História Never Say Goodbye - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hardwell, Martin Garrix
Tags Hardwell, Martin Garrix
Exibições 3
Palavras 851
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem e boa leitura

Capítulo 1 - Capítulo: 01


Fanfic / Fanfiction Never Say Goodbye - Capítulo 1 - Capítulo: 01

Capítulo: 01

 

Emilly Dallas

 

País novo, vida nova.

 

Me chamo Emilly Dallas e tenho vinte e quatro anos, moro no Canadá, mas agora estou me mudando para Holanda, terminar o meu curso de fotografia. Sou amante da fotografia e da música eletrônica. Deixei a carreira de modelo, porém ainda faço só na parte da modelo fotográfica, deixei de lado a passarela.

 

Holanda

 

Depois de horas viajando cheguei ao meu destino, peguei um táxi e fui para o apartamento que eu comprei. Ele é bem espaçoso, primeiro andar era a sala de estar e jantar, a cozinha e lavanderia, no segundo andar era os quartos e banheiro. Coloquei minhas malas no quarto e resolvi ligar para o meu amigo.

 

Martin Garrix


 

Estava de folga durante uma semana que era um alívio, estava dirigindo para a minha casa quando o meu celular começou a tocar, coloquei viva voz e atendi, nem vi quem era.

 

Alô?

Martijn - uma voz de mulher, tenho impressão que conheço essa voz.

Quem é?

Não acredito que tu esqueceu de mim, sou eu a Emilly Dallas.

Emilly gritei de felicidades - desculpa meu amor é que tô dirigindo e não vi quem era, mas e aí o que a senhorita deseja?

Vim da uma boa notícia - disse animada - adivinha quem tá morando na Holanda?!

Quem?

Eu Martijn

Jura? Me passa seu endereço agora que eu tô indo pra aí.

Tá bom, vou passar por mensagem.

Tem algum problema de eu levar um amigo meu, ele tá aqui comigo.

Tem não, pode trazer.

Chego ai rapidinho.

 

Desliguei e logo o meu celular apitou, com certeza a Alisson mandou o endereço.

 

Robbert, olha aí para mim o endereço, por favor.

Ok!

 

Cinco minutos cheguei em seu apartamento, toquei a campainha e escutei um grito dizendo” Já vai”.

Assim que a porta foi aberta, Emilly pulou em cima de mim, sua perna ficaram entrelaçada na minha cintura, dei um abraço bem forte nela, afinal estava morrendo de saudades dela.

 

Escutamos um tosse forçada então a Emilly saiu dos meus braços.

 

Emilly esse é o Rob…

Hardwell - disse e colou as mãos na boca surpresa.

Oi Emilly - sorriu.

Oi - disse abraçando.

 

Se tem um pessoa que ama abraços é a Emilly.

 

Prazer em conhecer - Robbert falou.

O prazer é todo meu. Então vocês querem beber alguma coisa?

Não obrigado - falei e me sentei no sofá - então maninha o que te levou a vir morar aqui?

Desisti de ser modelo, quer dizer deixei as passarelas e fiquei só com a parte da modelo fotográfica mesmo, tava me sufocando muito e aproveitei para terminar o meu curso de fotografia. E você como está aí no mundo da música eletrônica?

Entendi. É um mundo maravilhoso, fazer o que você gosta.


 

Hardwell

 

Martin me levou até a casa de uma amiga chamada Emilly. Assim que entrei vi uma garota  com um lindo sorriso, fiquei encantado por essa mulher na mesma hora, como é que o Martin me falou dela? Vou matar esse garoto.

 

Os dois estavam abraçados então fingi uma tosse só para saber que estou aqui.


 

Emilly esse é o Rob… - Martin ia dizer o meu nome, mas a interrompeu.

Hardwell - disse e colou as mãos na boca surpresa.

Oi Emilly - sorri.

Oi - disse me abraçando.

 

Senti o perfume dela e que perfume, da vontade de ficar o tempo todo sentido o seu cheiro.

 

Prazer em conhecer - falei.

O prazer é todo meu. Então vocês querem beber alguma coisa? - perguntou sorrindo.

Não obrigado - Martin disse e eu neguei, me sentei no sofá junto com ele - então maninha o que te levou a vir morar aqui? - Martin perguntou.

Desisti de ser modelo, quer dizer deixei as passarelas e fiquei só com a parte da modelo fotográfica mesmo, tava me sufocando muito e aproveitei para terminar o meu curso de fotografia. E você como está aí no mundo da música eletrônica?

Entendi. É um mundo maravilhoso, fazer o que você gosta.

E você Robbert? - olhou para mim com um sorriso. Mano eu vou pirar é sério.

Viajar pelo mundo era o meu grande sonho, mas fazendo junto o que você mais ama nesse mundo é realmente um o maior prazer.

Ai que legal - sorriu mais ainda.

 

Ficamos conversando mais um pouco até que fomos embora, Martin me contou que eles conheceram quando ele fez o show da Ultra Music lá em Miami ano passado, os dois tinha uma sessão de fotos na mesma agência aí acabaram se conhecendo lá. Eu fiz o show lá também e não teve a coragem de me apresentar, belo amigo em.

 

Fui para casa descansar um pouco, estava precisando. Tomei um banho e fiquei só de bermuda mesmo, a Marie não estava em casa então fiquei assim mesmo. Preparei um lanche para mim e peguei meu laptop, pesquisei sobre ela, vi algumas fotos e meu Deus que mulher é essa? Depois tinha um vídeo dela desfilando de biquíni. Sinceramente essa garota não existe, depois de lanchar deitei na minha cama e acabei dormindo.


 


Notas Finais


Erros? Desculpem
Espero que tenham gostado até o próximo capítulo😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...