História Never Gone - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Backstreet Boys
Exibições 13
Palavras 1.616
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Músca trilha do capitulo - "I Still"...

nas notas finais o link ;)

Capítulo 18 - I Still need you


Passei em uma floricultura e me dirigi ao cemitério, fui caminhando até encontrar o tumulo de cada um. Depositei em cada um arranjo de rosas brancas e fiz uma pequena oração, meu coração se apertou novamente. Na semana seguinte conversava com Diana sobre a expansão, tínhamos reunião com os arquitetos para a apresentação do projeto...

- O que eu tenho em mente é aumentar o potencial de produção, sem perder a essência...

- O que nós podemos fazer é........ – e assim prosseguimos a reunião

Estava exausta e queria voltar logo para Califórnia, sentia a necessidade de estar lá!!Voltei 3 meses depois, precisei acompanhar a reforma e expansão da loja de Orlando e quando cheguei já tinha novidades...

- Ali nos recebemos uma proposta irrecusável!! – Sally entrou apressada na minha sala – nós fomos contratados  para o coquetel de aniversário do prefeito agora no fim de setembro

- Como é?? – olhando surpresa

- Sim, a primeira-dama veio aqui e quer nos contratar, disse que o prefeito adora o mini bolo de brigadeiro com morangos..

O mini bolo!! Todas as lembranças do cruzeiro voltaram mais fortes do que nunca...caramba se passaram 4 meses quase e não recebia mais suas mensagens, apenas via o que estava fazendo pelo IG ou pelas outras redes sociais...

- Ali, tem uma pessoa querendo te ver – era Khloe no telefone

Quando cheguei no salão me deparei com Leigh me esperando.

- Alice!! – veio me cumprimentar – como você está??

- Eu estou bem, trabalhando bastante – sorri – que surpresa te ver aqui – nos sentamos

- Nossa seus doces e bolos seus doces são conhecidos por toda a Califórnia – riu de volta

- E o pessoal como está?? – servi um café e alguns doces amanteigados

- Como sempre viajando pra cima e pra baixo, depois do cruzeiro eles não pararam...é como se voltássemos no tempo

- Eu imagino que seja assim...

- Você esta diferente desde o cruzeiro... – começou a me olhar

- Acho que to mais cansada, fiquei 3 meses em Miami monitorando a reforma da unidade e ao voltar pra cá, já recebi a noticia que teremos uma grande encomenda pro fim do mês..então mais trabalho ainda – ria

- Ahh é verdade, o coquetel de aniversário do prefeito – bebeu café – eu escutei sobre isso no clube, parabéns!! – olhou para o relógio – nossa tenho que buscar os meninos na aula de futebol..

- Leva essas bolachinhas amanteigadas pra eles, acabaram de sair do forno – entreguei um pequeno pacote

-Obrigada – nos despedimos

Voltei para o escritório e me reuni com Sally e Khloe para decidirmos o que iria ser servido no coquetel. Marcamos uma reunião de degustação na casa do prefeito e acertamos os detalhes necessários...De noite zapeava a televisão quando vi um clip antigo deles, acho que era do começo da banda e Kevin estava tocando “ 10.000 Promises”

Uma vez éramos amantes

Somente amantes

Oh você e eu...”

Cheguei mais perto da TV e comecei a acariciar aquele rosto, sonhando com seu toque em meu corpo, seus beijos...Adormeci!!

Aqueles 15 dias passaram voando e logo eu estava uma pilha de nervos por causa do coquetel, não conseguia manter nada parado no estomago devido ao stress e a pressão de tudo sair perfeito...foi então que Adam voltou de Las Vegas.

-  O que você fez com a minha amiga sua coisa??!! – horrorizado ao ver meu estado – São Jorge sabe que o Dragão dele escapou?? – abaixou os óculos

- É bom te ver também Adam – fechei a porta e me joguei no sofá – não to nada bem!!

- Isso eu to vendo criatura...o que aconteceu aqui?? – foi para a cozinha

- Acho que to stressada, no final de semana tem o bendito coquetel de aniversário do prefeito....ahhh que cheiro é esse??  - revirei os olhos

- Cheiro de café meu bem...

- Nossa isso ta me deixando enjoada!! – abri a janela

- Ali quando foi a última vez que você comeu alguma coisa?? – me olhando

- E que eu não coloquei pra fora né, pq nada ta parando...acho que ganhei uma gastrite ou uma azia das fortes...- suspirei

- E você foi no médico ver isso?? – me servindo café

- Vira pra lá, não to suportando o cheiro...-empurrei a xícara pro lado

- Se troca agora e vamos no hospital!! – ficou de pé na minha frente

- Ta doido!!! Eu não posso me dar o luxo de ficar doente...nem pensar!! – cruzei os braços

- Eu não estou pedindo, eu estou mandando Alice!! – usou um tom sério na voz – e se eu tiver que te arrastar, eu te arrasto!!

Nunca tinha visto ele ficar daquele jeito, estava sério, preocupado...me troquei e fomos até o hospital.

- Só vamos perder tempo aqui, eu sei bem o que eu tenho...pico de stress!!

- E você é médica pra saber disso?? – me olhou irônico

- Sra.Alice Maine por favor – uma enfermeira veio até o centro da sala de espera

- Sou eu... – levantei minha mão e entramos no consultório

- Alice, por favor sente-se..- sentamos – e então o que está acontecendo??

- Nada doutora...só estou me sentindo cansada nos últimos dias por causa do alto nível de stress do trabalho.. – dei de ombros

- Não é nada disso Dra!! Ela não consegue comer nada sem colocar pra fora, está totalmente abatida, fica enjoada, não dorme direito, está com azias...

- Adam!! – repreendi

- O que é?? Se você não conta direito, eu conto!! – me olhou bravo

- Tudo bem, vou pedir alguns exames de sangue e quando tivermos os resultados, nós vamos avaliar melhor a situação.

Fui até a sala de coletas e depois aguardamos os resultados que iriam sair depois de 2 horas.

- Você vai ver...eu to bem, é apenas cansaço!!

- Alice Maine – chamou novamente a enfermeira

- Sentem-se por favor!! – apontou as cadeiras

- Então doutora, eu estou cansada só..nada demais!! – cruzei os braços e relaxei na cadeira

- Mais que teimosia, deixa ela fala criatura – Adam novamente me repreendeu – parece criança!!

- Tudo bem, tudu bem...realmente Alice você está bem fisiologicamente, mais é bom desacelerar um pouco pelo bem de vocês dois!!! – olhando os resultados

Pelo bem de nós dois??

- Desculpa doutora, acho que a senhora se confundiu...eu tenho que desacelerar pro meu bem, eu, singular... – olhando pra ela

- Acho que você não me entendeu Alice...você está grávida!!

- COMO É QUE É!!!ISSO É IMPOSSÍVEL....ESSES RESULTADOS ESTÃO ERRADOS...VOCÊS TROCARAM OS EXAMES!! – histérica

- Alice se acalma!! – Adam tentou falar comigo – Doutora explica isso direito...

- Não tem o que explicar, ela está grávida!! – entregou os resultados

- eu quero repeti-los, não podem ser meus de jeito nenhum...eu tomo injeção!!

- Isso é possível doutora??

- Bom mesmo que ela toma a injeção, nenhum método é 100% mesmo que se tome toda as precauções ...mais se quer mesmo ter a certeza, nós podemos fazer o ultrassom...venham comigo!!

Com a ajuda da enfermeira, fui preparada pára o ultrassom e finalmente a verdade veio

- Como eu disse, você esta grávida....e de 4 meses!!

- 4 MESES??!! Não..não pode ser!!! – olhei pra todos na sala- eu to sonhando né, me diz que eu estou...- entrando em desespero

- Eu vou aguardar vocês na minha sala e depois explico o pré-natal...

Me troquei e voltei para a sala, muda....eu tava esperando uma criança e não era nada bom naquelas circunstâncias!! Adam prestava atenção no que a médica dizia e eu olhava aquele ultrassom e não podia acreditar, não podia ser eu!!

- Eu tenho que sair daqui... – me levantei

- Ali?? Onde você vai... – Adam veio atrás – Alice...

Entrei no elevador e as portas se fecharam, podia escutar ele chamando meu nome enquanto descíamos pro térreo...eu tinha que sair dali. Comecei a andar pelas ruas ainda atordoada com as palavras da médica e o resultado do exame ainda nas minhas mãos...

- O que eu vou fazer, o que?? – perdida nos pensamentos – esse filho é dele!! Droga...

Estava tão atordoada que não via quase nada na frente, esbarrava nas pessoas e podia escutar me xingarem e fui em direção ao cruzamento sem perceber que o farol dos carros estava aberto ainda...quando ia colocar o pé na avenida, eu senti alguém me puxando...

- Alice!!! – me chacoalhou – o que deu em você??

- Kevin..!! – foi quando voltei a minha razão

- Meu deus você ta querendo morrer?? O que ta acontecendo?? – viu meu rosto de pânico

- N-nada...eu tenho que ir embora  - tentei me soltar

- Não, você vai vir comigo...  – segurou mais forte meu braço

- Alice....Alice... – Adam veio correndo – sua maluca nunca mais faça isso!! – recuperando o folego

Kevin me soltou assim que Adam chegou...

- Ela quase foi atropelada...o que ta acontecendo?? – olhando pra nós dois

- Olha seu Backstreet, ela ta assim desde que saiu do hospital agora a pouco...

- Hospital??Você ta doente?? – seu olhar era de preocupação

Nessa hora um aglomerado de pessoas se formou a nossa volta e começaram a perguntar o que tava acontecendo, se tudo estava bem...disse que foi um descuido meu e que já estava bem.

- Tem certeza, eu posso te levar pra casa se quiser?? – segurava a minha mão

- Tenho sim Kevin....- sorri e quase enfartei quando cruzei seu olhar

- Porque Ali??  - foi chegando mais perto

- Kevin....eu....te... – fui interrompida

Adam chegou com o carro...

- Eu preciso ir – ia começar a chorar

E num impulso, eu o abracei!!! Um abraço de saudade e também de dor..

- Ali...volta pra mim!! – sussurrou no meu ouvido

- Eu sempre vou te amar.. – sussurrei de volta

Nos separamos e entrei no carro, mais pude olhar ele mais uma vez antes de Adam sair.

- O que é isso aqui?? – Kevin pegou o envelope no chão


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...