História Neighbor - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jimin
Exibições 8
Palavras 1.021
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - 2 - Blood


Estávamos reunidos na mesa de jantar minha mãe não parava de conversar com os pais de Park, parecia até que eles se conheciam a anos, Park às vezes tentava puxar assunto e eu resopondia friamente então apenas ficamos calados comendo.
 - Filha, tenho uma notícia para você - Hyu disse animada.
 - E qual seria?  - Eu
 - Fui promovida no meu emprego e agora terei de me mudar para os Estados Unidos, conversei com o Sr. E Sra. Park e concordamos em deixar Park aqui para lhe fazer comanhia - Ela disse com um sorriso no rosto.
 Naquele momento em que ela disse que iria se mudar para os Estados Unidos, eu iria se separar da minha mãe?! A única pessoa que me mantém nesse mundo é ela, mas ela parece tão animada com isso então fico feliz por ela mas triste porque não vou ve-la sempre que eu acordar ou dar boa noite.
 - Q-Que legal mãe - Foi a única coisa que consegui falar e dar um pequeno sorriso.
 - Eu vou ter que ficar com ela então? - Jimin
 - Sim filho, se não se importar - Tifanny ( mãe do Jimin ) disse.
 - Se ela fosse mais amigável - Jimin - Tentei conversar com ela e nem me respobdeu direito.
 Tudo o que eu queria era chorar, abaixei a cabeça e comecei a encarar meu prato, não vou ter mais ninguém que goste de mim aqui, estarei agora definitivamente sozinha.
 - Licença - Disse.
 Me levantei e sai correndo na direção do meu quarto, já não aguentava mais e comecei a chorar, por que fazem isso comigo? A cada dia minha vida só piora, agora não terei minha mãe aqui para me ajudar, não terei ninguém. Agarrei meu travesseiro e fiquei chorando sentada na cama, alguns minutos se passaram e alguém bateu na porta.
 - K-Kim? Posso entrar? - Jimin, eu não queria que ele entrasse mas mesmo assim deixei.
 - Entra - Disse com voz de choro.
 Quando ele entrou ele encarou meus olhos que estavam vermelhos e inchados de tanto chorar, ele veio lentamente até mim e se sentou na minha frente.
 - K-Kim.. Me desculpa, eu não sabia que... - Jimin começou a falar e eu o interrompi.
 - Não precisa se desculpar, eu já estou acostumada a agirem assim comigo - Disse enxugando as lágrimas que insistiam em cair.
 - Ah Kiim, sua mãe  me contou, de sua depressão, e me contou também do que aconteceu hoje na escola - Jimin.
 - Fofoqueira - Sussurrei.
 - Quer saber? Vou te fazer esquecer, desse tal de Bambam, ficarei aqui com você e será obrigada a me aturar todos os dias pois vou ficar te irritando - Jimin disse determinado.
 Sorri e ele me abraçou forte, suas mãos apertaram meus braços e eu soltei um pequeno gemido de dor fazendo ele se assustar.
 - Kim? - Jimin
 - P-Park eu... - Antes de eu terminar de falar ele subiu as mangas da minha blusa de friu, antes de ele entrar no quarto eu havia me cortado, dessa vez foi mais profundo de todas as vezes que me cortei, não deu pra ver o sangue através da blusa pois ela era preta, os olhos de Park estavam arregalados encarando meus braços ate ele desviar o olhar pros meus olhos.
 - Por que fez isso? - Jimin.
 Não respondi.
 - Kim! Por que fez isso? - Jimin
 - Park, e-entenda é a única forma de eu parar de pensar em tudo isso, estou triste e essa é a única forma de me sentir... Melhor - Disse quase chorando novamente.
 - Se sentir melhor? Kim, isso é o que está te matando, olha aqui eu não quero que você faça mais isso, ta bem?! - Jimin disse calmamente, mas eu sei que havia um pouco de raiva na sua fala também ele levou suas mãos até minhas bochechas e as massageou, deu um beijo na minha testa e me abraçou dessa vez tomando cuidado para não me apertar, nós ficamos ali em silencio por alguns minutos, ele estava fazendo carinho em meus cabelos, não seu porque mais eu me senti segura ali naquele momento, em seus braços, e agora eu sabia que iria sofrer mais, Park se aproximaria de mim e eu provavelmente me apaixonaria denovo, tentarei gostar dele apenas como um amigo por mais que sei que vai ser praticamente impossível. Eu quero ele aqui agora, comigo, não quero me afastar dele e espero me curar, ele parece ser uma pessoa tão gentil e doce, como minha mãe, então seria o mesmo? Ele também iria me proteger? Minhas perguntas foram respondidas naquele mesmo momento por ele, parece ate que Park lê mentes.
 - Quero que não esqueça que vou estar aqui com você, que irei te proteger, Kim... Não vou deixar nada de ruim acontecer com você - Jimin
 - Promete? - Eu
 - Prometo - Jimin
 A porta foi aberta quebrando meu momento de conforto, de pé na porta estavam os pais de Park nos olhando com sorrisos no rosto.
 - Vejo que se darão bem - Mark ( Pai do Jimin )
 - N-NÃO É O QUE ESTÃO PENSANDO. E-eu só, é-é... - Jimin se soltou de mim e coçou a nuca meio nervoso.
 - Ah, não estamos pensando em nada - Tifanny disse ainda sorrindo.
 - Infelizmente eles tem de ir agora, amanhã vocês se encontram Yuu - Hyu.
 - O-Ok...
 Todos nós descemos para o primeiro andar e acompanhamos os Park ate a porta.
 - Kim, me da seu número? Assim a gente pode se falar - Jimin disse sorrindo.
 - Eu... Não tenho celular - Disse de cabeça baixa.
 - Já que amanhã não tem aula que tal vocês sairem para compra um celular? - Hyu.
 - Por mim tudo bem - Jimin
 - Ta - Disse dando um pequeno sorriso.
 Nos despedimos e fiquei os observando ate entrarem dentro da casa,  dei boa noite pra minha mãe e fui pro meu quarto, coloquei uma roupa mais confortável e me deitei, hoje talvez eu fosse dormir um pouco mais feliz...


Notas Finais


Até o proximo cap
( Me desculpem se tiver erros eu n revisei ;-; )

BYE ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...