História Need You - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Inuyasha, Kagome, Miroku, Rin, Sango, Sesshoumaru
Visualizações 49
Palavras 1.361
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa noite gente!

Então né... desculpem a demora, pra falar a verdade, eu estava com um pouco de vergonha de postar esse capítulo.. Pelo que tem nele rsrs
agora chega de enrolar e vamos para a verdade né..
Espero que gostem!

Capítulo 4 - Capítulo 4


Depois da minha manhã agitada e confusa, chegou a tarde e eles partiram logo após o almoço, nesse dia mesmo. Assim que vimos sumirem no caminho, corremos para um dos quartos. Acho que todas tínhamos algo que contar.

- Parece que eu não estava tão certa, sobre o Inuyasha. Sango viu, até que ele é alguém legal! - Kagome estava com uma cara bem melhor de que a alguns dias atrás.

- Miroku é muito gentil... - Sango disse, deixando o restante da frase morrer.

- Mas ficou com a marca de cinco dedos na cara, hahaha ! - Kagome terminou.

- Ué.. porque ?

- Ele é um pervertido, Rin! A manhã toda ficou tentando passar as mãos em mim. - choramingou Sango

- Mas quem esse doido pensa que é? Se bem que, por um lado.. Vocês vão se casar,não é?

- sim,mas ele também tentou com as servas..

- Nossa! É sério mesmo..

- claro que é!.. Mas, e você? Onde se meteu ?

- Eu.. hum...

- huumm... parece que alguém aproveitou mais que nós duas, hein! - Kagome diz, olhando para a outra, que arregalou um pouco os olhos.

- ei!! No que vocês duas estão pensando ? Não é nada disso ... só fomos dar uma volta.

- tá bom! Tá bom! Não precisa se envergonhar irmã!

- Ai...estou vendo que não tem jeito, não é ... Vou para o meu quarto.

- saí de lá de uma vez, antes que insinuasem mais algo.

Acabei por passar o restante da tarde toda, pensando naquele beijo. E ainda sem entender o porque de ter terminado daquele jeito.

Tínhamos ficado sabendo, também naquele almoço, que eu me casaria daqui um mês. Sango seria a segunda, daqui dois e por último Kagome, daqui três meses.

Me lamentei internamente por ser a mais velha, eu sempre acabava sendo a primeira em tudo.. Não que eu queira ver minhas irmãs levando a pior, mas elas já estavam em perfeita armonia com a história de se casar. E eu, que no princípio estava bem, agora estou desesperada.

*** (Quebra de tempo)

Não demorou muito para chegar o dia do meu casamento, até então eu não tinha visto mais o Sesshoumaru.

Seu irmão e primo vieram visitar minhas irmãs, pois parece que ficaram na região durante esse mês, mas somente ele não veio. Bom, de todo jeito, hoje o veria.

Eu estava entrando em pânico de novo. Até agora não tive coragem de conversar meus medos com ninguém, e justo hoje, estou a sós com a Kaede.

- Está preparada, querida ? - ela ajudava a me banhar.

- para dizer a verdade.. Não!

- E o que não te deixa estar preparada?

- A-a primeira noite com ele ? - ela riu e eu fiquei mais vermelha do que já estava.

- É bom saber que confia em mim, criança! E que não se esconde atrás da armadura como faz sempre.

- Você está comigo, acho que desde sempre, Kaede! E é em quem mais confio, assim como uma mãe!

- Também me sinto assim. - ela sorri. - Mas voltando a sua preocupação.. Você não precisa ter medo, querida. Ele vai saber ser gentil com você. Conheço aqueles meninos desde que eram pequenos também, e sei que ele não é aquele homem mau que aparenta ser.

- Sério?

- Sim! Saiba que sua mãe era muito amiga da dele.

- Não imaginei algo assim.. Mas ainda assim ..tenho muitas dúvidas sobre aquilo..

- aquilo?

- ué.. aquilo sabe, que fazemos na noite.. Depois de casados.. - me virei e vi Kaede ficar vermelha.

- V-você vai descobrir hoje, minha filha ! Não tenha medo, o restante você vai saber na hora! - ela diz com tom de quem quer encerrar o assunto e eu dou uma risada

- está bem !

No fim, não foi de grande ajuda a conversa, não em questão de informações. Mas falar com Kaede me acalmou muito.

[...]

Parabéns aos noivos !! - os convidados aplaudiam eu e Sesshoumaru.

Eu estava tão nervosa que a cerimônia parece ter voado, de tão rápida. Agora estávamos aproveitando da festa, ou nem tanto, já que eu não consegui comer quase nada. Logo a festa também chegou ao fim, e como vamos partir amanhã ao amanhecer, essa noite passaríamos aqui.

Fui a primeira a ir para o quarto, para poder me preparar. Eu estava com a mão suando e um pouco trêmula, pensando no que fazer, mas não pude pensar muito, logo Sesshoumaru entra também.

Fiquei parada onde estava, de costas para ele, então ouço seus passos e sinto suas mãos em meus ombros, que escorregam, me abraçando.

- Eu já não aguentava mais esperar para te ver. - ele diz em meu ouvido, me fazendo arrepiar.

- Mas foi você quem agiu estranho, e foi embora daquele jeito. E... minhas irmãs foram visitadas, só você que não veio - falei. Não sei o porque, mas me sentia um pouco magoada

- Eu realmente não queria te ver. Não até você ser minha de verdade, talvez eu não aguentasse esperar.

- esperar o que ? - Ele ri um pouco

- Você é tão forte, e até tentou me afogar aquele dia.- riu - Mas ao mesmo tempo, é tão inocente.. - fico com vergonha e raiva ao mesmo tempo, de novo ele estava brincando comigo. Mas antes de poder responder, ele continua - Não aguentaria esperar para te ter e te fazer realmente minha.. Você é tão linda. - Continuo quieta, agora somente corada.

Então ele me vira e envolve nossos lábios em um beijo sedento. Nesse momento, tudo some de meus pensamentos.

Sesshoumaru tira as mãos que estavam em meu rosto, e sem parar de me beijar, ouço ele desamarrar suas roupas e elas cairem. Abro os olhos quebrando o beijo por um momento e o vejo sem a parte de cima, seu corpo é muito bonito. No mesmo momento em que penso, sinto algo quente no meio de minhas pernas e as aperto um pouco.

Tenho minha boca tomada novamente e agora o sinto tirar o meu kimono, não consigo evitar, fico envergonhada e tento cobrir meu corpo.

- Não faça isso .. Você é linda, quero te ver. - coro novamente e ele tira minhas mãos que tentavam me esconder.

Ele deixa um beijo em meu pescoço e começa a distribuir outros, logo sinto seus lábios e língua em meus seios. Depois de um tempo ele vai descendo novamente os beijos pelo meu corpo até que chega em minha intimidade.

Solto um gemido um pouco alto quando sua língua invade o local e o sinto sorrindo. Eu estava com bastante vergonha, mas tudo estava tão bom que as vezes eu me esquecia dela, soltando mais gemidos, que aumentaram quando senti algo mais quente que antes, passando lá embaixo. Continuou cada vez mais forte, até que simplesmente aquilo explodiu, me fazendo gritar.

Então ele levanta e vem em minha direção com um olhar lindo, brilhando de, acho ser desejo. Sinto seu beijo de novo e dessa vez com um gosto diferente.

- sente? Como você é deliciosa,minha esposa. - Caramba! Acho que a vergonha que eu sentia a pouco desaparece, pois me sinto quente novamente com suas palavras.

Sesshoumaru levanta e retira o restante da sua roupa, e eu não consigo tirar os olhos do corpo dele. - O que está acontecendo comigo? - penso - Ele volta e se coloca entre minhas pernas, vem até meu rosto me beijando. Eu o sinto e aperto os olhos, conforme vai me preenchendo, ele não para até estar todo dentro, só então espera e depois de alguns segundos começa a se mexer.

Ele começa com um vai e vem lento, porém firme e aos poucos vai aumentando o ritmo. Quando penso que vou sentir novamente aquilo, ele nos inverte, me colocando em seu colo, senta e segura em meus quadris me fazendo subir e descer, me causando uma sensação maravilhosa. Ouço os suspiros de Sesshoumaru virarem gemidos e rosnados, juntamente com os meus. Logo, estou me sentindo da mesma forma que mais cedo, ele me aperta contra si e então eu me sinto derramar e ser preenchida ao mesmo tempo. Sesshoumaru me deita e se põe ao meu lado, me puxando para seus braços. Não consigo mais ver nada, minha vista escurece e eu adormeço. 


Notas Finais


Foi isso...
Espero que tenham gostado!

bjin 😗😗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...