História Nem tão sozinhos... - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Katherine McNamara, One Direction
Personagens Harry Styles, Josh Devine, Katherine McNamara, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Aprendendo A Viver, Descobertas, Escolhas, Outros, Paixão, Romance, Segredos, Verdades
Exibições 22
Palavras 2.014
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Super Power, Survival, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá meus amores, boa tarde :3


Me desculpem a demora de postar, ok? :3

Espero que gostem do capitulo de hoje :3


Boa leitura <333

Capítulo 11 - O Pedido


Fanfic / Fanfiction Nem tão sozinhos... - Capítulo 11 - O Pedido

Já estava bem a noite, eu estava ansiosa pela festa. O povo daqui é bem animado. Estão sempre sorrindo e se divertindo de alguma forma.

Com certeza viver aqui é muito melhor do que na cidade. Onde é cheio de preocupações e problemas. Mas também com as pessoas que ama e você achando um modo de se divertir, tudo fica bom.

- Pronto, você está linda. – Disse Amanda.

Ela era uma garota aqui da Tribo que me disseram que era ótima com visuais e maquiagem. Maquiagem que ela mesma fazia.

Tem a minha idade, e é uma menina tímida mas forte.

- Uau... – Falo me olhando no espelho.               

Com certeza eu não reconhecia-me.

Eu usava um top marrom, e uma saia de palha muito bonita, ela ia até o joelho. Meu cabelo estava com algumas tranças e brilhoso. No rosto eu usava um batom vermelho, uma sombra preta e um pó fraquinho nas bochechas. Já nos pés, uma sapatilha azul.

- O Harry vai adorar. – Disse Emily.

- Espero que ele não ache vulgar.

- Imagina, você esta maravilhosa. – Disse Amanda.

- E por falar no Harry, eu não vi ele desde que o mesmo disse que ia fazer uns negócios...

- Relaxa, só digo que você terá uma surpresa. – Disse Emily.

- Estou com medo.

Minutos depois...

A musica era alta, e tinha um monte de pessoas dançando, bebendo, comendo e conversando. Umas crianças começam a dançar em volta de mim e sorrio. Logo elas saem e fico procurando o Harry com o meu olhar.

- Onde ele está?

- Bebida? – Disse uma moça aparecendo.

- Claro. – Pego mesmo sem saber o que é.

Depois ela sai e dou uma golada naquilo, era meio estranho mas era bom.

Repararam eu bebendo um troço sem saber o que é?

Mas não acho que seja porcaria.

- Oi. – Alguém me cutuca e eu me viro vendo o Harry.

- Harry! – O abraço. – Onde você estava?

- Me arrumando, o que achou?

- Você está lindo.

- Obrigada, e você também está linda. – Sorrio.

Harry usava uma camisa aberta bege, e uma calça cumprida preta. Nos pés um sapato da mesma cor da camisa. E seu rosto estava pintado na bochecha, que nem a maioria daqui.

Coloco meus braços em volta do seu pescoço e beijo seus lábios. Ele retribui e segura minha cintura, dando umas apertadinhas.

- Será que eu posso conversar com você em um lugar afastado daqui?

- Pra que?

- É importante. – Assinto.

- Ok, vamos. – Assentiu e entrelaçou nossas mãos.

Enquanto caminhávamos, pensei no que a Emily disse pra mim.

"- Relaxa, só digo que você terá uma surpresa. "

Que surpresa será essa? Algo me diz que isso tem a ver com a coisa importante de Harry.

Será que ele vai por um fim em tudo? Será que tem a ver com o que eu disse sobre nós?

Assim que chegamos num lugar afastado de toda agitação e da Tribo, encaro Harry apreensiva, e ele parecia nervoso.

- O que foi?

- Eu não sei como dizer isso... – Meu coração acelera.

- Dizer o que?

- Eu estive preparando isso a uns dias...

- Fala logo. – Sinto meus olhos arderem.

Ela vai por um fim em tudo, eu sabia.

- Desde a primeira vez que te vi, eu me encantei por você. Durante um longo mês, eu fui burro em brigar com uma garota tão incrível e especial. Eu nunca imaginei que sentiria as coisas que sinto por você. Você me fez acreditar em uma coisa, no amor verdadeiro. O Harry que está aqui hoje, é tudo graças a você minha bela ruiva. – Minha respiração estava acelerada, e meu coração a mil. – Fiquei enrolando com você, mas agora eu tenho certeza do que quero.

- E o que é? – Falo com a vós tremula.

- Carmela Hudson, quer namorar comigo?

Ai meus deus, eu não podia acreditar, ele me pediu em namoro?

- É claro que eu quero, eu te amo. – O Abraço e o beijo.

- Calma... – Rio. – Fico feliz por ter aceitado, achei que não aceitaria, que estivesse cansada de esperar eu agir em nós.

- Tudo bem, acho que eu estava apressada demais também, estávamos nos conhecendo, criando algo aos poucos...

- Eu te amo. – Sinto uma lagrima escapar.

- Eu também. – Nos beijamos.

Isso só poderia ser um sonho, se for, não quero acordar nunca. O Harry, foi a melhor coisa que já aconteceu comigo. E não deixarei ele escapar.

- Carly...

- Sim, amor? – Sinto minhas bochechas queimarem.

- Está afim?

- Acha que devemos arriscar?

- Sim.

- Então tudo bem.

Assim nos beijamos um beijo mais apaixonado do que nunca, para um feroz. Harry começa a acariciar meu corpo e apertar meus seios por cima do top que eu usava. Dou sinal para que ele tire meu top e assim ele faz, logo ele começa a chupar um dos meus seis. Me fazendo revirar os olhos de prazer. Depois ele passa pro outro e começa a dar mordida.

- Maravilhoso...

- Conhecendo o papai aqui é só o começo.

- Eu sei, sentia falta disso. – Ele sorri.

Depois ele me deita no chão e vem pra cima de mim me beijando. Tiro aquela camisa que ele usava e depois acaricio seu peitoral. O aproximo mais de mim e dou leves beijos. Depois ele me puxa pra cima e fica me encarando, depois cola nossas testas.

- Seus olhos são lindos... – Disse ofegante.

- Não tanto quanto os seus...

Eu nem ligava onde estávamos, só queria aproveitar com ele.

Um minuto depois...

Harry saiu um pouco de cima de mim, e depois tirou a saia que eu estava, fazendo ele me olhar incrédulo.

- Está sem calcinha?

- Eu... estou sim, a que estava, já joguei fora a um tempo. – Me olhou safado.

- Safadinha.

- Faça logo o seu trabalho.

- Como a senhora desejar.

Ele abre um pouco minhas pernas, mais do que já estavam abertas. Depois só sinto dois dedos gelados dentro de mim. Harry começa a mexer devagar e depois apressa, ele sabia como me deixar louca. Sabia cada ponto de me deixar querendo mais.

Logo ele se apóia em minhas pernas e começa a me chupar, me fazendo delirar.

- Mais rápido... por favor...

Assim ele obedece, até que ele pra e depois da beijos em minha barriga, e vem beijando até chegar em meus pescoço e dar altas e ofegantes chupadas.

- Minha vez gatinho. – Mordo sua orelha, e rapidamente o faço ficar aonde eu estava.

Tiro sua calça o deixando só de cueca, vendo aquele enorme volume me fazendo sorrir.

Coloco minha mão em cima e dou umas apertadas, e vejo Harry morder os lábios.

- Acho que já pode...

O interrompo apertando mais e mais, ele ofegava necessitado.

Logo tiro sua cueca, mostrando o seu membro enorme e maravilhoso.

Passo as mão no mesmo, e aperto meu polegar na cabecinha.

- Isso é judiar demais de mim... – Sorrio.

- Não viu nada babe.

Me abaixo um pouco e coloco um pouco do seu membro em minha boca e começo a chupar e dar mordidas. Sinto a mão de Harry em meu cabelo e o puxar a cada chupada ou mordida minha. Ver sua cara de prazer, sua ofegância, me deixava maravilhada. Pois conseguia dar o prazer que meu novo namorado queria.

Logo sinto seu liquido quente e expeço em minha boca, e engulo um pouco e depois cuspo o resto.

Depois puxo Harry pra mim e o beijo. Ele me deita novamente e sinto seu membro passar em minha vagina, até que o sinto penetrar em mim com tudo. Ele já começa dando estocadas super fortes, era meio dolorido, mas o prazer era maior.

- Eu sentia tanta falta disso... – Disse Harry.

- Eu também meu amor, a sensação de você dentro de mim, é a melhor de todas. – Sorriu.

Depois continuou as estocadas cada vez mais veloz e mais forte, ambos estávamos necessitados daquilo. Harry passava a língua nos lábios me provocando, e como conseguia. Logo trocamos de posição e eu começo a cavalgar em cima dele com tudo.

- Isso... – Gemeu prazeroso.

Depois jogou sua cabeça pra trás, com a respiração do mesmo jeito que a minha. Fora de controle. Logo chegamos ao nosso máximo, e saio de cima de Harry e Le dou um beijo.

- Você foi incrível... – Disse ele com a respiração pesada.

- Você também.

Se eu pudesse me ver agora, veria minha cara de bobona apaixonada.

O beijo novamente, mas somos obrigados a parar, para tomar o ar do nosso sexo maravilhoso.

- CARLY?

Ouço a vós da Emily.

- Opa...

- Que foi? – Perguntou Harry.

- Eu ouvia vós da Emily gritando.

- Ta, eu também, mas e daí?

- E daí? Ela é uma criança e não pode nos ver assim juntos, pelados... – Começa a rir. – Ta louco?

- Eu to brincando. – Se senta. – Vamos nos trocar depressa e voltar pra festa. – Assenti.

Assim me levantei e Harry fez o mesmo, nos trocamos, e tentamos tirar um pouco de terra do corpo.

- Isso vai ser notável.

- E daí? Vão ver como foi bom. – Rio.

P.O.V  Harry

Eu sentia uma felicidade inigualável, estar namorando Carly nunca me deixou tão feliz.

- Achei vocês... – Disse Emily aparecendo.

- O que ta fazendo aqui sozinha? – Perguntou Carly autoritária.

- E ai Harry, como foi? – Perguntou Emily a mim.

- Foi bem sucedido. – Pego na mão de Carly, que me olha e sorri estranho.

- Como assim?

- Lembra que eu disse que ia ter uma surpresa? – Disse Emily.

- Você sabia? – Rio.

- Sim, Harry me pediu ajuda. – Assenti.

- Que lindo, meu namorado e a cunhada armando juntos. – Rio.

Depois falamos mais algumas coisas do namoro, e Emily perguntou o motivo da sujeira e eu disse quase a verdade. Levando tapas de Carly.

Voltamos a festa e Carly me puxa pra dançar.

- Não... eu não sei dançar... – Falei parado.

- E você acha que eu sei?

- Não é líder de torcida?

- Ah, é...

- Então?

- A... vamos lá amor, vai ser divertido.

- Está bem.

A puxo pra mim apertando sua cintura, e beijo seu pescoço.

- A dança não é assim... – A beijo.

- Como é então?

Olhou para as pessoas dançando, e era uma dança bem louca.

- Daquele jeito.

- Entendi... – Ela me puxa e começamos a dançar.

Eu com certeza estava pagando mico, saber cantar é uma coisa, agora dançar...

Me divertindo aqui e pensando no meu namoro com a Carly, até me esqueci de uma coisa séria a meu respeito, sobre meu verdadeiro ser. E de Carly também. Pois é, estou lembrando. Descobri coisas na conversa com Aniba que mexeram comigo, não a parte de bruxo, bom, a maior parte dela.

As coisas são mais sérias do que eu imaginava, Carly nem imagina.

P.O.V  Carly

Estava tão feliz, meu deus, nunca estive tão feliz antes.

- Amor, vamos descansar um pouco?

- Já está cansada? – Assenti. – Descanse, vou continuar aqui.

- Dança comigo Harry... – Disse Emily aparecendo.

- E aquele seu amiguinho? – Ela me fuzila. – Daqui a pouco eu volto amor. – O beijo. – Vou descansar só um pouquinho.

Depois sai dali e fui me sentar em um banco, afastado da festa.

Respiro fundo, tentando recuperar o fôlego.

- Carly...

Olho pro lado direito, e vejo Talime um pouco longe.

- Talime?

Vou até ela.

- Oi...

- Oi.

- Você ta bem?

- Estou, nem imagina... – Ela ri.

- Eu sei bobinha, e meus parabéns, cuida bem dele.

- Como...

- Eu estou te observando quase o tempo todo, é meu trabalho.

- Como assim? E também quero saber porque foi embora...

- Calma, tudo no seu tempo, pode me seguir?

- Claro.

Quando dou por mim, estamos um pouco longe da tribo, e paro olhando Talime.

- Não vai dizer nada?

- Carly, desculpa ter ido embora, mas foi preciso.

- Como assim?

- Eu fui chamada...

- Pra onde? Tem mais gente aqui?

- Não exatamente.

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado :3


XoXo Lua <333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...