História Naughty spirit - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Suga
Tags Bts, Espírito, Hentai, Suga, Yoongi
Visualizações 49
Palavras 746
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ola :)

Capítulo 15 - Você é um demônio


Fanfic / Fanfiction Naughty spirit - Capítulo 15 - Você é um demônio

"Oh... É mesmo."- Disse baixo e forcei um sorriso- "O-O que você vai fazer comigo, Suga?"

"Ainda tem medo de mim?"- Ele fez um bico fofo e acariciou o meu rosto olhando em meus olhos.

"E por que eu teria? Você nunca vai me machucar, não é?"- Perguntei.

"Eu não teria tanta certeza disso."- Suga sorriu de canto.

"O-O que v-você que dizer com isso, Suga?"

"Você não sabe?"- Suga sussurrou no meu ouvido.- "Então eu vou te mostrar."

Suga me empurrou na cama e segurou os meus pulsos acima da minha cabeça. Olhei para a sua boca que continha um sorriso torto, mostrando suas intenções.
Ele puxou o meu lábio inferior com os dentes, passando a mão livre por dentro da minha camiseta. Suga me soltou e tirou a minha camiseta, distribuindo lentamente algumas mordidas pelo meu pescoço.
Senti um arrepio percorrer a minha espinha quando sua língua passou pelo meu pescoço lentamente e arfei baixo.
Suga chupou o meu pescoço com uma certa força e depois o mordeu da mesma forma.
Grunhi sentindo dor no local mordido.

"S/n, você gosta quando eu te machuco, não gosta?"- Suga perguntou perto do meu ouvido e apertou a minha cintura com força.

"N-Não sei..."- Eu disse baixo e ele riu.

"Você é adorável."- Suga passou o indicador pelo meu pescoço lentamente.

Ele tirou a minha calça rapidamente e desceu uma trilha de beijos e mordidas do meu pescoço até a minha virilha. Meu corpo estava estranhamente ficando a cada vez mais quente.
Minhas bochechas queimavam e sensações estranhas e intensas dominavam o meu corpo.
Suga apertou a minha coxa e beijou a minha intimidade por cima da calcinha me fazendo arfar.

"Você está vermelha. Espera... Vermelha?"- Suga me observou e sorriu de um jeito sacana.- "Tive uma boa idéia."

"O-O que v-você pretende f-fazer, Suga?"- Perguntei com a respiração entrecortada.

"Você gosta de vermelho?"- Ele perguntou ainda com aquele sorriso estampado no rosto.

"S-Sim... P-Por quê?"- Perguntei me encolhendo na cama.

Suga segurou em meu pulso e me virou bruscamente. Ele acariciou a minha bunda com a mão livre e depois deu um tapa forte que me fez gritar de dor. Suga riu.

"Mais alto."- Suga sussurrou no meu ouvido.

"V-você é um demônio."- Falei baixo.

"Não. Eu sou só um espírito."- Ouvi a sua voz alegre- "Um espírito que pode fazer o que quiser com você."

Um estalo ecoou pelo quarto e eu senti uma ardência na bunda. Suga continuou a distribuir tapas em mim. Eu grunhia e soltava pequenos gritos de dor.
Suga me virou novamente e soltou os meus pulsos que já estavam vermelhos. Ele acariciou o meu rosto olhando em meus olhos. Seus olhos castanhos agora estavam negros, seu olhar transmitia malícia. Suga me beijou calmamente e eu até me esqueci da dor que estava sentindo. Sua mão desceu pela lateral do meu corpo, deixando um leve formigamento por onde passava. Suga deixou mais alguns chupões em meu pescoço e afastou a minha calcinha para o lado.
Ele acariciou gentilmente a minha intimidade. Gemi baixo fechando os olhos.
Suga me penetrou um dedo e começou a fazer movimentos lentos de vai e vem. Abri os olhos e encontrei os olhos de Suga que me encaravam.
Suga parou com os movimentos e tirou a própria roupa. Ele se posicionou em meio às minhas pernas e sorriu para mim. Suga entrelaçou seus dedos nos meus e deu um beijo suave na minha mão antes de me penetrar devagar. Apertei o lençol com força, tentando inutilmente não sentir mais aquela dor incômoda. Suga gemeu manhoso quando entrou por completo dentro de mim.
Ele acariciou o meu rosto e selou nossos lábios suavemente antes de começar a se movimentar devagar. Apertei minha mão junto à sua, quando a dor finalmente se transformou em prazer. Os nossos gemidos se misturaram e espalharam-se pelo quarto.
Suga aumentou a intensidade e a velocidade das estocadas. Mordi o lábio inferior tentando inutilmente conter os gemidos. Nossos corpos se colidiram com cada vez mais força e nossos lábios se colaram ferozmente.
Gemi alto o seu nome quando cheguei ao ápice. Suga continuou estocando, até que gozou gemendo um palavrão de baixo calão. Ele saiu sorriu e se deitou ao meu lado sorrindo. Sorri de volta e o abracei, mas então comecei a notar algo estranho no seu "corpo".

"Suga..."- Me sentei rapidamente ignorando a dor que apareceu de repente.

"O que foi?"- Ele perguntou.

"Você... Você e-está desaparecendo!"- Falei desesperadamente.

"O quê?"

 


Notas Finais


oque acharam do meu hotzinho ? comentem e kissuss de toddynho <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...