História Never Be Alone - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shawn Mendes
Personagens Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Shawn Mendes
Exibições 37
Palavras 1.147
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oooi meeeeeu amoooorees
Por favor não me matem
Eu sei eu sei
Prometi postar ainda na semana passada
Eu tentei
Eu juro
Eu tentei
Mas o universo conspirou a dar tudo errado
Mas então
Hoje to aqui fiquem felizes
O personagem de hoje é a Monica
Linda ne
Sem mais delongas
Boa leitura :)

Capítulo 10 - Chapter Nine


Fanfic / Fanfiction Never Be Alone - Capítulo 10 - Chapter Nine

We walk

We laugh and spend our time

Walking by the ocean side

Our hands are gently intertwined

A feeling I just can't describe

All this time it's been too long

Thinking we cannot belong

To something so damn beautiful

So damn beautiful

Shawn Mendes – Imagination

P.O.V.S Shawn

_Tranquila – abracei Mel por trás.

_Vou tentar – suspirou.

Tudo aconteceu como em qualquer velório normal. Parentes se reencontrando, muitas lágrimas.

Depois de algumas horas Mel pediu pra ir embora dizendo que estava com dor de cabeça. Despediu-se dos parentes e pegamos um taxi até a casa de seu pai.

_Está melhor? – perguntei já abraçado com ela na cama.

_Acho que sim. Vou dormir para ver se melhora, amanhã tem o funeral às nove. Boa noite! – disse se aconchegando e depois de uns instantes sua respiração abafada revelou que já havia adormecido.

P.O.V.S Monica

Jeofrey, Mellanie e Shawn viajaram a algumas horas, a casa está um completo vazio. Um ótimo momento para eu me lembrar do pior dia da minha vida.

Flashback on

Era um belo dia de domingo quando cheguei em casa decidida a contar a verdade sobre minha sexualidade. Pensei que eles poderiam entender e me apoiariam.

Eles estavam sentados na sala de jantar conversando sobre o trabalho.

_Oi mãe, oi pai – me juntei a eles na mesa

_Oi filha – disseram em coro

_Preciso conta-los algo – disse nervosa

_Estamos aqui para te ouvir – sorriram e me senti bem em falar

_Eu tomei uma decisão em relação a minha sexualidade – franziram o cenho – Bom eu não sei se vocês iram reagir bem, mas quero contar logo de uma vez. – fechei os olhos e suspirei – Eu sou lésbica.

_Você o que? – disseram em coro novamente

_Vocês ouviram – curvei a cabeça

_Inaceitável. E se não parar com essa bobagem melhor você ir embora desta casa – meu pai esbravejou

_Já que é assim... Eu vou embora – me levantei da mesa e fui para meu quarto.

Arrumei todas as minhas coisas e liguei para Jeofrey (Meu melhor amigo) e ele disse que me receberia de braços abertos.

Fui para o aeroporto onde comprei a primeira passagem para Toronto e embarquei.

Flashback off

2 SEMANAS DEPOIS

P.O.V.S Mellanie

Meu pai se foi da forma mais cruel, ele não mereceu aquilo, nunca mereceu. A policia estava trabalhando no caso, voltamos para Toronto e já pegamos um voo para Washington onde Shawn faria o show.

Já no aeroporto recebo uma ligação de uma amiga do colegial que já não falava a um bom tempo.

Ligação on

_Que bom que atendeu Mel, eu preciso te contar uma coisa horrível – em sua voz se encontrava o desespero

_Diga – falei rápido

_O Bryan saiu da cadeia, parece que o pai dele conseguiu pagar a fiança. – minha boca secou na hora e meus nervos ficaram a flor da pele.

_Obrigada por me avisar Emma – agradeci e desliguei

Ligação off

Eu estava paralisada, analisando a situação que estava agora, eu estava em perigo, aquele maníaco estava solto e tenho certeza que ele não vai deixar barato para mim.

_Você está bem? – a voz angelical de Shawn invadiu meus ouvidos me deixando mais calma.

Eu não deveria preocupa-lo, mas a vida do nosso filho poderia estar em risco.

_Bryan – sua expressão mudou

_O que tem esse louco? – notei preocupação em sua voz

_O pai dele pagou a fiança, aquele doido está solto – tentei manter a calma.

_Ai meu Deus – colocou a mão no rosto.

_Mas vamos ficar calmos, se ele ainda não deu as caras é porque ele não quer saber da gente – o abracei

_Vamos pombinhos, o avião já vai sair – Monica deu um sorrisinho

Eu e Shawn não trocamos nenhuma palavra no avião, talvez ele estivesse pensando e eu não queria atrapalhar.

2 MESES DEPOIS

Já estava com 3 meses de gravidez e minha barriga já estava a aparecer, Shawn não deixava eu trabalhar mais nos shows, mas  as vezes eu teimava e trabalhava mesmo assim. Já tínhamos decidido o nome, se caso fosse menino iria se chamar Ian Manuel que é a junção dos nomes dos nossos pais e se fosse menina seria Karen Julya que é a junção dos nomes das nossas mães.

Bryan ainda não tinha dado as caras e eu agradecia a Deus por isso. Entramos de férias há alguns dias. Jeofrey decidiu viajar para visitar um amigo e Monica foi visitar sua irmã mais velha.

_Você quer conhecer meus pais? – Shawn veio todo sorridente pro meu lado

_Eu não sei, eles sabem da minha gravidez? – perguntei com receio

_Sim, contei a eles semana passada, eles estão animados com o neto ou neta – sorriu

_Tudo bem, mas se eles não gostarem de mim? – abracei meus ombros.

_Espera! Que ser humano em são consciência não gostaria de você Mellanie? – sorriu sarcástico.

_Bobo – fiz bico

_Awn que lindinha que é minha loirinha – me abraçou

_Me solta bobo – sorri

_Ah é assim? – ele me colocou no colo e me girou

_Não me põe no chão mais nunca, por favor – abracei seu pescoço e escondi meu rosto em seu peitoral.

_ Eu amo você – beijou minha testa

_Eu também amo você. – sorri

-----------

Saímos de Nova Iorque às dez da noite para Toronto, onde moram meus “sogros”, admito que ainda não sei usar essa expressão.

Chegamos vivos em Toronto, eu estava bem cansada, só queria uma cama para dormir. Os pais de Shawn estavam nos esperando no aeroporto, minha primeira impressão deles foi “ah essa é a fabrica da beleza”, fomos para a casa deles, onde jantamos juntos e depois eu decidi ir dormir, estava morta de cansaço. Ai meu telefone tocou.

Ligação on

_Alô – disse sonolente

_Olá baby – de começo na reconheci a voz

_Quem fala? – já estava praticamente dormindo

_Já esqueceu de mim? – sorriu – Sou eu seu amiguinho Bryan, está na casa dos sogros NE? To vendo você ai em pé se preparando para dormir.

Meu sangue gelou. Ele estava me observando em algum lugar, aquilo tirou meu sono completamente. E Shawn entrou no quarto. Coloquei no viva-voz.

_Seu maníaco – esbravejei

_Você ta tão linda gravidazinha – vi Shawn se enfurecer

_Me deixa em paz Bryan – murmurei

_Antes que você desligue na minha cara – fez uma pausa – Eu vou pegar você Mellanie

Desliguei a chamada vendo Shawn vermelho de raiva quase arrancando seus cabelos.

E aquela frase ficou rondando minha cabeça.

“Eu vou pegar você Mellanie”

Nós caminhamos

Rimos, e passamos o tempo

Caminhando na beira do mar

Nossas mãos se entrelaçaram docemente

Um sentimento que não consigo descrever

Todo esse tempo, demorou tanto

Pensando que não poderíamos pertencer

A algo tão lindo

Tão lindo

Shawn Mendes – Imagination


Notas Finais


Só eu quero matar o Bryan?
Estou com uma ideia
O comentário mais criativo sobre o capitulo, vai ter seu nome mencionado no proximo capítulo
Vamos ver como que isso vai ser.
huaduhsud
Beijos e até o próximo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...