História N.E.R.D - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, One Direction, Taylor Swift
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Normani Hamilton, Personagens Originais, Taylor Swift, Zayn Malik
Tags Ficção, Fifth Harmony, One Direction, Romance
Exibições 131
Palavras 1.245
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Como eu disse, pretendo publicar todos os dias já que a primeira parte da fic já está toda escrita.

Espero que gostem e se quiserem me dizer algo ao respeito da fic ou fazer perguntas, podem falar comigo ok?! :)

Dry

Capítulo 6 - Capítulo 05


|Hanny Blake|

Estávamos eu e o palerma do Niall sentados no sofá enquanto nossos pais se preparavam pra falar. Eles nos disseram que queriam dizer algo importante. Ok. Espero que minha mãe não esteja grávida, pois na idade em que está é um pouco perigoso não?

- Bem, nos vamos passar duas semanas fora. Eu e Bob resolvemos ir de férias pro Havaí e como vocês já estão grandinhos, achamos que podem cuidar um do outro. - diz minha mãe e eu abro minha boca indignada.

Eu vou ter que passar duas semanas com essa lombriga loira? Hã? Sério isso produção?

- Mãe, eu não quero ficar sozinha com essa...essa...lombriga ambulante! - digo e Niall me olha como se fosse me matar.

- Acha que quero ficar na mesma casa que você? Sua nerd! - Niall diz e nossos pais olham pra nós dois com um olhar de repreensão

- HANNY! que modos são esses? -Minha mãe diz indignada e eu olho pra ela.

- É desse modo que trato pessoas como esse aqui do meu lado!- digo apontando pra loira que está ao meu lado.

- Quem você pensa que é pra falar assim comigo? - Niall perguntou se levantando e bob pegou ele pelo ombro e o fez se sentar no sofá novamente.

- Sou a Hanny! Por quê? Não gostou? A porta da frente é serventia da casa!- digo e ele se levanta e caminha até a porta.

- Niall, volta! Vamos conversar! - Minha mãe diz mas a porta é fechada com bastante força.

Me levanto e ando até a porta e abro a mesma e vejo Niall entrando em seu carro e grito:

- EI QUER DERRUBAR A CASA SEU MALUCO?!- grito e ele manda o dedo do meio - OXIGENADAAAA SAI DAQUI SUA LOIRA OXIGENADA! NÃO VOLTE MAIS PRA MINHA CASA! NÃO QUERO VOCÊ AQUI! - eu grito e os vizinhos que estavam na frente de suas casas me olham como se eu fosse louca.

- Garota você ta bem? - perguntou um dos meus vizinhos. Intrometido.

- Que tal cuidar da sua vida!? - sorrio sarcástica e ele me olha incrédulo e indignado.

- Má educada! - Diz o senhor de idade.

- Ah vá pentear macaco seu fofoqueiro! - digo e entro dentro de casa vendo minha mãe com um olhar sério.

Ah mãe! Agora sim fudeo!

- QUE ESCÂNDALO FOI ESSE?- perguntou se exaltando e bob segurou ela pelos ombros tentando acalmar ela.

- Mãe me desculpa! Mas simplesmente eu tenho opinião também. - Falo e ela ri.

- Sabia que está na minha casa! Eu mando em você...- Diz e eu fico irritada.

- Por enquanto! Pois quando for de maior vou pra bem longe de você! - digo e começo a subir as escadas - Ah e só pra constar! Essa casa também é minha! Por que foi o meu pai que a deixou pra mim. - minha mãe me olha incrédula.

- Está jogando isso na minha cara? -Diz me encarando incrédula.

- Só estou dizendo que nem você, nem ninguém pode me tirar daqui! - digo e vou pro meu quarto.

Depois de trancar a porta me jogo na cama e começo a chorar. Nunca me comportei assim com ninguém, e muito menos com minha mãe, nunca nem sequer levantei a voz pra ela. Eu não sei o que está acontecendo comigo. Eu não sou assim. Durmo com a cabeça cheia de pensamentos.

(...)

- Nossa você ta um trapo! - Amy diz se sentando ao meu lado no banco do refeitório

- Eu sei! Sabe o clima ta tenso lá em casa! - Falo e ela sorri fraco.

- O que ouve?- Amy perguntou preocupada.

- Eu tive uns desentendimentos com a minha mãe, mas acho que logo isso se resolve. -Digo e ela assente.

O sinal toca e vamos em direção à nossa aula. Aqueles alunos parecem um bando de animais no corredor. Só falra passar por cima de você. Cavalos!

Ao entrar na sala vejo as caras de sempre. Mas por incrível que pareça, não vejo a loira oxigenada. Hum, melhor pra mim, não queria ver mesmo aquela cara dele de chupa ovo. Me sento no meu lugar e Amy se senta na minha frente.

Logo entra pela porta o Harry panaca Styles e um garoto que nem sei o nome, deve ser do time de futebol vou lá saber da onde veio este fulano. Harry caminha até um lugar vazio mesmo ao meu lado.

Não
Não
Não
Não
NÃO

Mas que droga! Algo conspira contra mim! Por quê? Destino por quê fazes isso comigo? Por que esse palerma teve que sentar justo aqui! Nossa que droga de vida! Depois disso eu me mato! Eu juro!

Sinto olhos me observando e sei que é o palerma ao meu lado. Resolvo perguntar à esse ser o que ele tanto olha.

- Ta olhando o quê imbecil?- perguntei olhando pra ele que arregalou os olhos pois eu nunca respondi dessa forma pra ele. Diria que ele ficou bastante surpreso.

- Nada! - Harry diz seco e olha pra frente e eu faço o mesmo.

O resto da aula foi um completo silêncio! Eu não olhei, nem pensei no Styles que estava ao meu lado. Simplesmente o ignorei e isso foi muito fácil.

(...)

- Tchau Amy! - digo e ela sorri e acena entrando dentro de sua casa e eu me encaminho até a minha.

Depois de uns minutos caminhando sinto que estou sendo seguida e olho pra trás e vejo o Styles bem atrás de mim. Um arrepio passou pela minha espinha com o pensamento de que ele pudesse me fazer algo.

Se acalma mulher!

Ok!

Ando mais depressa e quando vou virar a esquina pra chegar na rua da minha casa sinto uma mão agarrar meu braço brutalmente me fazendo parar de caminhar. Olho pro ser e este está me olhando com uma expressão séria.

- Acha que o que? Que pode falar o que quiser e vai ficar por isso mesmo?- diz frio e eu estremeço.

Ele dá medo! Ele realmente é assustador!

- Acho! Pois não tenho mais medo de você! Você não é ninguém! É só um garoto mimado e metido que se acha o centro do mundo! - digo apontando o dedo pra ele que fica com os olhos raiados e aperta meu braço com uma força desgraçada.

- Repete o que você disse! Vamos ver até onde vai sua coragem! - ele agarra meus braços e me sacode. Minha mochila caí no chão e com a dor que estou sentindo nos meus pequenos bracinhos lágrimas saiem dos meus olhos. - REPETE O QUE VOCÊ DISSE! - Harry grita.

Ele solta um dos meus braços e aproveito isso e dou uma ajoelhada naquele lugar. Ele geme de dor e me solta e eu me preparo pra correr dali antes que ele se levante.

Corro mais rápido que posso e ao chegar em casa chorando vejo bob.

- Hanny por que demorou pra chegar em casa? - ele perguntou aparecendo na sala e olha o meu estado. - O que aconteceu? Quem fez isso com você? - perguntou e olho pro meus braços que tinham marcas de mãos em cada lado.

Corro pro meu quarto e me tranco no mesmo. Eu estou cansada. Todos me maltratam e se tento me defender também sou maltratada. Eu só queria morrer neste momento. Ninguém iria sentir minha falta mesmo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...