História Nem tão doce Primavera - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Dakota, Iris, Kentin, Kim, Leigh, Lysandre, Nathaniel, Nina, Personagens Originais, Priya, Rosalya, Viktor Chavalier, Violette
Tags Amor Doce, Amour Sucre, Bloco De Notas, Docete, Lysandre, Namoro, Rosalya
Visualizações 24
Palavras 1.177
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Harem, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá andei ausente durante um período (o que é normal da minha parte)....

mas estou colocando tudo nos eixos e organizando melhor meus horários e atividades. Portanto a Fic seguirá agora firme e forte com capítulos semanais todas as segundas-feiras . \o/

Capítulo 5 - Vamos falar a verdade, vamos falar sobre nós: parte I


Fanfic / Fanfiction Nem tão doce Primavera - Capítulo 5 - Vamos falar a verdade, vamos falar sobre nós: parte I

*POV. ANALU* 

Cheguei nitidamente atrasada no dia seguinte e perdi a primeira aula o que só me serviu para receber um sermão da diretora e melhorar ainda mais o meu astral. Fui direto para a sala e me sentei mais ao fundo. Me sentia uma idiota por como tinha falado com a Rosalya, ela não tinha culpa de nada e eu apenas despejei a minha rejeição em cima dela como se ela tivesse alguma responsabilidade sobre as minhas frustrações amorosas, eu tinha consciência de que precisaria me desculpar, mas ainda não tinha cara para isso.

A verdade era  que eu havia deixado o meu ciúme falar mais alto do que o meu bom senso, a Rosalya é uma garota linda e audaciosa e sabendo disso, como poderia me comparar a ela? E mesmo depois do que havia acontecido ainda encontrava diversas vezes o Lysandre observando-a de longe com um olhar tão terno. Eu ansiava que aquele olhar recaísse sobre mim ao menos uma vez, mas no fim eu nunca fiz nada para que isso acontecesse. Por fim não consegui me concentrar durante todo o segundo período e ainda recebi algumas reclamações da nossa doce professora por não estar atenta a aula.

__ Analu...? - Ouvi a voz tímida da Viollete me chamar de volta a realidade.

__ Desculpe Viollete eu me distrai um pouco...

__ S-sim. A aula já acabou sabe ... Quer ir almoçar na cantina?

__ Ohh... Acho que me distrai muito então... Claro vamos lá.

Acompanhei a Viollete até fora da sala em direção a cantina, a verdade é que não sentia nem um pouco de fome, mas sentia uma vontade ai menor de ficar sozinha agora. Chegando lá a fila já estava enorme... O que me desanimou ainda mais. Eu havia acabado de inventar uma desculpa qualquer para a Viollete e a Kim que estava a minha frente na fila para que pudesse sair de lá.

__ Analu, será que poderíamos conversar? 

Fui surpreendida pelo Lysandre que segurava suavemente em meu ombro para que me volta-se pare ele. Eu não consegui explicar aquela expressão que ele tinha em seu rosto, não acho que a tenha visto muitas vezes, ele parecia confuso e ao mesmo tempo desconcertado por falar comigo assim. 

__ Lysandre, será que poderíamos nos falar depois, tenho que revisar algumas coisas para a aula de ciências

__ Ciências? só teremos aulas na próxima semana.

__ Sim... Mais eu estou bem atrasada... Então.

__ Então deixe-me te ajudar...

__ Não! Olha prefiro revisar sozinha se não se importa.

Ele deu um passo para trás, como se estivesse na defensiva diante de minhas desculpas. Eu o evitei o resto do dia, aliás eu o evitaria o resto da semana se fosse possível... Mas com a minha sorte claramente não seria

__ Bom para esse trabalho de literatura eu espero uma análise apropriada dos poemas e obras trabalhados nos últimos dias, bem como a escrita de um poema autoral, é claro.  - O professor de literatura disparou isso no começo da aula da forma mais calma possível. __ Para essa atividade no entanto eu escolherei as duplas de trabalho. E lembro também que apesar de analisarem juntos um poema, a apresentação de seus escritos serão realizadas separadamente. Quem sabe não descubramos alguns talentos aqui.

Não pude conter um riso diante da expressao aterrorizada de alguns de meus colegas apenas pela menção da escrita de um poema.

__ as Duplas  serão:  Castiel e Iris, Alexy e Rosa. Kentin e Viollete.. ... Por fim Analu e  Lysandre. Os liberarei o resto da aula para pesquisa.

Eu levantei a cabeça desamparada, olhando para o professor e então olhando para o Lysandre que estava sentado duas mesas a frente na fila ao lado. Ele parecia tão animado quanto eu para tarefa. Me levantei e fui até sua mesa.

__ Presumo que agora não irá mais se esquivar de mim certo?

__ Não estava me esquivando... Eu... Bem eu só estava muito atarefada?

__ Isso foi uma pergunta ou uma afirmação Analu? - Ele disse entre um leve sorriso.

__ Bem, eu não sei como responder a isso, Lysandre. – Disse encolhendo os ombros.  __ Deveríamos ir para a biblioteca não acha? - tentei mudar de assunto.

__ Como quiser. - Ele me respondeu se levantando e de certa forma me sentia feliz em ainda poder conversar normalmente com ele. 

__ Então tem alguma ideia de qual tema deveríamos abordar?

__ Talvez lírico... Gosto dessa época literária. - Disse me pondo na ponta dos pés para alcançar um livro.

__ Romance... Hummm - Ele se colocou atrás de mim e estendeu o braço para pegar o livro e me entregar. __ Combina com você.

Fui pega de surpresa por essas palavras. Acabei recuando e batendo com força na prateleira atrás de mim.

__ O que deveria significar isso? ... Não consigo entender você Lysandre.

__ Isso seria uma pergunta sobre o Romance? Acho que combina com você, veja as obras desse tempo são sempre tão fluídas e misteriosas, as palavras sempre gentis falando sobre amores e sobre a beleza pelos olhos dos poetas... Sinto que esses textos são reconfortantes.

__ Ahh Lysandre isso não é nada justo, eles também falam de amantes desafortunados sabe? De amores não correspondidos e de corações dilacerados com a perda, como a sua paixão pela Rosalya...

__ Isso soa um tanto cruel Analu.

Eu o encarei desamparada e hesitante. __ Ou como a minha paixão por você.

Ele foi pego de surpresa, pelas minhas palavras, seus olhos com aquele verde e âmbar marcantes me fitavam como se não soubessem se o que acabará de ouvir fosse verdade ou não. Eu não podia mais voltar atrás. 

__ Eu sei como se sente sobre a Rosalya sei disso a muito tempo, mas não pude fazer nada além de observar de longe você se apaixonar por minha melhor amiga... não foi nada fácil. por isso achei que seria melhor me afastar de tudo isso, me afastar de você, mas isso não funciona assim.

__  Analu, o que está querendo me dizer...

__ Não estou querendo te dizer... Eu estou te dizendo Lysandre, dizendo que gosto de você gosto mesmo de você. Não foi fácil ser incapaz de te contar a verdade,  de lhe dizer como ficava feliz por estar com você ou de como senti sua falta.

A expressão do Lysandre era de completa confusão. Diante de minha confissão ele apenas ficou parado, sem saber o que dizer e o tempo pareceu congelar ao nosso redor, eu apenas respirei fundo,  eu sabia o que estava por vir, eu sabia qual era sua resposta, eu sempre soube.

__ Analu... Eu sinto muito. ... Mas não te vejo dessa maneira. Eu não posso.

__ Eu sei! Mas ainda sim eu precisava tentar certo? Obrigado por me ouvir... Então....vamos apenas seguir sim? Eu acho que preciso ir... preciso de ar.

Sai o mais rápido que pude da biblioteca, não sei se suportaria mais. No fim parte de mim torcia secretamente para que ele viesse ao meu encontro mais isso não aconteceu.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...