História NeverLand - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 18
Palavras 501
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Ficção, Harem, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - Presença


Caard fazia movimentos um pouco bruscos para finalmente abrir os olhos e se sentar batendo a cabeça no livro que Yuu segurava nas mãos, ambos não trocaram uma palavra se quer apenas se encaravam em silêncio, somente um anúncio nos arredores o fizeram desviar a atenção um do outro. 

Atenção alunos Yuu Mamori e Caard Lumeron compareçam a sala do diretor. 

-Será que é sobre a briga? 

Yuu se manteve em silêncio, parecia perdido e inquieto por dentro. 

-Yuu...? Yuu... Ei Yuu.. Yuu.. -Ele se levantou e se debruçou sobre o moreno- Yuuzinhu?

-Cala a boca! Estou tentando pensar!

-Tudo bem... Desculpe.. -Caard recuou um pouco e abaixou o olhar sendo puxado de surpresa para receber um beijo curto. -Yuu...?

-Vamos logo ver o que o cara quer. 

-Tudo bem. 

Ambos saíram juntos do quarto em caminhada ao outro lado do campus diretamente para a diretoria sem nenhuma parada, ao chegarem puderam ver apenas uma sala fria totalmente escura onde eles ouviam apenas uma unica voz séria e sem vida:

-Então os dois arrumaram a maior confusão em minha escola, tudo por que os valentões estavam de provocação com seu amiguinho? 

-Senhor... -Tentou Caard falar. 

-Não estou falando com você. -Cortou o diretor. 

-Ora seu... -Yuu cerrou os punhos. 

-Um é esquentado e o outro é tão frio que não possui coração. -ele ria de forma ironica. -Aiai... Tenho um favor a pedir à vocês. 

-Um favor? -Repetiu Yuu confuso. 

-Diga senhor! 

-Poderiam por favor impedir que aconteça mais isso?

-Impedir? Como assim? 

-Nos últimos dias tivemos casos de suícidios, humanos normais entre garotos e uma garota. 

-Todos tem algo em comum?

-Tem. -Ele suspirou. -Homossexualidade. 

-Humm... -Yuu fez uma cara de tédio ao ouvir sobre tal assunto e logo se virou. -Tá certo. Mas não trabalho de graça. 

-Iria brigar com vocês por não participarem de nenhum curso. -O diretor começou a rir, animado. -Terão previlégios como filhos adotados do diretor. 

-Tudo isso por causa de suícidios? 

-Não acha pouco? 

-Yuu.. -Murmurou Caard. -Suícidio em humanos é coisa séria, é um ponto mais alto da tristeza e desespero, onde não veêm outra saída a não ser morrer para aliviar... Não se animam com nada, maioria deles não tem amigos ou não conversam com ninguém, mas... 

-Existe aquelas populares que acabam se matando, Caard, não se engane. 

-Tá bom, velhote. -Gritou yuu saindo da sala- Faremos pra você. Comida de graça! 

-Tudo bem. 

-Isso!

-Yuu! você só pensa nisso? 

-Por que não? 

-Yuu e Caard façam tudo que devem fazer, na altura que precisar, qualquer coisa podem acessar o que desejarem. 

-Tá - Respondeu os dois juntos até saírem. 

O diretor rodou em sua poltrona e colocou os pés na mesa abrindo um grande sorriso, uma taça de vinho em sua mão esquerda se quebrava com sua risada alta e maléfica. 

-A Deus... Você o quer tanto perto de você, mas não vou permitir ele é valioso demais para isso. O Rei dos Vampiros e a Lua em mãos... Quem diria. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...