História Nem tudo é oque parece....(Frazel) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Exibições 36
Palavras 511
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente espero que gostem dessa fic bjo

Boa leitura s2

Capítulo 1 - Eu odeio minha vida


Fanfic / Fanfiction Nem tudo é oque parece....(Frazel) - Capítulo 1 - Eu odeio minha vida

Pov's Frank

Eu acordei com o despertador gritando bati nele com força. Ele desligou. Fiquei um pouco mais deitado. Mas daí olhei no relógio e já estava atrasado fui no banheiro tomei um banho rápido. Sai do boxe e me olhei no espelho gigante que tinha ali. Eu me odiava eu odiava o meu corpo odiava ser gigante e as pessoas que não te conhecem te achar um valentao sendo que você apanha da sua irmã.

Meu nome é Frank Zhang Marte eu tenho 16 anos, estou no segundo ano do ensino médio minha mãe morreu faz seis meses, tenho uma irmã chamada Clarisse Marte LaRue ela é minha irmã por parte de pai.

Eu tenho quase um metro e oitenta eu acho. E eu...bem....sou virgem. Meu pai acha que eu vou virar gay então me apresenta várias meninas, eu não sou gay. Ta talvez vocês achei que esse pensamento seja gay mas....eu acho que agente faz sexo com uma pessoa que gostamos de verdade. E eu não achei essa pessoa ainda.

Eu coloco minha roupa normal uma calsa dinz e uma blusa preta não preciso pentear meus cabelos que tem um corte....humm.....igual o do meu pai eu e Ares somos muito parecidos fisicamente, mas a personalidade totalmente diferente. Eu desso e minha irmã Clarisse está tomando café com o meu pai que lê o jornal Clarisse tem a pele bronzeada cabelos castanhos não muito escuros tem ombros largos Oque as vezes deixa ela...bem....parecida com um garoto.

-Bom dia meu filho-meu pai diz enquanto me sento

-oi-eu digo

Eu pegou um copo encho a metade com café e a outra metade com leite. Passo manteiga na metade de um pão, como ele e tomo meu leite.

-Vamos Clarisse-digo e me levanto vou em direção a porta

Clarisse da um beijo em Ares.

-Tchau papai-ele retribui o beijo

-tchau filha-ele olha pra trás tentando me ver-tchau filhão

-tchau-eu digo desanimado como sempre

Nós vamos pro nosso carro que é uma caminhonete preta e saímos.

-Porque você trata o papai assim?-ela pergunta quebrando o silêncio

-assim como?-me faço de desentendido

-mau-ela fala com nojo nas palavras

-porque você trata ele bem?-perguntei alternando entre olhar pra ela e olhar pra estrada

-porque ele é nosso pai!

-eu não queria que ele fosse meu pai!

-se eu fosse você eu agradeceria. Você sabe onde você estaria se não fosse por ele?

-ele não fez mais Oque a própria obrigação!!! Obrigação que ele devia ter feito desde que eu nasci não depois que minha mãe morreu ele aparecer do nada fazendo exames de DNA e falando que é meu pai!-ela se calou a viagem toda até a escola foi em completo silêncio.

Chegamos na escola eu estacionei, ela desceu do carro eu desci também ela foi ficar com as amigas dela. E eu entrei na escola e fui andando até o meu armário. Aí como eu preferia ter ido pra um orfanato quando minha mãe morreu. Aí como eu queria que um dos maiores lutadores de boxe da América nunca tivesse me assumido como filho. A minha vida havia sido um inferno a partir daí. Paparazzis por toda parte, entrevistas, câmeras eu odiava isso.


Notas Finais


Continua?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...