História Never Forget You - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster
Tags Bangtan Boys, Beyond The Scene, Bts, Jin, Namjin, Namjoon
Visualizações 11
Palavras 964
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aeee finalmente consegui postar. Enfim, na minha opinião esse capítulo está bom. Mas né, vocês que decidem isso KKKK não vai demorar muito para o próximo sair, talvez poste antes do domingo. Mas novamente não prometo nada♡

Capítulo 3 - Está tudo bem?


Fanfic / Fanfiction Never Forget You - Capítulo 3 - Está tudo bem?

[Sexta-feira/31/Sep] [11 A.M]


– Namjoon! Vamos! O avião sai daqui à 50 minutos!


      Kim Namjoon estava se preparando psicologicamente para exportar as drogas. Antes que saísse do quarto, o seu celular tocou e o mesmo atendeu na hora, logo reconhecendo a voz do médico que tratara Seokjin.


M: Olá senhor Kim. Espero não ter atrapalhado, mas vim dar a boa notícia de que o senhor SeokJin está melhor. Inconsciente, mas já não tem tanto risco de vida.

N: Ai céus! Muito obrigado, senhor.

M: Relaxe, eu só estou fazendo meu trabalho.

N: Tudo bem. Agora preciso ir, cuida bem dele. Por favor!

M: Sim, senhor! Hahaha

N: Adeus.


       O homem desligou a ligação e respirou fundo, pegando o pacote de cocaína e colocando no fundo de sua mala.


                                  [...]


– Namjoon-hyung, será que SeokJin ficará bem?


– Vai sim, Jungkook-ah.


– Eu estou com muito medo de…


– Nem termine isso! – Namjoon o repreendeu e o olhou bravo.


– Tudo bem, hyung. Me desculpe.


      O mais novo saiu meio cabisbaixo de perto de Namjoon e foi ficar com Hoseok e Jimin. O homem ficou arrependido de tratar Gukkie daquele jeito e respirou fundo. Ele estava sob pressão demais para ficar tranquilo.


– Namjoon? Vamos.


      O manager segurou em seu ombro e o homem seguiu caminho até as máquinas que ele tanto temia. Um homem viu seu rosto e piscou levemente para ele, indicando que estava tudo bem.


–Joon, acho que aquele cara está dando em cima de você.


       O ingênuo Taehyung o olhou e sorriu, fazendo Namjoon se destrair e ficar menos tenso.


                               [...]


– Já vamos pousar. Vocês estão prontos para outra tortura? Ou preferem a entrevista mesmo? – Hoseok riu fraco e passou a mão por seus cabelos, agora alaranjados.


– Ah, eu vou ao banheiro – Namjoon se levantou e foi andando até o banheiro, se trancando no mesmo e observando seu reflexo no espelho.


– Vamos… Você consegue… You can, Kim Namjoon… Pelo amor da sua vida.


      Lavou o rosto com a água fria e abaixou a cabeça, respirando fundo e depois segurando algumas lágrimas que insistiam em sair de seus olhos.


– Você consegue…


       Uma pequena turbulência atingiu o avião e fez com que o rapaz quase caísse no pequeno local isolado.


– Não, eu não posso morrer agora não!


Ele saiu do banheiro e segurou em um armário, pronto para qualquer queda.


–HYUNG! É SÓ UMA TURBULÊNCIA! NINGUÉM VAI MORRER!


      Jungkook gritou para chamar atenção do seu Hyung e o mesmo o olhou confuso.


– Nós não vamos morrer?


– Infelizmente não. – Suga o olhou com uma expressão de tédio e depois voltou o olhar para seu celular, onde estava compondo para o próximo álbum do BTS.


– Ah… Tudo bem, acho que me exaltei.


      O homem se sentou na poltrona e começou a suar frio. Por alguma razão seus pensamentos não saíam da mala onde as drogas estavam escondidas. Alguns minutos depois, Namjoon sentiu seus olhos pesarem, não demorando muito para adormecer.


                              ~•~

      Ainda na cidade, alguns médicos cuidavam de Seokjin. O homem estava consumindo drogas medicinais para sua melhora, mas se algo acontecesse com Namjoon – ou as drogas – Seokjin iria de mal a pior.


– Amor? – O jovem rapaz tentou chamar por Namjoon mas um homem se aproximou e parou à sua frente.


– Que bom que acordou, senhor Kim. Como está se sentindo? – Ele fez algumas anotações e observou o rosto exageradamente inchado e roxo por conta dos hematomas.


– Onde eu estou? O que houve comigo? – O mais novo segurou no ferro da cama e tentou se levantar, mas foi uma tentativa falha.


– Em um hospital, senhor. Há uns 2 dias você foi atropelado na rua principal de Gangnam, mas já está se recuperando.


– E o Namjoon? Os meninos? – O homem já estava um pouco mais calmo, mas mesmo assim ainda assustado.


– Eles foram ao Japão para uma entrevista. Pelo o que fiquei sabendo vocês tinham um show, mas depois do que houve o cancelaram. Namjoon está muito preocupado, ele realmente te ama.


       Um sorriso se instalou no rosto de Seokjin e sentiu seus olhos encherem d’água. Ele soltou o ferro da cama e viu o cordão da sprte de Namjoon na cabeceira.


– Ele é um homem maravilhoso.


Pegou o pequeno colar e envolveu em suas mãos, o levando até o peito e sorrindo.


                             ~•~


      Kaira estava vendo tudo o que estva acontecendo. Seu vestido preto levemente decotado valorizada ainda mais suas curvas e sua beleza. Era realmente muito inteligente e esperta, mas tudo isso era superficial. Suas segundas intenções eram obscuras. Kaira não queria ajudar Namjoon, queria fazê-lo ficar dependente de sua inteligência.


– Isso mesmo, amor. Isso mesmo. Só mais um pouco e você será meu.


      Kaira se jogou em sua cama, que a princípio era enorme demais para uma só pessoa. Seu vestido subiu um pouco, deixando suas coxas grossas e bronzeadas mais salientes.


                               ~•~


– Hyung, acorda! Vamos sair.

– Hm? – Os olhos de Namjoon abriram-se de forma lenta e os mesmos fechavam-se por conta da claridade.

– Já chegamos, vamos.

– Ah, ok.


       Ele levantou de forma lenta e olhou à sua volta, não vendo mais ninguém no avião, somente Jimin parado ao seu lado. Após chegarem ao saguão do aeroporto, alguns repórteres começaram a fotografar os meninos. O manager entrou na frente e começou a abrir passagem para eles, juntamente dos seguranças.


               •.° Quebra de Tempo •.°


RM havia acabado de chegar ao seu quarto, no qual estava sozinho. Pegou seu celular e se sentou na cama, sentindo o mesmo vidrar com uma mensagem de um número desconhecido.


Desconhecido: Não se preocupe, já peguei as drogas na sua bagagem. Você se saiu muito bem, espero poder contar com você brevemente.

Namjoon: Qual o seu nome? Preciso saber quem você é.

Desconhecido: Kaira. Kaira Oliver. 

Namjoon salvou o contato como Kaira

Namjoon: Tudo bem. Como Seokjin está?

Kaira: Está bem. Mas a preocupação agora não é ele.

Namjoon: Como assim?

Namjoon: Kaira?

Namjoon: RESPONDE

               Kaira alterou o número






























Notas Finais


Gente a Kaira é minha crush real. Ela é a vilã ou não? Sexta-feira no Globo Repórter.

Mentira KKKK
Espero que tenham gostado, porque para mim ficou apresentável ♡

☆|| OUTRA HISTÓRIA ||☆

500 days with him: Yoonseok (Não terminada)
https://spiritfanfics.com/historia/500-days-with-him-9914187


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...