História Neverland - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 4
Palavras 562
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - O equilíbrio foi quebrado


Fanfic / Fanfiction Neverland - Capítulo 1 - O equilíbrio foi quebrado

O vento mostrava-se presente em todos os cantos da Terra do Nunca. O céu começava a escurescer em menos de dois milésimos de segundos, e os pensamentos de Peter são cortados pelo estrondoso barulho de um trovão. O medo dos meninos perdidos desesperados por não terem o que fazer ficava explícito em suas expressões. O que estava acontecendo com a Terra do Nunca?

- Peter... - perguntava Cabelinho, um dos garotos.

- Silêncio.

- Mas.. 

- SILÊNCIO! - todos olhavam entre si tentando entender o que o menino de olhos verdes estava pensando.

A brisa fria invadia o esconderijo dentro de um tronco que os meninos perdidos viviam em segredo do "temido" capitão Hook. Aquilo não acontecia há anos, desde que Peter se lembrava. Mas os piratas não saíram da Terra do Nunca... como pode o equilíbrio ter sido rompido?

Momentos depois, que para os meninos pareciam décadas, Peter concluiu:

- De alguma forma, conseguiram romper as barreiras da Terra do Nunca e o mundo real.. - retomou o fôlego, tentando mostrar que não tinha sido abalado com tudo aquilo. - Alguém está aqui... mas como conseguiu entrar?... - consigo mesmo, Peter imaginava o quão poderosa essa criatura devia ser para conseguir entrar e se perguntava como ela sabia da existência da Terra do Nunca.

- E se existir uma espécie de portal? - Arriscou perguntar Bicudo.

- Se este existe, não sabemos... vamos perguntar para as sereias sobre o que está acontecendo!

No exato momento em que Peter disse isso, ele e os outros seis meninos perdidos saíram o mais rápido possível do tronco, assegurando que os piratas não os tivessem observando, e foram em direção a Lagoa das Sereias, à Leste.

O escuro atrapalhava a visão dos garotos, mas a luz dourada como ouro puro em chamas emitida de sininho, uma fada amiga de Peter, ajudava a guiá-los. O mar estava agitado, e parte das ondas que quebravam invadiam a ilha.

O menino de olhos verdes se aproximou da Lagoa, respirou fundo, e com calma tocou uma melodia em sua flauta de bamboo que sempre carregou em seu pescoço, desde que se lembra.

A luz branca e fraca que as sereias emitiam indicavam que elas tinham atendido ao chamado do menino. Uma a uma, três desses seres emergiam suas cabeças da água escura pela "noite" e se aproximavam do garoto.

- Quem está aqui? - perguntou friamente, assegurando que não ia cair nos encantos das criaturas angelicais.

- Ela conta histórias... - o som afiado como uma lâmina saia em uníssono vindo das três sereias.

- Que tipo de histórias?

- Como a que está prestes a acontecer... - a cada palavra emitida pelas criaturas, Peter se arrepiava mais.

- Ela é perigosa? 

As sereias não responderam, mas começaram a puxar o braço do menino de olhos verdes para dentro da Lagoa.

- ME RESPONDAM! - elas chiaram e fugiram para o fundo das águas escuras da Lagoa das Sereias.

Peter bufou e pediu para Sininho espionar Hook para ter ceteza de que ele não estava por trás disso tudo. Enquanto isso, os meninos voltavam para seu esconderijo para preparar suas armas para seja lá o que estivesse chegando. 

Pelo visto as coisas começaram a ficar realmente sérias pela primeira vez na Terra do Nunca, mas Peter estava bem mais ansioso com isso do que com medo...

"Finalmente alguma coisa de interessante por aqui..." - pensou consigo mesmo enquanto afiava uma faca com um sorriso maroto no canto dos lábios.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...