História Neuheit - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Monsta X
Personagens Hyung Won, I'M, Joo Heon, Ki Hyun, Min Hyuk, Show Nu, Won Ho
Tags Changki, Changkyun, Kihyun, Kikyun, Monsta X
Exibições 98
Palavras 2.208
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá~~
Como vcs tão? Eu nem demorei pra aparecer, me amem q {aliás, queria agradecer pelos favoritos e comentários;;}
Achei o capítulo meio paradinho, mas é necessário. Daqui a pouco a coisa vai ficar louca de vez, se preparem dkjfgh
Não vou enrolar muito aqui, só queria deixar um agradecimento especial à Lashi que recomendou a fic no yaoi fanfics; te amo, mana ❤
Boa leitura~

Capítulo 2 - Segundo.


O clima parecia realmente muito agradável naquela manhã de sexta-feira. Era uma pena que os participantes do novo reality show da KBS Ent. mal conseguiriam perceber isso, já que estariam todos muito ocupados com o início das gravações. 

Uma casa muito grande e bonita seria o cenário dos próximos dias dos participantes, e Kihyun a viu pela primeira vez com o som da voz de Daeyeol em seus ouvidos, impedindo o ruivo de ouvir o canto de alguns passarinhos que residiam em uma árvore ali por perto. 

O manager que já reclamava sobre aquele reality show antes mesmo de chegar no local das gravações, passou a reclamar mais ainda quando conheceu o cenário. 

— Eu realmente estou vendo isso? Uma casa? Ah, por favor, que coisa mais clichê e sem graça. 

Kihyun já tinha parado de prestar atenção no que o mais velho dizia há muito tempo, antes que o mal humor do outro o atingisse. Naquele momento, o ruivo se preocupava muito mais em voltar sua atenção ao grupo de pessoas da produção que permanecia parado em frente a casa, todos conversando animada e descontraidamente, como se não estivessem em seu local de trabalho. 

O ruivo adorou todo aquele clima. Parecia familiar, alegre, acolhedor e revigorante. Ele com certeza iria apreciar bastante o tempo que passaria naquelas gravações.

Por outro lado, Changkyun resmungava, reclamando  como se estivesse prestes a começar o dia mais chato de toda a sua vida. Se Kihyun o escutasse naquele momento, certamente pensaria que Changkyun e seu manager poderiam participar de uma competição de quem reclama mais. Seria acirrado. 

— Você quer, pelo amor da minha sanidade mental, fechar essa boca por uns cinco minutos? — Minseok, o manager de Changkyun, manifestou-se, colocando uma de suas mãos na cabeça, como se sentisse dor. A outra mão segurava firmemente o volante do carro.  — Você está aí discursando sobre como a sua vida é chata e injusta desde que saímos da sede da empresa pra vir pra cá, e isso foi quarenta minutos atrás. Você não tem amor á mim não? Quer que eu enlouqueça de vez? — E agora quem reclamava era Minseok.

— Não é você que está na minha pele, não pode reclamar de nada. — Changkyun saiu do carro assim que seu hyung estacionou, batendo a porta logo em seguida. Ele estava realmente revoltado, não queria ter de passar sabe-se lá quanto tempo da sua vida com várias câmeras com sede de palhaçadas apontadas para si, em um lugar até então desconhecido pelo platinado e junto de vários outros artistas a quem não conhecia e muito menos sentia interesse em mudar isso.

— Nem vem com essa pra cima de mim, não. — o manager interviu, enquanto saía do carro, indo em direção ao porta-malas. — Quando acabar você vai ficar reclamando nos meus ouvidos porque acabou, pensa que eu não te conheço? 

— Eu vou ficar é feliz, tá louco? — O mais novo entre os dois pegou sua mala assim que Minseok abriu o porta-malas com a chave. 

— Ah é? E no mês retrasado, quando a gente foi pra Jeju pra você participar daquele outro programa? Nunca ouvi tanta reclamação na minha vida, na ida e volta. Na ida porque você não queria ir, e na volta porque não queria ir embora. Isso claramente vai se repetir, pensa que eu sou burro? 

E lá iam os dois, atravessando a rua para chegar à mansão, enquanto discutiam sobre se Changkyun agia como uma criança ou não. Obviamente não houve um vencedor, já que os dois tiveram de parar e agir como pessoas civilizadas assim que chegaram perto dos membros da produção. Mas, cá entre nós, Minseok estava mais do que certo. 

Só não deixem Changkyun saber que eu disse isso. 

 

                                                                                                   • • • 

 

Mais ou menos meia hora depois de Changkyun e Minseok chegarem, anunciaram o início das gravações. Todos os participantes já se encontravam no local, sentados em um sofá marrom na sala da mansão, muito bem comportados, penteados e maquiados. 

— Três, dois, um, e... gravando! 

— Olá telespectadores, como vocês estão hoje? Estão todos bem, certo? Espero que sim. Eu sou Park Yujin e estou aqui com os novos participantes do nosso reality show! Todos nós estamos muito animados com esse reality, e tenho certeza que vocês também estão! — a apresentadora falava, exalando bom humor. — Bom, mas e como nossas celebridades estão se sentindo? Vamos conversar com eles agora, sim? 

E, lá foi ela, fazendo aos ídolos ali presentes perguntas banais e automáticas, nas quais ninguém estava realmente interessado na resposta. Também não é como se fossem muitos participantes, eram sete no total. Wonho e Hyungwon, popularmente conhecidos como Hyungwonho, eram uma dupla. Kihyun e I.M, artistas solo. Shownu, Minhyuk e Jooheon formavam um trio, conhecido como Monstar; muito popular na Coreia, inclusive. 

Kihyun passou o tempo todo sorrindo animado, o que ocasionou até mesmo um "como ele é fofo" cochichado de Minhyuk para Shownu. 

— Pra finalizar, eu gostaria de saber de vocês, o que estão esperando desse reality show? 

— Primeiramente — Shownu começou — eu espero que eu e todos os membros do Monstar possamos nos sair bem e não decepcionar nossos fãs. Também espero que possamos nos divertir e criar novos laços de amizade aqui dentro. — Antes que ele pudesse concluir, Changkyun tomou a palavra:

— Eu espero não ter que me vestir de homem cenoura de novo. — Quase que instantaneamente, várias gargalhadas invadiram o local. 

— Ah, fala sério, aquela vez foi muito engraçada! — Yujin, a apresentadora comentou, em meio às gargalhadas. Com certeza, durante a edição da filmagem, seriam colocadas algumas fotos do acontecimento que comentavam. 

Entre aquela alegria toda, Kihyun continuava apenas sorrindo, tentando disfarçar o fato de não ter entendido sobre o que falavam. Em outro momento, Changkyun lhe contaria sobre o o jogo que perdeu em um programa de variedades que participou. Yujin tinha sido a MC, assim como no reality que gravavam naquele exato instante. 

— Bom — a apresentadora deu continuidade ao programa, após as risadas cessarem — e você, Kihyun? O que espera? 

Ao ver todos os olhares voltados para si, o ruivo não pôde deixar de se sentir um pouco nervoso, não sabia ao certo nem mesmo para qual câmera deveria olhar. Mas ignorou isso de maneira que ninguém nem mesmo percebeu o sentimento do cantor. Coçou o queixo, como quem pensava no que diria, e então começou: 

— Como esse é o meu primeiro reality show e também o meu primeiro programa de variedades, eu estou um pouco nervoso. — Soltou uma risadinha tímida. — Eu espero ter uma boa estréia, de modo que queiram me convidar para eventos assim no futuro. Também espero me divertir, independente de vencer no final ou não. E espero que os telespectadores que antes não me conheciam, depois dos próximos dias resolvam dar uma chance para a minha música. — sentenciou, sorrindo de maneira simpática, seu eye-smile á mostra para todos os olhares e câmeras. 

Alguns membros da produção permitiram-se soltar um sorriso após ouvir as frases do cantor. Continham uma enorme sinceridade, aquilo era sem dúvidas admirável. 

Changkyun se intrigou. O discurso daquele ruivinho não parecia uma coisa memorizada e decorada, apenas dita ali, da boca pra fora, como ele costumava ver. Parecia ter sido dito com uma sinceridade e inocência enormes, coisa que ele não via há muito tempo. O rapper até mesmo supôs que Kihyun deveria ser algum ator ou algo assim, mas com o tempo descartou essa possibilidade. Não acreditava que haveria qualquer atuação que passasse tamanha sinceridade como a que Kihyun passou. 

Changkyun amava sinceridade. 

 

Depois da resposta dos outros participantes, a apresentadora tornou a falar. 

— Bem, agora nós terminamos a entrevista inicial. — Todos os participantes fizeram uma expressão de quem estava com o dever cumprido e finalmente poderia descansar. — Epa, epa, epa, que cara de quem pretende ir dormir daqui a cinco minutos é essa que vocês estão fazendo? Podem ir tirando esses cavalinhos da chuva. Nós terminamos a entrevista, mas isso não quer dizer que vocês estejam liberados. 

Uma expressão cansada e interrogativa logo se formou no rosto de alguns dos participantes (no caso de Changkyun, apenas cansada. Mas ele logo deu um jeito de disfarçá-la). 

— O que acontece é o seguinte: aqui nesta casa, nós temos sete quartos, e obviamente cada um de vocês vai ficar com um deles. No entanto, esses quartos não são iguais e muito menos do mesmo tamanho. Eles são bem diferentes, pra falar a verdade. — A apresentadora falava, alternando seu olhar entre os participantes, que a olhavam curiosos, e a câmera. — Esses quartos estão numerados de um a sete. O Quarto Um é o quarto maior, e o Quarto Sete, o menor. Eu suponho que vocês prefiram ficar no Quarto Um, certo? — Os ídolos apenas assentiram para ela, começando a deduzir o que aconteceria. — Então, vocês farão uma competição. Sua colocação nela irá determinar o quarto em que ficarão.

Um sorriso de quem há muito tempo já imaginava que aquilo aconteceria enfeitava o rosto de Changkyun. 

— É uma competição bem simples, apenas para vocês irem se aquecendo pras missões que terão de enfrentar nos próximos dias. — Yujin explicava enquanto passava a mão nos cabelos, descontraída.

Certo, agora ela já podia parar de enrolar. A ansiedade de Kihyun, que finalmente parecia estar indo embora, ainda que de forma lenta, ameaçava a voltar. O cantor esfregava as mãos, nervoso, enquanto a apresentadora anunciava o primeiro intervalo para comerciais.

Era realmente uma sorte eles não precisarem esperar passarem comerciais pra poder continuar a gravação, diferente do que aconteceria pra quem assistisse àquilo na televisão. 

— Estamos de volta! Foi realmente rápido, não é mesmo? — Yujin fala carismática para uma das inúmeras câmeras. — Certo, vocês já devem estar ficando curiosos, não? — perguntou, voltando-se para os artistas. 

— Curioso é o meu segundo nome. O primeiro é muito. — o único a se pronunciar foi Wonho, que arrancou uma ou outra risadinha por sua piada. 

Por mais que revirasse os olhos mentalmente, Changkyun se forçou a sorrir. 

— Oh, essa foi boa. Mas então, vou explicar o desafio. — A apresentadora tomou a palavra novamente. — Não sei se vocês já notaram, mas na estante dessa sala tem uma televisão, e junto a ela, um karaoké. Tudo o que vocês vão ter que fazer é cantar uma música nele, e o ranking de pontuação de vocês determinará em qual quarto cada um vai ficar. Lembrando que não é permitido que vocês cantem as próprias músicas. — Kihyun soltou um suspiro aliviado. Estava com medo de já começarem com uma missão complicada, embora não fosse para eliminação e nem nada do tipo. Agora, tudo que ele tinha que fazer era não se sair mal no karaoké, o que não seria difícil. 

O primeiro a cantar foi Jooheon, que se saiu maravilhosamente bem com uma música de seu grande amigo Sharp Gun. 9.342 pontos.

Talvez ele tivesse se saído bem até demais, Changkyun pensava.

Em seguida, lá se foi Wonho, que surpreendeu (e muito) Kihyun, ao cantar uma música do álbum novo do ruivo. Kihyun acreditava que nenhum dos participantes nem mesmo lhe conhecia. Aquilo certamente já fez seu dia valer a pena. 

9.675 pontos. 

E então, Changkyun, transbordando confiança, disse que cantaria qualquer música que lhe pedissem. O que ele não esperava era que lhe desafiassem a cantar uma música do Sistar. Ele definitivamente não era bom com músicas de girlgroups. Mas mesmo assim, lá foi ele, fingindo não estar abalado e cantando com suas habilidades vocais quase nulas a letra de Shake it. 7.999 pontos. Okay, ele realmente não esperava por essa. 

Mas como a vida segue e ele não podia perder a pose por um segundo, voltou a seu lugar todo sorrisos. 

Após as apresentações de Minhyuk, Hyungwon e os espetaculares 9.998 pontos de Shownu, foi a vez de Kihyun. 

Quando os primeiros segundos do instrumental de uma música do Zion.t invadiram os ouvidos de todos os presentes, Changkyun surpreendeu-se com o ruivo pela segunda vez naquele dia. 

Zion.t era o cantor favorito do platinado. 

 

Kihyun voltou ao seu lugar sorrindo abertamente, tanto pelos 9.428 pontos quanto pelos aplausos que ecoavam no local. Ele nunca ia se acostumar com o fato de ser aplaudido, e muito menos com o fato de que pessoas realmente gostavam de sua voz. 

Mesmo com todos já tendo uma mínima noção do quarto em que ficariam, a apresentadora anunciou-os, e logo todos andavam pela casa, carregando suas malas e falando sem parar. Alguns falavam sozinhos, outros com seus managers, ou com seus colegas de grupo. Kihyun era o único que se mantinha em silêncio, perguntando-se mentalmente onde estava seu manager e onde deveria ser o quarto número três.

Assim que entrou no quarto que acreditava ser o seu, graças ao grande número três estampado na porta, a dúvida de onde seu manager estava sumiram da mente de Kihyun. Ao abrir a porta do quarto a primeira coisa que o cantor viu foram os pés de Daeyeol, que se encontrava deitado na cama do ruivo, dormindo profundamente. 

Ah, e roncando também. 

Ya, quer fazer o favor de sair da minha cama? — elevou seu tom de voz um pouco, mas não ao ponto de gritar. Tudo que recebeu como resposta foram palavras em alguma língua que Kihyun não entendia; talvez daeyeolês. 

Definitivamente, era necessária muita paciência para lidar com aquele manager. 

Sorte que isso Kihyun tem de sobra. 


Notas Finais


Acabou;;; eu disse que tava paradão

É, o reality é da KBS
Eu ia colocar sendo da MBC, mas depois daquele vacilo dela com o Monsta no mês passado eu cortei todo meu afeto para com ela
ɲ, aqui Changkyun não sabe cantar direito, é a vida

ENFIM
Obrigada por ler, falem comigo no twitter ( https://twitter.com/sorrykwan ), comentem se quiserem e é isso aí
Até o próximo e buy secret on itunes


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...