História N.E.R.D - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, One Direction, Taylor Swift
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Normani Hamilton, Personagens Originais, Taylor Swift, Zayn Malik
Tags Ficção, Fifth Harmony, One Direction, Romance
Exibições 158
Palavras 1.164
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá me desculpem entediar sempre com notas iniciais, mas eu gosto muito de falar. Espero que gostem do capítulo. :)

Capítulo 2 - Capítulo 02


|Hanny Blake|

Agora era hora do intervalo e eu estava saindo da fila com a bandeja de comida na mão. Como sou distraída não vi que colocaram o pé na minha frente e acabei levando um belo tombo. Por pouco a comida não sujou minha roupa. Me levanto calmamente e o refeitório inteiro está rindo de mim. Eu só queria sumir nesse exato momento. Sinto alguém tocar meu ombro e olho pra pessoa. Vejo a Taylor com um olhar de preocupação, ela me leva pra fora do refeitório e eu começo a sentir lágrimas a molharem meu rosto.

- É sempre assim? - Taylor perguntou quando estávamos no banheiro feminino e eu aceno de cabeça baixa.- Não fica assim. Você tem que falar com seus pais e resolver isso! - diz e eu entro em pânico

- Não eu não posso. Minha mãe vai ficar preocupada e eu não quero que ela se preocupe! - Falo exasperada e ela suspira.

- Então você vai ter que aprender a se defender! Não pode deixar os outros pisarem em você dessa forma! - diz e eu assinto.

Depois disso resolvemos ir pra aula. Quando entro na sala os olhares são dirigidos a mim e eu me encolho e Taylor sorri pra mim tentando amenizar o meu constrangimento. Eu me sento no primeiro lugar da fileira e Taylor se senta atrás de mim. Quando olho pra porta da sala vejo Harry e seus amigos passarem pela mesma e vejo Taylor lançar olhares pra Harry. Tenho que admitir que não gostei nada disso, mas não tenho que dar palpites, já que eu não tenho nada com ele e nem sequer gosto dele não é? Bem, nem eu sei direito.

- Uau! Quem é ele? - perguntou e eu revirei os olhos mentalmente.

Ah era só o que me faltava!

- Um idiota como todos os outros! - digo pegando meu caderno.

- nome? - diz insistindo e eu suspiro em sinal de impaciência.

- Harry. Harry idiota Styles. Satisfeita? - perguntei e ela assentiu

- Ele tem namorada? - Perguntou realmente interessada e eu reviro os olhos.

- Ele não namora. É um mulherengo de quinta! - Falo e ela ri um pouco.

- odeia tanto ele assim? - Diz com um leve sorriso e dou de ombros.

- Ele simplesmente é um idiota. E não odeio ele. Só não o suporto. - Falo cansada já dessa conversa.

A aula foi uma completa seca e ainda por cima ficaram jogando bolas de papel em mim com insultos escritos. Quando o sinal tocou eu dei graças ao senhor pai amado que criou o céu e a terra. Taylor disse que ia ao banheiro antes de ir pra casa e eu segui caminho até minha casa.

Quando cheguei em casa minha mãe estava na cozinha falando com alguém, então eu fui até lá e vi um homem conversando com minha mãe.

- Mãe? - digo e eles olham pra mim. Minha mãe sorri e caminha até mim.

- Bob essa é minha filha, Hanny! - diz minha mãe sorrindo e eu sorrio pro homem que parece ser simpático.

- Olá Hanny! Sua mãe falou muito bem de você! - Bob diz sorrindo.

- Hum, bom saber! - digo e eles riem.

- Filha eu e Bob nos conhecemos à um bom tempo. Ele tem dois filhos e um tem quase a sua idade, e faz um tempo que quero falar sobre isso com você. - diz séria e eu fico curiosa.

- Falar sobre o que?- questiono curiosa.

- Filha o Bob é meu namorado, e nós queremos formar uma família por isso ele e o filho vem morar com a gente. - diz nervosa e eu arregalo os olhos.

- O QUÊ? Como assim? - digo indignada. Como assim ela convida um cara que eu nem conheço pra morar com agente?

- Eu sei que isso é estranho filha! Mas você vai se acostumar com o tempo! Nós vamos ser uma...- não espero ela terminar de falar e vou pro meu quarto.

Ela só pode ter ficado louca pra achar que eu vou concordar com ela. Eu não consigo entender o por quê deles vim morar aqui em casa. Ouço baterem na porta e eu continuo deitada na minha cama. Eu não quero falar com ela sobre isso, posso estar sendo infantil, mas eu nunca tive que dividir minha mãe com ninguém e não vai ser agora que vou dividir. Se eu tenho ciúmes da minha mãe? Sim tenho.

- Filha não faz isso comigo! O Bob me faz feliz, e eu quero que você fique feliz também! Por favor entenda filha. - ela diz sentada na ponta da minha cama.

- Você não entende! - digo com a cara na almofada e ela tira a almofada da minha cara.

- Dá uma chance pra essa família? - diz tristemente e eu acabo por aceitar o Bob e o filho aqui em casa.

- Tudo bem. Se ele te faz feliz eu fico feliz por você também. -Digo e ela sorri e me abraça.

- Obrigada filha!-diz me abraçando - Eu vou agora ir falar com o Bob ta filha! - diz Alegre e saí do meu quarto.

Eu só quero a felicidade dela e se ela realmente ama o Bob não posso fazer nada contra isso.

Resolvo dar uma volta pelo quarteirão não sem antes avisar minha mãe né. Quando saio de casa um vento frio embate contra meu rosto me fazendo estremecer mas não quero pegar um casaco, então começo a andar até uma praça que tinha ali perto de minha casa, não havia ninguém lá e então eu me sento em um dos balanços.

- Olha só quem eu encontro aqui?-diz com um sorriso nojento no rosto. Oh não!

- O que você quer? - Perguntei tentando soar firme e parece que deu certo.

- não tenta me afrontar o monte de merda! - Harry diz me pegando pelo cabelo me fazendo levantar e os outros apenas riem de mim. Sinto lágrimas a virem no meus olhos.

- P-Por F-Favor me deixa em paz!- peço chorando e ele ri da minha cara. Se eu não fosse tão mole dava um chute em seus órgãos genitais.

-Cala a Boca idiota! - diz me jogando no chão como se eu fosse uma boneca. Tive sorte pois se o Chão não fosse de areia eu ia ter um belo baque.

- Harry acho melhor deixarmos essa inválida ai. Temos coisas mais importantes à fazer!- reconheci essa voz sendo do Liam

- Ok! Mas eu ainda não terminei! - Harry diz e me dá um chute no estômago e eu grito de dor. - Você grita mais que uma vadia! - diz e dá outro chuta na minha barriga e eu protejo meu rosto com os meus braços. - Ainda não acabei! Mas eu resolvo isso com você depois! - diz e vai embora me deixando no chão da Praça.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...