História Nem tão inocente - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Anitta, Ariana Grande, Ashlee Simpson, Demi Lovato, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Anitta, Ariana Grande, Ashlee Simpson, Camila Cabello, Dallas Lovato, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren G!p
Exibições 463
Palavras 707
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Como vocês pediram tá aí o Capítulo!!

Aviso: recomendo que estejam sentados e não esteja comendo!!

Desculpe os erros e boa leitura!!;)

Capítulo 5 - Mostro


   
                  pv camila

o ar está rarefeito, eu caminhava em câmera lenta para o meu primeiro assassinato

Dallas:- aqui Star Camila, as câmeras já estão prontas, quando quiser ligar-lás

Chego perto do homem sentado a minha frente

Camila:-pode ligar Dallas

Dallas:- ligue as câmeras

Pego uma cadeira e me sento de frente para o homem

Camila:- qual é seu nome???

********:- Henrique, sua idiota

CAMILA:-  hum então Henrique, por que você matou um dos meus homes???

Henrique :- porque eu quiz sua vadia

Camila:- idiota, vadia?? Não e o mais  sensato para se dizer a pessoa que, se quiser pode te matar

Henrique:- kkkkk, você não vai me matar, dá pra ver em seus olhos

Camila:- eu não teria tanta certeza - fui o mas confincente e irônica que pude

Henrique:- kkkk, você só está tentando ao máximo que pode me assustar, sabe o que eu vou fazer quando o meu pai mandar você me soltar daqui??

Camila:- Não, o que vai fazer- fui a mas natural possível

Henrique:- vou estuprar suas duas irmãnzinhas, sabe eu ouvir falar que elas tem um pénis, mas não importa, sexo anal e o melhor que existe- diz rindo

Meu sangue ferve, Travo a mandíbula de com força, meu corpo todo começa a ficar vermelho e a tremer por causa da mas pura raiva, salto grunhidos de furia, passo a mão por trás do meu corpo e pego a cadeira e lanço-a para frente com toda minha força, coloco as mãos aberta no meu rosto

Camila:- Eu vou te matar, hahaha hahaha hahaha, certamente te matarei- volto a rir euforicamente a plenos pulmões, paro de rir drasticamente ao ter uma ideia

Henrique:- o que você vai fazer??- pergunta com uma dose de medo ao me ver sacar uma faca

Me aproximo dele sorrido e apaixo suas calças, ele me fita e sorri

Henrique:- Você não teria coragem- diz sorrindo

eu abaixo sua cueca, olho nos olhos dele e sorrio, aproximo a faca e a passo levemente na extensão do seu pénis, ele força um sorriso, mas eu sei que está com medo porque em seu rosto está o mais puro terror, seguro suas bolas e começo a corta-las junto as pénis, ele grita tão alto que quase fico surda, mas continuo sorrindo, devo confessar que cada vez que ele grita de Pavor, eu gosto tanto, que chego a ficar excitada

Henrique:- NÃO, PARA POR FAVOR, POR FAVOR- são tão prazerosos os gritos de pavor dele

Eu acabo de cortar seu pénis com suas bola pinduradas e mostro a ele

Camila:- olha quem eu trouxe para brincar com você Henriquezinho, isso mesmo seu amiguinho, ah não chora heriquezinho, olha vamos fazer assim, você da um oi pro seu amiguinho enquanto eu vou ali conversar com a câmera combinado - ele aceinte e eu coloco seu pênis com suas bolas pinduradas dentro de sua boca e vou até a câmera

Camila:- viu o que acontece quando falamos palavrãs feias?? Por isso sejam bonzinhos - volto até onde Herique está

Camila:- ah não ele morreu, com quem que vou brincar agora??- falo fazendo Beicinho e foz manhosa

Camila:- então tchau, não tem mas ninguém para mim brincar- falo fazendo carinha de triste, mas logo sorrio e Dallas desliga a câmera, me olha espantada como todos ali presentes

Dallas me conduziu até o banheiro e me pos sentada no chão e ligou o chuveiro, só agora vêjo, estou coberta de sangue, começo a chorar, deito no chão do banheiro e fico lá aos prantos e lamento

Camila:- o que eu fiz?? Eu não sou esse mostro que cometeu aquela atrocidades- repito essas palavras como um mantra

depois do longo banho,choros e lamentos, vou me vestir, ponho uma cueca box da Calvin Klein preta, um tope da mesma cor, uma calça saruel vermelha, uma blusa do Nirvana e um tênis da Nike, passo em meio a vários rostos espantados, e vou pra minha sala, chorar

Chego em casa e Dinah está preparando o jantar, dou um beijo nela e em Sofi e vou para o meu quarto, deito na minha cama e  choro até dormir

              A coisa mais ruim não  foi ter me tornado um mostro, foi porque gostei da sensação de ser um


Notas Finais


Iai como estamos??? Devo continuar escrevendo a fic?? Deixa sua opinião ai nos comentários e não se esqueçam de favoritar a fic e muito importante pra mim saber se estão gostando ou não!! Bay bay ;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...