História Nejiten Florescendo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Neji Hyuuga, TenTen Mitsashi
Tags Nejiten Neji, Tenten Naruto
Visualizações 105
Palavras 3.159
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Comédia, Ecchi, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


O spirit apagou a história por linguagem de baixa qualidade, provavelmente pelo uso de muitas palavras em japonês... Me desculpem, não sabia que isso poderia acontecer... Boa leitura...

Capítulo 1 - Amizade


Fanfic / Fanfiction Nejiten Florescendo - Capítulo 1 - Amizade

 Os primeiros raios de sol ja se mostravam no céu, era verão na Vila da folha. 

Resolveu se levantar e começar o dia. Caminhou até o banheiro para fazer sua higiene pessoal, mas parou de frente ao espelho  

Ficou se analisando por um bom tempo, era muito bonita, seios fartos, cintura fina, coxas torneadas e um bumbum empinado, resultado dos treinos malucos do seu sensei. Os cabelos estavam batendo em seu quadril, já que entre uma missão e outra não teve tempo de cortar, o que ela percebeu que combinou bastante com ela   

-Por que eu escondo tudo isso? - disse pensando em suas roupas largas e seus coques. Tenten nunca foi muito vaidosa  

-Talvez eu esteja precisando mudar um pouco...  

   

Resolveu que iria aproveitar sua folga para comprar roupas novas e passear o Centro   

Tomou um demorado banho, e passou um hidratante de flores que tinha sido presente da Ino,  Tinha um cheiro realmente muito bom...  

Colocou um de seus poucos vestidos, Branco de alças finas, justo na cintura e com a saia rodada, com uma estampa vermelha que se assemelhava chamas  

Ficou um pouco curto por ser antigo, mas isso o deixou mais bonito ainda.  

Optou por deixar os cabelos soltos, com uma trança em forma de tiara da mesma forma que sua mãe usava.   

Se olhou outra vez no espelho e concluiu que nunca se arrumara tanto assim antes  

Estava realmente bela...   

Desceu as escadas e começou a preparar seu café, escolhendo algumas frutas e alguns chocolates  

Estava sentada na mesa tomando café quando ouviu batidas na porta   

   

   

Os raios de sol adentraram o quarto despertando o jovem  

Neji se levantou se esticando como um gato e seguiu para o banheiro   

Hoje teria o dia de folga então resolveu ficar em casa pela manhã estudando sobre outras aldeias e treinar durante a tarde  

Tomou um banho gelado e colocou uma camiseta preta e uma bermuda jeans, colocando seu uniforme de Missões para lavar  

Estava preparando seu café quando se lembrou era aniversário de sua prima mais nova, Hanabi.  

Precisaria sair para procurar um bom presente, ela ficaria muito triste se ele esquecesse seu aniversário  

Sorriu ao se lembrar da paixão que ela tinha por ele quando era criança, e das birras que fazia quando o via junto de sua companheira de time após os treinos. Certa vez ela chorou até ele jurar que se casaria com ela quando crescessem  

É claro que ele não tinha falado sério, tinham seis anos de diferença, e ele a tinha como uma irmã.  

Na verdade, ele nunca pensou em se casar, nenhuma garota da vila lhe agradava, eram todas malucas e desesperadas, tentando atingir a perfeição pra impressionar algum garoto ao invés de serem elas mesmas  

A não ser é claro, sua amiga Tenten, mas ela não precisava, tinha uma beleza natural invejável, na opinião dele, ela nem precisava se arrumar para isso... Mas seria muito egoísmo da parte dele pensar nela dessa forma, ela era uma ninja incrível, e merecia alguém muito melhor...  

Resolveu ir até ela para pedir ajuda com o presente, já que era sua única amiga, e depois poderiam treinar juntos.  

 Caminhou até a casa dela e bateu na porta, as ruas ainda estavam vazias, mas ele sabia que ela já estava acordada  

   

Depois de alguns minutos ela abriu e fez uma expressão de surpresa, enquanto ele paralisou no lugar e perdeu o fôlego   

Ela estava linda, linda como nunca. De todas as belas visões que Neji já teve em sua vida, essa era de longe a mais espetacular...  

-Bom dia Neji - a voz dela o despertou do transe, e ele percebeu que a estava encarando todo esse tempo.... Corou ferozmente e quase se esqueceu de responder a garota   

- O...Ohayo...Te...Tenten-chan- droga! Ele nunca havia tido tanta dificuldade pra falar antes, agora ele entendia como se sentia sua prima Hinata.  

Ela se surpreendeu com a atitude dele, Hyuuga Neji com gagueira?  

-Pode entrar- ela disse adentrando a casa, fazendo sinal para ele a seguir, e ele assim fez, tirando os sapatos e a seguindo até a cozinha   

-Preciso da sua ajuda Ten...- ela o interrompeu   

-Eu sei, hoje é aniversário da sua prima e quer ajuda com o presente, não é?  

Ele se espantou com a afirmação, não se lembrava de ter comentado sobre isso com ela  

- É sim, eu já tinha te falado?  

- Há quando tempo a gente se conhece Neji? - ela disse sorrindo  

E ele travou                          

 Como é que em todos esses anos ele nunca percebeu como ela tinha um sorriso tão lindo?   

Ele olhou atentamente cada detalhe dela, como se fosse a primeira vez, e cada centímetro o deixava mais encantado. Subiu seu olhar de novo para o rosto dela e percebeu que ela estava rubra, o que a deixou ainda mais bonita  

Sorriu de lado, e percebeu que ela tremeu um pouco. Gostou de ver a influência que um simples olhar seu tinha sobre ela  

- O...oque foi Ne...Neji-kun?- perguntou baixinho, quase num sussurro  

- Você está linda- respondeu na mesma hora com a voz rouca   

Quando percebeu o que disse corou ferozmente e desviou o olhar   

- Obrigado- ela disse rindo, o que o fez sorrir também- você também está lindo hoje Neji, e sorridente, sabe, eu gosto do seu sorriso - confessou envergonhada, e correu até a porta para evitar o olhar dele  

- Vamos? Já tenho uma ideia do que comprar para ela  

-Vamos- ele disse- tenho certeza que ela vai gostar, ela gostou de todos os outros...  

- Aposto que ela não gostaria tanto se soubesse que eu escolhi- ela disse gargalhando   

-Hm, isso é passado Tenten, ela já está com 12 anos e acredito que não tenha mais motivos para te odiar   

Ela riu   

-Quer dizer que você acha que ela esqueceu sua paixão por você, só porque cresceu? Ah Neji você prometeu se casar com ela, até parece, se você prometesse se casar comigo eu não esqueceria nem em um milhão de anos - ela disse e depois arregalou os olhos, seu rosto assumiu um tom escarlate, e eu deduzi que ela havia falado sem querer   

Fiquei surpreso pelo comentário dela, mas por alguma razão aquilo me agradou muito   

-Venha Tenten, vamos tomar um sorvete- falei a puxando para a sorveteria, e na mesma hora vi seu olhar brilhando  

Nós conhecemos muito bem um ao outro, e por esse motivo eu sabia que precisava mudar de assunto ao invés de forçar, ou ela ficaria desconfortável o resto do dia, e eu não queria isso.   

Mas com essa Mitsashi pode se resolver quase tudo com sorvete e chocolates.  

   

*  

   

Depois de quatro rodadas de sorvete, conclui que Neji é o melhor amigo que alguém pode ter.   

Saímos da sorveteria e começamos a busca pelo presente da Hanabi.  

Eu falava alegremente enquanto ele apenas concordava com a cabeça, nossas conversas sempre foram assim, Neji sempre foi de poucas palavras, eram poucas as vezes que ele se abriu em todos esses anos, mas apesar disso, eu sabia que era somente comigo que ele compartilhava seus pensamentos. Éramos melhores amigos, afinal.  

Hora ou outra eu puxava ele para dentro de alguma loja para comprar algo para mim, antes de encontrarmos o presente da garota.  

   

Voltamos do centro por volta das onze horas e o Neji me acompanhou até em casa.  

- Então até mais Tenten, obrigado pela ajuda- ele disse se virando para ir embora   

-Não, espera Neji, fique aqui para o almoço - pedi, eu odiava comer sozinha  

-Claro, tudo bem-disse ele  

Eu já sabia que ele aceitaria, como todas as outras vezes que eu o convidei, Neji não escondia que gostava da minha comida, e algumas vezes até me pedia para cozinhar para ele.   

Éramos uma família, o time nove, o time mais unido e maluco de Konoha.  

-Neji-kun, você tem visto o Lee e o Gai-sensei?- perguntei enquanto ele se sentava na mesa   

-Chegaram ontem da missão na Aldeia da fechadura, por que?  

-Ah, poderíamos treinar juntos hoje, com todas essas missões nós quase não reunimos mais o time  

  

Caminhei até o armário e comecei a reunir alguns temperos para fazer um takoyaki, enquanto ele me observava.   

-Vem comigo até o Distrito Hyuuga mais tarde? - pediu   

-Tem certeza? - perguntei, com o pé atrás, não achei que ele faria tal convite. Fui poucas vezes até o Distrito Hyuuga, sempre ficava desconfortável com os olhares das garotas de lá.   

Os hyuuga tinham uma estranha tradição de se casarem entre si, para o kekei genkai ficar puro. E  Neji, por ser considerado o mais forte do clã, era muito cobiçado, não só pelas Hyuuga, mas por várias garotas da vila. E mesmo com todos esses anos, eu nunca me acostumei com os olhares me fuzilando sempre que ele esta ao meu lado.    

-Eu gostaria muito- pediu com a voz doce   

Ah, era tão difícil Neji falar assim, como eu poderia negar?  

-Tudo bem, mas então você vai cortar o polvo- falei emburrada e ele riu   

-Oque foi Mestra das Armas, está com medo de se machucar com uma faca de cozinha? - Falou divertido   

Ele está brincando com fogo.  

Sorri para fazer ele pensar que eu deixei para la, e o surpreendi atirando uma shuriken que passou a centímetros do seu rosto, arrancando alguns fios de cabelo e cravando na parede atrás dele  

Ele me olhou com os olhos arregalados e branco pelo susto  

-Será que não podemos passar um dia juntos em que você não tente me matar?   

-Oras, estou te ajudando a treinar sua defesa, um shinobi nunca deixa a guarda baixa- falei com a voz falha por tentar conter o riso  

  

Terminei de fritar os bolinhos enquanto o Neji colocava a mesa   

-Itadakimasu- falei juntando as mãos em reza, e Neji fez o mesmo   

-Itadakimasu   

Comemos em silêncio e depois ele me ajudou a tirar a mesa e limpar a cozinha  

-Como você consegue fazer tanta bagunça? - ele perguntou incrédulo   

-Qual é, nem estava tão bagunçado assim... Agora podemos ir?   

-Você vai assim? - disse a olhando dos pés a cabeça, ela estava arrumada para sair, sim. Mas a ideia de outras pessoas a vendo desse jeito me incomodou.  

Mas por que? Por que estou me importando tanto com a forma que ela esta vestida?   

Pensei em mil explicações e conclui que era instinto protetor pela minha amiga, não queria qualquer um se insinuando para ela  

-Vou, por que? - perguntou curiosa   

-Por nada, vamos – disse pegando em sua mão e a puxando para fora, fiquei esperando ela trancar a porta, mas ela caminhou até a rua sem trancar   

-Tenten, não perdeu essa mania de deixar a porta aberta ainda? - disse tirando a minha cópia da chave e trancando  

Ela sempre se esquecia, já perdi a conta de quantas vezes cheguei na casa dela e a encontrei dormindo ou no banho com a porta aberta, completamente vulnerável. Por isso todas as noites eu vinha me certificar de que a porta estava trancada, ou o Gai-sensei na minha ausência...  

-Eu não preciso, você sempre tranca para mim – falou sorrindo divertida   

-Pois é, acho que te acostumei mal – disse enquanto caminhávamos em direção ao Distrito Hyuuga   

Ela andava com as mãos dadas em frente ao corpo, e a cabeça um pouco baixa, como se estivesse envergonhada   

-Esta tudo bem, Tenten?  

-Ah, está sim, é só que as ruas estão bem cheias agora...- disse   

-hm, e qual o problema? - aquilo não fazia sentido pra mim   

Antes dela responder avistamos Ino e Kiba vindo até nós   

-Olá - cumprimentou Ino – Tenten, você está linda! - Exclamou e Tenten enrubesceu   

Entendi o porque da timidez de Tenten...  

-Olá Ino-san, Kiba-san- cumprimentei   

-Olá, e obrigada Ino, você também está linda- Ela sorriu   

-hey Tenten, você está realmente uma gata, que tal darmos um passeio mais tarde? - Kiba se pronunciou e piscou pra Tenten, que corou ferozmente  

Fiquei enfurecido e se olhares matassem, a essa hora Kiba estaria morto   

-Na verdade, nós já temos planos pra esta noite, não é Tenten-chan?- disse com uma voz desafiadora encarando Kiba e dando enfase no sufixo   

-Sim, me desculpe Kiba-san, vou estar ocupada- e sorriu, ela parecia estar se divertindo com a situção, e aquilo só me irritou ainda mais   

-Certo, então deixa para próxima gata- e sorriu para ela, e o sorriso sumiu quando viu meu olhar   

-Vamos Neji-kun – ela disse me puxando pela mão depois de se despedir   

Quando estávamos um pouco afastados ela começou a gargalhar   

-Qual é a graça? - perguntei confuso  

-Ah Neji, você tinha que ver a sua cara para o Kiba, tudo aquilo foi ciumes? - provocou   

Então era com isso que ela estava se divertindo   

-Ele te desrespeitou, além do mais, ele não é o cara certo pra você Tenten.  

-Desse jeito eu vou filhar encalhada para sempre, você espanta todos os meus pretendentes com essa sua expressão assassina- Disse entre risos e eu a encarei com minha melhor expressão de "Mais uma palavra e eu vou bloquear seu 361 tenketsus"   

Fizemos o restante do caminho em silêncio e encontramos Hanabi no jardim em frente mansão principal.   

Ela veio correndo em minha direção e me abraçou e depois encarou Tenten, por um instante eu até pensei que ela faria uma careta, mas ela simplesmente desviou o olhar.   

-Ola Neji-nii-san, você demorou- disse sorrindo   

-Parabéns Hanabi- Disse a entregando seu presente   

-Obrigado- disse me dando outro abraço   

Ignorando completamente a presença de Tenten, ela tentou me puxar para dentro da casa.  

-Hey, me desculpe Hanabi, não vou poder entrar. Tenho que treinar- E ela me olhou brava   

-Até no meu aniversário você pretende ficar com ela?!- bradou   

-Hanabi, Prometo que virei aqui mais tarde- disse e me virei para ir embora, pegando na mão de Tenten para ela me seguir mas antes ainda pude ouvir ela exclamando   

-Você nunca cumpre suas promessas!   

Ah Kami-sama, ela se lembra! Sei que não é culpa minha, mas me sinto um monstro.   

Hanabi é uma criança, e da minha família, não posso nem imaginar sem ficar enjoado...  

-Eu te disse que ela não esqueceria- falou Tenten gargalhando   

-Hm, venha, vamos treinar naquele lago perto de sua casa- propus   

-Certo, me encontre lá, tenho que passar em casa e pegar alguns pergaminhos, até mais- disse se despedindo e eu só acenei com a cabeça e fiquei a observando sumir de vista, antes de me dirigir ate o local combinado.  

***  

  

Estava sentado em uma pedra observando o lago quando senti o chakra dela se aproximando   

Me virei e a vi correndo em minha direção, com alguns pergaminhos em uma das mãos e as sapatilhas na outra  

-Achei que ia colocar uma roupa de treino- disse quando ela chegou   

-Ah, eu me esqueci, mas posso treinar assim- disse largando as coisas no chão   

-Certo, taijutsu?- perguntei  

-Vamos deixar o Taijutsu para mais tarde- ela disse arrumando alguns pergaminhos e eu me coloquei em posição de defesa   

Então ela ficou na ponta dos pés e girou abrindo um pergaminho, depois saltou e começou uma dança no ar, girando o pergaminho em volta de seu corpo como se fosse uma fita   

Eu já tinha visto aquela coreografia milhões de vezes, e sabia que daqui a 5 segundos milhares de armas viriam em minha direção, mas aquela cena foi tão graciosa que eu me esqueci que corria risco de vida, e fiquei parado admirando aquele espetáculo  

Quando as armas vieram eu não tirei meus olhos dela, desviava da maioria sem interromper o contato visual, mesmo que isso custasse alguns arranhões e ferimentos, e então ela começou a segunda parte da dança, parte esta que eu nunca vi, pois sempre estava ocupado em desviar das armas   

Ela dobrava uma das pernas e girava com os braços levantados acima da cabeça e depois abriu outro pergaminho dobrando o tronco e elevando uma das pernas esticando atras de si, era uma linda visão   

Quando as armas cessaram ela voltou ao chão graciosamente encerrando seu ballet e sorriu   

-Oque há com você hoje Hyuuga? Sempre se defende de todos os meus ataques, por isso eu sempre vou com força total.... Você se feriu?  

-Não se preocupe, eu estou bem, só fui um pouco descuidado...  

-Certo – ela disse e me atacou, ainda sorrindo   

Me deferia vários socos e chutes, e eu me defendi de todos, inverti poucos golpes, dos quais ela também agilmente desviava  

Percebi que estava pegando leve demais quando ela começou a dançar de novo, era uma linda mania  

Aumentei a velocidade de meus golpes e ela desviava atenta, aproveitando todas as oportunidades de ataques   

Estávamos completamente concentrados um no outro até que duas vozes conhecidas nos fizeram parar   

-Neji-san, Tenten-san- Lee chegou fazendo um escândalo ao lado do sensei   

-Isso meus pupilos queridos, queimem todo o fogo da juventude...- ele começou o discurso, mas parou de repente - Minha nossa, Tenten-chan, você está linda, nossa flor da juventude finalmente desabrochou...  

-Obrigado Gai-sensei, Lee-kun, vieram treinar também? - perguntou sorridente   

-Na verdade não, odeio interromper o treino de vocês, mas o sexto está pedindo a presença dos dois na sala dele agora.  

Nos olhamos e eu pude ver a curiosidade ardendo no olhar dela  

-Esta certo, já estamos indo- disse ajudando ela a recolher seus pergaminhos   

Dito isso Lee e Gai se despediram de nós e seguiram pelos telhados em direção ao prédio Hokage  

-Vamos passar na sua casa para guardar essas coisas antes de ir- disse e ela acenou com a cabeça calçando as sapatilhas  

Se levantou e seguimos até a casa em silêncio  

-Oque acha que ele quer connosco? - ela perguntou enquanto aguardava eu destrancar a porta   

-Deve ser alguma missão para o time – respondi   

Esperei do lado de fora ela guardar os equipamentos e depois seguimos até o Predio Hokage   

 Chegando na sala do Rokudaime encontramos Hinata e Sai já presentes   

-Hokage-sama- cumprimentei entrando na sala   

-Agora que estão todos aqui, vou explicar o que quero de vocês- disse olhando todos na sala- Vocês farão uma missão de espionagem, na qual se infiltrarão em certas vilas para colher informações. Vocês foram escolhidos a dedo, devido a personalidade. São os shinobis mais discretos, e é por isso que são perfeitos para essa missão.   

-Hai – disse Hinata  

-Vocês irão em duplas, se passando por casais comuns, recém-casados, e não podem de jeito nenhum entregarem que são ninjas. Sejam cuidadosos...  

-Quais são os países? - perguntou Tenten   

-País dos Ursos, e país dos pássaros, me mandem informações semanais com tudo que descobrirem, temos poucas informações sobre esses lugares...  

-E quanto as duplas? - perguntou sai   

-Fica a escolha de vocês, mas recomendo não colocar os dois usuários do byakugan juntos, vocês não parecem um casal, e sim irmãos, acabaria com o disfarce...  

-Certo, irei com a Tenten, ficaremos com o país dos ursos, se não se importam-me pronunciei   

-Quando partimos? - Hinata perguntou visivelmente desconfortável com a ideia de formar um casal com sai   

-Amanhã pela manhã, dispensados- concluiu 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...