História Never Be Alone - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Selena Gomez, Shawn Mendes
Personagens Selena Gomez, Shawn Mendes
Tags Drama, Magcon, Romance, Selena, Shawn, Sophia
Exibições 46
Palavras 1.186
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura szsz

Capítulo 3 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Never Be Alone - Capítulo 3 - Capítulo 2

POV Shawn

Eu mexia minhas mãos inquieto. Meus pais estavam sentados no sofá na minha frente, poucos centímetros de onde eu estava, ambos me encaravam.

— Então? — perguntei, não aguentando mais aquele silencio desconfortável.

— Bom... — minha mãe começou, olhou para o meu pai. — Depois do que você fez, um produtor entrou em contato conosco.

— Ele viu seu vídeo cantando no baile. — papai continuou, me olhando.

Desviei meu olhar de ambos para o chão, era a minha chance de realizar meu sonho. Mas eu também teria que deixar metade do meu sonho aqui.

Eu teria que deixar Sophia.

— Olha querido, será bom para você. — mamãe disse. Ela se levantou e veio se sentar ao meu lado. — Depois de tudo que ocorreu, mudar será bom para todos nós. Nós não te culpamos realmente, não sabemos o porquê você fez isso, mas teve algum motivo.

— Obrigado. — murmurei. Me levantei do sofá e voltei a encarar meus pais. — Eu vou pensar.

— Você tem até de noite. — meu pai disse. Ele se levantou e me deu dois tapinhas nas costas. — Os pais da Sophia disseram que você pode vê-la hoje se quiser. — murmurou. — Não entendi mais o que eles falaram, pareciam agitados.

Meu peito se apertou, e se algo tivesse acontecido com ela?

***

Fazia cinco minutos que eu havia chegado ao hospital onde Sophia estava, eu me encontrava sentado na sala de espera. O irmão de Sophia, Josh, se aproximou me encarando de cara feia. Apenas desviei o olhar aos médicos que analisavam fichas diárias.

— Eles estão fazendo alguns exames nela. — Josh disse, se sentando a algumas cadeiras de distancias da minha.

— O que aconteceu? ­— perguntei, receoso. Vi Mandy começar a se aproximar.

Ela encarou nós dois, mas me ignorei, focando seu olhar no irmão mais velho de Sophia.

— Ela acordou. — disse. O sorriso enorme estampado no seu rosto demostrava o quanto ela estava feliz, senti minhas mãos tremerem.

Ela acordou.

 

 

Eu entrei no quarto devagar, sem fazer muito barulho. Os médicos haviam dito que ela precisava de muito repouso e, também disseram, que fora um milagre Sophia acordar em tão pouco tempo. Suspirei encarando-a, seus olhos estavam fechados e sua expressão estava calma. Os poucos machucados em seu rosto estava menos visíveis, mas havia algumas partes mais sérias que as outras. A Sra. Thompson não me disse o porquê me pediu para vir, eu não insisti no assunto, eu apenas queria vê-la.

— Vai ficar quanto tempo que olhando? — Sophia disse, sua voz estava rouca.

— Oi. — falei. Me aproximei da cama.

— Eu estava ouvindo o tempo todo. — ela falou, encarando algum ponto do quarto. A encarei confuso. — Eu conseguia ouvir a todos, mas não conseguia abrir os olhos.

Eu a encarava sem reação, seu olhar se desviou e veio até mim. Eu abria a boca diversas vezes, mas nada realmente adequado para falar naquele momento saia. Suspirei.

— Eu pedi para mamãe te chamar. — continuou. — Eu não sei o porquê de você ter feito isso, Shawn, realmente não sei. Mas eu não te culpo.

Eu a encarei incrédulo, ela deveria me odiar. Deveria me xingar de todos os nomes possíveis. Mas eu me lembrei o porquê de eu ter me apaixonado por ela: sua bondade.

O jeito que ela cuidava de todos e ajudava até mesmo aqueles que a desejassem mal, sua inocência e sua carisma. Eu me aproximei da cama e me sentei na poltrona que havia ali do seu lado, respirei fundo e a encarei.

— Recebi uma proposta. — falei. — Me filmaram cantando e... um produtor entrou em contato com os meus pais.

Um pequeno sorriso cresceu no rosto de Sophia.

— Você tem que ir. — ela disse, se mostrando animada. Eu a observei, ela não mostrava nenhuma tristeza.

Talvez eu devesse mesmo ir deixar ela viver a vida dela...

— Eu tenho até a noite para responder. — disse, me levantando. A porta do quarto foi aberta e uma enfermeira baixinha e rechonchuda entrou.

— O horário de visitas acabou. — falou dando-me um sorriso amigável.

Olhei para Sophia e me aproximei dela, ela recuou um pouco, mas logo fez questão de me abraçar. Um abraço receoso, nosso último abraço.

Segui até a porta e me virei para encara-la uma última vez, eu abriria mão dela. Trombei com alguém que vinha na direção que eu estava saindo, a pessoa estava distraída mexendo no celular. Levantei o olhar para tentar reconhecer o garoto na minha frente. Dylan.

Ele me encarou por poucos segundos, antes de entrar para o quarto. Fiquei ali mais alguns minutos e pude reconhecer a gargalhada de Sophia misturada com a de Dylan várias vezes, suspirei.

Eu aceitaria a proposta do produtor, eu sei que Sophia só seria feliz se eu estivesse por longe.

Eu a queria feliz, mesmo que a felicidade dela seja com outro. Mesmo que a felicidade dela seja com ele.

***

Minhas mãos suavam e tremiam mais do que eu pudera imaginar que aconteceria, meus pais estavam na poltrona ao lado da minha, enquanto ambos aguardávamos na pequena recepção da sala. A porta foi aberta, revelando um homem pouco mais baixo que eu, ele usava óculos e sua expressão não era nada séria. Ele realmente não era como eu imaginava.

Eu esperava um velho gorducho, que não era tão profissional assim. A porta da sala onde ele estava foi aberta novamente e vários garotos da aparentemente da minha idade saíram de lá. Todos focaram seus olhares na minha direção.

— É ele? — um garoto dos olhos azuis perguntou, apontando o dedo para mim. O

O homem assentiu olhando os garotos atrás deles.

— Nós vamos para o hotel. — o mesmo garoto disse. Todos saíram e me lançaram um mínimo sorriso amigável.

O homem pigarreou chamando nossa atenção.

— Vamos entrar? — ele perguntou. Nós assentimos e o seguimos até a sala. Meus pais se sentaram na poltrona perto do homem, mostrando que eles mandavam em mim. Revirei os olhos. — Bom, meu nome é Garry. — ele abriu uma das gavetas da mesa e retirou papeis de lá. — Eu estou em um projeto com vários garotos, se chama Magcon. Eu vi o vídeo do seu filho cantando e, bom, acho que ele pode entrar no projeto. Os outros garotos concordaram, mas...

— Mas...? — mamãe disse, encarando Garry.

— Eles irão viajar em uma turnê. — falou. Minha mãe me encarou.

— Se você quiser, pode ir... — mamãe disse, dando uma pausa para encarar-me. — Sempre foi seu sonho.

Eu assenti. Garry sorriu e voltou-se a olhar para os meus pais, aproximando os papeis junto de uma caneta para eles assinarem.

— Prometo que irei cuidar bem do filho de vocês. — disse, apertando a mão do meu pai que o encarava sério. — E a propósito, seu vídeo está bem famoso já.

Ele se aproximou com um celular na mão, me mostrando que meu vídeo estava no YouTube com pouco mais de dez mil visualizações, arregalei os olhos. Era muita coisa. Era meu sonho.

Respirei fundo me levantando e apertando a mão de Garry que estava estendida, dei um pequeno sorriso encarando meus pais.

— Nós iremos partir amanhã à noite. — Garry disse. — Por volta das oito, irei de buscar junto dos outros garotos.

Nós assentimos se retirando da sala.

Um novo começo.


Notas Finais


Estou adorando o tanto de comentários que está tendo, sério, tô bem feliz <3 <3
Obrigada por cada um que comenta, até o próximo cap
beijos sz

PRIMEIRA TEMPORADA: https://spiritfanfics.com/historia/uncover-6386576

Onde me encontrar:
Twitter: @Sweetunicornzz ( https://twitter.com/sweetunicornzz )
Facebook: Sara Santana ( https://www.facebook.com/SaahhSantana )
Ask: @Sweetunicornzz ( http://ask.fm/Sweetunicornzz )


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...