História Never, never... Fall - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Sadfic, Vmin
Visualizações 18
Palavras 3.047
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bem... Isso é mais um desabafo do que uma fanfic. Espero que aproveitem.
Ps: não pensem no Jimin como um vilão da história, ele teve seus motivos

Capítulo 1 - Capítulo Único


Era mais uma manhã fria na vida de Taehyung, o jovem rapaz olhava cabisbaixo para fora de sua janela, vez ou outra olhando o seu celular para ver se havia alguma mensagem dele. Taehyung solta um longo suspiro, desde que teve sua última conversa com Jimin o rapaz se encontrava em um estado terrível, mesmo sendo um relacionamento a distância Taehyung gostava da companhia do outro apesar de não saber demonstrar. Depois de muito pensar resolveu olhar as redes sociais do motivo de sua insónia se arrependo profundamente, Jimin demonstrava estar bem, sempre comentando das pessoas bonitas que virá ou falando do quanto seus amigos o faziam bem. Taehyung se sentia mal, não por nao ter amigos mas sim pq ja foi mais do que um amigo para Jimin, então resolveu levantar-se e se arrumar para a faculdade.

No caminho colocou seus fones de ouvido e seu capuz andando calmamente de cabeça baixa Taehyung lembrava-se dos grandes momentos que tivera com Jimin

Flashback on

Taehyung se encontrava deitado na cama conversando com Jimin através da DM do Twitter

Jimin: Taetae vamos deixe de preguiça.

Taehyung: Mas Minnie eu sou preguiça.

Jimin: aff, eu amo você seu bobo

Taehyung abria um leve sorriso e corado responde

Taehyung: eu te amo também Minnie

Flashback off

Taehyung derramava lágrimas ao andar, não podia imaginar como algo tão lindo se acabou e o pior por sua causa, por causa de seu medo, medo de ir ao inferno, medo de ser condenado a algo por apenas amar outra pessoa do mesmo sexo. Após suspirar triste Taehyung secou suas lágrimas e tirou os fones e o capuz e adentrou na faculdade.

O tempo passava rápido e logo já estava na hora do intervalo, Taehyung resolveu se sentar na grama e observar suas redes sociais e jogar algum jogo estúpido em seu celular. Ao passar sua timeline viu um tweet de Jimin falando sobre como viu um garoto lindo na rua, e mais em baixo outro que dizia que queria um namoradinho. Os olhos de Taehyung se encheram d'água, não é possível que Jimin o esquecerá tão facilmente, não é possível que o amor que sentiam se acabou tão rápido, se culpava por isso, se culpava por ter feito o outro sofrer. Mas logo em sua mente vinha vozes que diziam "você fez bem em acabar com isso, já pensou se sua família descobre que o menino prodígio deles é gay, tsc... Tsc... Que vergonha Taehyung quer ser condenado ao inferno é? Lembre-se essa não foi a fé que lhe ensinaram." Taehyung queria gritar, gritar de ódio as regras religiosas, questionar a Deus o porque não poderia ficar com Jimin se o amava. Resolveu então mandar uma mensagem ao seu melhor amigo Hoseok.

Mensagem on

Taehyung: Hey Hobi preciso que faça algo por mim. Jimin e eu não estamos mais conversando porque eu de novo pedi um tempo longe e disse que não queria mais nada romântico porque não tenho maturidade para o tipo de relacionamento. Enfim quero que faça o seguinte vou te mandar o numero dele e quero que vc salve

Taehyung: Salve esse número xxxxxxxxx, só mande mensagem se algo muito grave acontecer comigo OK? Tipo se eu morrer ou entrar em coma, ai vc manda mensagem para ele avisando

Taehyung: E não faça muitas perguntas porque nem sei te explicar o porque disso kkkk mas se algo se muito ruim me acontecer você avise a ele. E isso é segredo nosso OK? Guarde isso. Amo você Hobi

Hobi: Eu não sei nem o que te falar mas por favor, não faça nenhuma doideira! Por quê está assim?

Hobi: Eu vou guardar sim, mas pensa muito bem antes de fazer alguma coisa, eu sei que é difícil, mas pensa no quanto isso vai te afetar e a todos em sua volta, mas como seu amigo vou fazer isso! Te amo muito também, muito mesmo.

Taehyung: Relaxa vou ficar bem.

Taehyung: Sao só coisas esquisitas.

Hobi: Tá, procure ficar bem, tá bom?

mensagem off

Após o fim da conversa com Hoseok, Taehyung caminhou lentamente até sua sala e ficou sentado com seus colegas esperando a hora de ir embora.

Taehyung POV

Eu não acredito no que aconteceu, como pude ser tão cego e deixei meu medo me levar, eu amo o Jimin, eu não queria que acabasse assim, queria pelo menos a amizade dele mas estraguei tudo

Flashback on

Jimin: Hey amor, você está tão fofo ultimamente

Taehyung: Sabe quero agradar um garoto ai

Jimin: Hmmm espero que seja eu kkkkk

Taehyung: Mas é claro que é você bobo, eu quero só você.

Flashback off

Droga, para Taehyung, para de pensar nele.

Taehyung POV off

Taehyung não sabia mais o que fazer, se sentia inválido, mentiroso e cruel, não acreditava na besteira que fizera. Seus pensamentos passaram de tristeza para suicídio, o jovem Kim estava beirando a depressão e queria se entregar a ela novamente, pensava que o que aconteceu com Jimin foi um aviso para ver que ele não era a pessoa ideal para ninguém, que ele era um erro uma negação

(Apartir de agora passe a ler ouvindo dead leaves do bts)

"Como aquelas folhas que caíram e estão voando

Meu amor está em colapso, sem força

Seu coração apenas continua se afastando

Eu não posso mais te alcançar

Eu não posso aguentar mais (yeah)"

Taehyung chorava em sua cama, se sentia quebrado, estúpido, queria chamar Jimin para dizer que se arrependerá mas sabia que o menor não aceitaria suas desculpas lembrava-se bem da frase dita por ele " você me quebrou Taehyung, quebrou com isso de ir e vir tantas vezes, só me procure quando finalmente for ficar em minha vida."

"Essas folhas secas, parecem tão inseguras

Parecem que estão olhando para nós

Se tocá-las, nem que seja uma vez, parecem que vão despedaçar

Apenas as observo, junto com o vento de outono"

Taehyung chorava como nunca antes, a dor em seu peito não se dava somente ao fato de que não tinha mais Jimin e sim também ao fato de que nunca conseguira ter um relacionamento duradouro se lembrava do seu relacionamento anterior com Yixuan, Taehyung amava o outro, fazia de tudo pelo amor dele mas foi enganado o jovem não o amará nunca amou, lembrou-se da conversa que teve com BaekHyun e Minseok naquele dia

Flashback on

Taehyung estava sentado mexendo em seu celular jogando algo quando BaekHyun e Minseok chegaram

Tae, precisamos conversar com pouco. - Disse BaekHyun meio desconfortável

Claro Baek diga.- Taehyung respondeu olhando para o horizonte

BaekHyun e Minseok se entreolharam e suspiraram tristes

Olha sei que não é hora disso mas precisamos conversar sobre Yixuan- Disse Minseok preocupado

 O que tem ele ? - Taehyung perguntou preocupado

Ele nunca amou você Tae, ele disse que achava que te amava mas nunca havia esquecido o ex dele - BaekHyun disse com medo da reação do amigo

E ele disse também que... Se arrepende de tudo o que viveram juntos. Eu sinto muito Taetae - Disse Minseok com os olhos cheios de lágrimas olhando o amigo em sua frente balançar a cabeça em desaprovação

É mentira né?! Baek o que o Xiumin disse é mentira né? - Disse Taehyung sem acreditar no que seus amigos lhe falaram

BaekHyun abaixou a cabeça e abraçou o namorado ao lado com pesar, já Minseok abraçava Baekhyun mas olhava cada ação de Taehyung o jovem não demonstrava nenhuma reação.

Ok, bem… Obrigado por me avisarem, vocês são grandes amigos.- Disse Taehyung levantando da grama e passando a mão na roupa a fim de limpar todo vestígio de sujeira

Espera Tae, você vai ficar bem? - Perguntou Minseok preocupado

Vou sim cara.- Taehyung disse secamente

Qualquer coisa nos ligue ok ? - Disse BaekHyun se afastando de Minseok e beijando a testa de Taehyung, logo o mesmo ato foi repetido por Minseok

Taehyung se afastou deles com um sorriso mas assim que se viu sozinho as lágrimas corriam sem que percebesse

flashback off

Suas expressões e suas falas se tornaram frias

Consigo ver nosso relacionamento desmoronando

Vazio como os céus de outono

A grande diferença

É que a noite é muito solitária agora

A última folha presa no galho está despedaçando

Eu consigo ver isso chegando ao fim

Taehyung colocava as mãos na garganta, estava ficando sem ar, sua garganta ardia, estava enlouquecendo, passava as mãos nos cabelos inquieto, lembrou-se de Jackson um atraente Chinês no qual também tivera um relacionamento, mas ao contrário de Yixuan, Jackson sempre foi sincero sobre o que sentia e suas vontades, o término dos dois foi amigável, mesmo Taehyung se sentindo enganado, entendia o outro por preferir um relacionamento com alguém que more na mesma cidade que ele.

flashback on

Desculpe pequeno, eu não posso mais ficar com você, eu ainda sinto algo mas não posso te enganar desse modo. Eu… conheci outra pessoa e quero tentar com ela. - Disse Jackson no telefone cauteloso para não magoar Taehyung

Tudo bem, só… seja feliz ok ?- Disse Taehyung se controlando para não chorar, desligando o telefone logo em seguida, se jogando na cama chorando como uma criança, gritando contra seu travesseiro, e assim ficou até adormecer.

flashback off

Tudo está murchando

Está quebrando, o fim está chegando, a folha murcha

O silêncio dentro do meu coração

Por favor, não caia

Por favor não caia, minha folha murcha

Eu quero que você me olhe

Eu quero que você me queira de novo

Por favor, não me deixe (deixe)

Por favor, não caia (yeah)

Nunca, nunca caia

Não vá para muito longe

Taehyung levantou tonto e resolveu pegar seu celular, estava tentado a olhar se Jimin estava online em suas redes sociais mas sabia que se fosse observar se magoaria mais ainda. Não se sentia no direito de olhar a vida do outro quando ele mesmo tinha estragado o relacionamento dos dois. Meio cambaleando e com a visão turva por causa das lágrimas Taehyung abriu a sua gaveta e encontrou sua caixa, a caixa na qual escondia suas lâminas, a depressão sempre foi presente na vida de Taehyung, mas graças a Minseok, Baekhyun e Hoseok ele tentava não fazer mais isso. Mas estava tentado a prosseguir nesta ideia, estava tentado a diminuir sua dor, dor emocional, psicologica e fisica. Queria falar com Jimin novamente, dizer o que estava acontecendo, mas o mesmo não tinha mais confiança nele, não iria acreditar no mais novo. Com pesar Taehyung soltou um suspiro triste e observava as lâminas com cuidado como se fossem a coisa mais interessante do mundo.

... Como as folhas secas que caem

O que eu achava que seria eterno, está caindo

Você é a minha quinta estação

Mesmo que eu queira te ver, eu não posso

Olhe, você ainda está verdinha

Jimin nunca entenderia Taehyung, mesmo que falasse que entendia o mais novo, isso seria impossível, seria algo improvável. Taehyung tinha sentimentos complexos, mas ao seu modo amava Jimin, amava o jeito dele, amava como conversavam sobre tudo. Mas com o tempo o assunto foi se esvaindo, Taehyung se encontrava triste, distante, seus medos estavam aumentando de acordo que seu sentimento por Jimin aumentava. Nunca pensou que sentiria o medo novamente de decepcionar a família, de ser um pecador, de ir para o inferno apenas por amar outro homem, mas adivinhe, esse medo dominou Taehyung o afastando de Jimin, afastando-o do seu amor, mostrando um desconhecido frio no lugar do doce Taetae que conquistará o coração de Jimin. Jimin não perdoaria Taehyung por ter desistido deles e Taehyung não se perdoava por ser um otário.

Meu coração não quer, mas continuo me movendo

Minha ambição é pendurada peça por peça

Apenas as memórias brilhantes estão sujas, caindo em cima de mim

Mesmo que eu não mexa nelas, elas caem

Taehyung caminhava lentamente até o banheiro, onde levantando a mão com uma pequena lâmina entre os dedos se preparava para abrir o primeiro corte, até que seu reflexo o chamou atenção, estava mais pálido, magro, parecia um doente. Se encarava fixamente através do espelho, até que sua mente começará a projetar uma imagem dele mesmo, mas completamente diferente, era Taehyung em sua fase rebelde, o outro dava risada de seu estado, ria como se fosse um espetáculo de circo.

Olhe para você, tsc… tsc que vergonha Kim, desde quando você virou esse viadinho em ?! Ahh me lembrei, quando você se envolveu com o Jackson- Disse o Kim do espelho

Pare… você não é real, pare de falar- dizia Taehyung com os olhos cheios de lágrimas

Errado Taetae, eu sou real, eu sou você, ou pelo menos sou a parte que não está contaminada. Me diga Tae, como o appa e a omma reagiriam ao saberem que o filho deles é um pecador de merda, um viado sofrendo por outro que nem mora perto ? Acho que ficariam decepcionados não?! E você não quer ser a decepção deles não é Taezinho? - O Kim do espelho disparava agressivo, tóxico, afetando Taehyung onde doía de verdade.

Mesmo querendo aumentar meu amor, elas caem

Mesmo se estamos perto, nossos olhos se distanciam

Se distanciam, sendo jogados para longe

Em minhas memórias, me tornei jovem

Nunca, nunca caia (yeah)

Nunca, nunca caia (yeah)

Pare… PAREEEEE- Gritava Taehyung para seu reflexo e sem pensar deu um soco no espelho o quebrando, fazendo com que o vidro machucasse sua mão

hahahaha, pobre Kim Taehyung, não aguenta a verdade pecador, não aguenta saber que está se condenando por causa de um garoto que não entende você ? Me diga Kim, valeu a pena entregar seu coração para alguém que você mesmo quebrou ? - O reflexo de Taehyung não se encontrava mais no espelho e sim na frente dele mesmo, como uma alucinação

Você não é real, você não é real, VOCÊ NÃO É REAL! - Taehyung gritava com as mãos no ouvido enquanto o seu eu imaginário gargalhava vendo o outro sofrer.

Você sabe que sou real, você sabe disso porque… Eu sou parte de você, sou a parte que despreza saber que você é gay, bissexual o caralho que for. Eu sou real Taehyung, porque sou o seu medo- Disse o outro com um olhar frio, sem vida

Taehyung não queria chorar, acreditava que aquilo era pura alucinação, mas no fundo o Kim sabia que aquilo é o que sentia sobre si mesmo, sobre sua sexualidade..

Sabe Tae, você não precisa disso, não precisa sofrer por ele- Disse o outro com um tom de voz mais firme e arrogante

Então o que sugere?- Perguntou Taehyung para ele, já enfraquecido de tentar fazer com que o outro parasse de falar

Hahaha, não seja bobo, você sabe muito bem o que fazer, mas lembre-se Taehyung, ele nunca vai voltar, nem ele e nem ninguém, você está sozinho - Disse o Taehyung imaginário desaparecendo devagar, deixando o Kim real com a mão ferida e em prantos.

Porque eu ainda não desisti de você?

Eu me agarro nessas memórias murchas

É a ganância?

Eu tento restaurar as estações perdidas, eu tento

Isso explode em chamas

A nossa trajetória foi linda, não é?

Mas tudo murchou

As folhas secas caem como lágrimas

Taehyung limpava a mão de sangue em sua camiseta, estava tonto com o que acabará de acontecer, ele sabia sobre o que o seu eu imaginário falava, mas não queria fazer aquilo ainda tinha esperanças de que tudo iria melhorar, tinha esperanças de ter pelo menos a amizade de Jimin de volta, resolveu se distrair olhando suas redes sociais e logo se arrependerá Jimin havia feito um post dizendo:

Estou melhor do que nunca ao lado de quem me quer perto. Afinal, você só quer atenção, você nunca quis meu coração

Aquilo foi a gota d'água para Taehyung, o Park não precisava mais dele, ninguém precisava, Hoseok estava bem namorando Yoongi agora, um rapaz que conhecera na faculdade, Minseok e Baekhyun estavam em uma viagem romântica para comemorar o aniversário de namoro deles. Ele estava só, sem ninguém, seus pais e irmãos não estavam em casa, Taehyung estava só, despedaçado. O Kim resolve então tomar uma decisão, faria o que seu eu imaginário dissera, iria acabar com a dor, se entregaria para a depressão. Não por Jimin, nem por ninguém, apenas não aguenta mais ser sozinho, de nada dar certo, de ter que lutar contra seus medos, Kim Taehyung finalmente cansava de viver e nada mudaria isso.

O vento sopra e tudo se distancia, todo dia (todo dia)

A chuva cai e você vai murchando

Até a última folha cair

Eu quero que você me olhe

Eu quero que você me queira de novo

Por favor, não me deixe (deixe)

Por favor, não caia (yeah)

Nunca, nunca caia

Não vá para muito longe

Taehyung iniciava uma busca em sua casa, pegou todos os remédios que tomava e as bebidas e colocava em cima de sua cama, resolveu tomar um banho, queria acabar com tudo de modo indolor, que ele não se machucasse mais, queria apenas dormir, mas desta vez por toda eternidade. Depois de tomar um longo banho onde tinha chorado tudo o que guardava dentro de si, Taehyung preparou sua melhor roupa, seu melhor sapato, arrumou-se e pegou o celular e começou a ver suas fotos salvas, la estava Jackson mostrando seu novo namorado Bambam, Taehyung estava feliz por ele, pois era um doce de pessoa, encontrou fotos também de Minseok com Baekhyun em suas férias, Hoseok e Yoongi, e por ultimo ele, Park Jimin, Taehyung deu um sorriso triste e sádico, as lagrimas caiam na tela do seu celular, qual o Kim limpou com todo cuidado e beijou a tela.

Amor, você garota, não posso te deixar ir (baby, você garota, você garota, ah)

Amor, você garota, não posso desistir de você (baby)

Esse amor, como as folhas secas

Como essas folhas secas que caíram

Nunca, nunca caia

Ele está murchando (yeah)

Nunca, nunca caia

Sem hesitar, Taehyung pegou todos os remédios que se encontravam em sua cama e tomou-os, bebendo uma garrafa de vodka e logo em seguida deitando-se.

Olhando para o canto de seu quarto ele observava o Taehyung imaginário com um sorriso no rosto.

Sabia que escolheria isso Taehyung, sempre foi um fraco. Espero que fique bem agora- Dizia o Kim imaginário, que apesar de duro em suas palavras parecia compreender bem que era aquilo que Taehyung necessitava.

Com os olhos já ficando um pouco cansados, Taehyung pegou seu celular e abriu uma conversa com Jimin

Mensagem on

Taehyung: Jimin

mensagem off

Taehyung se sentia fraco, sua mão estava ficando mole, assim como todo seu corpo, sua cabeça parecia pesar um pouco, mas estava relaxado, lutava contra seus olhos para que o mantivessem abertos. Até que com um sorriso no rosto deixou o celular cair no chão e fechava os olhos dizendo

Jimin… Nunca, nunca… Caia

Se entregando para a escuridão por toda eternidade. Taehyung nem teve tempo de ver que Jimin responderá sua mensagem. Nem quando Hoseok junto com Yoongi invadirá seu quarto e viu o mais novo naquele estado gelado e sem vida. A última imagem que Taehyung viu foi o seu eu imaginário desaparecendo e dando lugar a um Jimin sorrindo para ele.

Nunca, nunca caia


Notas Finais


Obrigada por lerem, até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...