História Never Say Goodbye - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Hardwell, Martin Garrix
Tags Hardwell, Martin Garrix
Exibições 2
Palavras 827
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura

Capítulo 2 - Capítulo: 02


Fanfic / Fanfiction Never Say Goodbye - Capítulo 2 - Capítulo: 02

Capítulo: 02

Passeios

Emilly Dallas


Depois que os meninos saíram fui ajeitar as coisas no meu quarto, como ainda está cedo fui aproveitar. Coloquei as roupas no closet, alguns acessórios no banheiro. Depois de tudo pronto tomei um banho vesti só a calcinha e uma regata do meu pai que ficava enorme em mim, desci indo em direção a cozinha, preparei um lanche e assisti um pouco de televisão.


Voltei para o meu quarto, peguei um livro que tinha comprado antes de viajar, O Inferno de Gabriel e com comecei a ler até pegar no sono.



Hardwell


Levantei com o som da campainha, olhei as horas e eram oito e meia da manhã, bufei e desci as escadas, abri a porta e Martin estava com um sorriso no rosto.



Subi correndo para o meu quarto, separei uma roupa e fui tomar um banho. Depois de pronto desci para tomar um café e voltei para o quarto, adentrei no banheiro, escovei os dentes e passei perfume.



Emilly Dallas


Acordei num susto por causa da campainha que não para de tocar, bufei de raiva e desci o mais rápido possível, abri a porta pronta para dar uns berros na pessoa, mas vi que era o Martijn e o Robbert então deixei pra lá.



Hardwell




A porta foi aberta por uma garota que estava só de blusa que ia até as coxas, seus cabelos estavam bagunçados e com cara de sono, não nego que ela até assim fica linda.



Ela falou e logo subiu as escadas. Não entendo como uma garota dessa me encantou assim de primeira.



Então ela desceu as escadas só com um short de algodão e uma regata e seu cabelo estava preso.



Ela riu e subiu as escadas correndo, sentarmos no sofá de veludo que tem na sala e bem confortável por sinal. Minutos depois ela desceu as escadas e parou na nossa frente.



Me levantei e fui atrás deles. Emilly vestiu um short curto, uma blusa branca que aparecia a barriga e uma jaqueta por cima da blusa e usava uma bota que ia até os joelhos, ela simplesmente estava linda. (Foto da capa)


Primeiro passamos no Starbucks e compramos alguma coisa pra comer depois ficamos passeando pela cidade e batemos várias fotos.



Ela passou o braço pelo meu pescoço e nossos rostos ficaram colados, seu sorriso era enorme assim como o meu então ela bateu a foto da gente.



Martin pegou o carro e saiu cantando pneus com certeza ele tá puto de raiva por causa disso.


Mostrei outros lugares para ela e continuamos batendo fotos, ela pediu pra bater uma dela foi a que eu mais gostei.(capa)


Fomos de táxi para casa já que a gente estava com o Martin. Assim que entramos o porteiro falou que tinha chegado algumas caixas para ela. Ajudei até levar ao seu apartamento, foi um sacrifício porque eram várias caixas e bem pesadas.




Notas Finais


😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...