História Never alone - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Jungkook, Suga, V
Tags Amiga, Bangtan Boys, Bts, Garotos A Prova De Balas, Gravidez, Jin, Jungkook, Suga, Taehyung, Yoongi
Exibições 145
Palavras 624
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não atualizei ontem por causa de alguns probleminhas pessoais.. Sorry ❤️❤️

Capítulo 17 - Mamadeira


Fanfic / Fanfiction Never alone - Capítulo 17 - Mamadeira

Ao sair do banheiro pude ver que Mark não estava mais lá e um medo correu pelo meu corpo, pensei nas escadas e minha cabeça começou a criar mil e uma possibilidades de que algo havia acontecido.

Fui até a cama e baguncei os travesseiros e cobertores, os meu olhos começaram a marejar e então Jungkook chamou minha atenção com uma falça tosse, ele estava parado na porta e em seu seu colo estava Mark tentando pegar o cabelo dele.

- Devia cuidar melhor do seu filho - Ignorei o que ele falou e fui até Mark, ele estava com o seu pijaminha azul e sua inocência não o deixava perceber o quão havia me preocupado.

- Eu tinha deixado ele na cama, onde ele estava? - Peguei Mark e o abracei como se nunca mais fosse o soltar.

- Provavelmente ele desceu da cama e engatinhou até o corredor, pois encontrei ele lá - Enquanto Jungkook falava sentei na cama com Mark ainda em meu colo e arrumei o seu cabelinho bagunçado - Como eu disse, devia tomar mais cuidado com o seu filho.

Ele nos deu as costas e antes de sair na porta o agradeci.

- Se tomasse conta dele direito não teria que me agradecer agora - Mesmo quando eu tentava me redimir Jungkook era seco comigo, realmente acho que este garoto é bipolar, dias sorri para mim e outro é a ignorância em pessoa. Depois do susto deitei com Mark, o envolvi em meus braços e dormimos.

Acordei 2:00 da manhã com Mark a chorar no meu ouvido, nanei ele um pouco e tentei o acalmar mas logo entendi que o que ele realmente queria era a mamadeira. Peguei ele e andei pelo quarto a procura de sua bolça porém ela não estava ali e eu precisava ser rápida para que o choro de Mark não acordasse os garotos.

Desci as escadas e fui para a cozinha deixar o leite a esquentar enquanto procurava pela mamadeira.

- Da para você fazer esta criança parar de chorar? - Jungkook entrou na cozinha coçando os olhos e dava para ver em sua cara amassada porque havíamos interrompido o sono dele.

- Vou achar a mamadeira dele, dar para ele e depois você pode voltar para o seu precioso sono - Botei o leite no microondas e Jungkook saiu da cozinha, voltando segundos depois com a bolça de Mark em mãos e largando encima da bancada de mármore.

- Onde estava?

- No sofá - Tirei tudo da bolça até achar a bendita mamadeira que estava no fundo. Peguei o leite no microondas e Jungkook vendo a dificuldade que eu estava para botar o leite na mamadeira pegou Mark dos meus braços nem mesmo perguntar se eu precisava de ajuda.

- Anda logo, eu quero dormir - Como eu também estava com sono concordei com a cabeça e arrumei a mamadeira, a deixando em um lado e indo botar tudo que eu havia retirado da bolça em seu devido lugar. O choro de Mark havia se cessado  e ao me virar para pega-lo tive a visão de Jungkook dando a mamadeira para Mark, que tentava a segurar com as suas pequenas mãos mas não tinha sucesso.

- Vamos logo garotão, eu preciso dormir - Ao ver que eu o observava fazer aquilo ele me ignorou e voltou a falar com Mark - Não olha agora, mas sua mãe está nos encarando - Ele sorriu sozinho e eu não contive um sorriso que tentei esconder.

Quando a mamadeira acabou Mark já estava pegando no sono, coisa que sempre acontecia depois de se alimentar.

- Trate de não me acordar de novo - Ele deu Mark em meus braços e saiu para a sala.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...