História Nem todo final tem o seu sempre - Capítulo 40


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), BLANC7, Seventeen
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, Taichi, V, Wen Junhui "JUN"
Tags Bts
Visualizações 109
Palavras 1.887
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Suspense, Violência
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura coalas 🐨💜

Capítulo 40 - Traída com sucesso


Fanfic / Fanfiction Nem todo final tem o seu sempre - Capítulo 40 - Traída com sucesso

Manu on*

Acordei dolorida e com a merda do despertador tocando, como era o meu dia eu tive que levantar primeiro para acordar o resto

Levanto da cama e coloco meu uniforme, arrumo meu cabelo num rabo de cavalo e passo uma make.

(...)

Agora estou terminando de colocar a mesa para o café da manhã e tenho que ir chamar o povinho.

Ia subindo a escada quando percebo que o Jun está dormindo no sofá da sala

M- Jun acorda - fiquei chacoalhando ele

Jn- Deixa eu faltar... Não estou bem

M- Tudo bem então, mas é só hoje

Jn- Te amo

Subi e fui chamar o Tae

M- Tae meu amor acorda

V- Tá

Ele levantou e foi direto para o banheiro

Segui para o quarto do Suga

M- Suga

S-...

M- Suga

S-.....

Eu não sabia como acordar a pedra do Yoongi então me joguei em cima dele

S- O DEMONIA SAI DAÍ

M- Acorda princesa 

S- Já acordei baby

M- Então vai se arrumar e desce para comer

S- Tá

Sai do quarto dele, e Tae estava saindo do quarto já pronto com suas roupas por que hoje ele ia voltar para a casa dele, que por acaso é a mesma do Jin

M- Você vai mesmo?

V- Tenho que ir, o Jin vai ficar bravo

Eu dei risada e descemos para tomar café, logo depois chegou o Suga e fomos a caminho da escola.

(....)

As aulas passaram muito rápido e pude notar que a Lisa quando voltou do banheiro passou pela carteira do Tae e deixou um bilhete.

Nem comentei nada pois o mesmo jogou no lixo.

Estava no intervalo conversando com os meninos e percebo que o Tae não volta nunca do bebedouro.

M- Nossa o Tae está demorando

S- Verdade

Jk- Deve ter se perdido no caminho

Jm-Não fale bobagens JungKook

M- Vou procurar ele

S- Quer que eu vá com você?

M- Tanto faz

Suga foi comigo até o bebedouro e por incrível que pareça Tae não estava lá

M- Onde ele pode estar?

S- Hum... Vamos saí daqui tá

M- Ué por que

Eu ia olhar para trás só que Suga me impede

S- NÃO.... Você, você, você o que... Você não quer beber água?

M- Não, agora me solta

S- Melhor não 

M- Ué por que

Suga tirou a mão de mim e eu pude me virar vendo a cena que me despedaçou por inteira

Eu não consegui fazer nada, apenas fiquei olhando, minhas lágrimas já escorriam. 

Suga segurou na minha mão e me levou para a sala

S- Eu sinto muito

M- Não foi sua culpa..... Foi minha

S- Claro que não pequena

M- Foi sim, se eu tivesse te ouvido eu não estaria assim

S- Calma

Ele me abraçou e me permitir chorar o que eu queria ter chorado

M- Eu não quero falar com ele

S- Quer ir embora?

M- Como... Eu precisaria me machucar ou acompanhar alguém machucado até em casa

S- Um... Um segundo

Suga me deixou sentada na minha cadeira e foi até o seu estojo, tirando dali um apontador

M- O que vai fazer com isso?

S- Te tirar daqui

Ele tirou a lâmina do apontador e pressionou contra seu rosto, fazendo escorrer muito sangue

M- SUGA SEU TAPADO PARA COM ISSO

S- Você... Precisa de alguém machucado para sair daqui né

M- Você não precisava

S- Já falei que eu te amo?

Eu deixei uma lágrima escorrer

M- Me espera

Juntei meus materiais e o do Suga, coloquei minha mochila nas costas e peguei a do Suga.

Fomos até a enfermagem e de lá ela nos deu uma autorização para ir embora.

Estamos caminhando em direção ao hospital por que o ferimento está muito fundo.

(.....)

Agora Suga está levando cinco pontos perto da boca e tem um curativo na sua sombrancelha.

Saímos do hospital e pedi um Uber até em casa

M- Você é muito maluco

S- Eu queria que você se sentisse bem

M- Continua sendo maluco de se machucar

S- Fiz por você

M- Obrigada

S- Não precisa agradecer

Chegamos em casa e Jun estava fazendo o almoço

Jn- Por que chegaram cedo? O que aconteceu com você Suga? Cadê o Tae?

M- Uma coisa de cada vez. Chegamos cedo por que fomos liberados pois o Suga se machucou para podermos vir embora

Jn- E por que você queria vir embora?

M- Eu vi o Tae beijando a Lisa.....

Jn- Eu... NÃO ACREDITO QUE FILHO DA PUTA, EU SABIA NÃO SABIA MANUELA? EU TE AVISEI QUE ELE IA TE DESAPONTAR NOVAMENTE, EU... EU DEVERIA TER TE PROIBIDO.

M- Bom, eu falar que eu estou bem seria uma mentira, pois eu amo ele

Jn- Trouxa

M- JUN PARA POR FAVOR, VOCÊ NO MOMENTO NÃO TEM MORAL NENHUMA PARA FALAR SOBRE SER TROUXA.....

Jn- Está insinuando o que?

M- Que você foi medroso por não ter ido atrás da pessoa que você ama.... Já eu, eu esqueci o que ele e o Yoongi fizeram, eu perdoei eles.... Já você, você viu o Taichi em coma, viu ele espancado no hospital e o que você fez? Você fugiu, você deixou ele para trás e agora? Agora ele está se reconstruindo com o Hoseok..... Você têm que aprender a perdoa, por que o destino de todos é o mesmo.... Sete palmos debaixo da terra.

Jn- Você não sabe do que está falando - ele derrubou uma lágrima

S- Gente.... Vamos relaxar, Manu pega leve com ele e Jun, pega leve com ela

M- Vou subir e Suga vai trocar de roupa, está suja de sangue

S- Estou subindo

Jn- Descem para comer

M- Sem fome - Eu falo já da escada

Eu entro no meu quarto e fecho a porta com força trancando a mesma.

Fui escorregando até o chão já chorando muito. O Tae não podia ter feito isso comigo, ele me ama ou amava.

Estou aqui, uma hora trancanda nesse quarto chorando, estou aqui nesse chão que cadê vez mais sinto que é aqui que deverei morrer.

O Tae era a minha essência, seu cheiro ainda corre pelo meu quarto, suas camisetas ainda estão na minha poltrona, sua escova ainda está no meu banheiro.

Andei até minha escrivaninha e peguei uma lâmina, eu queria acabar com isso hoje, essa dor que me segue já não é normal, preciso descansar. Eu preciso.......


(....)

Tae já deve ter saído da escola. Será que ele está preocupado? Será que ele perguntou por mim? Será que ele está com a Lisa? 

Aqui estou eu, deitada no box do banheiro banhado a sangue pensando no Tae. Não saí para comer e ninguém veio no meu quarto.

Estou quase dormindo nesse chão quando alguém bate na porta

~ Manu??

~ Quem é???

~ Sou eu, o Jimin

~ O que você está fazendo aqui?

~ Pode abrir para conversarmos?

Eu pensei se eu abriria ou se eu deixaria ele criar raízes do lado de fora

~ Já vou

Ele não respondeu nada, eu levantei e liguei o chuveiro para ele não entrar aqui e ver o sangue.

Saí do banheiro e coloquei uma blusa de frio, abri a porta do quarto e vi a imagem do Jimin ainda de uniforme

Jm- Oi

M- Oi

Jm- Por que você foi embora? Eu passei aqui para falar com o Suga e ele disse que queria você bem

M- Fofoqueiro

Jm- Tae está preocupado

M- Ele está? - por que eu ainda fiquei feliz em saber isso? - Ele não te contou nada

Jm- Não, ele fez alguma coisa errada

M- Faz um favor

Jm- Claro

M- Avisa que eu mandei felicidades a ele e a Lisa

Fechei a porta na cara dele antes mesmo de deixar ele falar alguma coisa.

Me joguei na cama e voltei a chorar.


16:47.... Por que não chega logo o outro dia??

Manu off*

Tae on*

Lisa deixou um bilhete em cima da minha mesa, eu não queria que a Manu se preocupasse com coisa fútil, fiquei curioso para lê

Me encontra no bebedouro na hora do intervalo, estarei te esperando, tenho uma revelação para te fazer.

Lisa

Jogo o papel fora e volto para a minha cadeira.

O intervalo chega e eu aviso a Manu que vou beber água, chego no local e encontro a Lisa sentanda num muro que tinha alí

V- Fala logo Lisa

L- Por que tão grosso oppa??

V- Polpa meu tempo garota

L- Eu tenho uma confissão

V- Fala logo

L- Eu te amo

Ela me segurou e começou a me beijar, não sei, eu não entendi também mas... Eu correspondi.

Empurrei a Lisa e fiquei encarando ela incrédulo

V- Por que você fez isso?

L- Você gostou

V- Não, eu não gostei, eu odiei 

L- Não foi isso que eu senti quando você correspondeu

Eu cheguei perto dela, o bastante para ser ameaçador

V- Fica longe de mim e de meus amigos sua bastarda

Sai andando e percebi que era para voltar para sala, espero que a Manu não tenha visto isso, ela iria me odiar e eu nem quero pensar no pior.

Volto para a sala e uma enfermeira venho avisar ao professor que a Manu acompanhou o Suga até em casa pois ele se machucou.

Eu não sei... Acho que ela viu, pedi ao Jimin ir para falar com o Suga e depois vê como ela está.

Estou agora deitado no sofá de casa e o Jin está fazendo comida com o Namjoon, Kook está jogando vídeo game no outro sofá e eu estou sentindo um clima amoroso entre o Taichi e Hoseok.

Estamos esperando o Jimin chegar para saber.

Passou meia hora e Jimin chegou

J- Nossa que demora como o Suga está?

Nessa hora eu sento no sofá dando espaço para o Taichi e Hoseok do meu lado e no outro sofá o Kook com o Jimin e Namjoon, claro que Jin sentou no seu colo

Jm- Ele disse que caiu e bateu a cara na quina dá mesa

Jh- Teve que levar ponto?

Jm- Ele tomou ponto perto da boca e colocou um curativo na boca

J- Ah, amanhã vamos vê ele na escola

Jk- Sim, e Jin, acho que o Namjoon não desligou o fogo

J- QUE

Jun saiu correndo e Namjoon foi atrás, J-Hope e Taichi subiram e Kook foi no banheiro

V- Ela está bem?

Jm- Eu não sei a merda que você fez, mas ela mandou felicidades a você e a Lisa

Ele se levantou e foi para o quarto. Eu fiquei paralisado, eu tinha que falar com ela

Saí de casa, peguei a chave do carro do Jin e fui acelerado para sua casa.

Cheguei e toquei a campainha já me preparando para o sermão do Jun, e por sorte o mesmo atendeu.

Ele ficou me olhando em silêncio durante uns dois minutos

Jn- Eu queria poder te chutar para longe daqui, mas tem uma pessoa lá encima que ainda te ama

V- Jun não foi minha culpa eu - ele me interrompeu

Jn- Polpe suas desculpas para mim, vá enganar novamente a Manuela, não eu

Ele abriu espaço para eu entrar e eu fui até o quarto dela.

Quando ia bater escuto uma voz atrás de mim

S- Você é bem otário, só dá valor quando perde

Eu me virei para ele e o olhei sério

V- Eu ainda não perdeu, então abaixa seu fogo

Ele vai descendo a escada com o dedo do meio para cima

Tomei coragem e bati na porta

M- Vai embora

Bati novamente, eu queria que ela me visse não que me ouvisse agora

M- Que merda Suga, eu não quero comer

Ela abriu e ficou me encarando

V- Oi 

M- Vai embora

V- Vamos conversar

M- Vai embora

V- Me deixa explicar

Ela olhou para o chão e abriu espaço para eu entrar no quarto

Sentamos na cama e ela ficou me encarando

V- Aquele bilhete, dizia que ela queria fazer uma declaração de alguma coisa, pediu para encontrar ela no bebedouro

M- E você foi

V- Eu fui..... E logo depois ela me beijou, mas eu não queria

M- Mas você correspondeu, não foi?!

V-.....

M- NÃO FOI TAEHYUNG?

V- Foi

M- Me faça um favor, me esqueça, não me procure. Eu quero que você saia por aquela porta e NÃO ENTRE MAIS AQUI.

V- Manu me perdoa

M- VAI EMBORA SEU IMBECIL

V- Eu te amo

M- Pois eu tenho nojo de você

Ele se levantou e saiu, é mais uma vez eu me fodi.










Notas Finais


Tô pensando em fazer um 50 fatos sobre a escritora (no caso eu né BB).

Tô QUERENDO A OPINIÃO SE A MANU PERDOA OU NÃO O TAE.

ALGUÉM PARA O HOT PELO AMOR DE SEHUNA

Ps- MARIA EDUARDA, SE VOCÊ ME MANDAR MENSAGEM FALANDO QUE O CAPÍTULO ESTÁ RUIM, EU JURO QUE APAGO.

Beijos Coalas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...