História Nejiten Florescendo - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Neji Hyuuga, TenTen Mitsashi
Tags Nejiten Neji, Tenten Naruto
Visualizações 349
Palavras 1.991
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ecchi, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Ímpasse


Fanfic / Fanfiction Nejiten Florescendo - Capítulo 4 - Ímpasse

Sentia a agua fria escorrer por seu corpo, relaxando os músculos que pareciam queimar   

Tenten já ouviu falar muito sobre beijos, apesar de nunca ter tirado a prova até então...  

Mas não esperava sentir as pernas tão fracas, o corpo tão quente, o toque dele lhe satisfazia por completo por mais sutil que fosse, e a maior proximidade ainda parecia ser muito distante... Seu coração ainda batia desesperadamente, ela estava confusa, ainda sentia o gosto dele em sua boca e o cheiro dele por todo seu corpo  

Girou o registro do chuveiro deixando o volume de agua que caia sobre si aumentar, ainda se sentia muito quente, seu ventre se comprimia de uma forma que ela nunca havia sentido antes  

Como Neji conseguira deixa-la nesse estado? Não admitiria, mas tinha ciência de que não foi o beijo que a deixou assim, e sim o fato de ter sido ele...   

Espalhou o sabonete por todo o seu corpo, sentindo a pele ainda sensível ao toque  

De algum modo, se sentia tensa, ansiosa, como se algo estivesse muito errado em seu corpo  

Deligou o chuveiro e saiu da cabine  

O banheiro ela totalmente branco, a não ser por uma bonsai de cerejeira que descansava ao lado de um sofá que ocupava todo o espaço de uma das paredes do cômodo, acima do sofá um espelho enorme ocupava o espaço restante, refletindo o banheiro por completo, do outro lado estava uma enorme banheira de casal com alguns sais e loções em volta, ao lado uma pia de mármore claro com um armário acoplado, onde jaziam varias toalhas brancas   

Se secou demoradamente, e estendeu a toalha na box acima da banheira   

Tirou o hidratante da bolsa e espalhou pelo corpo, massageando generosamente, sua pele estava mais sensível que nunca e ela se sentia curiosa com esse novo estado de seu corpo  

Ainda se sentia quente, mesmo depois do banho frio, então optou por um vestido vermelho de tecido fino com uma estampa de pássaros brancos voando, que cobria seus ombros e busto, justo por completo, e com duas aberturas na lateral, o comprimento ia até seu joelho  

Soltou os cabelos dos coques e escovou, os deixando soltos  

Pegou a mochila de cima do sofá e caminhou para fora do cômodo  

Encontrou Neji arrumando suas roupas no armário  

Ele se virou e deu uma olhada generosa na morena, que corou  

-Eu vou descer até a receção para pegar um guia...- Falou a morena se virando para a porta, na tentativa de fugir do constrangimento de ficar a sós com Neji, ou pelo menos adiar o inevitável  

-Não há necessidade, já fiz isso- ele disse fechando o armário e caminhando até onde a garota estava   

Parou atrás dela e a chamou   

-Tenten   

-Está certo, então eu vou comprar algo para comermos- disse tensa   

-Tenten – repetiu - está tentando fugir de mim?   

Ela se virou e o olhou sorrindo derrotada, como uma criança levando uma bronca por sua arte   

-Me desculpe – disse  

Ela parecia arrependida e isso o entristeceu, talvez tenha sido precipitado demais e a assustado, mas não podia pedir desculpas pelo feito, pois ele não estava arrependido, nem se sentia culpado, fez o que sempre desejou, apesar de nunca admitir   

Mas aquela situação estava incomodando os dois, e a curiosidade falou mais alto que a vergonha   

-Neji, por que você me beijou? - perguntou direta   

-Bom, primeiro porque você me provocou, segundo porque era o que eu desejava fazer- disse olhando nos olhos castanhos- e se você deseja desculpas, saiba que eu não me arrependo- concluiu cruzando os braços e se escorando relaxadamente no batente da porta do banheiro   

A morena o olhou confusa, então ele realmente desejava beija-la?   

Sorriu   

-Eu também não me arrependo Neji – disse alegre e ele sorriu de lado   

Neji caminhou ate ela e lhe beijou a testa, pegando em sua mão e lhe conduzindo para fora do quarto   

-Venha, vamos comer   

Seguiram pelos corredores de mãos dadas, Tenten sorria satisfeita   

Que reviravolta sua vida havia dado, parecia que agora os ventos sopravam a seu favor realizando seus desejos mais antigos, por mais que não passasse de um beijo, ela teria provado de seu amor de infância ao menos uma vez, e isso já era suficiente para se sentir realizada  

Até porque se tratava de Hyuuga Neji, que demonstrando afeto uma vez já poderia ser considerado um milagre  

Cruzaram o saguão e saíram do hotel   

Entraram em um restaurante comum e com poucas pessoas, se sentaram em uma das mesas próximas a janela e aguardaram a garçonete entregar os cardápios   

Ela chegou quase que imediatamente, sorrindo e cumprimentando os dois, era uma moça alta, por volta dos 35 anos  

-Olá, boa tarde, meu nome é Suzuki. Oque desejam? - perguntou   

-Hm, sushis de salmão e dangos, por favor – disse Tenten e ela acenou, se virando para Neji em seguida   

-O mesmo para mim – disse distraído olhando o movimento nas ruas   

Susuki saiu alegando voltar logo com os pedidos, os deixando sozinhos   

-Onde vamos depois? - perguntou Tenten animada   

Neji se virou para ela e tirou um papel verde do bolso, lhe entregando em seguida   

Era um guia turístico com várias atrações, percebeu que o país era um lugar muito arborizado, repleto de bosques e lagos, com uma praia ao sul  

-Podemos visitar um desses lugares hoje, antes de começar a procurar um imóvel - disse voltando a olhar pela janela   

-Procurar um imóvel, mas já? - Perguntou enquanto seus pedidos eram servidos   

-Quero sair daquele hotel o quanto antes – disse e cerrou os dentes   

-Está certo, de qualquer forma, será bom, eu não gosto de comer fora muitas vezes- disse olhando a janela também   

-Itadakimasu- ele disse e começou a comer   

-Itadakimasu  

Comeram em silêncio, a comida estava realmente saborosa, Tenten percebeu que o arroz era mais doce que o da vila da folha, eles aumentavam um pouco as doses de tempero  

Antes de se levantar Neji começou a sentir cocegas na cabeça, e assumiu uma expressão confusa  

Virou a cabeça para trás e encontrou um bebe sentado no chão, balançando a ponta de seu cabelo de um lado para o outro   

-Mas oque...- falou baixo, confuso e Tenten desatou a rir vendo a cena   

A criança olhou para cima, mirando seus grandes olhos azuis nos perolados e encarou Neji, que não sabia o que fazer   

Tenten se levantou e caminhou até o outro lado da mesa, sorrindo divertida, se abaixou para ficar mais próxima do garoto e falou  

-Olá criança, qual seu nome? -perguntou docemente e o garoto sorriu para ela e andou atrapalhado até seu colo, soltando os cabelos de Neji, que olhava a cena em silêncio   

Uma garotinha de aproximadamente 8 anos caminhou até eles   

-Perdoem meu irmão, ele é incontrolável - falou- meu nome é Naomi, ele é o Hayato...-disse apontando para o garoto que estava agarrado a Tenten   

-Ele é uma graça - disse ela   

O garoto começou a puxar a parte de cima do vestido de Tenten como se tentasse arranca-lo  

-Eu acho que ele está com fome- disse divertida   

-Meu Deus, que vergonha – Naomi disse totalmente rubra – Vou leva-lo para minha mãe, me desculpem – pediu   

-Não se preocupe querida – disse Tenten ainda sorrindo – foi um prazer conhecer vocês   

A garota sorriu e corou ainda mais   

-O prazer foi meu... Ja ne...- disse e saiu   

Tenten se virou para Neji que a encarava atônito, gargalhou   

-Você tem medo de crianças Neji? - falou ainda rindo deliciosamente   

-Claro que não - a olhou irritado - só não estou acostumado com a presença delas...  

-Certo...- disse enquanto ele deixava o dinheiro encima da mesa   

Saíram do restaurante e ele a olhou   

-Vamos nos separar para reconhecer a área, deixamos o passeio para amanhã...- disse – Nos encontramos no hotel quando o Sol se pôr  

-Tudo bem, tente fazer amizades- disse provocativa   

***  

Tenten voltou ao hotel pouco antes do por do sol, onde Neji já a esperava  

Ele estava sentado despojadamente em uma poltrona perto da cama, lendo um livro  

Tinha os cabelos molhados e usava uma bermuda de algodão, junto com uma regata branca justa, revelando seu físico, em ótimo estado  

-Tadaima – disse entrando no quarto   

-Okaeri- ele disse a olhando – Como foi?   

-Não entendo como esse lugar pode parecer uma ameaça, o povo parece muito contente e em paz com a vila...   

Ela se sentou na cama ficando de frente para Neji   

-E você? - Perguntou   

-Bom, conversei com alguns comerciantes e policiais, ao que parecem existem poucos clãs ninjas, a segurança da vila é feita pelos militares, e pelo que eu entendi não são necessárias muitas qualificações para se integrar... - Se levantou e caminhou até o banheiro entediado - Ah, e a propósito, vou fazer uma prova amanhã   

-Você oque? - o olhou incrédula - Ficou maluco, não pode mostrar suas habilidades...   

-Fique calma, é só uma prova escrita e um exame de condicionamento físico - se encostou no batente da porta e cruzou os braços - Não sabemos quanto tempo vamos passar por aqui, preciso de um emprego. E tem jeito melhor de se conseguir informações sobre uma vila do que se infiltrando na força policial da mesma? - sorriu   

Ela deixou seu corpo cair sobre a cama, suspirando cansada   

-Falando nisso, encontrei uma casa que me agradou, poderia ir visita-la comigo amanhã?   

-Certamente... Agora com licença, vou tomar um banho- disse e adentrou o banheiro fechando a porta   

Tenten se levantou e caminhou até o armário, abrindo-o e começando a organizar suas roupas ao lado das de Neji   

Sorriu  

Kakashi a estava fazendo viver um casamento antes da hora...  

Terminou de arrumar suas coisas depois de alguns minutos e se sentou na poltrona onde Neji estivera, se enrolando no manto que descansava no encosto e sentindo o cheiro familiar de hortelã que ela tanto amava...  

Estendeu a mão esquerda e ficou observando a aliança que Neji lhe deu   

Mil pensamentos invadiram sua mente, mas havia um que predominava, a lembrança do beijo daquela manhã   

"Eu fiz o que desejava fazer"   

-Queria que tudo isso fosse real – sussurrou para si mesma   

-Tudo isso, oque? - Perguntou Neji, fazendo a morena pular pelo susto   

-Ne-ne-Neji-kun!- exclamou sentindo o rosto queimar  

Droga! Há quanto tempo ele estava lá?  

Ele estava parado despreocupadamente ao lado do guarda roupa, apenas com uma toalha branca enrolada em sua cintura, gotas grossas de agua caiam de seus cabelos molhando seu peito e escorrendo até a borda da toalha  

-Oque não é real Tenten? - perguntou   

Ela estava boquiaberta com a visão, sabia que tinha que responder sua pergunta, mas não conseguia formar nenhuma resposta coerente, nem se lembrava da pergunta...   

Droga, talvez se ele estivesse vestido ela conseguiria pensar!  

Como se adivinhasse seus pensamentos, Neji abriu o armário e vestiu uma calça de moletom e uma camiseta cinza simples e voltou a olhar a garota com os braços cruzados  

-Está tudo bem com você? - perguntou   

-Hai –  disse com a cabeça baixa  

-Que bom.... Quero falar com você- disse caminhando ao lado dela e lhe estendendo sua mão, ela pegou e se levantou, ficando de frente para ele com o olhar curioso   

Ele a observou uma vez antes de falar, como se guardasse cada detalhe, já que esta podia ser a ultima vez...  

Tocou seu rosto de leve com os dedos, e a morena fechou os olhos   

-Não- ele disse – olhe para mim, quero ver seus olhos – e ela obedeceu   

-Tenten... Eu sei que posso estar pressionando você, mas gostaria que ao menos soubesse sobre meus sentimentos... Eu sempre tentei te manter afastada, porque reconheço que nunca serei o homem que você merece, eu estou longe de ser como um príncipe encantado. Mas de algum modo, meu destino sempre me trás de volta até você, e por mais que seja egoísmo, não quero mais ficar afastado... Eu quero você Tenten – disse entrelaçado suas mãos - Seja minha, ou me mande embora, mas não me deixe mais no escuro... - pediu 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...