História Never let me go - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hora de Aventura
Personagens Cake, CMO, Fionna, Guntelina, Marshall Lee, O Lich, Principe Chiclete, Príncipe de Fogo, Rainha Gelada
Tags Escolar, Gumlee, Hora De Aventura, Lemon, Yaoi
Exibições 299
Palavras 697
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Lemon, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oii povu :p eu sei q eu demorei MTTT pra postar esse cáp, mas é q a minha criatividade acabou ^^ mas enfim, vamos ao que interessa, o cap:

Capítulo 19 - Quer namorar comigo?


Fanfic / Fanfiction Never let me go - Capítulo 19 - Quer namorar comigo?

{Marshool}
Naquele dia, eu não me lembrava muito bem de como foi a manhã, mas com certeza foi algo importante.
O dia inteiro na escola, invés do Gumball me dar atenção, ele ficou o tempo todo conversado com a Fionna, o que me incomodou mais do que devia.
Por que eles estavam tão próximos?
Desde que a aula começou, eles não pararam de se falar um minuto sequer, e pareciam ter um assunto em comum que não cessava nunca. Os dois riam bastante e demonstravam com clareza que estavam se divertindo.
-Gumball...- Chamei quando finalmente chegou o horário do almoço- Por que você tá falando tanto com a Fionna?
Ele corou um tanto surpreso, mas apenas deu um sorriso amarelo e respondeu um tanto envergonhado ao ter algum tipo de lembrança:
-Ela tem muitas coisas em comum comigo, só isso.
-Sei...
Por que ele tava assim hoje? Será que ele queria me trocar pela Fionna?
ARGH! EU QUERO EXPLODIR MINHA CABEÇA!
eu quero o Buba de volta...não era justo ela ter ele e eu não.
Mas, só para revidar, eu ignorei os dois o dia inteiro, não que isso  fizesse muita diferença para os dois.
Por fim, no final das aulas, quando Fionna despediu-se com um sorriso, eu comecei a puxar o assunto:
-Por que você não quis falar comigo hoje?
-Não é que eu não queria falar com você- Respondeu revirando os olhos - Eu só quis conhecer um pouco a Fionna, só isso.
-Você me ignorou o dia todo- Reclamei emburrado.
Mas eu esqueci que o Buba é do tipo observador.
-Você tá com ciúmes- Disse com um sorriso malicioso no rosto.
-N-não tô não- Tentei retrucar corado. - Foi você que me trocou!
Ele deu-me um sorriso travesso e um beijo na bochecha, para tentar me acalmar um pouco.
-Sabe, eu ainda tô solteiro - Indiretou olhando para o céu sonhador- Então...quem sabe?
O que ele tava tentando fazer?
-Você não vai namorar com ela, você é gay.
-Ah, é? Eu posso ser Bi e você nem sabe- Revidou com um sorriso satisfeito, como se estivesse ansioso para alguma coisa.
E, antes que eu tivesse percebido, nós estávamos na frente da casa do Gumball.
-Você é só meu e pronto- Reclamei olhando com autoridade em seus olhos.
-Não sou de ninguém- Comentou abrindo a porta e entrando para dentro da casa.
O que eu podia fazer agora?
Eu segurei seu braço com força, o impedindo de entrar totalmente na casa.
-Quer namorar comigo?- Perguntei engolindo em seco.
Ele parecia satisfeito, como se estivesse completamente feliz com o acontecimento.
-Claro, idiota- Aceitou beijando-me com um sorriso.
Mas dessa vez, não foi um beijo qualquer, foi um mais quente e profundo. Ele pediu passagem para aprofunda-lo, e eu cedi rapidamente. Seus lábios era macios como um doce de morango, e sua língua era como um deserto, quente, mas áspero, me causando uma sensação confortante e excitante. O único som que era ouvido era a nossa respiração, que estavam quase tão perto quanto nossos corpos. E, embora, aquele beijo fosse o melhor da minha vida, tivemos que nos separar pela maldita falta de ar.
Após nos separamos e eu perceber seu sorriso travesso, eu percebi seu objetivo.
-Você planejou tudo isso, né?- Perguntei rindo, beijando-o novamente, mas dessa vez mais rápido- Não sei por que eu te amo, sinceramente.
-Hum...acho que é porque é recíproco- Comentou sorridente- Pois eu também eu não sei o meu por quê.
-Sabe, agora que a gente está namorando...-  Comecei pesaroso- Você vai ser obrigado a me dar mais atenção.
Ele riu e me abraçou sem graça. Eu senti sua cabeça perto do meu pescoço, mas não me importei muito, pois pela primeira vez, eu consegui abraça-lo de volta.
Pelo menos, até aquele idiota chupar meu pescoço, deixando a marca de um chupão.
-Agora você está marcado como: só meu- Alertou bagunçando meu cabelo.
-Cretino- Reclamei com um sorriso bobo enquanto ele fechava a porta.
Aquele idiota...me fez pedir ele em namoro.
As vezes eu queria apenas tê-lo 24 horas por dia, mas agora eu precisava ir para casa e esconder aquele chupão com a gola da camisa para não levar sermão.


Notas Finais


Oii, desculpa pelo cap curtinho ^^ minha criatividade n tá mt boa :p
Espero ter detalhado bem o beijo, não costumo descrever muito, então se alguém quiser me dar dicas eu aceito ;)
Espero que tenham gostado💜 (Obg, Ana-chan!)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...