História Neverland - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 2
Palavras 547
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Meri


Fanfic / Fanfiction Neverland - Capítulo 2 - Meri

Num piscar de olhos, a noite vira dia e Peter olha para os meninos com uma cara sedenta por saber sobre a "ela" que conta histórias. Seu sorriso malicioso contagia os garotos perdidos e eles saem em busca de Sininho para saber das notícias de Hook.

Eles se encontram no caminho para a toca dos índios e a fada diz que eles não sabem de nada.

- Tudo bem.. meninos, vão para a Toca e falem o que as sereias nos disseram. Eles precisam se preparar também!

Como pedido, os meninos trilharam rumo à toca e Peter sobrevoou a ilha à procura de "ela".

Nada.. tudo parecia estar exatamente igual.. até que Peter percebeu uma flecha voado em sua direção. Ele a pegou no ar e, rindo, quebrou-a no meio. O menino foi em direção a garota de cabelos ruivos e cacheados, acompanhados por sardas e um belo par de olhos azuis como os do Hook. "Idiota", pensou Peter ao ver que a menina se entregou com um movimento arriscado.

- Oi mocinha.. - disse o menino enquanto desarmava a garota e a imobilizava com os braços atrás das costas.

- Tire suas mãos de mim!

- Quanta indelicadeza.. uma donzela tão bonita, devia pelo menos me falar seu nome por educação.. - dizia ironicamente com a boca perto do ouvido da garota que se arrepiava a cada palavra.

- Mer.. Laura.

- Como você chegou até aqui, "Mer.. Laura"?

-  Não sei.. Eu só sonhei que estava caindo e acordei perto daqui.

- Eu não acredito em você.. - dizia Peter puxando os cabelos da menina para trás e colocando sua faca na garganta da moça ainda com um sorriso irônico nos lábios.

- AI.. EU ESTOU FALANDO SÉRIO!

- Mentiu sobre seu nome, porque não estaria mentindo sobre isso também? Eu não quero problemas causados por você aqui!

- Ok, meu nome é Mérida.. Eu vim de Londres, mas você provavelmente não conhece.. É meio longe daqui, eu acho..

- Conheço sim.. - dizia Peter com a voz mais fraca que antes.

- Quem é você? Onde eu estou? Me ajude a ir pra casa.. - perguntou Mérida confusa.

- Peter.. Pan... Você está na..

- Terra do Nunca?! - Peter ameaçou cortar sua garganta mas foi interrompido por Mérida.

- NÃO! Espera...

- Como você sabe? Não acredito que quase cai nessa...

- Não... Peter Pan, das histórias... o menino que nunca cresce.. errhh.. que tem a sininho como amiga e.. e..  os meninos perdidos.. São, 6 não são? - dizia trêmula por ter uma faca que já tinha marcado presença em seu pescoço.

- As sereias falaram que você contava histórias.. Como vocês sabem disso tudo? Tem espiões aqui? - dizia Peter verificando por todos os lados.

- Provavelmente não... histórias como a sua são consideradas de crianças. - Peter soltou-a.

- Os adultos.. sempre chatos - bufou revirando os olhos com os braços cruzados logo depois de guardar sua faca.

- Não fale assim... - em meio a uma pausa que olhou para o chão e voltou seu olhar a Peter novamente, ela completou. - Eles podem ser chatos às vezes, mas fazem para o nosso bem...

- PARA! - gritou o menino com os olhos enfurecidos mas também marejados. - Para..

- Descul..

- Vou te levar até a princesa Tigrinha.. evite falar no caminho.. você me irrita. - interrompeu Peter com uma expressão rígida e sem nenhum sentimento.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...