História Never Tear Us Apart - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Visualizações 21
Palavras 1.023
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse primeiro capítulo está meio confuso mas eu prometo que do segundo em diante vocês entenderam melhor.
Caso tenham alguma dúvida me contatem no twitter @insidecabeyout

Capítulo 1 - Você prometeu


Fanfic / Fanfiction Never Tear Us Apart - Capítulo 1 - Você prometeu

[10 de dezembro de 2015]

Camila POV

— Você prometeu Lauren. Você tinha prometido. - Eu disse em meio às lágrimas que percorriam meu rosto.

— Eu não sabia o que estava fazendo, Camila me desculpa, não termina comigo por favor. - Lauren disse e tentou me abraçar.

— NÃO OUSE ENCOSTAR EM MIM LAUREN JAUREGUI, EU TENHO NOJO DE VOCÊ. - Eu disse me desvinculando do seu abraço e continuando a arrumar as minhas malas.

— Camila, eu te amo. - Lauren disse com lágrimas nos olhos. - Never tear us apart, lembra? Por favor, não vá.

— Eu lembro Lauren, aliás, quem não se recordou da promessa foi você e não eu, então por favor não deixe as coisas mais complicadas do que já estão, saia daqui. - Eu disse empurrando-a para fora daquele quarto de hotel e trancando a porta em seguida.

Eu simplesmente não conseguia conter a dor que me invadia, eu não consigo acreditar que ela jogou todos os nossos planos no lixo, eu sinto como se tudo que eu sempre acreditei não passasse de meras mentiras. As lágrimas não deixavam de cair, todos os planos, todos os beijos, literalmente tudo jogado fora. Eu nunca esperei algo do tipo vindo de Lauren, eu fui uma tola de acreditar que essa viagem nos faria bem, muito pelo contrário, essa viagem apenas terminou de nos destruir.
Com minhas malas prontas e ainda com lágrimas no rosto, eu saí do hotel e fui direto para o aeroporto, era por voltas das 2h00am e o próximo vôo para Miami sairia apenas 6h00am, então o que me restava era esperar.
Eu não conseguia conter as lágrimas de maneira alguma, eu nunca senti uma dor tão forte quanto essa. Enquanto eu estava abraçada as minhas pernas chorando, eu ouvi alguém dizer "Me diz quem fez isso que eu mato.", levantei minha cabeça para procurar quem havia dito aquilo e então uma moça morena olhou para mim e abriu um sorriso para logo depois sentar na cadeira ao lado da minha.

— Tá tudo bem? - Ela perguntou

— Vai ficar. - Eu respondi

— Que bom então. - Ela disse. — Bom, desculpe o jeito que abordei você, eu te vi de longe e não consegui me conformar que uma mulher tão linda quanto você estava aos prantos, então vou me apresentar corretamente, muito prazer, meu nome é Ashley. - Ela continuou e logo depois estendeu sua mão em comprimento.

— Tudo bem, Ashley. Meu nome é Camila e o prazer é todo meu. - Eu disse e a estendi minha mão também.

— Então Camila, desculpe a intromissão mas porque chora? - Ela perguntou.

— Vou falar bem resumidamente, meu relacionamento estava um tanto quanto conturbado, estávamos brigando muito e isso desgasta, decidimos fazer uma viagem para tentar "melhoras as coisas", então brigamos noite passada, ela saiu brava, de cabeça quente e me traiu. Era para ter sido nossa salvação mas acabou que se tornou nossa destruição. E dói muito porque ela é o amor da minha vida. - Eu respondi com lágrimas no rosto.

— Nossa, ela realmente não merece suas lágrimas, aposto que seu sorriso é lindo demais pra se esconder, eu espero de coração que tudo fique bem com você. - Ela disse com um sorriso lindo no rosto.

— Obrigada. - Respondi.

— Mora em Miami também? - Ela perguntou.

— Sim sim. Respondi.

— Então provavelmente vamos pegar o mesmo vôo, das 6h00am, certo? -Ela perguntou.

— Sim. -Respondi

— Que bom então, vou ter a oportunidade de conhecer melhor uma mulher linda como você. - Ela disse com um sorriso no rosto.

Eu apenas assenti, ainda era 4h00am então ficamos conversando até a chegada em Miami. Trocamos nossos números de celular uma com a outra. Ashley é uma pessoa muito carismática, ela realmente conseguiu me distrair um pouco e isso foi bom. Logo depois que nos despedimos no aeroporto de Miami, eu segui para minha casa, onde eu apenas me joguei na minha cama e chorei até pegar no sono.

Lauren POV

Camila me expulsou do quarto e eu não sabia para onde ir, eu só sabia chorar e pensar no quão estúpida eu fui com ela, eu me odeio de um forma inexplicável.
Sem saber o que fazer, sai andando pelas ruas, sem rumo, sem nada, apenas a procura de um bar qualquer onde eu possa me afogar nas bebidas. O primeiro bar que eu vi, eu entrei e fui sair apenas às 5h00am porque o dono do bar disse que eu teria que ir embora, pois iria fechar o local. Eu não estava nenhum pouco sóbria, mal conseguia andar mas mesmo assim fui, eu não queria voltar para o hotel e não encontrar Camila lá, então decidi ir até o aeroporto tentar conversar com ela denovo. Pode parecer muito egoísta não deixar ela ir embora depois de quebrar seu coração mas ao mesmo tempo, é tão necessário ir atrás dela, nem que seja para ouvir outro não, eu preciso vê-la nem que seja pela última vez. Cheguei no aeroporto por volta das 5h45am, perguntei sobre seu possível vôo e disseram que sairia daqui 15 minutos, então eu corri, fui o mais rápido possível para tentar encontrá-la mas quando a avistei, ela estava com uma garota morena, que a abraçava de um forma que eu senti todos meus nervos se contorcendo e eu simplesmente paralisei, não conseguia chama-la ou ir até ela. Enquanto eu a via indo embora, lágrimas percorriam toda a extensão do meu rosto. Como ela pode fazer isso comigo? Como ela pode me julgar e falar comigo da maneira que falou sendo que não fez nenhum dia que terminamos e ela já está com outra? Como ela conseguiu atuar tão bem que realmente havia ficado mal? Eu apenas senti àquela raiva, aquele ódio subindo por minhas veias e decidi que nunca mais iria ter o mínimo de contato com ela. Sai daquele aeroporto tão desnorteada que não olhei antes de atravessar a rua e de repente eu senti algo colidir fortemente com meu corpo e logo depois passar por cima. Eu apaguei naquele momento e só fui acordar na ambulância, com os paramédicos tentando de tudo para me salvar para logo depois apagar novamente.


Notas Finais


Espero que tenham gostado beijão ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...