História Nekos aqui? - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 2
Palavras 856
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 26 - Uma estranha no barco.


Thiago estava no potinho de plástico, havia notado que ele crescera mais do que o normal, e agora ele estava se sentindo espremido dentro daquele pote, ele respirou fundo, e cresceu mais! 

                                                 ~Thiago ON~

 Como assim eu cresci mais? Que estranho... Deve ser a magia de David que está perdendo as forças por ele estar mais longe, pela primeira vez estou querendo que ele vá para mais longe, quero voltar ao meu tamanho normal. Mas ei, meus amigos foram capturados, estou só novamente, isso não é algo legal ou animador, muito pelo contrário. Consegui ficar 5 anos longe deles, acho que não vou aguentar muito mais tempo com eles distantes.

 Bati com insistência minha cabeça no plástico com a intenção de ou morrer ou quebrar o plástico e ir em busca de meus amigos nesse tamanho mesmo, o que seria uma tremenda dificuldade, parei de bater com a cabeça nele e comecei a usar as mãos, eu já estou ficando com dor de cabeça. O barco balança e o potinho rola de um lado para o outro, fico torcendo para que o pote quebre, mas ele nem sequer racha. 

 Há um alguém ali no barco, dentro da cozinha. Noto que meu tamanha não para de aumentar, sinto uma forte dor e um crescimento acelerado, logo estou do meu tamanho normal, mas e minhas roupas? Minhas roupas não cresceram comigo! Isso não estava no acordo que fiz com David. Olhei para todos os cantos e me levantei, ouvi um barulho vindo da parte interna do barco, fui até a entrada da cozinha e dei uma espiada, havia uma garota ali, e eu estava completamente nu. Ela tinha a pele bem clara e azulada; um nariz bonitinho; boca carnuda e um pouco rosada, deixando-a num tom meio que roxo; olhos bem amarelos (igual aos olhos de gatos); um cabelão que ia até o começo de sua coxa, ele era repicado e cortado em V, o cabelo era branco, bem branco, tinha uma franja lateral na qual desde a metade pra baixo é azul céu, bem bonito pra falar a verdade, tinha alguns fios dela que pareciam querer se cachear; seus cílios eram negros e com bastante pelos; sobrancelhas perfeitas, eram negras e bem femininas; a garota tinha um corpo de modelo e era menor que eu, deve ter uns 13 anos; ela tem uma cauda felina branca com a pontinha azul bem clarinho; tinha também 2 orelhas humanas da cor de sua pele e duas felinas tão brancas quanto seu cabelo; ela usava uma saia colegial que ia até a ponta de cima do joelho que era bem amarela e uma blusa com uma manga que tem dois dedos adultos de largura, era bem formal e rosa bem chamativo, sua sandália era de salto alto bem grosso como um tijolo laranja e amarelão, era como se tivesse pego uma fatia do meio da sandália porque cada uma tinha dois saltos, um na ponta da frente e um maior na ponta de trás, sua unha estava pintada de branco com bolinhas pequenas e douradas além de terem 1,3 centímetros, eram bem grandes. Do nada ela olhou pra minha cara (única coisa visível pra ela por eu só estar com a cabeça dentro da cozinha e o resto do corpo está escondido dela pela madeira da parede), eu corei mesmo assim.

???: - Que foi? -sua voz era dócil e adulta ao mesmo tempo, o que me assustava... - Por que está me olhando? 
         Thiago: "pra poder te descrever" eu pensei. - Nada... O que você faz aqui? Quem é você?
          ???: - Sou sua guia, e estou aqui para te ajudar ué! Eu estava escondida num buraco debaixo de uma tábua solta pra caso desse alguma merda aqui, e pelo visto foi o que aconteceu... Houve uma merda enorme e agora muito pelo visto eu vou ter que bancar a babá de você pra ninguém te pegar também. -ela começa a subir as escadas para vir aonde estou, logo parei ela com minha mão- Que foi agora?
        Thiago: - É que estou nu... É uma longa história, mas... -ela me interrompe.
        ???: - Toma aqui. -ela me entrega a mochila de Lucas- A roupa dele deve caber em você, se não cabia antes vai caber agora!
        Thiago: - OK... -pego a mochila e me troco, ela sai de lá e pega algo do chão revelando sua cintura, bem fina por sinal.

Nós ajeitamos algumas coisas, desancoramos os barcos e cada um ficou em um, eu fiquei no menor por não saber pilotar direito, navegamos com os dois barcos amarrados e encostados um no outro porque ela achou que seria melhor pra não me desorientar, quem ela pensa que é? Tudo bem, estou curioso, perguntarei seu nome...

Thiago: - Como você se chama?
          Azulzinha8: - Azulzinha8. -ela responde no outro barco
           Thiago: - Isso é um nome? -eu riu e ela revira os olhos- É engraçado, mas bonita.
           Azulzinha8: - Hã? -ela cora um pouco- Você quis dizer bonitO, né?
           Thiago: - Os dois. -ela cora mais, que FOFAAA- Eu acho...

 Fez-se silêncio e ela dá uma risadinha meio nervosa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...