História Nem tudo é fácil pra certas pessoas. - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Culpa É Das Estrelas, À Prova De Fogo, Candice Accola
Personagens Personagens Originais
Tags Prova De Fogo
Exibições 7
Palavras 1.468
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - (0.6) Nem tudo é fácil pra certas pessoas.


Fanfic / Fanfiction Nem tudo é fácil pra certas pessoas. - Capítulo 6 - (0.6) Nem tudo é fácil pra certas pessoas.

Los Angeles
Estêvão.           19:00


  Já estava no aeroporto quando aquela voz Soa pelo mesmo.

- São Francisco no 2(segundo) campo de embarque será encerrado a cinco minutos. - fui para o local e logo adentrei no avião iria na 1(primeira) classe no banco 12 sentei e coloquei os fones e logo adormeci pois estava muito cansado de trabalhar pelo menos aqui posso dormir por 6 horas iria chegar lá as 00:00(lese - meia noite).

     -------------------/---------/-------------

  - sr. Acorda já pousamos o avião.- disse uma aeromoça que por sinal era gata pra caramba

- então estamos em São Francisco? - concordou deci do avião e peguei minhas malas pego meu celular para ver se tem algum táxi disponível há...00:23 tenho várias mensagens mas não ligo peço para um táxi me levar au endereço falado saio do aeroporto com minhas malas i.

- pronto são Francisco cheguei agora me mostre o que tanto quer que eu fasso aqui. - falei pra mim mesmo.
       -----------/-----------/----------

  Já havia chegado ao endereço toquei a campainha uma vez e esperei na frente da porta ela não demorou muito para ser aberta.

  - sr.taymer - ela parecia a tal elena já que parece mais madura ela estendeu a mãe.

-sr.candice- apertei sua mão.

- pode entrar vou te levar para o quarto onde você ficará até consulta minha filha. - falou subindo as escadas sua casa era pouco charme tudo lindo mais praticamente cem cor tudo branco e charme de madeira o que dar uma aparência de pessoas sérias.- Chegamos bem não sei se estar no seu agrado mais não teve como eu arrumar direito.

-não tá tudo ótimo então é porque eu queria descansar um pouco agora.- disse envergonhado.

- há claro pode ficar a vontade ali e um closet pequeno e àquela outra porta e uma suíte(Lese - banheiro).- concordei e ela saiu do quarto tomei um banho para aliviar o corpo visto uma calça moletom e uma regata branca logo caio no sono novamente.

São Francisco
Alice.                    08:57

    Estava no meu quarto vou no banheiro deixo a banheira enchendo e vou pegar uma roupa e optei por uma calça swag cinza e um moletom preto com ursinhos no interior e uma havaiana.

    Logo termino de me arrumar estava morta de fome tomo meus remédios diários e logo desço as escadas e como sempre vem uma tontura mais passa vejo minha mãe na cozinha com outra pessoa e vou até ela.

- Bom dia mã..- quem era aquele gato? Meu deus - e quem é você?- pergunto com minha educação de sempre.

- Sou Estêvão e você deve ser a Alice certo?- assenti - bom eu sou médico e eu vou te consulta sua mãe falou que esses dias você piorou. - olha pra minha mãe indagada.

  - a senhora falou que eu estava bem...A SENHORA ESCONDEU A MINHA PRÓPRIA SAÚDE DE MIM - respirei com uma certa dificuldade estava com raiva ela falou que eu ia bem se eu soubesse tudo bem mas ela sempre esconde as coisas- olha eu não sei o que eu tenho mais você não vai me consulta.

- filha para de show agora é você vai sim querendo ou não. - ela apontou o dedo pra mim.

- eu não vou já disse- cruzei os braços.

-  EU JÁ FALEI E ESTÁ FALADO ELE NÃO VEI DE LONGE PRA NADA E VOCÊ SE NÃO FAZER ISSO PODE ATÉ MORRER. - ela alterou a voz ela já estava nervosa e começando a chorar ela só sabe fazer isso agora? Que raiva.

- isso pra mim não é problema eu vou morrer de qualquer jeito.

- pede desculpas pra sua mãe agora garota ela só quer seu bem - o tal Estêvão se levantou se pronunciando. - anda pedi eu só quero te ajudar a melhorar mais você tem que colabora.

- desculpa elena eu não queria falar isso é pra você doutor eu não estou fazendo isso por mim i sim por minha mãe. - me sentei na mesa e comecei a tomar café eles dois ficaram me encarando - eu posso por favor comer sem ser encarada com pena?!Obrigado.

  São Francisco
Estêvão.           09:34

  Nossa ela parece durona e tenho certeza que é completamente maluca tem várias pessoas que viver mais ela não ela só quer ver a cor da morte da até medo isso falei com a mãe dela que dez horas iria fazer o checa-pe fui para o quarto arrumei o mesmo peguei minha mala tirei os equipamentos de dentro e coloquei no criado mundo peguei o notbook e conecto no do hospital de Los Angeles fasso a fixa da Alice e acabo recebendo uma mensagem do lorran.


Lorran#,#

  Iae brother, como vai "são Francisco`` a paciente e mais uma daquelas crianças que fala titio me dar um beijinho? rsrsrs

Estê *&*

  
   Não seu mane, na verdade nem parece que ela tem câncer ela é super feroz e tem alma de escuridão só pensa em morte da e medo velho.

Lorran#,#

  ixi cara boa sorte, só espero que a caso não seja toda preta com imagens de santos, e apenas a luz de vela.

Estê *&*

 
  Tá louco e viado?!, a casa e bem bonita e a mãe dela e super legal e pelo contrário ela tem 17 anos e passa por isso há 7 anos tenho que desligar hora do doutor entrar em ação.

Lorran #,#

  Tá falou, Boa sorte com a sua paciência para normal.

  Encerrei as mensagens e arrumei os equipamentos já tinha dado a hora até que elas bate na porta fui até a ela e abri.

- vamos começar? - Dn.elena assente ea mocinha que se me lembro e Alice apenas entrou e se sentou na cama.

-Vamos quero fazer isso o mais rápido possível. - ela se deita.

-Ok Alice você pode tirar as havaianas e tirar o moletom vou te examinar com aqueles equipamentos ali.- falo apontando para eles.

-Nunca vir alguém ser examinada em casa , exceto em filmes, isso é muito estranho. - Na verdade ela tava certa mais os equipamentos que nos usamos era bem fácil para saber de alguma coisa e eu tinha autoridades para usar o hospital daqui.

-E mais existe. - falo tranquilo

   
  Já tínhamos terminado ela já estava saindo e a elena saiu junto com ela, fiquei meio bolado mais a leucemia dela voltou e voltou com tudo estar atacando as células da costela primeiro bem capas das células se acumularem e se espalhar, amanhã vou precisar que ela faça a quimioterapia e uns exames para confirmar e talvez eu posso até fazer sua cirurgia mas a elena nunca deixaria.

  Fui para a sala e lá estava elas.

-Bom não quero fazer delongas - falo e elas me olham com uma cara tipo “contínua”- Alice você estar com leucemia pelo seu sangue !  suas células já estão agindo pela costela e amanhã eu preciso que você faça uma quimioterapia e fazer uns exames eu já marquei e seu médico vai estar nos acompanhando.

-Filha estar tudo bem você vai melhorar.

-Humhun tudo bem - disse se levantando - mãe vou pro meu quarto se a lilly chegar fala pra ela subir, e outra coisa o senhor pode me ajudar a chegar no meu quarto? - concordo e vou até ela.

São Francisco
Alice.                   11:02

     Meu mundo acabou ali não sabia o que fazer, não sabia o que falar, não sabia como agir, sabia que agindo de outra maneira não adiantaria então eu simplesmente falei aquelas simples palavras o Estêvão me deixou no meu quarto e começa as lembranças mal agradáveis.

Lembranças on
  Alice 2013.  14 anos  festa de fantasia


    Estava na loja escolhendo minha fantasia quando minha mãe fala comigo.

-Filha de qual princesa você quer ir meu amor?.

-De Alice no País das maravilhas mamãe.

-Mais nela não existe final feliz e também não existe príncipe querida por que escolheu ela ?.  - ela olha nos meus olhos e eu queria chorar mas tentava controlar.

Por isso, nela não existe mentira alguma não existe príncipes e também não existe finais felizes, existe gente ruim,  gente mau, e gente querendo ser melhor que todo mundo mais na verdade não é melhor que ninguém é normal como todos, olhos e bocas não diferencia ninguém, cabelos diferentes não é só charme e você pode ser horrível mais você tem centímetos e tem um coração que pode se despedaçar por algum vacilo. - disse com as lágrimas já em ação

-Hoo vem k meu amor, você não está certa claro que existe gente legal i…

-Pena que  ninguém mostra isso - falo me levantando e saindo da loja vendo várias meninas com fantasias linda de princesas pena que eu nunca poderia vestir uma roupa daquela eu nunca iria ter um príncipe e um final feliz.

   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...