocicado no corpo da garota. Mordicou o mamilo com leveza, tomando cuidado para não machucar a morena, que instantaneamente deixou um gemido baixo fugir.

"Estão quentes agora...?" Uma risada abafada foi ouvida vindo de Moonbyul, que se mostrava claramente feliz em ouvir aquilo. As mordidas e chupões continuaram, até quando a mais nova achou que já era o bastante e fez o mesmo com o seio direito, se deliciando mais uma vez, revezando sua boca entre os dois.

"U-Uhum..." Os gemidos ainda eram contidos e baixos, difíceis de se ouvirem. Porém, a mais nova notou como a menor estava começando a ficar com o corpo tenso, percebendo que estava alcançando seu objetivo.

Parou bruscamente com suas ações, para depois subir os lábios até o pescoço de Yongsun. A última segurou a respiração por alguns segundos; sabia que seu pescoço era um de seus pontos fracos. Ela sentiu a carne ser mordiscada gentilmente, segurando a cabeça da rapper para incentivá-la. Aquela áreacomeçou a ser chupada sem muito cuidado, formando marcas avermelhadas quase no mesmo instante. 

Enquanto sua boca estava ocupada, os dedos da mais nova percorreram todo o corpo da morena, o arranhando de forma fraca. Quando chegou à intimidade, tocou-a com o polegar, se maravilhando com a textura macia daquela área. Seus dedos estavam prontos para começar a estimulá-la, porém foi impedida por seu pulso sendo agarrado. 

A sucção na pele do pescoço parou, dando espaço para que a garota olhasse confusa para a mais velha. "Ainda não, eu quero fazer isso primeiro." Yongsun sussurrou ao ver que a outra não havia entendido, lhe mostrando um sorriso e acariciando o rosto da loira.

Byulyi deu espaço para que a líder se sentasse, ainda um pouco confusa e sem ideia do que aconteceria. A jovem encostou as costas na cama, fazendo um gesto para que ela se aproximasse. A mais nova não entendeu muito bem, mas deduziu que deveria se sentar de costas para a outra, o que foi feito rapidamente. Sentiu os seios rígidos da morena tocando a extensão de suas costas, a olhando pelo canto do olho e recebendo um aceno como confirmação.

"Eu quero te ver fazendo aquilo." A mais velha sussurrou no ouvido da garota e as mãos  subiram para a cintura de Byulyi, a abraçando e encostando seu rosto no ombro da mesma. 

"Aquilo o quê...?" Fingiu desentendimento, pois claramente havia entendido o pedido. 

"O que você faz quando fica pensando em mim." Seu tom era mais direto e firme, que foi acompanhado de uma mordida no lóbulo da loira. 

"Não entendi muito bem..." 

"Ora, parece que eu vou ter que te lembrar, não é?" Os dedos que antes estavam na cintura, desceram cautelosamente pelas extremidades de Byulyi, parando quando a mão chegou à virilha da mesma. As pernas foram afastadas com gentileza pela mais velha, que deixava beijos sutis no pescoço da rapper. Suas mãos acariciavam as coxas brancas da maior, sem pressa alguma.

"Quantos dedos você usa...?" A morena perguntou baixo, fazendo questão de olhar para o rosto vermelho da outra garota. "Dois...?" Seus dedos entraram com facilidade dentro de Byulyi, sentindo como a mesma já estava molhada.

"U-Unnie...." Um gemido arrastado fugiu dos lábios da maior, os olhos se fecharam e a boca era mordida com agressividade. Sua mão se juntou à de Yongsun, como forma de incentivo. 

"É assim que você faz, hum?" A movimentação passou a ser circular e lenta, provocando-a.

"S-Sim..." Os dedos a massageavam com profundidade, fazendo com que seu tesão aumentasse consideravelmente. Seu corpo já não conseguia permanecer parado, se remexendo sem parar no colo de Yongsun.

Provocando, Solar deslizou seus dedos sobre a loira, a estocando rapidamente algumas vezes, notando como a outra já se encontrava ofegante.

"Parece que já se lembrou, agora  quero ver você fazendo." A mais velha disse rindo, deixando um beijo na bochecha de Byulyi e notando o rosto da mesma se tornar ainda mais corado.

O indicador da loira pressionou o próprio clitóris, olhando para a líder e recebendo um aceno para continuar. Começou a mover lentamente a entrada, suspirando e tendo Yongsun a observando.

"Isso, Byulie..." sussurrou em seu ouvido, mordendo os lábios enquanto fitava aquela imagem. 

Precisando de mais, a rapper colocou mais um dedo ao trabalho, encostando suas costas em Solar e fechando os olhos, já começando a ficar mais excitada.
Yongsun se divertia com as reações da amiga, sentindo vontade de fazer o mesmo enquanto a assistia. Abriu ainda mais a perna da mesma, para poder ter uma visão bem melhor de suas ações.

Aumentando o ritmo, Byulyi passou a se masturbar rapidamente, causando barulhos baixos pelo atrito de seus dedos. Os gemidos já começavam a escapar, porém ela se segurava para não deixar que o nome da mais velha fosse chamado.

Quando Yongsun notou que ela poderia estar se encaminhando para o ápice, tocou em sua mão e a parou, recebendo um olhar impaciente da loira.

"Ainda não, eu que quero te fazer gozar..." a mais velha murmurou, colocando suas mãos novamente na intimidade de Moonbyul, forçando seu corpo mais perto ao dela.

Com movimentos profundos, penetrou a loira com dois dedos, iniciando um vai e vem que a deixou delirando em seu colo. Seus lábios já se encontravam no pescoço da mais nova, o sugando devagarinho enquanto seus dedos continuavam a massagem lentamente.

"M-mais rápido, Unnie..." gemeu arrastado, tendo seu pedido aceito no mesmo momento.

Já com sua cintura rebolando contra sua vontade, Moonbyul procurou os lençóis para agarrar, colocando a cabeça para trás e gemendo mais alto ainda. Yongsun a estocava rapidamente e profundamente, com movimentos fortes e precisos. Com uma das mãos estimulando os seios da loira, a outra a marturbava cada vez mais depressa , se apressando para proporcionar-lhe o orgasmo.

Apenas três estocadas profundas foram o suficiente para Byulyi choramingar alto, chamando pelo nome da mais velha quando seu líquido escorreu pelos dedos da mesma. Passando mais um tempo dentro, os dedos de Solar foram perdendo o ritmo tranquilamente, deixando pequenos beijos pela face da rapper e a acalmando.

"Preciso limpar sua bagunça agora, não é?" Os dedos melados se encontravam em sua boca, os chupando lentamente.

Ousada, Yongsun tirou a mais nova de seu colo e se pôs em sua frente, engatinhando até o meio de suas pernas. Deixou que seu membro molhado se arrastasse pelo abdomen definido da amiga, mordendo a pele levemente quando desejasse.

Por pura vontade, empinou a cintura na frente de Byulyi, a olhando pelo canto dos olhos enquanto seu rosto se inclinava. Sem ao menos tentar se segurar, Moonbyul colocou as mãos nas nádegas da líder, apertando-as fortemente enquanto lambia seus lábios. Deixou um tapa forte na garota quando a mesma a chupou de maneira agressiva, rindo baixo quando a cintura começou a se mover de um lado para o outro em frente aos seus olhos.

"Não deveria ter feito isso..." murmurou, mordendo de leve a extensão à sua frente.

"Mereço um castigo, não acha?" Sua língua deslizou uma última vez pela intimidade da rapper, apoiando seus braços na cama seguidamente.

"Com certeza. Um pra você nunca mais esquecer que não deve me provocar." Foi a única coisa que disse antes de encostar sua língua dentro de Solar, segurando fortemente em sua cintura e a fazendo ficar parada.

Para atiçá-la, manteve uma movimentação leve e superficial, o suficiente para que a morena procurasse por mais contato. 

"B-Byulie...vai l-logo..." gaguejou, se mostrando insatisfeita pelo riso que ouviu da loira.

"Como é apressada..." pressionou as mãos nas coxas da mais velha, abrindo-as o máximo que conseguia. 

Trilhou seus lábios primeiramente, deixando beijos sutis por aquela área. Com um pouco de brutalidade, adentrou a intimidade da líder, ouvindo um suspirar da garota e sentiu seus quadris se mexerem sobre sua boca.

Fechou os olhos e resolveu aproveitar a maravilhosa sensação que estava tendo, movendo sua língua com prazer dentro de Solar.
Seus movimentos ainda eram devagares, subindo e descendo seu rosto quando bem quisesse.

Yongsun mordia seus inferiores com força, abaixando a cabeça e puxando os lençóis, tentando se controlar. Seu corpo já começava a amolecer e o prazer a consumia, desejando mais de Moonbyul. Ainda não era o suficiente.

Aumentando o ritmo, Byulyi começou a pressionar sua língua de forma mais depressa sobre a mais velha, que gemeu no mesmo momento. Forçou sua boca ainda mais sobre Yongsun, querendo adentrar o máximo que pudesse, passando a ouvir gemidos vindos da última a cada instante.

Com os quadris se movendo contra seu rosto, Moonbyul segurou fortemente na cintura de Solar, porém não era o bastante para deixá-la quieta. Sorrindo, decidiu brincar um pouco mais com a garota, querendo vê-la mais suplicante do que já se encontrava.

Deslizou a língua por toda a intimidade úmida da morena, aumentando a pressão que fazia em seus movimentos. Para melhorar a situação da outra, juntou dois dedos e começou a estocá-la habilidosamente, ouvindo a resposta desejada instantes depois.

"B-Byul....não...para..." choramingou baixo, mas o que temia aconteceu. Não sentia mais a língua prazerosa da loira dentro de si, sentindo uma sensação de abandono.

Se virando, procurou saber o por quê a mais nova havia parado, a fitando enquanto a mesma se sentava e também a encarava. Notando a perversão nos olhos da última, um leve arrepio passou por todo o seu corpo, observando cada movimentação feita por ela.

"Senta aqui no meu colo, senta." Bateu mas próprias coxas, mantendo os lábios entre os dentes enquanto observava a menor se aproximar à sua presença, tateando o corpo esbelto quando pôde. 

Ajudou a morena a se acomodar em uma de suas pernas, colocando seu braços ao seu redor para auxiliá-la. Abraçando a mais nova, Yongsun encostou seu rosto no ombro da outra, distribuindo selinhos por seu pescoço, revisando mordidas e chupões.

Apertando as coxas carnudas da líder, Moonbyul encaixou sua intimidade juntamente ao da mais velha, causando um gemido instantâneo em ambas. 

Iniciou movimentos de vai e vem, acostumando o corpo alheio à nova sensação proporcionada. As duas mãos já se encontravam nas pernas de Solar, facilitando a movimentação de seu quadril contra o dela.

"E-espera....ah...!" Quando Byulyi passou a aumentar a pressão e rapidez, Yongsun imediatamente agarrou suas costas, deixando um marco de ardor avermelhado.

Sem dar ouvidos, a loira continuou com o mesmo ritmo, sentindo sua excitação chegando ao máximo que poderia aguentar. Permitiu que seus olhos se fechassem e seus lábios se mantivessem levemente abertos, chamando pelo nome da mais velha a todo instante. Levou sua testa de encontro com o peito da outra, colocando mais pressão em seus movimentos e segurando as coxas da mesma com força, aumentando a fricção de seus corpos.

Logo quando Yonsun enterrou seu rosto no pescoço de Byulyi, a última sabia que a morena estava próxima de seu ápice. Os gemidos eram abafados pelos cabelos loiros, porém mesmo assim se tornavam cada vez mais altos. Mais algumas contraídas rápidas foram direcionadas à intimidade de Yongsun, que apertava os ombros da mais nova.

"B-Byulyi.....Ahn.....!" A morena convulsionou no colo da rapper, balançando seus cabelos e gemendo em um quase grito, atingindo o orgasmo. Aos poucos, relaxou sobre o corpo da loira, notando que a mesma também estava próxima de seu ápice. "Ahm.....Ah...." poucos segundos foram o bastante para que Moonbyul atingisse o orgasmo, diminuindo o ritmo de sua cintura aos poucos. 


Afobadas, as duas tentavam regularizar suas respirações, ainda abraçadas e com suspiros pesados deixando seus lábios.

Depositando um selinho na testa de Yongsun, Moonbyul segurou em seu queixo e fez com que a morena a fitasse, beijando a ponta de seu nariz. A mesma sorriu, escondendo seu rosto suado no ombro da loira, envergonhada. 

Com cuidado, Byulyi deitou a líder e se juntou à ela, entrelaçando seus dedos. Encostando a cabeça no peito da rapper, Solar distribuiu alguns beijos molhados pelo rosto da mais nova, rindo baixo e fechando os olhos quando seus cabelos foram acariciados.

"Eu te amo." A voz entrecortada de Moonbyul se fez presente, recebendo a atenção da amiga no mesmo instante. 

Já fazia muito tempo desde que queria confessar tal coisa, mas sua confiança sempre a abandonava. Depois de tudo o que haviam feito, não tinha mais dúvidas de que Solar também se sentia da mesma forma, permitindo-se ficar calma perante a morena.

Com um pouco de demora, Yongsun trouxe o rosto da mais nova próxima à sua boca, segurando em suas bochechas enquanto se encaminhava para as orelhas da última.

"Eu também te amo." Sussurrou com um riso, agora ambas com um sorriso enorme no rosto e confirmando o que sempre tiveram medo de demostrar.


Notas Finais


⊙_⊙ uau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...