História Never let our love die (Camren) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila, Camren, Fith Harmony, Harmonizer, Lauren
Visualizações 39
Palavras 2.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Encurraladas


Camila P.O.V:

Ela está me abraçando com aquele sorriso lindo. Estamos na sombra de uma árvore e Lauren não vê a hora do dia do casamento chegar. Tudo já está organizado desde as flores à cerimônia será o casamento perfeito

Camila: você está nervosa?

Lauren: um pouco, você já pensou que nós vamos construir uma vida juntas? Quem sabe até filhos?

Camila: sim Lauren. Você não sabe o quanto te amo. Eu estou disposta a passar por isso. Eu aceito viver com você

Como em um estalo, o cenário muda e estou em um quarto iluminado com luzes vermelhas. Uma mulher está a minha frente com correntes e chicotes. Reconheço Ariana

Ariana: você aceitou o contrato Camila. Você não viverá a vida dos sonhos com ela, você é minha e ninguém vai te tirar de mim. Venha, venha para os meus braços viver a melhor noite de sua vida

O cenário muda de novo com um piscar de olhos. Eu estou no santuário da Toca. Amarrada a correntes na mesa, Diablo está no meu lado com instrumentos de tortura. O polícial corrupto se encontra rindo da minha cara nas cadeiras do altar. O demônio começa a tortura e gritos ecoam na sala

Camila: PARE... PARE... EU NÃO FIZ NADA PARA MERECER ISSO... AAAAH

Eu abro os olhos. Estou na minha cama coberta com os meus lençóis. Tudo não passou de um sonho. olho o horário e vejo que já é oito da manhã. Estou atrasada.

                              [...]

Camila: oi. Ally o que aconteceu com o seu cabelo?

Todas estão reunidas na casa de Lauren. Eu cheguei atrasada por estar trabalhando e o cabelo de Ally está completamente estranho para ela

Ally: eu peguei Irene. Isso não importa, Todas estão prontas?

Normani: como será? Nós iremos chegar e pegar assim de repente?

Ally: sim. Eu mandei uma mensagem ao Diablo. Segundo ele o prefeito já entrou no avião. Então temos a casa livre para pegar o documento

Lauren: não esquecendo do misterioso filho do prefeito

Dinah: ele não parece ser um problema

Ally: nós iremos descobrir. Vamos?

Uma hora mais tarde:

Nós finalmente chegamos. A viagem apertada nos levou a casa do prefeito. Uma enorme mansão amarelada com inúmeros seguranças na entrada.

Camila: por el infierno*! Como vamos entrar aí?

(* Pelo inverno em espanhol, expressão de espanto)

Ally: eu tenho um plano. Peguem essas roupas e vistam

Ela nos deu umas roupas estranhas. Todas saíram do carro ficando ei para me trocar. Tirei a minha calça e camiseta para vestir aquela peça. Uma roupa preta colada que cobria meu corpo inteiro. Eu não sabia onde Ally tinha comprado aquilo. Parecia roupa de sex shop antigo. Eu saí do carro dando vez para as outras se trocarem

Camila: onde você comprou isso?

Ally: você gostou? Achei bem estilo espiã e talz. Ei achei em um sex shop que eu costumava frequentar quando eu morava em Miami. Tive que encomendar

Normani: isso pinica! Ally você comprou um tamanho menor para mim!

Em Normani a roupa não tinha ficado legal, completamente apertada e pequena. Lauren vinha descendo do carro com sua roupa. Ficou perfeito nela.

Ally: vamos garotas, eu sei que é desconfortável mas vocês não queriam sujar as sua peças de roupa com lama

Normani: lama? Ally no que você vai nos meter?

Ally: passar por aquela segurança vai ser impossível. Então eu pensei no canal de esgoto que é mais viável

Lauren: ótimo! Essa roupa já iria para o lixo mesmo

Ally: vou conectar com ele. Se preparem

Ally pegou seu aparelho celular e abriu um aplicativo. Depois de algumas configurações, ela se conectava com Diablo na sua fantasia ridícula com papéis na mão, para se comunicar, alguém estava ao seu lado com uma roupa preta mascara gatuna. Seu ajudante

Ally: tudo bem, nós já estamos prontas um pouco longe da casa do prefeito

Ele escreveu na placa perguntando como iríamos entrar

Ally: através do esgoto. Ei já estudei toda a encanação. Apenas nos assista

Ela segurou o celular para gravar-nos também. Diablo nos assistia. Não tinha como fazer nada de suspeito

Ally: a entrada da tubulação fica para cá me sigam

Ela estava animada mas essa emoção não se transmitiu para ninguém. Fomos por trás da casa em uma distância longa. Chegamos a uma abertura na grama

Ally: é aqui. O prefeito deixou essa falha na construção da sua casa. É a entrada perfeita para dentro da mansão dele

Ela pulou para dentro primeiro depois eu e as outras. Um corredor imenso se formou. Uma grande tubulação que dava praticamente duas Dinahs em pé uma encima da outra

Camila: nossa, eu nunca vi nada parecido

Ally: é aqui que seus impostos vem parar querida

Lauren: para direita ou para esquerda?

Ally: direita. Cuidado para não pisarem nos dejetos e no lixo

Nós continuamos a caminhada. Passados trinta minutos chegamos em algum lugar

Camila: que lugar é esse?

Ally: é aqui que nossa viagem acaba. Nessa porta a direita há uma escada que fica no porão da casa. Eu só quero pedir uma coisa para vocês. Tomem muito cuidado com as pessoas lá encima. Elas matam sem piedade e ninguém sabe

Diablo ainda assistia tudo pelo celular de Ally. Atentamente sem falar nada até agora. Ele escreveu no papel e mostrou para Ally

Ally: o documento está na secção 7 e se chama GA19? Tudo bem. Está no corredor da direita

Normani: gente será se eu posso falar? Essa semana que passou eu consegui hackear o sistema de câmeras da casa. Elas têm infravermelho. Vai nos ajudar

Ally: você tem um celular aí?

Normani: sim. Espera um pouco

Ela pegou o céu celular e logou no seu sistema. A imagem mostra toda a casa em infravermelho. Tudo que tem vida está em vermelho inclusive nós

Normani: nós estamos aqui no porão. Há um guarda no lado direito do corredor. Então nós precisamos dar a volta. É mais longo mais é o caminho que há menos segurança

Lauren: mas se você notar, esse caminho passa pelo quarto do filho. E se ele estiver acordado?

Normani: esse é o problema, o quarto dele é o único que não tem câmeras. Não sabemos se ele está lá ou  não. Nós temos que correr esse risco

Ally: tudo bem. Então pegaremos o corredor da esquerda até a cozinha depois a escada até o segundo andar, desceremos a escada traseira da casa até a área dos serviçais enfim chegando na sala dos documentos

Normani: vamos

Ela continuou com o celular na mão mapeando os guardas até o caminho ficar livre. Ally abriu a porta e seguiu para a direita seguida por todas.

Normani: nenhum guarda a vista. Ok meninas, aqui na cozinha seguimos até a escada

Mas infelizmente isso não aconteceu. Um apagão escureceu toda a casa deixando apenas visível a tela do celular de Normani que não mapeava mais nada

Ally: estão todas aí? Procurem algum lugar para se esconder, logo isso vão estar cheio de guardas e temos que esperar a Luz voltar

Escutei alguém abrindo uma porta e entrando em uma sala na minha esquerda. Alguém se abaixou na mesa, outro alguém entrou no armário

Normani: vou voltar para o porão

Escutei passos e logo Normani saiu da cozinha. Sobrou eu que não tinha me escondido e ei já escutava vozes no corredor atrás de mim. Eu tinha que fazer algo. Me veio a cabeça subir as escadas para o segundo andar. e foi o que eu fiz, tropeçando nas coisas na escuridão da casa

Ally: Camila? Onde você está indo?

Eu não a respondi. Encontrei a escada e fui subindo vagarosamente ate chegar no segundo andar também escuro. Uma porta abriu, eu estava fodida, alguém vinha em minha direção mas não parecia me notar. Se eu corresse para a cozinha ele iria me ver, o que restou ficar Parada

[XXX]: aí! Que porra é essa? Você!? O que você faz na minha casa?

Camila: sua casa? O que você faz aqui? 

[XXX]: porquê você estava parada na frente do meu quarto?

Lauren P.O.V:

Essa sala é fedorenta. O que se podia esperar de uma dispensa de vassouras? Eu acho que foi o pior lugar para se esconder. Camila foi para o segundo andar, e confesso que estou com medo por ela. Me tirando dos devaneios, escuto passos do outro lado da porta

[XXX]: central? Área da cozinha limpa. Nenhum invasor. Câmbio desligo

O segurança saiu para outro corredor. Escutei Ally falando

Ally: meninas? Meninas? Vamos. Será mais fácil pegar o documento no escuro. vamos

Eu abri a porta e encontrei Dinah saindo do *armário (*armário de cozinha não outro tipo de armário), Ally debaixo da mesa e Normani vindo de um corredor mas Camila não vinha descendo da escada

Lauren: gente cadê a Camila?

Ally: vamos pelo segundo andar, vamos ver se ela está lá

Normani: será que pegaram ela?

Dinah: eu acho que não. Senão já teria vários  seguranças aqui

Ally foi na frente seguida por nós. Nós subimos a escada silenciosamente até chegar no segundo andar. Estava vazio e silencioso a não ser o quarto do misterioso filho que emitia som de vozes

Dinah: Camila não está aqui

Ally: fala baixo. Ela deve ter se escondido em outro lugar

Dinah: baixo

Ally: palhaça

Nós passamos o quarto do filho e logo chegamos em outra escada. Descemos e chegamos na sala dos serviçais, vazia e silenciosa. O celular de Ally fez barulho. Já havia esquecido que tinha um maníaco maluco nos assistindo ao vivo

Ally: oi?

Ele escreveu no papel " a porta na esquerda. Secção 7. Vocês estão quase chegando"

Uma coisa eu notei. O assistente dele não estava mais ao lado dele

Ally: tudo bem. Venham meninas

Ela abriu a porta. E uma biblioteca gigante apareceu. Não uma biblioteca normal, não tinha livros e sim vários papéis intitulados em secções, letras e números

Normani: nossa, isso é grande. Como nós vamos achar o documento?

Ally: vamos nos separar. Normani e Dinah vão para a esquerda e eu e Lauren para direita, quando alguém achar gritem que as outras irão

Todas assentiram. Eu segui junto com Ally para a direita em busca da secção 7. Rodamos a parte direita inteira e não encontramos nada.

Normani: GENTE... ENCONTRAMOS!

voltamos para o centro até chegar onde as outras estão

Dinah: GA19

Ela aproximou o documento da tela do celular. Diablo escreveu algo no papel

"Muito bem vadias agora queimem isso"

Ally: aqui!? Não tem como. Vamos primeiro sair desse lugar

Lauren: gente, e Camila? Onde ela se meteu?

Normani: a Camila deve ter arranjado um jeito de sair daqui. Vamos logo

Todas concordaram. Menos eu que estou preocupadíssima com Camila. Olho para o celular de Ally e o demoníaco Diablo ainda continua a nos observar e de novo reparei que o ajudante não estava mais lá. Achei muito estranho mas segui Dinah que ia na frente

Dinah: nós vamos por onde?

Normani: não temos como mapear os seguranças, a energia ainda não voltou!

Ally: vamos por onde viemos. É mais calmo pela cozinha

Nós fomos pela direita, chegando até o quarto dos serviçais que continuava vazio. Subimos a escada até o segundo andar. Escuro e vazio. Até agora pois as luzes todas se acenderam. A eletricidade havia voltado

Ally: rápido Normani, veja se alguém vem por aí

Ela pegou seu celular do bolso e abriu no mapa. Havia um problema. Um grande problema. Na região da cozinha havia várias pessoas. Em torno de dez e elas estão subindo para cá, o segundo andar. Essas pessoas estão com objetos na mão. Semelhantes a armamentos

Normani: que merda é essa? Cara, nós estamos muito fodidas. Tem umas 20 pessoas subindo para cá. E todo mundo armado nesse caralho!

Ally: como assim? Estamos encurraladas?

Passos vinham ecoando da escada. Silenciosos chegaram vários homens realmente armados, eram policiais que vinham cansados pelo polícial Bieber que estava no centro do batalhão

Sr. Bieber: vocês estão presas por invasão de propriedade privada. Ponham as mãos para cima!
      
                            [...]


Notas Finais


Oi povo está aí o capítulo, favoritem comentem façam o que quiser, qualquer dúvida tamo aí.

P.s: eu acho, ACHO que essa semana ainda posto o outro mas não é certeza, é que quero fazer um capítulo bom e grande mas ninguém sabe 😂 beijinhos e sonhem com Lauren pegando a Camila nos seus sonhos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...