História N.E.R.D - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, One Direction, Taylor Swift
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Normani Hamilton, Personagens Originais, Taylor Swift, Zayn Malik
Tags Ficção, Fifth Harmony, One Direction, Romance
Exibições 133
Palavras 1.118
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Capítulo 07


|Hanny Blake|

Não saiu do meu quarto há um dia. Não jantei ontem pois não queria encarar minha mãe e também não saí pra nada. Por mais que Bob tivesse pedido pra eu sair do meu quarto, eu me recusei.

Não quero encarar o mundo lá fora. Eu me sinto deslocada até na minha própria casa, não sei, não consigo me adapta aos lugares.

Resolvo me levantar pra ir pra escola. Por mais que eu não queira, tenho obrigações à cumprir. E não vou deixar de viver por que um garoto idiota faz a minha vida um inferno na escola.

Me arrumo rapidamente, pois estava atrasada. Pego meus livros jogando eles dentro da mochila sem me importar se vão estragar. Não estou com paciência hoje.

Saiu do meu quarto e desço as escadas tropeçando nos meus próprios pés. Quando ia até a porta para abrir ela, algo me faz parar.

- Achei que iria morar no quarto! - Minha mãe diz e eu reviro os olhos

- Não por que eu tenho que estudar pra ir pra uma Universidade bem longe daqui! - digo abrindo a porta e saindo de casa.

Acho que fui um pouco dura com ela, mas eu não estou me entendendo, meu temperamento não era assim. Acho que estou um tanto vingativa por tudo o que já me fizeram passar e não quero ser pisada novamente. Por isso estou agindo dessa forma.

Ando rapidamente até a escola. Vejo que já tocou o sino pros alunos irem pra suas aulas. Odeio chegar atrasada, pois quando entro na sala todos ficam me olhando, e isso me incomoda.

Ao chegar no corredor pude ver uma garota baixinha em frente ao meu armário. Quando me aproximo mais vejo que é a Amy. Ela me vê e suspira.

- Achei que não viesse hoje!- ela ralha comigo.

- Desculpa eu tive uns problemas! - digo e ela assente.

- Vamos o professor já está na sala e estamos atrasadas! - diz e eu suspiro.

- Não era preciso me esperar! - digo e andamos até a nossa sala.

- Não iria sem você! E outra também que eu quis te esperar! - diz e bate na porta da sala e o professor abre nos olhando sério.

- Sabiam que estão atrasadas? - O professor diz com um olhar de repreensão.

- Desculpe! Tivemos uns problemas! - Amy se diz justificando.

- Dá proxima vez, vão ficar pra fora! - diz nos dando passagem pra entrar na sala.

Quando entramos na sala todos olham pra gente. Eu não disse essa gente tem problemas, só pode! Resolvo ignorar eles e me sento no meu lugar de costume e Amy faz o mesmo.

O professor retorna à aula e começa a explicar sobre a Filosofia blá blá blá. Não estava muito atenta ao que ele falava.

(...)

Estava no refeitório com a Amy, ela estava me contando sobre sua família. E deu pra perceber que eles são bem unidos e só aprontam. Nunca cheguei a ser assim tão próximo à minha mãe. Tudo bem, ela é minha mãe, mas tem mães e filhas que tem um tipo de relacionamento "best friend " eu não sou assim com minha mãe. Nunca conversamos como se fossemos amigas.

- Como é sua mãe? - ela perguntou e eu apenas suspiro.

- Eu não entendo muito minha mãe! Ela acha que devo fazer o que ela quer. Sinceramente não nos damos muito bem. - digo e Amy sorri fraco.

- Isso é uma pena! - diz mas nossa atenção é tomada por uma loira alta que caminha até nossa mesa. Taylor.

O que será que ela quer? Me humilhar? Sinto muito mais isso não vai acontecer. Se ela acha que vai conseguir me por pra baixo está muito enganada. Ela chega perto de nós e Amy olha pra mim como se quisesse que eu à mandasse embora.

- Ahm, eu preciso falar com você em particular Hanny. - ela diz e manda um olhar à Amy como se a mandasse sair.

- Pode falar! Não à nada que a Amy não possa saber! - digo e Taylor suspira e se senta à minha frente na mesa.

- Eu acho melhor eu ir! Depois nos falamos Hanny! - Amy diz se levantando e antes de ir manda um olhar à Taylor e se retira.

- Então? - perguntei querendo que ela diga a finalidade de estar aqui falando comigo.

- Quero te pedir desculpas por tudo o que eu disse. Eu não queria ter dito aquilo à você! É que eu achei que dessa forma o...- eu à interrompo

- Que dessa forma poderia ficar com o Harry...já entendi! Mas eu te disse que ele não fica com ninguém! Ele não tem sentimentos, se é que ele sabe o que isso significa! - digo e ela abaixa a cabeça.

- Eu sinto sua falta, você era a única amiga verdadeira que eu tinha aqui! Mas o Harry disse que você não passava de uma nerd chata que queria se aproveitar das pessoas! - diz baixinho.

- Olha Taylor, até posso te desculpar! Até voltar à ser sua amiga! Mas ninha confiança é algo que você não vai ter nunca mais! - digo e ela apenas assente.

- Desculpe! - Taylor diz e eu sorrio fraco.

(...)

- você O QUE? EU NÃO ACREDITO NISSO HANNY! ELA NÃO É DE CONFIANÇA! - Amy gritava enquanto puxava seus cabelos loiros com força.

Já estávamos na minha casa e eu pedi pro Bob deixar ela passar à noite aqui. Já que minha mãe não estava em casa. Eu contei à ela que a Taylor pediu desculpas e eu aceiteu e ela está gritando feito louca.

- Ela disse que agiu mal e que o Harry encheu a cabeça dela! Fica tranquila ela não vai fazer isso de novo! - digo e Amy bufa e se senta na minha cadeira giratória.

- E se ela fizer de novo? Por que quando cheguei aqui você ficava sozinha e sem ninguém! Ela te deixou pra poder tentar ser a vadia do carinha mais popular da escola! - diz indignada.

- Ela é boa pessoa! E só fez aquilo pois estava apaixonada demais! Amy você é minha melhor amiga agora! Não se preocupe! - digo ela sorri.

- Ai que emoção! Me abraça! - ela diz e eu me jogo em cima do colo dela que reclama.

- Você é tão magra e parece uma vara! - eu digo rindo e ela me dá um puxão de cabelo.

- Não estraga o momento best Friends sua Besta! - ela diz e eu rio.

Tanta coisa aconteceu hoje. Mas pelo menos eu não estou sozinha.


Notas Finais


O que acham que vai acontecer a seguir???

Até o próximo capítulo

Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...