História Nekutai - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol
Tags Baekhyun, Baekyeol, Chanbaek, Chanyeol
Visualizações 137
Palavras 1.647
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Festa, Ficção, Lemon, Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


EU VOLTEEEEEEEEI HAHAHAHHAHA

Oie kkjkkk

Eu estava morrendo de saudades de escrever e bem, aqui temos uma one shot pra matar a saudade!!

Eu adoro fics de amor nn correspondido (-_-). Ás vezes as pessoas so veêm que amam alguem quando estão a ponto de perde-las e eu adoro ler sobre esses sentimentos, principalmente por conta das lembranças.

Okaaay vamos a fic!!

Boa leitura, e ate as notas finais!!

Capítulo 1 - Laços


Fanfic / Fanfiction Nekutai - Capítulo 1 - Laços

Minha pele queimava como fogo. As sensações e reações do meu corpo eram unicas.

Ninguem nunca me fez sentir assim.


Esse era o poder de Chanyeol sobre mim. O seu toque, sua voz, o jeito como me fazia estremecer na palma da mão eram coisas que nunca consegui sentir com outro homem.


Nosso relacionamento era um tanto quanto "estranho". Nos encontravamos em seu apartamento ou no meu. Sempre terminando a noite em baixo dos lenções e ofegantes. Chanyeol parecia não cansar.


Nos conhecemos em uma festa da empresa. Chanyeol era diretor de financias e eu trabalhava com o pessoal do marketing.


Por incrivel que pareça, aquela noite não tivemos nenhum tipo de toque, apenas conversamos e bebemos, mas com aquele ar de flerte.


Não demorou muito tempo depois e quando fomos ver estavamos aos beijos na sala do maior. Quase fodemos em cima da mesa mesmo, mas a conciencia gritou e lembramos que estavamos no trabalho e tinham pessoas do lado de fora.


Continuamos saindo por um tempo, e em uma noite que saimos para beber em um barzinho fomos para um motel e bem...


Você já sabe.


Depois disso nossos encontros ficaram mais frequentes chegando ate hoje.


Nunca me incomodei por Chanyeol não me pedir em namoro mesmo estando comigo a quase 1 ano. Eu e ele concordavamos que isso não iria fazer diferença no nosso relacionamento. Mas o que me incomodava de certa forma era o apego que eu havia criado por Chanyeol.


Sempre soube que, o que tinhamos era instavel e momentaneo.


Era o que eu acreditava.


Mas o tempo me mostrou que não eram mais apenas noites de foda casual, elas haviam se tornado em filmes no sofá, carinho, alguns abraços rasos e ate selinho de "oie" e "xau".


Fiquei confuso e vivia pensando se nos dois tinhamos futuro juntos. Nossas personalidades eram um tanto quanto diferentes, mas aprendemos com o tempo a cuidar e respeitar um so outro.


Não sabia se aquilo era amor, mas exista algo na nossa relação. Até Chanyeol falar que:


"Não estamos juntos Baekhyun"


Foi depois de outra festa que a empresa havia proporcionado. Não ficavamos muito juntos para não criar conversas paralelas. Naquela noite Chanyeol conversava com algumas mulheres da recepção, sendo que todas riam e se penduravam em Chanyeol, dizendo o quanto ele era engraçado e charmoso.


Aquilo acabou me incomodando de certa forma. Passei o restante da festa um tanto quanto aereo, mas as coisas só pioraram quando vi Chanyeol e uma das recepcionistas saindo aos risos do banheiro. O maior tinha um pouco de batom borrado no canto dos labios.


Foi um choque pra mim. Estavamos a quase 1 anos juntos e ali eu vi que não significava nada para Chanyeol. Eu era apenas a "foda facil", a pessoa na qual ele sempre recorria quando queria. Nunca fui algo importante na vida dele como ele havia de tornado na minha. Naquele momento eu quis chorar e sair dali.


Não imaginava que meu coração pudesse doer tanto por alguem. Chanyeol ja era especial e estava fazendo parte dos meus pensamentos e sentimentos. Até arriscaria dizer que eu estava apaixonado.


Era apenas um idiota.


Depois disso Chanyeol disse para irmos ao seu apartamento, como se nada tivesse acontecido. Eu fervi em raiva e fui, mas era apenas para por um ponto final em tudo que envolvia a nossa relação. Se tinhamos uma ainda.


Quando chegamos o maior quis me tocar e eu fiz o maior escandalo.


"Você me quer depois de ter se engraçado com outra? Sou assim tão facil?"


"Do que você esta falando Baekhyun?"


"Eu vi Chanyeol. Eu vi você saindo daquelas banheiro seu canalha"


Eu dava socos e tapas no peito dele, mas sem força alguma. Não tinha animo algum.


"Não estamos juntos Baekhyun" - ele segurou meus pulsos enquanto eu impedia as lagrimas que teimavam em querer cair. Eu não iria chorar por ele.


"Tem razão" - ele me soltou- "Acho que eu não tenho direito de cobrar nada de você não é?"


"Baekh-"


"Me esquece. Finge que nunca me conheceu e que eu não passou de um desconhecido pra você" - me afastei - " Não vai ser dificil né? Você ja faz isso mesmo"


"..."


Silêncio foi o que recebi em troca, então simplesmente sai daquele lugar, na pretenção de nunca mais voltar, mas no fundo, sabia que palavras ficaram intaladas na minha garganta.


Eu queria dizer que ele significava alguma coisa pra mim, que eu queria sua companhia, dormir abraçado a ele, receber e dar carinho, um cafuné enquanto assistiamos filmes e poder sorrir toda vez que eu me lembrava dele.


Mas o que adiantaria? Eu so iria ferir o meu orgulho, ja que Chanyeol ja havia deixando bem claro que não tinhamos nada.


Eu apenas sai daquele lugar e fui embora. Quando cheguei em casa que me permiti a chorar. Eu estava destruido.


O tempo parecia não passar depois disso. Bloqueei Chanyeol de todas as formas possiveis na minha vida. Como eramos de setores difentes não tinhamos o risco de nos encontrar com frequência e quando isso acontecia eu apenas ignorava sua presença.


Estava sendo dificil pra mim e me amaldiçoava todos os dias por ter deixado todas aquelas sensações me influenciarem. Fui um idiota por acreditar em algo que nunca existiu, mas sabia que no fundo eu queria Chanyeol em minha vida.


Aquilo me corroia por dentro.


Mas contudo, eu não esperava encontrar Chanyeol na minha porta as 5 horas da manhã, levemente embriagado. Quando o vi fiquei estatico, tanto pelo surpresa, tanto pelo abraço apertado que recebi. Tinha cheiro de saudade.


"Chanye-"


"Me desculpa" - ele disse enquanto sentia meu ombro ficando molhado. Ele estava chorando - "Eu não consigo mais ficar sem você. Eu sinto sua falta"


Vendo que eu não reagia ele continuou.


"E-eu achei que não sentia nada. Achei que eu não significava nada pra você e que o que tinhamos era superficial mas.... nunca foi. Estar com voce me faz sentir felicidade e isso é um sentimento desconhecido pra mim Baek. Por favor me perdoa"


Envolvi meus braços nele e retribui o abraço e comecei a chorar tambem.


"Você é a pessoa mais importante na minha vida Chanyeol, eu amo você seu idiota"


Chanyeol me soltou do abraço e me beijou. Aquilo significou tantas coisas ao mesmo tempo. Foram palavras que não haviam sido ditas e ações que faltaram coragem.


Nos beijavamos enquanto Chanyeol me empurrava para dentro do apartamento. Bati a porta e logo fui prensado contra ela. O maior segurou minha cintura enquanto o beijo afoito só fazia com que a excitação e a saudade crescessem. Chanyeol explorava toda a minha boca e suas mãos subiam ate o meio das minhas costas e deciam ate minhas nadegas. Desceu um pouco mais e me segurou pelas coxas, pulei em seu colo e fomos aos tropeços para o meu quarto.


Fui colocado na cama com carinho e logo nos desfizemos de todas as roupas incomodas. Chanyeol beijava cada parte do meu corpo: pescoço, maxilar, barriga e mamilos. Arqueei as costas quando senti essa parte sensivel sendo sugada e depois mordida de leve. Ficou um bom tempo intercalando entre um e outro, ate que começou a descer ate chegar so meu falo gotejante. A cabecinha estava inchada e expelia muito pré-gozo.


Chanyeol apenas ignorou meu pênis necessitado e continuou descendo ate o caminho da felicidade.


Com um chupão e uma lambida o maior começou a penetrar com a lingua a minha entradinha que se contraia em torno do musculo molhado.


Eu via estrelas com aquele beijo grego maravilhoso. Chanyeol continuou por um bom tempo, ate que sentiu ja ser o suficiente, voltando a me beijar.


O pênis duro dele parecia dolorido e acabei fazendo menção de que queria chupar, mas Chanyeol me impediu.


"Outro dia bebê"


Ele distribuia beijos pelo meu pescoço, deixando varias marcas de chupões. Não fiquei para trás e comecei a marca-lo tambem. Queria deixar as marcas bem evidentes pra ver se aquelas quengas saissem de perto dele.


"Tem camisinha?" - perguntou fazendo com que eu voltasse a realidade.


"Tenho, mas não quero usar. Você confia em mim não?"


"Confio" - Me beijou - "E você? Confia em mim?"


"Sim"


Chanyeol me beijou nas bochechas, na testa, queixo e na posta do nariz enquanto me penetrava aos poucos.


Aquilo doia mas o tesão era tanto que eu apenas dava atenção ao prazer que iria sentir depois. Chanyeol começou devagar, estocando com medo de me machucar.


Quando viu que eu ja estava relaxado, aumentou a velocidade, segurando na minha cintura enquanto eu arranhava suas costas. Chanyeol metia com força, dizendo o quanto apertado eu estava. Eu apenas gemia de forma manhosa e escandalosa.


Me virou de bruços e continou me fodendo de forma maravilhosamente prazerosa. Eu sentia meu pontinho doce sendo estimulado e meu corpo tremia. Chanyeol não parecia cansar e logo me virou novamente, me colocando de lado e consecutivamente aumentando ainda mais a velocidade das estocadas.


Logo comecei a sentir espasmos, avisando que logo gozaria.


Chanyeol me virou mais uma vez, voltando pra posição mamãe e papai.


"Quero ver você gozar" - disse com aquela voz rouca no meu ouvido.


Cheguei ao meu limite, soltando um gemido enquanto me derramava no meu proprio abdomên. O maior continuou metendo até ter seu orgasmo, se desfazendo dentro de mim pela primeira vez.


Caiu exausto e ofegante ao meu lado, logo me puxando para um abraço. Deitei minha cabeça em seu peito me permitindo relaxar e aproveitar das sensações que eram ter Chanyeol ao meu lado de novo.


"Eu amo você" - disse com aquela voz rouquinha que eu tanto amava.


"Eu tambem amo você".


Acabamos dormindo prezando pelo sono um do outro. O que aconteceria no futuro era uma incognita mas o presente ja mostrava que, se fosse ao lado dele, eu estaria pronto para qualquer coisa.




Afinal....











                                                  ....Isso é amor.







Notas Finais


Só avisando que isso era pra ser um pwp, mas acabou que eu fiquei emotiva demais e acabou saindo isso kkkkkk

Quem sabe da proxima posto um lemon mais elaborado.

Eu tbm nn revisei então podem ter alguns erros.

Aqui estão outras fics ChanBaek caso queira ver:

One-Shot:

Amor sem aviso prévio
https://spiritfanfics.com/historia/amor-sem-aviso-previo-9990447

Você é a minha felicidade!!
https://spiritfanfics.com/historia/voce-e-a-minha-felicidade-9780789

Long Fic:

!Doctor Love!Soldier Passion!
https://spiritfanfics.com/historia/doctor-love-soldier-passion-9981111

Obrigado e até a proxima!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...